21 julho, 2018

Noves fora

Quando as calculadoras ainda não eram populares, os contabilistas utilizavam um truque para verificar se suas contas estavam corretas: a conhecida prova dos noves ou dos "noves fora". Trata-se de um teste de validade para o cálculo manual de somas, subtrações, divisões e multiplicações de números inteiros.
"A regra dos noves fora (ou prova dos nove)" em Só Matemática. Virtuous Tecnologia da Informação, 1998-2018. 
Consultado em 18/07/2018 às 09:42. Disponível na Internet em https://www.somatematica.com.br/faq/nove.php

A prova dos noves também serviu de mote a uma canção de Fagner e Belchior. No vídeo abaixo, Fagner interpreta sua "Noves fora" num show em homenagem a Elis. A própria Elis Regina, Wilson Simonal, entre outros, também gravaram esta canção.



Interessante registrar que a prova dos nove não foi inspiração musical unicamente para a dupla cearense. Em uma rápida "song tour" pelo YouTube, eu descubro que Nico Rezende, Trio Esperança, Eduardo Rangel, Pery Ribeiro, Iza Molinari e Rafael Ferrari, entre outros, também criaram e/ou gravaram outras "Noves fora".

Eduardo Rangel com a Orquestra Sinfônica de Brasília:
Que apresentação! Que tudo!


20 julho, 2018

Gigantes e anões (2)

Newton escreveu a Hooke: "O que Descartes fez foi um bom passo." (...) "Se eu já vi mais, é porque estava em (pé sobre) ombros de gigantes".
A carta está na Sociedade Histórica da Pensilvânia.
Isso foi interpretado por alguns escritores como uma observação sarcástica direcionada à aparência de Hooke, que era portador de uma cifose grave. Naquele tempo, Hooke e Newton tinham um bom relacionamento e trocavam muitas cartas em tons de consideração mútua. Só mais tarde, quando o primeiro criticou algumas das idéias do segundo com relação à óptica, Newton ficou tão ofendido que se retirou do debate público. E os dois homens permaneceram inimigos até a morte de Hooke.
É quando me dou conta de que a grande ciência necessita de grandes inimigos. E me recordo das palavras de um Prêmio Nobel de Física, Murray Gell-Mann:
"Se vi mais longe do que os outros, é porque estava cercado de anões."
A metáfora de anões em pé sobre os ombros de gigantes (latino: nanos gigantum humeris insidentes) expressa o significado de "descobrir a verdade construindo sobre descobertas anteriores". Uma imagem presente na mitologia grega em que o gigante cego Orion carrega o servo Cedalion nos ombros para que este funcione como seus olhos.
No mais, aqui vão dois reparos:
A primeira frase em negrito, que se atribui frequentemente a Isaac Newton, por tê-la citado em sua carta para Thomas Hooke, é na verdade de Bernardo "Ombros de Gigantes" Camomensis, o Bernardo de Chartres, um filósofo do século 12.
Já a terceira frase em negrito, ela não é minha e sim de Dave Pacheco, um blogueiro estadunidense do século 21, que disse:
"Se eu não tenho visto tanto quanto Isaac Newton é porque eu estava sobre os ombros de uma gigante que usava uma blusa decotada."

Gigantes e anões (1)

Que aconteceu com meu amigo?

http://bitsandpieces.us/2017/08/what-happened-to-my-friend/

A amizade pode ter como origem um instinto de sobrevivência da espécie, com a necessidade de proteger e ser protegido pelos outros.
Seu dia é 20 de julho.

19 julho, 2018

Profetas do hexa

O hexa vem. Nós já vemos seus sinais.

@AmantedoFut:

1950 - Brasil sedia a Copa e perde de forma traumática.
1954 - Brasil cai nas quartas de finais.
1958 - Brasil campeão.

2014 - Brasil sedia a Copa e perde de forma traumática.
2018 - Brasil cai nas quartas de finais.
2022 - Carregando ...

@matheusfilipebs:

1994: Uma seleção é tetra.
1998: França campeã.
2002: Brasil campeão.

2014: Uma seleção é tetra.
2018: França campeã.
2022: Carregando ...

Eletricidade e álcool não combinam

Algumas vezes acontece que uma solução para um problema acaba criando um novo problema.
Como exemplo, aqui está um caso em que a solução era um gel à base de álcool a 70% em um dispensador montado na parede de um hospital. O gel destinava-se a resolver os chamados problemas nosocomiais associados à fraca higiene das mãos nos hospitais.
Infelizmente, um profissional de saúde precisou de retirar uma roupa de isolamento de poliéster a 100%, pouco depois de usar o desinfetante, e isso causou uma centelha de eletricidade estática (de pelo menos 3000 volts), que então incendiou o gel em suas mãos e braços.


