31 março, 2022

O branco mais branco

Há alguns anos, um grupo de engenheiros da universidade americana de Purdue, em Indiana, criou um tom de branco que era ainda mais branco que o que conhecíamos até então. O composto foi incorporado em revestimentos para edifícios em forma de tinta com o objetivo de resfriá-los e reduzir a necessidade do uso de ar condicionado no interior dos prédios.
Em outubro de 2020, os pesquisadores foram além e conseguiram desenvolver uma tinta ultra branca que conseguia ser ainda mais clara. Mas, quando se pensava que não era possível ir além, eles superaram as expectativas e criaram uma tinta que não é só mais clara, mas também é mais fria que as formulações anteriores desenvolvidas por eles.
Segundo os pesquisadores, este tom pode ser o equivalente do branco ao Vantablack, "o preto mais preto", que chega a absorver até 99,9% de toda a luz visível (*). Os engenheiros afirmam que essa formulação de tinta mais branca reflete até 98,1% da luz solar recebida e ainda envia o calor infravermelho para longe da superfície ao mesmo tempo.
As tintas comercializadas atualmente ficam mais quentes ao invés de mais frias, enquanto as que são projetadas para rejeitar calor refletem apenas entre 80% e 90% da luz solar recebida, sem o benefício de tornar as superfícies mais frias que um ambiente.
Para atingir um nível de brancura tão alto, são utilizadas duas características fundamentais, sendo a primeira delas a concentração do sulfato de bário, um composto químico que também é utilizado para tornar papéis fotográficos e cosméticos mais brancos. A outra também está relacionada ao sulfato de bário, que têm tamanhos diferentes na tinta. O tamanho de cada partícula interfere no quanto ela espalha a luz, sendo assim, quanto mais ampla a gama de tamanho de partículas, mais a tinta pode se espalhar no espectro de luz solar.

Extraído de: O branco mais branco é também o mais frio; saiba o porquê, Olhar Digital

N. do E.
(*) Uma equipe de engenheiros do MIT desenvolveu o que eles chamam de "o material mais preto até hoje". Composto de microfilamentos de nanotubos de carbono, é mais escuro até do que o famoso Vantablack®, que absorve 99,96% da radiação da luz. Sobre esta descoberta, o Ultrablack®, eles dizem que absorve 99,995% da luz e que, por isso, é dez vezes mais escuro do que o recordista anterior.
http://blogdopg.blogspot.com/2017/03/vantablack.html
http://blogdopg.blogspot.com/2019/10/ultrablack.html

30 março, 2022

As mulheres deveriam ser completamente abolidas?


Em 28 de março de 1912, o bacteriologista Almroth Wright escreveu uma carta ao London Times argumentando que as mulheres deveriam ter o direito de votar negado e, de fato, mantidas completamente afastadas da política devido às suas deficiências psicológicas.
Dois dias depois, o Times publicou esta resposta. Assinada por "One of the Doomed", mas na verdade foi escrita por Clementine Churchill, de 26 anos, esposa de Winston:

30 de março de 1912

Ao editor do London Times.

Senhor,

Depois de ler a exposição capaz e ponderada de Sir Almroth Wright sobre as mulheres como ele as conhece, a pergunta não parece mais ser "As mulheres não deveriam votar?", mas "as mulheres não deveriam ser completamente  abolidas?"

Fiquei tão impressionado com a dissertação de Sir Almroth Wright, apoiada por tanta experiência científica e pessoal, que cheguei à conclusão de que as mulheres deveriam ser interrompidas.

Aprendemos com ele que elas em sua juventude são desequilibradas, que de vez em quando sofrem de irracionalidade e hipersensibilidade, e que sua presença distrai e irrita os homens em suas vidas e atividades diárias. Se assumem uma profissão, a indelicadeza de suas mentes as torna parceiras indesejáveis para seus colegas homens. Mais tarde na vida, elas estão sujeitas a graves e prolongados distúrbios mentais e, se não são totalmente insanas, muitos delas têm de ser silenciadas.

Sendo assim, quão mais feliz e melhor não seria o mundo se pudesse ser purgado das mulheres? É aqui que olhamos para os grandes cientistas. O caso é realmente sem esperança? As mulheres, sem dúvida, tiveram seus usos no passado, caso contrário, como essa tribo detestável poderia ter sido tolerada até agora? Mas é certo que serão indispensáveis no futuro? A ciência não pode nos dar alguma garantia, ou pelo menos alguma base de esperança, de que estamos às vésperas da maior descoberta de todas — isto é, como manter uma espécie de machos por meios puramente científicos?

E não podemos olhar para Sir Almroth Wright para coroar suas muitas conquistas ao libertar a humanidade das espécies parasitas, dementes e imorais que infestaram o mundo por tanto tempo?

Sua obedientemente,

CSC ("Uma das Condenadas")

http://lettersofnote.com/2012/05/14/ought-women-not-to-be-abolished-altogether/

29 março, 2022

Oscar 2022

Na solenidade de premiação, o ator Will Smith usou um velho método para redefinir as configurações de fábrica do cérebro do comediante Chris Rock.
Diga não à violência (verbal, física), diga sim à caneta azul.

Apenas uma fração das pessoas achará isto divertido

TÊNUE É A LINHA QUE SEPARA

O NUMERADOR
__________________

DO DENOMINADOR

28 março, 2022

Obras estilhaçadas (2)

Walead Beshty, um artista baseado em Los Angeles, embalou suas peças de arte em caixas da FedEx e as enviou para exposições e galerias no exterior. Seria de se esperar que precauções extras fossem tomadas ao entregar cargas preciosas para a exibição, mas Beshty intencionalmente projetou suas peças para quebrar. O raciocínio por trás dessa estranha decisão era que o escultor queria obter uma "impressão digital" que documentasse a jornada de cada pacote até seu destino.

