03 julho, 2015

Falando grego

No dia em que um grego disse «Το μόνο που ξέρω είναι ότι δεν ξέρω τίποτα» (Só sei que nada sei): estava falando grego, ninguém entendeu e ficou por isso mesmo.
No dia em que outro grego disse «Δεν αρνούμαι, καταβάλλονται όταν μπορείτε» (Devo, não nego, pago quando puder): todo mundo entendeu.
Fernando Gurgel

Tudo grego |  O lema de Platão |  É grego pra mim

Nova! A monografia da graduação do Presidente Zezinho da Chevron que foi rejeitada por ausência de texto

Como fica a Grécia se o Brasil der o calote:
PGCS

Um robô capaz de matar

"Um robô não causará dano a um ser humano nem deixará, por omissão, que ele sofra dano."
Robô mata trabalhador em fábrica da Volkswagen
Ainda não é a visão de um mundo dominado por máquinas, mas é uma história que dá o que pensar.
Um trabalhador de 22 anos morreu na segunda-feira passada (29), numa fábrica da Volkswagen na Alemanha, quando o robô que estava montando o agarrou e, logo após, o esmagou contra uma placa de metal.
O acidente aconteceu na unidade de Baunatal, a cerca de 100 quilômetros ao norte de Frankfurt.
Segundo Heiko Hillwig, um porta-voz da Volkswagen, uma investigação sobre as causas do acidente está em curso. As primeiras conclusões indicam que poderá ter-se tratado de um erro humano e não de uma falha na máquina. O robô, explicou Hillwig, é programável para desempenhar várias tarefas na linha de montagem e normalmente opera num espaço confinado, onde transporta e encaixa peças de automóveis.
A vítima ainda foi assistida no local do trabalho, mas veio a falecer num hospital. Um segundo trabalhador que estava presente no momento do acidente conseguiu escapar ileso.

Um robô capaz de se defender

Universos paralelos

Em ficção científica e fantasia, o universo paralelo é uma realidade autocontida em separado, coexistindo com a nossa própria realidade.
Essa realidade em separado pode variar em tamanho de uma pequena região geográfica até um novo e completo universo, ou vários universos formando um multiverso.
Ao lado, insiro esta misteriosa e enigmática xilogravura (Universum: Urbi et Orbi) que representa imaginativamente o conceito fantástico e surreal sobre os universos paralelos. A comunicação entre eles se dá através de portais ou gateways que, por magia ou tecnologia, criam passagens instantâneas para os protagonistas das histórias.
Abaixo, acrescento uma atualização científica do conceito de universos paralelos:


Os universos paralelos realmente existem?

Leia no Preblog: O BRASIL ALTER.
É uma crônica sobre as consequências de faltar o Brasil das alternativas que foram descartadas – por razões históricas ou não.

02 julho, 2015

Errar é humano

Botar a culpa nos outros é mais humano ainda.
Culpar o computador, idem.
Reparar os erros é um ato de coragem.
Persistir no erro é desumano.
Disfarçar o erro é ser político.
Aprender com o erro é ser sábio.
Aprender com os erros dos outros é ser mais sábio ainda.
Perdoar é divino.
Acertar não é sua praia.
Acertar é muçulmano.
Quem nunca errou nesta vida é porque só atira de perto.
Só que o problema é que eu erro sempre.
Mas, quando a borracha se gasta mais do que o lápis, é que você está mesmo exagerando.

A visão super-humana em mulheres

Quando Concetta Antico levava seus alunos ao parque para uma lição de arte, ela muitas vezes apontava para uma cena, dizendo-lhes:
"Olhem para a luz sobre a água. Vocês pode ver o rosa cintilante naquela pedra? Vocês podem ver também o vermelho na borda daquela folha?"
Os alunos acenavam positivamente.
Somente anos depois, foi que ela percebeu que eles eram muito educados para dizer a verdade. As cores que ela via de forma tão vívida eram invisíveis para eles.
Hoje, ela sabe que isso é o resultado de uma condição conhecida como tetracromacia. Graças à variação em um gene do cromossoma X que influencia o desenvolvimento da retina, pessoas como Concetta (12 por cento das mulheres) podem ver cores invisíveis para a maioria de nós.
www.bbc.com

Que é tetracromacia?
É a condição de possuir quatro canais independentes para receber informações de cores, ou possuir quatro tipos diferentes de células cones no olho. Em organismos tetracromatas, o espaço sensorial de cores é quadridimensional, significando que para repetir o efeito sensorial de um espectro luminoso arbitrariamente escolhido dentro de seu espectro visível é necessária a mistura de pelo menos quatro diferentes cores primárias. Sobre o tricromatismo normal em humanos, a gama de cores que podem ser feitas com estas cores primárias não cobre todas as cores possíveis.
Wikipédia

01 julho, 2015

Ovos brancos x ovos vermelhos

Que faz a diferença?
A resposta é tão simples que você vai ficar surpreso. Galinhas de penas brancas com lóbulos das orelhas brancos põem ovos brancos e galinhas de penas vermelhas com lóbulos das orelhas vermelhos põem ovos vermelhos. Isto, porém, não se aplica a todas as raças. Existem galinhas que põem ovos salpicados e até mesmo ovos azuis.