O relatório do incidente levou à remoção temporária dos dispensadores de mão à base de álcool em alguns hospitais, inclusive naqueles em que os profissionais de saúde foram encontrados repetidamente a lamber os dedos enquanto revisavam os gráficos hospitalares.
(https://www.improbable.com/2018/02/15/a-flash-fire-caused-by-a-hospital-hand-sanitizer/)

Sanitizante - tipo particular de desinfetante que reduz o numero de contaminantes bacterianos em níveis relativamente seguros.

Ver também: Cerveja e Viagra não combinam

18 julho, 2018

Nelson Mandela — 100 anos

Aos 19 anos, Christo Brand, um rapaz do interior nascido na mesma cultura africâner que criou o apartheid, conheceu Nelson Mandela. Pertencentes a mundos opostos, seus destinos se cruzaram quando Christo, então recruta do serviço carcerário da África, foi enviado para trabalhar na Ilha Robben, na Cidade do Cabo, no presídio de segurança máxima onde ficavam desde terroristas mais perigosos até líderes políticos anti-apartheid. O jovem carcereiro e o veterano lutador pela liberdade – então com 60 anos – tinham tudo para uma convivência lastreada no ódio, mas, em vez disso, desenvolveram uma amizade extraordinária, cujos detalhes são relatados no livro Mandela - Meu prisioneiro, meu amigo.
Confira abaixo sete frases extraídas do livro sobre o homem por trás do nome Nelson Mandela:
1 “Mandela, um prisioneiro altivo e um grande líder, fez a minha cabeça jovem entrar em parafuso.”
2 “Como não se interessar por um homem tão altivo e humilde, disposto a acatar ordens de um adolescente?”
3 “Aos poucos fui entendendo a causa pela qual ele e seus companheiros lutavam, arriscavam a vida, abriam mão da liberdade.”
4 “Ele não era um estudante nato e admitiu para mim que a idade dificultava os estudos.”
5 “Eu via Mandela se exercitando em sua cela às cinco da manhã, normalmente por uma hora.”
6 “Era sempre Mandela quem acalmava os ânimos e resolvia a situação.”
7 “Ele não permitiria que mesquinharias desfizessem o bem maior pelo qual estavam trabalhando.”
Confira no Instagram a mensagem do Secretário Geral das Nações Unidas António Guterres sobre o Dia Internacional Nelson Mandela. Comemorado pela primeira vez em 18 de julho de 2010, o Mandela Day é a primeira data que a ONU dedica a uma pessoa.

No blog EM: Homenagem a Mandela, Mandela por FGF

Os filtros midiáticos que manipulam a opinião pública

Segundo o modelo de Chomsky, (*) a mídia opera através de 5 filtros:
1. PROPRIEDADE: As firmas de mídia de massa são grandes corporações. Muitas vezes, são parte de conglomerados ainda maiores com uma única finalidade: lucrar. O que deixa o jornalismo crítico em segundo lugar entre as prioridades do interesse corporativo.
2. FINANCIAMENTO: A mídia custa muito mais do que os consumidores jamais vão pagar. Então, quem financia a propaganda? Anunciantes que pagam pelo público. Ou seja, a mídia não está apenas vendendo seu conteúdo, mas sim, você.
3. FONTE: Como é administrada a mídia? O jornalismo não pode monitorar o poder, porque esse mesmo sistema incentiva a cumplicidade. Governos, corporações, grandes instituições influenciam a narrativa das notícias. Ou seja, são eles que fornecem para a mídia os furos de notícia, fontes oficiais e até entrevistas com "especialistas". Se fazendo cruciais para o processo jornalístico. O que garante uma certeza: Se você quiser desafiar o poder, será empurrado para a margem.
4. PRESSÃO: Quando a narrativa é inconveniente para os que estão no poder, vários grupos de pressão atuam em empresas dos meios de comunicação. Como uma chantagem velada, para que os grandes meios de comunicação jamais saiam de uma linha editorial consoante com seus interesses.
5. NORMATIVO: Para manufaturar um consenso, é preciso de um inimigo – um alvo. Quem são eles? Comunistas, imigrantes, terroristas, entre outros. A ideia de um inimigo em comum, um monstro para se temer, ajuda a encurralar a opinião pública.
(*) Noam Chonsky, filósofo, linguista e ativista político. Via Catraca Livre