27 março, 2022

Tom Jobim na trilha sonora de um filme norueguês

"A Pior Pessoa do Mundo" (ou, originalmente, "Verdens verste menneske") é uma comédia dramática norueguesa lançada em julho de 2021 no Festival de Cannes. A obra, dirigida por Joachim Trier, é sucesso na crítica desde seu lançamento e vem ganhando ainda mais destaque mundialmente depois das indicações de Melhor Roteiro Original e Melhor Filme Estrangeiro no Oscar de 2022.
"O longa narra quatro anos da vida de Julie, uma jovem que passa por um período conturbado em sua vida amorosa e profissional. Diante das dificuldades, ela não tem saída senão tentar de alguma forma contornar a situação e deixar as coisa mais fáceis. O filme é dividido em prólogo, doze capítulos e epílogo. Apesar da divisão pouco usual para um material de cerca de duas horas de duração, a história de amor e autoconhecimento da protagonista, interpretada por Renate Reinsve, é contada de forma leve e fluida." (Nação da Música)
A história se encerra com "Waters of March", releitura em inglês do clássico "Águas de Março" de Tom Jobim. A versão do filme é interpretada pelo norte-americano Art Garfunkel.


26 março, 2022

Uma pro santo





Quem bebe, dorme;

quem dorme, não peca;

quem não peca, é santo;

logo, quem bebe é santo.

25 março, 2022

A fobia de Spielberg

O realizador de ET e de Parque Jurássico tem uma das fobias mais frequentes. Steve Spielberg tem medo de insetos (entomofobia), sendo esta a principal razão para nunca vermos qualquer tipo de inseto em algum de seus filmes.
Você jura?
No filme "Jurassic Park", de 1993, expandiu-se a ideia de extrair DNA do aparelho digestivo de mosquitos que teriam sugado o sangue de dinossauros. Aprisionados no âmbar (seiva de árvores), esses mosquitos fossilizados conteriam no ventre material genético de dinossauros, o qual, através da clonagem, poderia ser utilizado para criar um parque temático de dinossauros.
No entanto, aquele inseto preso em âmbar não podia conter DNA de dinossauros!
Segue a explicação:
Eles precisavam de um mosquito muito grande para que parecesse "pré-histórico" e fosse também facilmente visto pelos espectadores. O mosquito-elefante (Toxorfinchitas) atendia a esses requisitos, porém não suga sangue de animais grandes. Ele se alimenta de outros mosquitos.
http://blogdopg.blogspot.com/2020/10/o-inseto-preso-em-ambar.html

Como observou Sigmund Freud, junto com a fobia frequentemente existe um impulso contrafóbico, que abriga um desejo inconsciente de confrontar e dominar o que se teme. Foi este o papel do mosquito-elefante com relação à fobia de Spielberg?

24 março, 2022

Ciclones

1845 - O navio Charles Heddle navegou para o norte das ilhas Maurícias e encontrou uma terrível tempestade. Velas estufadas pelo vento, eles seguiram quatro vezes ao redor do centro, no sentido horário, percorrendo centenas de quilômetros. Depois de seis dias, um céu claro permitiu que o capitão fizesse uma leitura e percebesse que, ao circularem, eles também haviam sido levados até o ponto de partida.
Lendo o registro do Charles Heddle e outros relatos dessa tempestade, o capitão inglês Henry Piddington cunhou a palavra ciclone, a partir do grego moderno kyklon ("o que se move ao redor, o que gira", de kyklos em grego, "círculo" em português; os gregos antigos não tinham esse termo) para coils of a snake (enrolamentos de uma cobra). Depois que ele usou o termo em "The Sailor's Horn-Book for the Law of Storms" (1848), ciclone tornou-se um termo comum.
(Grifos, links e a ilustração ao lado acrescentados no Blog EM.)
http://pballew.blogspot.com.br/2018/02/on-this-day-in-math-february-21.html#links

Na Wikipédia:
À medida que, pela ação do diferencial de pressões, o ar flui de um centro de altas pressões para um centro de baixas pressões é defletido pela força de Coriolis, de tal modo que os ventos circulam em espiral, isto é, no sentido anti-horário (oposto ao dos ponteiros de um relógio) no Hemisfério Norte e no sentido horário (igual ao dos ponteiros de um relógio) no Hemisfério Sul.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ciclone

Na MPB:
Ciclone (de Adelino Moreira)
"Ela se enamorou de outro rapaz / Assim que o ciclone atingiu nossos destinos / Nenhum de nós pensou voltar atrás / Quanto orgulho! Quantos desatinos!"
http://www.letras.mus.br/nelson-goncalves/1313832/

23 março, 2022

Simples, porém engenhosa

Arcada. Fila de arcos sustentados por pilares ou colunas (foto). O empuxo exterior de cada arco encontra o empuxo do arco próximo da série, e ambos se compensam. Existe geralmente uma passagem atrás da arcada, e um teto que a recobre.


Arcada cega. Nesta versão a arcada se sobrepõe a uma parede. As arcadas cegas são uma característica da arquitetura românica com influência sobre a arquitetura gótica.

Ver também: muro serpentina

22 março, 2022

A magia da água

22/03, Dia da Água


Os movimentos da água como o bater rítmico das ondas na praia, a turbulência enevoada de uma cachoeira e o jato cintilante de uma fonte costumam ser hipnotizantes.
"Se existe magia neste planeta, ela está contida na água."
1957, The Immense Journey, de Loren Eiseley, Capítulo: O Fluxo do Rio, Citação da página 15, Random House, New York.