Os ovos diferem do ponto de vista nutricional?
Não. A diferença é apenas na aparência (cor) das cascas.
Por que ovos vermelhos são mais caros?
O que faz os ovos vermelhos mais caros é o tamanho (das galinhas). As galinhas que põem ovos vermelhos são maiores do que aquelas que põem ovos brancos e, por isso, sua alimentação custa mais. Como resultado, os ovos vermelhos são mais caros.
Existe diferença nas gemas?
O tipo de ração é que faz variar a cor da gema. Quanto mais milho as galinhas comem, mais amarelas são as gemas de seus ovos. Portanto, não é necessariamente a cor da casca que prevê a cor da gema.


O homem, desde o período neolítico, sabe que os animais e as plantas podem ser modificados para expressar as qualidades que lhe são convenientes. Este conhecimento e prática ao longo dos séculos e milênios tornaram algumas espécies, através da domesticação e da seleção artificial, verdadeiras fábricas ao serviço do homem. Com o nome científico de Gallus gallus domesticus, a cópia produtiva de galinha tornou-se capaz de oferecer mais de 300 ovos por ano, enquanto o seu concorrente natural, o ganso selvagem, põe apenas meia dúzia de ovos por período de desova.

Quem veio primeiro?, O aumento do ovo, Consumo de ovos e salmonelose, TESTAMENTO. Na casca de um ovo e O ovo de Colombo

Futebol performático

O Harlem Globetrotter bandeou-se para o futebol?


Harlem Globetrotters é o nome de uma equipe de basquetebol profissional americana. Ganhou a fama de ser o time de basquete mais famoso do mundo, por fazer de suas partidas uma mistura de entretenimento e habilidades performáticas.

Higuita - A defesa do escorpião

30 junho, 2015

Domingo na Globo


E para que não restem dúvidas de que a atriz Marieta Severo sabe do que respondeu ao apresentador Faustão, abaixo estão alguns dados comparativos de quanto o Brasil, apesar de suas atuais dificuldades, já melhorou nos últimos anos,
Produto Interno Bruto:
2002 – R$ 1,48 trilhão
2013 – R$ 4,84 trilhões
PIB per capita:
2002 – R$ 7,6 mil
2013 – R$ 24,1 mil
Dívida líquida do setor público:
2002 – 60% do PIB
2013 – 34% do PIB
Lucro do BNDES:
2002 – R$ 550 milhões
2013 – R$ 8,15 bilhões
Lucro do Banco do Brasil:
2002 – R$ 2 bilhões
2013 – R$ 15,8 bilhões
Lucro da Caixa Econômica Federal:
2002 – R$ 1,1 bilhão
2013 – R$ 6,7 bilhões
Produção de veículos:
2002 – 1,8 milhão
2013 – 3,7 milhões
Investimento estrangeiro direto:
2002 – 16,6 bilhões de dólares
2013 – 64 bilhões de dólares
Reservas internacionais:
2002 – 37 bilhões de dólares
2013 – 375,8 bilhões de dólares
Índice Bovespa:
2002 – 11.268 pontos
2013 – 51.507 pontos
Empregos Gerados:
Governo FHC – 627 mil/ano
Governos Lula e Dilma – 1,79 milhões/ano
Taxa de desemprego:
2002 – 12,2%
2013 – 5,4%
Valor de mercado da Petrobras:
2002 – R$ 15,5 bilhões
2014 – R$ 104,9 bilhões
Lucro médio da Petrobras:
Governo FHC – R$ 4,2 bilhões/ano
Governos Lula e Dilma – R$ 25,6 bilhões/ano
Falências Requeridas em Média/ano:
Governo FHC – 25.587
Governos Lula e Dilma – 5.795
Salário Mínimo:
2002 – R$ 200 (1,42 cestas básicas)
2014 – R$ 724 (2,24 cestas básicas)
Dívida externa em relação às reservas:
2002 – 557%
2014 – 81%
Posição entre as economias do Mundo:
2002 – 13ª
2014 – 7ª
Passagens aéreas vendidas:
2002 – 33 milhões
2013 – 100 milhões
Exportações:
2002 – 60,3 bilhões de dólares
2013 – 242 bilhões de dólares
Desigualdade social:
Governo FHC – Queda de 2,2%
Governo PT – Queda de 11,4%
Taxa de pobreza:
2002 – 34%
2012 – 15%
Taxa de extrema pobreza:
2003 – 15%
2012 – 5,2%
Mortalidade infantil:
2002 – 25,3 em 1000 nascidos vivos
2012 – 12,9 em 1000 nascidos vivos
Estudantes no Ensino Superior:
2003 – 583.800
2012 – 1.087.400
Risco Brasil (IPEA):
2002 – 1.446
2013 – 224
Operações da Polícia Federal:
Governo FHC – 48
Governo PT – 1.273
Dados extraídos do Blog da Cidadania