Botão "Detalhes" Opção "Legendas/CC" Opção "Português"

Lawfare, a experiência brasileira
https://twitter.com/FatosNacionais/status/1017196884497223680

A missão da PRÓ-VÍTIMAS
A PRÓ-VÍTIMAS foi criada para contribuir com a luta pela afirmação do Estado democrático de direito e da cidadania, para proteger e amparar cidadãs e cidadãos vítimas de agentes do Estado, que, no exercício de suas funções públicas, abusam de prerrogativas, da discricionariedade, age em desrespeito à Constituição, às leis estabelecidas, a direitos, humilha, censura, limita, extorque, prevarica, submete cidadãos a caprichos pessoais, a interesses e ideologia. A associação oferece alternativa de última instância para quem não encontra no Judiciário o devido amparo para garantias que lhe são de direito, em razão de omissão, de conluio entre membros dos poderes, com a imprensa, para proteção do abuso e do abusador
https://www.provitimas.org/

17 julho, 2018

Tarefa escolar

Ligue os pontos para completar a imagem.
https://twitter.com/lDlOTAVCS

Piece of cake? Isso é que era tarefa escolar de verdade!

O terceiro macaco

Se você for lutar, lute como se fosse o terceiro macaco na rampa da Arca de Noé. E, irmão, está começando a chover!

Não há como lutar honradamente em uma luta real. Somente ganhar... e está perdendo. Uma verdadeira luta é sobre a sobrevivência, ponto. Se não se trata de sobrevivência, não é uma luta real.

Lutar honradamente é para competição. Não tem nada a ver com a vida ou com a morte. Uma disputa esportiva é uma disputa esportiva. Uma luta é quando a vida, ou a vida de outra pessoa, está na linha. E quando sua vida está na linha, apenas um tolo pensa em lutar de maneira justa. O guerreiro só pensa em voltar para casa e para sua família, com vida e com o menor número possível de feridas.

Pessoalmente, sou muito velho para brincar e trocar socos para provar um ponto ou para satisfazer meu ego. Se a situação me obrigar a lutar, então alguém me subestimou severamente e está indo para o hospital, se não para o túmulo.

Se você for lutar - GANHE!

Warrior Wisdom and The Warrior Lifestyle (tradução: PGCS)

16 julho, 2018

Uma conversa sobre privavidade

O equilíbrio entre a segurança nacional e a intrusão do governo sobre os direitos dos cidadãos privados foi o tema de um painel de discussão com o linguista de renome e professor do MIT, Noam Chomsky, o denunciante da NSA, Edward Snowden, e o editor co-fundador da Intercept, Glenn Greenwald. Nuala O'Connor, presidente e CEO do Centro para Democracia e Tecnologia, atuou como moderadora.
O evento foi sediado em Tucson, na Faculdade de Ciências do Comportamento da Universidade do Arizona, em 25 de março de 2016.


Dizer que não se preocupa com a privacidade porque não tem nada a esconder é como dizer que não se importa com a liberdade de expressão porque não tem nada a dizer.
– Edward Snowden

O Lápis da Natureza

O primeiro livro ilustrado com fotografias, "The Pencil of Nature" (O Lápis da Natureza), foi publicado em Londres, entre 1844 e 1846, em seis tiragens. Em suas páginas, o autor William Henry Fox Talbot anunciava "o inicio de uma nova arte" e mostrava suas potenciais aplicações em ciência e tecnologia.
A citação de Virgílio escolhida para a página de título do livro (ao lado) mostra claramente que Fox Talbot estava ciente do significado desse trabalho:
"É um prazer ser o primeiro a atravessar uma montanha".
Special Collection Feb 2007, Universidade de Glasgow

Apenas quinze exemplares originais de "The Pencil of Nature" ainda estão preservados. O livro em arquivo PDF, no Projeto Gutenberg.

Bônus: Lápis x Câmera (slideshow)

15 julho, 2018

Monograma

É a sobreposição, agrupamento ou combinação de duas ou mais letras ou outros elementos gráficos para formar um símbolo.

Monótono monograma: http://blogdopg.blogspot.com.br/2013/04/monotono-monograma.html

O monograma do alfabeto:

Coelhos de poeira - 2

Por mais que tentemos, nunca podemos realmente nos livrar daqueles coelhinhos de pó, porque eles se esconderão nos lugares mais estranhos e, caso sejam vistos, sairão imediatamente do caminho antes que nossos aspiradores e vassouras destruam seus corpos frágeis.