21 março, 2022

Tanques voadores

Um dos conceitos mais estranhos da tecnologia militar que surgiu no período entre a Primeira e a Segunda Guerra Mundial foi o tanque voador. Essencialmente, era um tanque de guerra comum com asas de planador removíveis. Concebido para ser um veículo militar pesado, ele reuniria as características de duas importantes máquinas de guerra - o avião e o tanque.


Estrategistas militares de muitos países pensaram que, se tivessem um tanque de guerra preparado para voar e descer em uma zona de guerra, isso lhes daria uma grande vantagem. Assim, as principais superpotências da época, como Estados Unidos, Rússia, Inglaterra e Japão, começaram a experimentar essa tecnologia. Vários modelos foram criados e, embora os testes iniciais de alguns tanques alados tenham sido bem-sucedidos, a idéia acabou sendo abandonada.
As limitações dos materiais disponíveis e o esforço necessário para pousar apenas um desses tanques foram duas das razões pelas quais o conceito de tanque voador foi abandonado.

20 março, 2022

Doralice, Dora

Doralice - Dorival Caymmi e Antônio Almeida
Doralice, eu bem que lhe disse / Que amar é tolice / É bobagem, ilusão. / Eu prefiro viver tão sozinho / Ao som do lamento / Do meu violão.
Com Sant Andreu Jazz Band (de Barcelona). Bandleader: Joan Chamorro



Doralice - Banda Eva
É dia de ver / A Doralice dançar / Na ponta do pé / Levantando a saia / Pra não molhar.
http://youtu.be/Ft37kq5cfE4

Doralice - Moreira da Silva
Samba de breque
Então Doralice / Só faltou me bater / Eu dei o sofá, Doralice / Pra me vingar de você.
http://youtu.be/LehUrlKnPVI

Casamento da Doralice - Adelar Bertussi
Edson Dutra (fandango)
Vou me embora dessa terra / Vou morar noutra morada / Quem quiser que eu vá embora / Mande varrer a estrada.
http://youtu.be/QtvNioJD_8M


Berenice (citação de Doralice) - Jorge Ben
Mas quando eu disse para a Doralice / Que estava a fim de você, Berenice / Ela me disse que eu não insistisse / Pois você estava amarrada num tal de Tom Mix.
http://youtu.be/5vvAIcOBXKU

Mulheres - Toninho Geraes
Foi lançada por Martinho da Vila em 1995 no auge de sua carreira. Alvo de críticas por retratar estereótipos do gênero feminino, a letra recebeu uma segunda versão das cantoras Doralyce e Silvia Duffrayer
Nós somos mulheres de todas as cores / De várias idades, de muitos amores / Lembro de Dandara, mulher foda que eu sei / De Elza Soares, mulher fora da lei.
http://youtu.be/piaRbXyy7D0 (cantora: Doralyce)

Dora - Dorival Caymmi
Caymmi (vídeo com fotos de Recife, frevo e maracatu)
Ô, Dora / Rainha do frevo e do maracatu / Ninguém requebra nem dança / Melhor do que tu.
http://youtu.be/vJZlL83vF8I

Dora - Arlindo Cruz
Grupo Revelação
Vou chorar, meu bem (não chora) / Vou chorar, meu bem (não chora) / Eu já vou embora / Com Deus e Nossa Senhora
http://youtu.be/Q0xMySgm0oQ

Samba que nem Rita a Dora
Compositor: Luís Carlos da Vila. Cantor: Seu Jorge
O Chico falou que a Rita levou / O sorriso dele e o assunto / Eu sofri seu sofrer mas pergunto / Se o meu ele ia aguentar.
http://www.cifras.com.br/cifra/seu-jorge/samba-que-nem-rita-a-dora

🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺🚺

Musical Madalena, A beleza em Tereza, Apareceu a Margarida, Carol, Carolina, A levada da Rita, Compilando Irene, "Rosa" de Pixinguinha, Helena, Helena, Helena, Um buquê de Rosas e Raquel e Lia

19 março, 2022

Calígula e os calvos

Conta-nos Suetônio um episódio muito ilustrativo da sevícia de Calígula:
"A maldade de sua índole é bem ilustrada pelo seguinte. Como os rebanhos para a alimentação das feras para o espetáculo tivessem ficado mais caros, selecionou dentre os criminosos os que deveriam ser destroçados. Verificando uma fila de prisioneiros, sem inspecionar qualquer folha de acusação, apenas postando-se no meio do pórtico, ordenou que se levassem todos, do careca ao careca." — Suetonius, De Vita Caesarum, Caligula 27).
Saevitiam ingenii per haec maxime ostendit. Cum ad saginam ferarum muneri praeparatarum carius pecudes compararentur, ex noxiis laniandos adnotavit, et custodiarum seriem recognoscens, nullius inspecto elogio, stans tantum modo intra porticum mediam, "a calvo ad calvum" duci imperavit.
http://milesmithrae.medium.com

18 março, 2022

Os livros mais traduzidos do mundo

Os livros já existem há séculos, escritos e impressos em diferentes idiomas ao redor do mundo. A Preply fez um levantamento dos livros mais traduzidos por país de origem, apresentando a relação final neste infográfico.

O livro mais traduzido do mundo? É "O Pequeno Príncipe", de Antoine de Saint-Exupéry, que foi traduzido para mais de 380 idiomas diferentes. Em seguida vem "As Aventuras de Pinóquio", de Carlo Collodi. Ambos são considerados clássicos que tiveram muitas décadas para acumular traduções.

O texto mais traduzido da América do Sul vem do Brasil: "O Alquimista", de Paulo Coelho. Este romance foi traduzido para mais de 80 idiomas em todo o mundo e descreve a jornada de um jovem pastor até as pirâmides egípcias.

A Preply excluiu desta compilação os textos religiosos não atribuíveis a um único autor.