01/07/2015 – Nem Obama aguenta jornalismo vira-lata da Globo...
Jornalista da Globo News pergunta para Dilma como ela reage sabendo que os EUA acham que o Brasil é uma força regional, não global. Obama pega o microfone: eu discordo, Brasil é um player global, o mundo precisa dele e o Brasil está na frente de todas as discussões.

Da imaginação para a realidade

Ao editar um mapa do estado de Nova York, na década de 1930, a General Drafting Company queria ter certeza de que os cartógrafos concorrentes não iriam simplesmente copiar seu trabalho. Assim, o dono da empresa, Otto G. Lindberg, e seu assistente, Ernest Alpers, colocaram a cidade fictícia de Agloe numa interseção de duas estradas de terra que constavam do mapa.
Anos depois, eles descobriram Agloe em um mapa de Rand McNally e confrontaram o concorrente. Mas Rand era inocente: ele tinha conseguido o nome com o governo do condado, que o tinha tomado do Agloe General Store, que se instalara no cruzamento. A loja, por sua vez, tinha tomado o nome de um mapa da Esso, a qual (aparentemente) o extraíra do mapa de Lindberg e Alpers.
De alguma forma, Agloe saíra da imaginação para entrar na realidade.
(extraído de Dreamed Up, Futility Closet)

O segundo bissexto

É o segundo que é ocasionalmente aplicado ao Tempo Universal Coordenado (UTC). Sem essa correção, o tempo contado pela rotação da Terra, por causa de sua irregularidade, se afastaria do tempo atômico. Desde 1972, quando este sistema de correcção foi implantado, 25 segundos já foram inseridos. O mais recente aconteceu em 30 de junho de 2012 às 23:59:60 UTC.


O próximo segundo a ser acrescentado ao tempo acontecerá hoje (30). Já pensou em quanto coisa útil você poderá fazer nesse segundo (23:59:60) que não esperava ganhar?
Use-o com sabedoria.

29 junho, 2015

CUIDADO! PISO MOLHADO

-

Apenas 17 moléculas de água!
Que é isso? Aviso de  PISO MOLHADO para formigas?

Um tubarão em minha sopa!

Você pode pôr um pouco de humor branco em sua refeição, usando esta tigela que vem com uma criatura que habita as profundezas. Um pequeno tubarão branco, moldado em porcelana, feito para ficar à tona da sopa, creme ou guacamole, mostrando o seu focinho sarcástico.
Mas...
Eu não sugiro incluir o tubarão, de manhã cedo, no mingau de aveia da vovó. Ela pode não estar preparada para lidar com coisas que, à primeira vista, parecem ameaçadoras.
Shark Bowl

Quando dizemos de forma depreciativa que tal objeto não vale "meia tigela", devemos ressalvar que não é da dinastia Ming a referida tigela.
Cabe aqui outra reflexão: se uma tigela destas vale um prêmio da loto, quanto valeria sua meia tigela?
Há coisas na vida que só valem muito quando são inteiras.
Evidentemente, a tigela

28 junho, 2015

Exclusivo


Neste caso é:

Não! Nem por justificável curiosidade teste o link acima. Clicar sobre um link interno pode dar início a uma catástrofe na rede mundial de computadores. Assim como acontece quando a matéria e a antimatéria se encontram, resultando no aniquilamento de ambas.

Vento, vento, vento

"O vento cria um sistema natural de viver."
Robert Löbel criou este premiado curta-metragem de animação chamado WIND (VENTO). Foi o seu filme de graduação na Universidade de Ciências Aplicadas de Hamburgo, em 2013.