14 julho, 2018

A maior assinatura do mundo

Ao limpar a terra em Smithville, uma fazenda perto de Austin, Texas, o criador de gado Jimmie LUECKE deixou o sobrenome escrito em sua propriedade com letras de um quilômetro.
Os cientistas do Johnson Space Center já usaram essas letras para estimar a resolução máxima das câmeras de um ônibus espacial.
https://www.futilitycloset.com/2018/02/12/his-mark-2/
https://earthobservatory.nasa.gov/blogs/elegantfigures/2011/09/14/planetary-scale-landscaping/


Pesquise no Google Maps: Luecke Farm, Smithville, Texas, EUA

A química da alexandrita que muda de cor

Décadas de marketing colocaram diamantes em um pedestal acima de outras gemas. Eles são uma tradição no anel de noivado e também são encontrados em muitas outras jóias. No entanto, há outra pedra preciosa colorida que é indiscutivelmente superior. Não contente em ser uma cor, ela pode exibir uma grande variedade de matizes, dependendo da luz que incide sobre ela. A pedra preciosa em questão? Alexandrita.


A alexandrita (foto) é uma forma rara do mineral crisoberilo, que possui a fórmula química Al2BeO4. Depósitos de alexandrita foram descobertos pela primeira vez na década de 1830, nos Montes Urais, na Rússia. Fontes atribuem sua descoberta a Nils Gustaf Nordenskjöld, um mineralogista finlandês que inicialmente achou que a pedra preciosa era uma esmeralda.
No entanto, ele ficou perplexo com sua dureza. A dureza da gema é medida na Escala de Mohs, com classificação de alexandrita de 8,5 a 7,5-8,0 da esmeralda. Nordenskjöld também observou que a gema mudou de cor em diferentes luzes, aparecendo em vermelho quando ele a examinou à luz de velas. Ele a registrou como uma nova variedade de crisoberilo, sugerindo o nome "diafanita".
Infelizmente para Nordenskjöld, o nome que ele sugeriu não ficou firme. Na pátria russa de pedras preciosas, outro mineralogista, o conde Lev Alekseevich Perovskii (que enviou a Nordenskjöld a amostra que ele avaliara), tinha planos para citá-la . Ele apresentou a pedra preciosa ao futuro czar Alexandre II em seu 16º aniversário e a nomeou em sua homenagem.

Siga lendo em COMPOUND iNTEREST

É uma das pedras mais caras. No Brasil é encontrada principalmente no município de Antônio Dias, em Minas Gerais.

13 julho, 2018

O caçador dos voos baratos

Em 2013, Scott Keyes descobriu casualmente uma viagem de Nova Iorque a Milão, sem escalas, por 130 dólares (430 reais, no câmbio atual). Era mais barato do que voar para a casa dos seus pais em Ohio.
Essa capacidade de encontrar pechinchas aéreas fez com ele tomasse uma decisão. Largar a carreira de jornalista político para realizar integralmente o seu sonho de viajar pelo mundo. Mesmo que isto significasse viver fuçando a internet em busca de passagens aéreas. uma decisão da qual até hoje não se arrepende
O passo seguinte foi criar, em 2015, o Scott’s Cheap Flights (Voos Baratos do Scott), um site que conta atualmente com mais de meio milhão de assinantes.
Em 2017, ele completou uma volta ao mundo em menos de sete dias, com um orçamento inferior a 4.000 reais, cumprindo um desafio feito por uma marca de moda.
Fruto da habilidade e do acaso, o negócio de Scott Keyes se nutre da compreensão de um maquinário pouco previsível como o das tarifas aéreas. "Ninguém sabe ao certo quanto um voo deve custar, é um setor esquisito, mas há truques e padrões que podem ser descobertos", diz. Entre os quais, causados por erros humanos. Foi o caso da sua viagem inaugural a Milão. "Certamente foi uma falha. Alguém se esqueceu de acrescentar um zero no final".