17 março, 2022

As Veias Abertas de Galeano

A obra mais conhecida do jornalista e escritor uruguaio Eduardo Galeano (1940-2015) é, sem dúvida, As Veias Abertas da América Latina. Nela, Galeano analisa a História da América Latina como um todo desde o período colonial até a contemporaneidade, argumentando contra o que considera como exploração econômica e política do povo latino-americano, primeiro pela Europa e depois pelos Estados Unidos. O livro tornou-se um clássico entre os membros da esquerda latino-americana.
Em Brasília, mais de 40 anos após o lançamento da sua mais famosa obra, durante a 2.ª Bienal do Livro e da Leitura, Galeano admitiu ter mudado de ideia sobre o que escrevera. Disse ele:
"'Veias Abertas' pretendia ser um livro de economia política, mas eu não tinha o treinamento e o preparo necessário". E acrescentou que "eu não seria capaz de reler esse livro; cairia dormindo. Para mim, essa prosa da esquerda tradicional é extremamente árida, e meu físico já não a tolera".
Essa fala causou alvoroço na imprensa e em adversários de Galeano que logo a tomaram como indício de que o escritor mudara o rumo de suas posições políticas. Numa entrevista posterior, porém, quando questionado em entrevista a Jorge Majfud, publicada no número de junho de 2014 de Le monde diplomatique (apud Wikipedia), sobre o referido comentário, esclareceu:
"O livro, escrito há tanto tempo, continua vivo e saudável. Apenas sou honesto o bastante para admitir que neste ponto de minha vida o velho estilo de escrita me soa por demais pesado, e que é difícil para mim me reconhecer nele, já que prefiro agora ser cada vez mais breve e fluente." E, para deixar clara sua posição, concluiu: "Isso nada tem a ver com (Mario) Vargas Llosa".
Depois de o repórter comentar que tal entrevista estava sendo usada com propósitos ideológicos diametralmente opostos aos de Galeano, este conclui:
"[As] vozes que se levantaram contra mim e contra 'As veias abertas da América Latina', estão seriamente enfermas e agem de má-fé."
Memorial da América Latina
Quem chega ao Memorial pela entrada do metrô de SP, no portão 1, logo encontra a Mão, escultura de Oscar Niemeyer, em cuja palma se vê o mapa da América Latina como que a sangrar. É uma obra emblemática deste continente colonizado, que até hoje luta por sua identidade e autonomia cultural, política e socioeconômica. A escultura é em concreto aparente, pintura em esmalte sintético, com sete metros de altura e que se localiza na Praça Cívica.

16 março, 2022

O sagaz Lichtenberg

Georg Christoph Lichtenberg ((Ober-Ramstadt, Alemanha, 1742 — Göttingen, Alemanha, 1799) foi um personagem incomum.
  • Um matemático e físico lembrado principalmente como escritor.
  • Um autor admirado por suas anotações para livros que nunca escreveu.
  • Um nome desconhecido que grandes mentes (Goethe, Schopenhauer, Kant, Nietzsche, Tolstói, Humboldt, Freud, Einstein) não deixavam de mencionar.
Lichtenberg foi também quem deduziu que o formato ideal para uma folha de papel seria o de um retângulo cujo lado maior medisse √2 vezes o lado menor — o que levou ao padrão A4, o tamanho de papel mais amplamente utilizado em todo o mundo.

Assinatura de Lichtenberg e desenho que aparecem em um imã de geladeira vendido como souvenir em Göttingen (Gotinga). BBC News

Em Queimaduras por raio, mencionei as tais "figuras de Lichtenberg". Estranhas imagens que podem ser vistas na pele lembrando samambaias (fractais, para alguns autores). São causadas pela passagem da corrente elétrica de um raio por vasos cutâneos e podem durar de algumas horas a meses. Há sempre um ponto central a partir do qual a queimadura se propagou para os locais mais distantes. Braços, costas, pescoço, peito ou ombros são as regiões do corpo em que essas lesões são mais observadas.

15 março, 2022

Idos de março

Idos (do latim idus, uum) eram uma das três divisões dos meses no calendário romano (as outras eram as calendas e as nonas). Os idos eram os dias 15 de março, de maio, de julho e de outubro, e o dia 13 nos meses restantes.
Ficaram célebres os idos de março do ano 44 a.C., data em que Júlio César foi assassinado por Bruto e outros conspiradores.

A morte de César, por Vicenzo Camuccini

14 março, 2022

Uma ode ao número pi(π)

O admirável número pi:
três vírgula um quatro um.
Todos os dígitos seguintes são apenas o começo,
cinco nove dois porque ele nunca termina.
Não se pode capturá-lo seis cinco três cinco com um olhar,
oito nove com o cálculo,
sete nove ou com a imaginação,
nem mesmo três dois três oito comparando-o de brincadeira
quatro seis com qualquer outra coisa
dois seis quatro três deste mundo.
A cobra mais comprida do planeta se estende por alguns metros e acaba.
Também são assim, embora mais longas, as serpentes das fábulas.
O cortejo de algarismos do número pi
alcança o final da página e não se detém.
Avança, percorre a mesa, o ar, marcha
sobre o muro, uma folha, um ninho de pássaro, nuvens, e chega ao céu,
até perder-se na insondável imensidão.
A cauda do cometa é minúscula como a de um rato!
Como é frágil um raio de estrela, que se curva em qualquer espaço!
E aqui dois três quinze trezentos dezenove
meu número de telefone o número de tua camisa
o ano mil novecentos e setenta e três sexto andar
o número de habitantes sessenta e cinco centavos
a medida da cintura dois dedos uma charada um código,
no qual voa e canta descuidado um sabiá!
Por favor, mantenham-se calmos, senhoras e senhores,
céus e terra passarão
mas não o número pi, nunca, jamais.
Ele continua com seu extraordinário cinco,
seu refinado oito,
seu nunca derradeiro sete,
empurrando, arf, sempre empurrando a preguiçosa
eternidade.
- Wislawa Szymborska, Pi (tradução: Carlos Machado)

13 março, 2022

Da goiaba à goiabada

Um frevo, um samba e uma marcha-rancho:


1 - "Boca de Goiaba" com o Choro das 3. Aqui, o vídeo do show de lançamento do CD "Boca de Goiaba", em São Paulo, em que o Choro das 3 executa o frevo (que dá nome ao disco) com uma mini-orquestra de frevo.