https://brasil.elpais.com/brasil/2018/02/02/eps/1517587844_565179.html

Sextas-feiras 13 e 17

O décimo terceiro dia do mês tem maior probabilidade de ocorrer na sexta-feira do que em qualquer outro dia da semana. Em média, há uma sexta-feira 13 a cada 212,35 dias (a comparar com a quinta-feira 13, que ocorre apenas uma vez a cada 213,59 dias).
De acordo com o Stress Management Center - Phobia Institute em Asheville, Carolina do Norte, cerca de 17 a 21 milhões de pessoas nos Estados Unidos são afetadas pelo medo desse dia. Algumas pessoas ficam tão paralisadas pelo medo que evitam seguir suas rotinas normais, fazer negócios (estima-se que 800 a 900 milhões de dólares em negócios não são realizados), tomar voos ou até mesmo sair da cama.
Apesar disso, representantes da Delta e da Continental Airlines dizem que suas companhias aéreas não sofrem nenhuma queda perceptível nas viagens nessas sextas-feiras.
De acordo com os folcloristas, não há provas por escrito da superstição da "sexta-feira 13" antes do século 19. A mais antiga referência documentada em inglês ocorre na biografia de Gioachino Rossini, de Henry Sutherland Edwards, em 1869.
Os italianos têm uma tradição similar para a sexta-feira 17. (*)
Não se preocupe, se algo terrível não acontecer com você hoje, você terá outra chance de desastre em setembro de 2019. ~ Pat Ballew, modificado

(*) Na terra da pizza, o 17 é considerado o número do azar. Ele simboliza a morte, porque escrito em algarismos romanos "XVII" pode ser reorganizado e formar a palavra "vixi", que significa "eu vivi". O termo VIXI é muito utilizado em tumbas romanas. O número 17 também é relacionado ao dia do grande dilúvio descrito na Bíblia, que começou em 17 de fevereiro (Gên. 7:11). Outra hipótese para a crença é baseada na la smorfia, um sistema numérico utilizado na interpretação de sonhos, no qual o número 17 significa infelicidade.
Para se ter uma ideia de como o número em questão é evitado, alguns hotéis não possuem o quarto 17, e a companhia aérea Alitália não tem nenhum voo 17. A situação piora quando o dia 17 cai em uma sexta-feira, também considerado um dia de azar. Site Megacurioso

12 julho, 2018

"O asno é teu!"

Neste provérbio [218], a história subjacente é a seguinte: um homem morreu e deixou, em testamento, seu asno para o mais preguiçoso dos três filhos. Perante o juiz, o primeiro filho relatou que um dia, no rio, com água até o pescoço, era tanta a sua preguiça que teria morrido de sede, mas não se sentia capaz de curvar o pescoço para beber. O juiz já ia dar-lhe o asno quando o segundo contou que também morria de sede em sua cama e, por preguiça, não era capaz sequer de abrir os lábios para acolher a água que caía de uma goteira situada bem em cima de sua boca. Já ia o juiz adjudicar-lhe o legado, mas antes quis interrogar o terceiro, que permanecia em silêncio. Este, indagado, respondeu: "Eu... eu... sei lá... dá o asno prá quem cê quisé, isto me cansa tanto..." Ao que o juiz, imediatamente, ajuntou: "Miserável, preguiçoso dos preguiçosos: o asno é teu!", frase usada até hoje para acusar a preguiça de alguém.

250 Provérbios Árabes, por Luiz Jean Lauand

Esguichos de leite

1
O momento mais estranho sucedeu ao homem que descobriu o leite. Quando ele teve que explicar à vaca o que estava fazendo ali. ~ Jonco Stl

2
O número médio de esguichos do úbere de uma vaca necessários para dar um galão (norte-americano, = 3,785 litros) de leite é 345.
http://archimedes-lab.org/numbers/Num201_500.html
 Eu não verifiquei pessoalmente isso, então a prova é deixada ao leitor. 

3

Voltando à vaca fria

11 julho, 2018

Tesla em seu laboratório

Esta foto famosa de Nikola Tesla, sentado em uma cadeira em seu laboratório e calmamente examinando suas anotações, enquanto raios coriscavam em volta dele, é provavelmente o resultado de uma dupla exposição fotográfica.


No entanto, a imagem, obtida em seu laboratório do Colorado e usada como publicidade para arrecadar financiamento para novos projetos, captou o fascínio do público por um cientista cujas proezas faziam-no parecer um mágico para muitos.