2 - "Goiabada Cascão" (Wilson Moreira / Nei Lopes) com Beth Carvalho e Fundo de Quintal, no Samba na Gamboa. "Goiabada cascão em caixa / É coisa fina, sinhá / Que ninguém mais acha."

3 - "Rancho da Goiabada" (João Bosco / Aldir Blanc) com Elis Regina. "É goiabada cascão / Com muito queijo / Depois café, cigarro e um beijo / De uma mulata chamada Leonor / Ou Dagmar."

12 março, 2022

Velho do Restelo

É um personagem introduzido por Luís de Camões entre as estrofes 94 e 104 do canto IV da sua obra "Os Lusíadas". O Velho do Restelo é variamente interpretado como símbolo dos pessimistas, dos que não acreditavam no sucesso da epopeia dos Descobrimentos Portugueses, e surge na largada da primeira expedição à Índia com avisos sobre a odisseia que estaria prestes a acontecer: No episódio, narra-se a partida de Vasco da Gama aos mares (a saída do porto, ainda em Portugal). Um ancião (o Velho do Restelo) põe-se então a acoimar as viagens e os ocupantes das naus, sob o argumento de que os temerários navegadores, movidos pela cobiça de fama, glória e riquezas, procuravam desastre para si mesmos e para o povo português.
Quadro: O Velho do Restelo (1904), por Columbano Bordalo Pinheiro, no Museu Militar de Lisboa.
Sobre a arenga do ancião contra as viagens marítimas, afirmou o professor universitário Salvatore D’Onofrio em 1970:
"Achamos que o episódio do Velho do Restelo, quanto ao seu significado, não tem nenhum precedente histórico no campo da poesia épica. Examinando os poemas de Homero e de Virgílio, podemos observar que nenhum episódio tem um valor crítico tão fundamental como o do Velho do Restelo. Em nenhum lugar da Ilíada, cujo objetivo é a exaltação do valor bélico dos gregos, achamos invectivas ou lamentações diretamente dirigidas aos horrores da guerra; na Odisseia, que exalta a coragem e a força moral de Ulisses na sua viagem de retorno a Ítaca, nada encontramos que invalide este objetivo; pelo contrário, o herói, voltando enfim a sua terra, acha uma esposa fiel e um filho dedicado, merecidas recompensas de tamanho sacrifício. No poema de Virgílio, que visa a glorificação de Eneias e do Império Romano, também não encontramos algo que possa minimizar este grande sonho ou possa sugerir a inutilidade de tão grandiosa obra."
Nesta data (12 de março de 2022), estão sendo celebrados os 450 anos da primeira edição de "Os Lusíadas". Espalhados em três continentes, há atualmente 34 exemplares dessa edição que saiu em 1572. Em Austin, na Universidade do Texas, encontra-se o exemplar que, dizem os camonianos, pertenceu a Luís de Camões.

11 março, 2022

K, k

Além de décima primeira letra do alfabeto latino básico, K e k são abreviaturas e símbolos de diversos termos:
K (maiúsculo)
- abreviatura de King, o Rei no baralho inglês
- símbolo de Kelvin, unidade básica  de medição de temperatura termodinâmica
- símbolo do elemento químico potássio (do latim kalium)
- em KB é kilobyte (1024 bytes, na base binária). Escreve-se KB, porém o B pode ser omitido
- Ku Klux Klan
- No Brasil: Zé KKK imagem
http://blogdopg.blogspot.com/2012/02/ze-kkk.html
- Zé Kéti
http://blogdopg.blogspot.com/2007/05/de-quieto-keti.html
k (minúsculo)
- do grego kilo (quilo), significando mil em kg, km, kcal, kW etc.
- em kB é kilobyte (na base decimal)
- kkkkkkkkk (risos)

10 março, 2022

Elixires radioativos

O elemento químico rádio foi descoberto em 1898 por Marie e Pierre Curie. [1]
Naqueles dias, porém, as pessoas não tinham ideia de seus efeitos nocivos. De fato, as pessoas encaravam esse metal luminoso como uma cura médica - algo que, de alguma forma poderia melhorar quase tudo.
Não demorou muito para as pessoas começarem a usar o rádio em produtos domésticos como batom, chocolate (na Alemanha), tônicos e até em relógios. [2] No entanto, logo se descobriu que muitas pessoas que consumiam rádio para aumentar sua vitalidade ou beleza estavam desenvolvendo efeitos colaterais horríveis e permanentes e morrendo.
Isso, finalmente, fez o público perceber que colocar rádio em tudo não era uma resposta a seus problemas.
Uma história
O Radithor [3] foi fabricado de 1918 a 1928 pela Bailey Radium Laboratories, Inc., de East Orange, New Jersey. Dizia-se que o caro produto curava a impotência, entre outros males. Eben Byers , um rico socialite americano, atleta, industrial e graduado do Yale College, morreu de envenenamento pelo rádio do Radithor em 1932. Byers foi enterrado em um caixão forrado de chumbo; [4] quando exumado em 1965 para estudo, seus restos mortais ainda eram altamente radioativos. A morte de Byers levou ao fortalecimento dos poderes da Food and Drug Administration e ao fim da maioria dos medicamentos patenteados baseados em radiação . Um artigo do Wall Street Journal (1.º de agosto de 1990) descrevendo o incidente de Byers foi intitulado "A água do rádio funcionou bem até que sua mandíbula caiu". [5]

09 março, 2022

Padre Himalaia

Foi o inventor português que ganhou o grande prêmio da exposição universal de St. Louis, nos Estados Unidos. O seu sucesso foi de tal ordem, que, recusadas todas as tentativas de compra, o colossal aparelho acabou por ser roubado, para nunca mais aparecer. Hoje, poucos ouviram falar desta invenção e do seu criador.

Mas vamos por partes. A exposição universal de St. Louis, em 1904, foi a maior, mais dispendiosa e grandiosa delas até então. E, nessa mesma exposição, todas as atenções se centraram numa invenção portuguesa multipremiada. Essa invenção era o pirelióforo [do grego: pyros, "fogo" + helios, "sol" + pheros, "que traz"].

O aparelho era imponente: sua grande parábola refletora tinha 13 m de altura, uma distância focal média de 10 m e uma área refletora de 80 m², revestida por 6 117 espelhos cuidadosamente montados sobre a estrutura metálica. Cada espelho consistia de vidro plano recoberto por uma película de prata.

A estrutura óptica estava instalada sobre uma montagem equatorial que lhe permitia rodar sobre um eixo paralelo ao eixo de rotação da Terra. Um mecanismo de relojoaria mantinha o espelho apontado para o Sol, seguindo automaticamente e com grande precisão o seu movimento aparente. A radiação solar refletida era concentrada num círculo com 15 cm de diâmetro centrado no foco da parábola, o que correspondia a um fator geométrico de concentração de aproximadamente 4 500 vezes.

Utilizava-se da luz solar, concentrando-a e multiplicando-a de modo a atingir temperaturas elevadas, na ordem dos 3800ºC, sendo capaz de fundir metal ou rocha sem dispêndio de energia. O sistema era inovador, especialmente num contexto em que numerosos ramos da indústria procuravam opções por energias renováveis e limpas.

Este prodígio foi criado por Manuel António Gomes [1868 - 1933]. A sua elevada estatura levou a que os colegas de seminário lhe dessem a alcunha de Himalaia, que ele adotou informalmente, passando a utilizá-la como se fora parte do seu nome. Por essa razão, Manuel António Gomes passaria à posteridade como o «Padre Himalaia», o «Padre Himalaya» na grafia da época. 

A sua participação na exposição universal só foi possível graças ao apoio de mecenas que ele angariou, já que o Estado Português decidiu contribuir apenas com “apoio moral”. O júri internacional atribuiu o primeiro lugar ao seu invento, bem como duas medalhas de ouro e uma de prata aos financiadores do projeto. A notícia foi destaque nos jornais dos Estados Unidos, e o padre Himalaia passou ainda longos meses nos Estados Unidos, divulgando suas descobertas em palestras.

Diz-se que, ainda durante a exposição, o inventor rejeitou várias ofertas por seu invento, como os japoneses que chegarem a lhe oferecer 350 contos pelo aparelho. Mal o invento tinha acabado de ser montado, e já um "sindicato de capitalistas" queria construir uma vedação à volta deste, de modo a obrigar quem quisesse vê-lo a pagar bilhete, algo que o padre Himalaia também recusou. Pensa-se que o sucesso do aparelho e a recusa do inventor em vendê-lo levaram a seu roubo, apesar das suas dimensões.

Depois de tantos anos de pesquisa, o desaparecimento do pirelióforo deve ter sido um golpe de peso para o inventor, que nunca mais se dedicou ao invento. Não muitos anos depois, começaram a surgir, nos Estados Unidos, réplicas de pequena dimensão da máquina criada pelo padre Himalaia, com o mesmo funcionamento, mas usadas para fins distintos.

Matéria originalmente postada no Quora por Rúben Marquês, que mora em Portugal. Aqui o texto foi acrescido de algumas passagens da Wikipedia.

Padres inventores brasileiros

08 março, 2022

8M em 2022

Pamela Oliveira, do Brasil de Fato - Presentes e parabéns passaram a compor as referências ao Dia Internacional da Mulher cada vez com mais força nas duas últimas décadas. Uma das razões é o uso da efeméride pela publicidade e o mercado, que começaram a tratar o 8 de março como data comemorativa tal qual o Dia das Mães, com a finalidade de venda de produtos direcionados ao público feminino.
Entretanto, as origens deste dia remontam a mais de cem anos, quando mulheres socialistas – entre as quais estavam Clara Zetkin, Rosa Luxemburgo e Alexandra Kollontai –, durante a Conferência Internacional de Mulheres Socialistas, definem a realização de um dia internacional de luta que fosse inteiramente dedicado às reivindicações das mulheres.


07 março, 2022

Fenômenos aéreos não identificados (FANIs)

Sam e Niko, que trabalham na área de efeitos visuais para filmes, analisaram alguns dos 144 vídeos de OVNIs que o Pentágono divulgou há alguns meses e sobre os quais eles disseram que "não se encontra explicação".
A realidade é muito diferente, e os especialistas precisaram apenas de alguns minutos para dar uma olhada e explicar o que cada um desses OVNIs pode ser, que eles nem mesmo chamam de OVNIs porque o termo se refere a "objeto voador não identificado" e, quando se trata de efeitos visuais devido a câmeras e sistemas de gravação, então eles "não são objetos nem voam". Portanto, eles preferem chamá-los de "fenômenos aéreos não identificados".
A lista de possíveis efeitos visuais que esses fenômenos produzem nas imagens - muitos dos quais Sam e Niko nos ensinam, em alguns minutos, como podem ser recriados com um telefone celular ou uma câmera convencional - inclui problemas com os sensores, geometrias (como triângulos) produzido pelas aberturas da câmera ou "efeito bokeh" (desfoque). Ademais, há uma série de outros efeitos devido ao monitoramento de sistemas de foco automático (rastreamento) ou paralaxe.
Outro ponto interessante se deve aos limites das câmeras digitais. Por exemplo, algumas dão pixels mais brancos quanto mais brilhante for a imagem - como nas câmeras térmicas que equipam muitas aeronaves - as quais automaticamente escurecem se excederem certos limites. Isso, por exemplo, pode produzir um "objeto preto estranho" que se parece com uma silhueta voadora, mas que, na verdade, é o reflexo da lente devido à luz solar ou a outras coisas.
Além de tudo isso, outros efeitos podem ser adicionados devido à compressão de vídeo, que produz artefatos bem conhecidos por especialistas, mas que podem se parecer, às pessoas mais crédulas, com formas de espaçonaves, dragões, Papai Noel ou algo assim. Então, todos aqueles vídeos do Pentágono não são OVNIs? Ah, que farsa!