O troféu da Copa do Mundo

Um professor de química britânico calculou que, se o troféu da Copa do Mundo fosse realmente de ouro sólido, seria muito pesado para os jogadores de futebol levantarem.
Martyn Poliakoff, da Universidade de Nottingham, estima que um troféu de ouro sólido de seu tamanho - 36 centímetros de altura - pesaria pelo menos 70 kg.
Ele conclui que o troféu, ou pelo menos parte dele, deve ser oco.
A Fifa insistiu que a parte metálica do atual troféu, que data de 1974, era "ouro sólido". Ao dizer para a BBC News que o prêmio pesava 6,175 kg, incluindo 4,9 kg de "ouro sólido de 18 quilates" e duas camadas de malaquita, uma pedra semipreciosa.
Ninguém ganha de fato o cobiçado troféu, já que a Fifa mantém a posse do mesmo entre os torneios e apenas concede uma réplica folheada a ouro para o país campeão da Copa do Mundo.
Metal denso
O professor Poliakoff disse que uma taça de ouro genuinamente sólida dessa altura teria o peso de uma pessoa adulta. "O ouro é um dos metais mais densos", disse ele. "De acordo com meus cálculos, se fosse de ouro sólido pesaria entre 70 e 80 kg."
O professor sugeriu que o termo "ouro sólido" pode significar que "a parte metálica seja totalmente de ouro. Não é dizer que exista uma camada fina de ouro e o resto seja de aço, por exemplo".
"No entanto, eu acho - e não tenho como saber - que talvez a bola no topo, que representa o mundo, seja provavelmente oca. Ou o troféu não seria leve o suficiente para que as pessoas o elevassem acima de suas cabeças, e também seria um grande desperdício de ouro".
https://www.bbc.com/news/10301713

VÍDEO

10 julho, 2018

Fontes humanas

Nem sei se é um retrocesso para o tipo de vídeo que a internet foi criada. Trata-se de um vídeo pateta com quatro caras, em roupões de banho, fazendo uma desajeitada performance. Utilizando-se de uma produção de baixa tecnologia, eles imitam as águas dançantes da fonte musical do Bellagio Hotel and Casino, em Las Vegas.
A música é "Time to Say Goodbye", com Andrea Bocelli e Sarah Brightman.

Um acessório planetário de mesa

Esta recriação (recreação?) dos planetas do Sistema Solar, o Deskspace, é obra do pessoal do DeskX, de Hong Kong.
Para cada um dos planetas foi utilizado um tipo de mineral diferente que se adequasse à cor predominante no planeta real:
Mercúrio com labradorita, Vênus com nefrita, a Terra com sodalita, Marte com obsidiana, Júpiter com olho-de-tigre (um tipo de quartzo), Saturno com calcita, Urano com amazonita, Netuno com olho-de-gato (uma pedra sintética) e Plutão (que está aqui porque sim) com heliotropo.


Na verdade, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno são planetas gasosos, mas as gemas escolhidas para representá-los o fazem muito bem. (PGCS)

Ver também: Um sistema solar de chocolate.

09 julho, 2018

Dos Estados Unidos, com amor


Agentes da imigração na fronteira Estados Unidos-México arremessam uma mulher grávida para o lado mexicano. É como eles evitam que a criança venha a nascer em solo estadunidense.

A fronteira México-Estados Unidos

Meia melancia

O sujeito estava numa barraca de feira, vendendo melancias e gritando:
– Olha a melancia, boa e barata, só 20 reais cada!
Nisso, encosta um homem enorme e musculoso de quase dois metros de altura, que diz:
– Ô meu amigo, 20 reais é muito caro! Não quero nem saber, só vou levar a metade, pode ir cortando aí.
O rapaz, irritado com a prepotência do cara, mas com medo dele, diz:
– Olha senhor, eu não sou o dono da barraca e não posso cortar... Mas o senhor aguarde um instante que o patrão está em outra barraca ali na frente, e eu vou falar com ele. Se ele autorizar, eu corto a melancia para o senhor.
E foi lá falar com o patrão, só que ele não notou que o homem o seguiu.
Chegando lá, ele diz:
– Ô patrão, tem um "fio duma égua" aí, querendo comprar só a metade duma melancia...
Nisso, ele sente uma cutucada no ombro. Olha para trás e vê o gigante atrás dele, e prossegue:
– ... mas este cavalheiro aqui quer levar a outra metade.

Para não confundir:
Trás, advérbio, é sempre precedido por preposição (para, por). Ex.: Ande mais depressa, senão ficará para trás.
Atrás, advérbio e locução adverbial (atrás de). Ex.: O ponto de ônibus fica atrás do shopping.
Não existe "atraz"

Melancia e cia

08 julho, 2018

Para que serve o umbigo?

Enquanto o bebê está na barriga da mãe, o cordão umbilical é sua conexão com a placenta. Por esse cordão passa uma veia que leva nutrientes para o feto, a qual se liga diretamente ao coração e ao fígado. Também uma artéria que é encarregada de transportar as impurezas fabricadas pelo organismo fetal para a placenta. E nele, existe ainda o úraco, o canal que liga a bexiga da criança ao cordão.
Tudo isso deixa de ser necessário depois do nascimento. O cordão é cortado, deixando uma cicatriz cheia de fibras como qualquer outra cicatriz. O que restar dos vasos também se transformará em tecido conjuntivo, fibroso.

Sua mãe esteve aqui:


Pelo lado da visão do evolucionismo é certo que Adão tinha um umbigo, pois mesmo que seja tratado como o primeiro homem propriamente dito, decorrente da evolução dos hominídeos, ele teria sido gerado dentro do útero de uma progenitora, sendo necessário ser alimentado através do cordão umbilical. Com o corte deste cordão após o nascimento, resultaria o umbigo. Michelangelo ao pintar seu mais famoso afresco na Capela Sistina, A Criação de Adão, teria dado um umbigo enorme a Adão, o que lhe valeu observações repressivas por parte de alguns teólogos da época.


Em vez de umbigo, achamos que Adão devia ter uma cicatriz no tórax. [1] Ou na genitália externa. [2] [3] [4]

Então, o umbigo em si, não serve para nada! É apenas a cicatriz deixada pelo cordão umbilical, este sim essencial aos mamíferos placentários.
Bem, ele ainda serve para algumas coisas:
– pôr um piercing;
– contemplar o centro do universo (em casos particulares);
– acumular sujeira;
– marcar o meio caminho entre a cabeça e os pés;
– ser usado como acesso nas laparoscopias e cirurgias por vídeo (evitando deixar outras marcas no corpo do paciente).

Controle do peso - 6

the weigh-in: a pesagem



1, 2, 3, 4 e 5 desta série.

07 julho, 2018

O diploma do curso de datilografia

Hoje ninguém mais em sã consciência faz um curso de datilografia. Mas era uma habilidade que, no século XX, as pessoas buscavam dominar. Fazendo inclusive constar do currículo quando já obtinham o diploma legal.
(Ai, ai, eu tenho este diploma também. Fui aluno de um Curso Remington de Datilografia da minha cidade em 1996. Pensa em algo chato!)
Veja este reclame de 1917, que oferece Cursos de "Dactylographia" e "Tachygraphia". "Matriculae-vos" para melhorar seu ordenado!

Propaganda da Escola Remington de Datilografia apresentada em 1917 que argumentava às pessoas a melhoria no salário.

Aliás, ninguém mais em sã consciência vira empreendedor abrindo uma escola de datilografia!
http://www.deviante.com.br/noticias/ciencia/no-futuro-seremos-substituidos-por-robos-e-estaremos-todos-desempregados/

Arquivo
06/01/2007 - Do diploma ao canudo
12/05/2013 - Caro Tom Hanks,
Nós ainda temos uma Remington portátil para a sua coleção. Antes dela, possuímos uma máquina Olivetti, também portátil e cujo paradeiro é ignorado. Infelizmente, nunca tivemos uma máquina de escrever música.

Lugares da Islândia

Nestes 35 lugares da Islândia as pessoas aparentemente não sofrem de dislexia.


Não é certo que o blog esteja organizando um grupo para excursionar na Islândia.

Ver também: Aula de islandês

06 julho, 2018

Parem de rir

O primeiro protetor testicular foi usado no hóquei em 1874 e o primeiro capacete, em 1974.
Isto significa que levou um século para que os homens percebessem que o cérebro é também importante.


Mulheres, parem de rir.

Helvetica em Comic Sans

"Comic Sans nunca é uma fonte aceitável. A menos que você seja uma garotinha de 8 anos escrevendo um poema sobre unicórnios."
Não concordo com isso.
Na primeira sexta-feira de julho, a data em que se comemora o "Comic Sans Day", então nem fala.
Camisetas como a da imagem abaixo, em que o nome da Helvetica — a fonte queridinha dos designers — é escrito usando Comic Sans e tantos outros produtos irônicos são bastante comuns em sites de compras voltados para geeks, designers ou amantes da cultura pop.


Eu amo Comic Sans

05 julho, 2018

Monumento ao torcedor de futebol

Related image


Este monumento ao torcedor de futebol tem o estádio como seu próprio pedestal. Localizada em Tomsk (a 2.860 km de Moscou), a figura de bronze parece totalmente imersa no jogo, com seu cigarro quase caindo da boca.
A escultura é baseada em uma foto de um torcedor nos anos 1950 encontrada no arquivo do clube de futebol local.