http://www.microsiervos.com/archivo/conspiranoia/explicaciones-tecnicas-expertos-efectos-visuales-videos-ovnis-pentagono.html
imagem:  http://www.escepticos.es/webanterior/vayatimo/ovnis.jpg

N. do E.
Chame do que quiser: ceticismo, pensamento crítico, racionalidade... Mas lembre-se de quando, anos atrás, você desmontava seus brinquedos para ver como eles eram por dentro: trata-se de continuar fazendo isso por toda a vida.

06 março, 2022

Qual é a reação química mais psicodélica que você conhece?

Conforme o dicionário:
Psicodélica, diz-se do tipo de arte que, de alguma forma, busca imitar o que foi criado sob o efeito de alucinógenos.
Logo para ser psicodélica tem que ser manifestado pela mente; experiências químicas coloridas que não são manifestados pela mente não são psicodélicas.
Bom, se você esta falando só de quimica e não de efeitos distorcidos pela mente, o efeito mais bonito, atraente, interessante etc. é a quimioluminescência (aquele mesmo dos vagalumes), que não tem emissão de calor.
(resposta de Anônimo a esta pergunta no Quora)
Vídeo


Em noites tranquilas e úmidas, os cupinzeiros do Parque Nacional das Emas, no cerrado brasileiro, brilham com estranhas luzes verdes. Estas são as iscas bioluminescentes das larvas de besouros que vivem nas camadas externas dos montes. Quando as condições são adequadas, eles saem de seus túneis. Acendendo seus "faróis", eles esperam as presas - geralmente cupins voadores que emergem para acasalar e procurar novos lugares para colonizar.

05 março, 2022

Um nome de artista

O nome do fino estabelecimento era Gatinha Mimosa. Ficava no interior do interior desse brasilzão.
O Gatinha Mimosa, com a apresentação erótica, ímpar, do par Vangoglewylson e Jupyara, era a sensação entre os melhores nomes da cidade. A apresentação do par, com suas estrepolias eróticas, era feita em cima de uma rede de "dormir". Sucesso estrondoso de público.
Na realidade, o nome do brilhante ator era Vanglewylson, mas, por causa de uma cabrita solta nos muros do vizinho, houve uma briga feia entre ele e o tal vizinho. Até hoje discute-se, em voz baixa, entre todos os fãs e fofoqueiros do lugar os motivos porque os vizinhos brigaram por causa de uma cabrita. As histórias são muitas e, por uma questão de princípios, melhor não incluir neste relato.
Na briga, de peixeira, murros e pontapés, Vanglewylson teve a orelha decepada pela peixeira do vizinho.
Atendido na farmácia da cidade, o farmacêutico, única pessoa alfabetizada do local, passou a chamar o profissional das artes cênicas por Vangoglewylson. Com perdão do verdadeiro pintor e de sua orelha.
Todo mundo achou estranho, pois não sabiam explicar o apelido, mas todos gostaram da pompa do nome, inclusive o que pintava o sete na rede de "dormir" e sua companheira de "palco".

Fernando Gurgel Filho

04 março, 2022

O Grande Relógio

"As ciências e as artes têm muito a dizer umas às outras."~ Alan Lightman

Sobrecarregado de trabalho e fervilhando de ideias, o jovem Einstein adormece em sua mesa de escritório de patentes, em uma série de noites naquela primavera fértil de 1905, para sonhar com mundos em que cada época funciona de maneira diferente. Cada uma indica uma manifestação particular de nossa ansiedade pelo tempo, aquela ansiedade definidora de nossas vidas - cada uma uma tapeçaria particular de nossas esperanças, medos e outros voos da única realidade que temos e do único lugar que realmente habitamos: o presente. Esse é o predicado do romance esguio e poético de 1992, "Einstein's Dreams" ("Sonhos de Einstein"), do físico Alan Lightman - um livro sobre o tempo e os truques que usamos para suportar nossa transitoriedade.

Ele escreve:
"Muito tempo atrás, antes do Grande Relógio, o tempo era medido por mudanças nos corpos celestes: a lenta varredura das estrelas no céu noturno, o arco do sol e a variação da luz, o aumento e a diminuição da lua, marés, estações. O tempo era medido também pelos batimentos cardíacos, pelos ritmos da sonolência e do sono, pela recorrência da fome, pelos ciclos menstruais das mulheres, pela duração da solidão. Então, em uma pequena cidade na Itália, o primeiro relógio mecânico foi construído. As pessoas ficaram fascinadas. Mais tarde, eles ficaram horrorizados. Aqui estava uma invenção humana que quantificou a passagem do tempo, que estabeleceu régua e compasso para a extensão do desejo, que mediu exatamente os momentos de uma vida. Era mágico, era insuportável, estava fora da lei natural. No entanto, o relógio não pode ser ignorado. Teria que ser adorado. O inventor foi persuadido a construir o Grande Relógio. Posteriormente, ele foi morto e todos os outros relógios foram destruídos. Então as peregrinações começaram."
Einstein's-dreams do físico Alan Lightman, The Marginalian
Science and art merge in 'Einstein's Dreams' (imagem)

03 março, 2022

O voo comercial mais curto do mundo

Não há tempo para comer a bordo do voo Papa Westray - Westray. Não importa a que horas você entra no avião. Na verdade, não adiantaria muito se eles lhe dessem um pacote de amendoins, porque você teria que engoli-los de uma vez se quisesse acabar com eles antes de chegar ao local de destino. O vôo dura pouco mais de 80 segundos.

É o vôo comercial mais curto do planeta. Cobre uma distância de apenas 2,7 quilômetros entre duas das muitas ilhas que compõem o arquipélago das Ilhas Orkney, na costa da Escócia. O Youtuber Tom Scott viajou para contar sua experiência e certamente não ficou muito impressionado com a brevidade da experiência.

A ideia de um voo ligando as duas ilhas onde vivem respectivamente 900 e 60 habitantes parece um exagero, mas a sua existência é fruto da necessidade. O arquipélago das Orkney é formado por uma grande ilha na qual vivem cerca de 18.000 pessoas. Os outros 4.000 vivem em pequenas ilhas ao redor da principal. Construir pontes entre essas ilhas é financeiramente inviável e as balsas são lentas e não podem cobrir todas as rotas. A única resposta para ter comunicação direta entre as ilhas, como Papa Westray e Westray, é um BN-2 Islander, um pequeno e barulhento motor duplo de hélice com capacidade para apenas nove assentos.

A existência dessa rota seria impossível no setor privado. Os custos das passagens seriam simplesmente altos demais. Por isso, as passagens da Loganair, que opera essa rota, são subsidiadas pelo governo e custam apenas 18 libras. Na verdade, mesmo assim não é fácil enchê-lo completamente, por isso a Loganair opera o vôo fazendo uma escala adicional em Kirkwall (capital do arquipélago) e retornando novamente a Westray para iniciar a rota novamente. A maioria dos viajantes que fazem a viagem entre Westray e Papa Westray são turistas como o próprio Scott, que querem marcar em sua lista de conquistas a de ter feito o vôo mais curto do planeta. [ Tom Scott, GIZMODO ]

02 março, 2022

A Caverna de Platão

A famosa "Alegoria da Caverna" de Platão, encontrada no livro VII de sua "República", é uma história clássica que prova sua relevância hoje na forma como as pessoas percebem as informações e como agem sobre as informações que contradizem sua percepção da realidade. O que a história (simplificada) nos conta:
Há vários prisioneiros que estão em uma caverna escura desde o nascimento, desprovidos da luz do mundo exterior. Esses prisioneiros são amarrados pelos pés, mãos e pescoço, de modo que só podem olhar para a parede de pedra à sua frente. Atrás deles está um fogo, a única fonte de luz em seu mundo. Em frente ao fogo há uma passarela elevada por onde outras pessoas caminham carregando objetos e estátuas que projetam sombras na parede de pedra em frente aos prisioneiros. Tendo estado na caverna desde o nascimento e sem nenhum conhecimento do mundo exterior, os prisioneiros tratam as sombras na parede da caverna como sua realidade - seu mundo "real". Eventualmente, um dos prisioneiros é libertado de suas algemas e é obrigado a se virar e olhar para o fogo e os objetos que projetam as sombras. O prisioneiro recém-libertado fica desorientado pela luz forte do fogo e reluta em acreditar no que está vendo. O liberto é informado de que as coisas que ele vê são mais "verdadeiras" do que as sombras na caverna. Ele é então arrastado da caverna para o mundo real e fica temporariamente cego pelo forte brilho do sol - a fonte de luz no mundo além da caverna. Contudo, seus olhos se ajustam e ele começa a ver a realidade do mundo que antes desconhecia. Com as formas dos objetos sendo iluminadas pela luz do mundo, ele vê "a verdade de tudo".. Então, ele retorna à caverna e explica a seus ex-companheiros que a realidade deles, na verdade, não é "real". Os prisioneiros o tratam como louco, alegando que o que ele está dizendo é um disparate. Além disso, o liberto se vê incapaz de identificar as sombras que antes contemplava como prisioneiro, levando os prisioneiros a desacreditar ainda mais em seu testemunho. Presos no conforto de sua ignorância, os prisioneiros juram matar qualquer um que tente libertá-los de sua "realidade" na escuridão.


Platão a Sócrates: "Ultimamente, passo mais tempo na caverna do que na academia."

A Academia de Platão

01 março, 2022

Fritar no mármore

"Nunca entendi essa de fritar no mármore. Mármore é gelado!"
(http://twitter.com/TuicoMoreira/status/1498323147677970443)

"Fritar no mármore" pode ser o encurtamento da expressão "arder (ou queimar) no mármore do inferno".
Relembrando os cinco bordões mais famosos da novela "O Clone":
"Insh'Allah" (se Deus quiser)
"Não é brinquedo, não"
"Tratada como um camelo"
"Pisada como um tapetinho"
"Arder no mármore do inferno" (uma das frases mais repetidas durante toda a trama por Tio Ali, o personagem de Stênio Garcia, para destacar o que acontece com os pecadores segundo o Corão).

A propósito:
Há no mercado as chamadas frigideiras de mármore, descritas como uma das mais novas tecnologias em antiaderência.
(http://youtu.be/hfMr-FvvXoE, link não patrocinado)
Bom para o Dicionário Brasileiro de Frases, o DBF.

Café com procrastinação

= "Procafestinação"

É a tendência a não começar nada, sem antes tomar uma xícara de café.