Ver também:
Um monumento ao enema; outro ao rato de laboratório

O doente e a entrevista imaginários

O hipocondríaco Argan
Da biografia de Molière (1622-1673), um dos mais marcantes momentos foi sua morte, que se tornou lenda.
É dito que ele morreu em 17 de janeiro de 1673, aos cinquenta e um anos, durante a encenação de uma comédia de sua autoria, ironicamente intitulada, Malade Imaginaire (O doente imaginário), em que representava o papel principal. Na verdade, Molière apenas desmaiou no palco, ou melhor, tuberculoso, teve um ataque de hemoptise, expectoração sanguinolenta através da tosse, em cena aberta. Molière, porém, insistiu em terminar seu desempenho. Mas, em seguida, desabou de novo. O público imaginou tratar-se apenas de mais uma interpretação brilhante do grande ator e aplaudiu estrondosamente, enquanto Molière se curvava de sofrimento e perdia sangue pela boca. Depois de o pano cair, Molière foi levado agonizante para a sua casa de Paris, morrendo horas mais tarde, sem tomar os sacramentos já que dois padres se recusaram a dar-lhe a última visita, e o terceiro já chegou tarde. No momento de sua morte, Molière estava vestido de amarelo, o que gerou a superstição de que esta cor traz má sorte para os atores.
Para piorar as coisas, os atores (comediantes) da época não podiam, por lei, serem sepultados no solo sagrado de um cemitério, já que o clero considerava a profissão como mera "representação do falso". No entanto, a viúva de Molière, Armande, pede a Luís XIV que interceda em favor de seu cônjuge para que lhe seja permitido um funeral normal. O rei consegue obter do arcebispo a autorização para que o enterrem, durante a noite, na parte do cemitério reservado para crianças não batizadas.
Em 1792, os seus restos mortais são levados para o Museu dos Monumentos Franceses e, em 1817, transferidos para o cemitério do Père Lachaise, em Paris, ao lado da sepultura de La Fontaine.
MOLIÈRE: A MORTE NO PALCO
Crédito a Ricardo Sérgio, Recanto das Letras

Pensamentos mortais de Jean Molière
"A morte é o remédio para todos os males, mas só devemos utilizá-lo na última hora."
"Morre-se apenas uma vez, mas por tanto tempo!"
"Eu prefiro viver dois dias na terra do que mil anos na história."
"Morreu de quatro médicos e dois farmacêuticos."
"Aqui jaz o rei dos atores. Neste momento se faz de morto e o faz muito bem."
Blog EM e outros sites

Em 1957, você atuou na peça "Perdoa-me por Me Traíres", de sua autoria. Não teve medo de passar vergonha por não ser um ator profissional? 
Nelson Rodrigues Absolutamente. E digo mais: só os imbecis têm medo do ridículo. Considero um soturno pobre-diabo o sujeito que não consegue ser ridículo de vez em quando. Além do mais, o ator possui uma técnica, uma tarimba, um charme, que o envaidecem. Ao morrer em cena, não conseguem esconder sua satisfação ilimitada de estar morrendo tão bem. Não lhe ocorre que o personagem morreria mal, morreria pessimamente.
OS CRETINOS FUNDAMENTAIS DESPREZAM O BRASIL

04 julho, 2018

A padroeira da televisão

Um ano antes de Santa Clara de Assis falecer em 11 de agosto de 1253, ela queria muito ir a uma missa. Não tendo condições de ir por estar doente, ela entrou em oração e conseguiu assistir a celebração em sua cela no convento.
Segundo seus relatos, a missa aparecia para ela como que projetada na parede de seu humilde quarto. Santa Clara conseguiu ver e ouvir toda a celebração sem sair de sua cama. Segundo testemunhas, ela contou fatos acontecidos na missa, detalhando as palavras do sermão do celebrante.


Assim, pelo fato de Santa Clara ter assistido a uma celebração a distância, em 14 de fevereiro de 1958 o Papa Pio XII proclamou oficialmente Santa Clara de Assis como a padroeira da televisão.

O padroeiro da internet

Por que duas nações celebram esta data?


Tratado é tratado
Marrocos foi o primeiro país a reconhecer a independência dos Estados Unidos, em 1777. Em 1786, os EUA negociaram o tratado de amizade marroquino-americano que abria os portos e o comércio entre os dois países. O tratado foi ratificado pelo Congresso em julho de 1787. Este é o tratado mais longo não quebrado pelos EUA.