É um trabalho inventivo, bem-humorado e uma inesquecível lição de como podemos usar o vento em nosso favor.

e-ventos passados
A origem dos ventos, O vento pontual, A Praça e o Vento e Cachoeira vs. Ventania

27 junho, 2015

O falso cadafalso

Em 23 de fevereiro de 1885, o assassino condenado John Lee de Devon foi levado ao cadafalso e posicionado sobre o alçapão. O laço foi colocado em volta do pescoço dele, e o carrasco James Berry puxou a alavanca.
Não aconteceu nada.
Dois guardas tentaram forçar o alçapão para que abrisse sob Lee, mas não o conseguiram. Eles removeram o condenado, testaram o alçapão, e este funcionou. Então, eles colocaram Lee na posição novamente, e outra vez Berry puxou a alavanca.
Mais uma vez nada aconteceu.
Exasperados, os guardas colocaram Lee de lado e começaram a trabalhar no alçapão com machados. Quando deram por concluído o trabalho, trouxeram o condenado de volta para o cadafalso, e Berry puxou a alavanca pela terceira vez.
Não aconteceu nada.
Por fim, o Ministro do Interior comutou a sentença de Lee à prisão perpétua.

A soneca perfeita

Tirar uma soneca é como reiniciar o cérebro. O The Wall Street Journal oferece recomendações para o planejamento de uma soneca perfeita, tais como por quanto tempo e quando se deve tirar um cochilo.
Para pegar um impulso de alerta, dizem os especialistas, um cochilo de 10 a 20 minutos é suficiente. Ao voltar ao trabalho vai notar que o seu desempenho tornou-se melhor.
Mas, dependendo do que você deseja que o cochilo faça por você, outras durações podem ser mais adequadas.
Para o processamento da memória cognitiva, um cochilo de 60 minutos é mais recomendável, diz o Dr. Mednick. Pois inclui o sono de ondas lentas que ajuda você a lembrar-se de fatos, lugares e rostos. A desvantagem: alguma sonolência ao despertar.
Por fim, o cochilo de 90 minutos, que envolve um ciclo completo de sono, é o que ajuda na criatividade e memória emocional. Acordar após o sono REM geralmente significa uma quantidade mínima de inércia do sono, diz Mednick.
O cochilo, pois, tanto é uma arte quanto uma ciência.

26 junho, 2015

Erros pornográficos

Um homem, que começou a vender em 2007 espaço publicitário na testa, bochechas e queixo, Billy Gibby, de Anchorage, Alasca, chegou à marca de 20 tatuagens faciais, algumas das quais patrocinadas por sites pornográficos.
No início, ele era muito procurado. Mas, depois de algum tempo, ficou cada vez mais difícil vender o corpo para empresas interessadas, e os seus preços caíram de dez mil dólares para menos de cem dólares por tatuagem.
Agora, Gibby arrepende-se. Especialmente dos nomes dos sites pornográficos que ele carrega no rosto, embora atribua a decisão sobre eles a seu transtorno bipolar.
"Eu estou tentando me livrar dos que estão em meu rosto", disse Gibby ao Huffington Post. "Eu lamento por eles, estão aí colocados por causa de minha doença mental."
Para levantar os quatro mil dólares de que ele precisa para remover a laser as tatuagens faciais, o "Human Billboard" está oferecendo a pele de outras partes do corpo para novos anúncios.
"Eu tenho espaço nos braços, mãos, tórax e pernas", disse ele. "Mas não terá anúncios de empresas racistas nem anúncios políticos."
Seu pênis e suas nádegas também estão fora dos negócios, a menos que o preço oferecido seja justo. "Eu cobro um milhão para incluí-los", disse Gibby.

A pedra do diabo

Em Lübeck, na Alemanha, tirei esta foto ao lado da estátua do grande trabalhador na construção da Igreja de Santa Maria (St. Marien zu Lübeck).


O de boné com o casaco na mão sou eu. Não confundam, por favor.
Fernando Gurgel

A história está lá, afixada numa placa bem grande:


A FIGURA DO DIABO NA PEDRA DO DIABO
Quando as primeiras pedras da Igreja de Santa Maria foram colocadas, o diabo acreditou que o edifício seria uma casa de vinho. Ele gostou desta ideia porque muitas almas já haviam encontrado seu caminho até ele depois de visitas frequentes a tais lugares. Então se juntou à multidão e começou a ajudar os trabalhadores. Não é de se espantar que o prédio cresceu com tamanha velocidade. Mas um dia o diabo percebeu o que o prédio iria realmente se tornar. Cheio de raiva, ele pegou um enorme pedregulho (*) para derrubar as paredes que já tinham sido erguidas. Ele já estava voando perto quando um corajoso homem gritou para ele: "Pare com isso, senhor Diabo! Deixe o que já foi construído! Para você nós construiremos uma casa de vinhos aqui por perto!" O diabo ficou satisfeito com a ideia. Ele derrubou o pedregulho ao lado da parede, onde está até hoje. Ainda se podem ver as garras do diabo na pedra. E, do outro lado da igreja, os trabalhadores construíram o porão de vinhos da prefeitura." Tradução extraída de: https://www.flickr.com/photos/61256191@N02/8433409556/

(*) Pedregulho, como foi empregado no texto, significa uma pedra grande; pedregulhos, um monte de pequenas pedras. É o diabo outra vez tentando confundir as pessoas. N. do E.

25 junho, 2015

Eclipses: do Sol, da Lua e da Terra

Perdi esta aula na escola. Tempos depois, aprenderia o seu conteúdo.
Hoje volto para revisar os conceitos:
  • Uma eclipse do Sol acontece quando a Lua passa entre a Terra e o Sol.
  • Uma eclipse da Lua acontece quando a Terra passa entre o Sol e a Lua.
  • Uma eclipse da Terra acontece quando o Sol passa entre a Terra e a Lua. Vai haver o diabo.

As preferências na ordem das notícias

Médico: Sr. Silva, temos uma boa notícia e uma má notícia. Qual você quer ouvir primeiro?
Sr. Silva: Dê-me logo a má notícia.
Médico: Nós amputamos a perna errada.
Sr. Silva: Oh, não!... E a boa notícia?
Médico: A outra perna começou a melhorar.
Brincadeira à parte, um projeto de pesquisa, "Do you want the good news or the bad news first? The nature and consequences of news order preferences" ("Você quer as boas ou as más notícias primeiro? A natureza e as consequências das preferências na ordem das notícias"), publicado em Pers Soc Psychol Bull, de 31 de outubro de 2013, examina três estudos sobre as preferências na ordem das notícias e as consequências dessas preferências.

24 junho, 2015

Um hotel com atendentes robôs

Deu no The Washington Post:

Hotel futurista japonês funcionará com robôs
Esses robôs de aparência humana, fabricados pela companhia Kokoro, têm em geral o aspecto de uma mulher jovem.
Imitam gestos humanos como respirar e piscar, falam japonês, chinês, coreano e inglês, contatam o interlocutor com os olhos e respondem adequadamente à linguagem corporal e à intensidade da voz.
Inicialmente, quando o hotel abrir suas portas neste verão, serão dez atendentes robôs. O empreendimento, que fica no parque temático Huis Ten Bosch, em Nagasaki, planeja aumentar futuramente o seu plantel de robôs para que eles realizem 90 por cento dos serviços do hotel.

A arte de capa de um novo disco

A banda metaleira Slayer revelou a arte da capa de seu novo álbum, "Repentless", a ser lançado em setembro. Foi criada pelo artista brasileiro Marcelo Vasco, em colaboração com o baixista Tom Araya e o guitarrista Kerry King. É definitivamente nervosa.
Notar a semelhança entre a imagem da capa do álbum (à esquerda) e a do "Ecce Homo" da igreja Nossa Senhora da Misericórdia, em Borja, Espanha, Este afresco, que foi pintado há cerca de 100 anos por Elias Garcia Martinez, ficou temporariamente assim (à direita), ao ser "restaurado" por Cecilia Giménez, uma paroquiana idosa.


Para rever:
A pior restauração do mundo

23 junho, 2015

Atormentados por gatos


Observe esta figura durante alguns segundos e você verá o problema.
O físico Erwin Schrödinger era constantemente atormentado por gatos domésticos. Gatos que se sentavam/deitavam em todos os móveis de seu escritório. Por isso, provavelmente, ele fantasiou envenená-los com ácido cianídrico.

Sempre que eu ouço falar desse gato, eu começo a pegar minha arma. – Stephen Hawking

Um paradoxo da viagem no tempo

De Robin Le Poidevin, em "Travels in Four Dimensions", 2003:
Tim vai passar as férias de verão na casa de seu avô na zona rural de Sussex. Um dia, quando vagueia na biblioteca do avô, em uma das prateleiras mais afastadas, ele descobre um livro empoeirado sem título no dorso. Ao abri-lo, ele vê que é um diário, escrito por uma mão que lhe parece familiar. Com um crescente sentimento de admiração, ele percebe que uma das entradas fornece instruções detalhadas sobre como construir uma máquina do tempo. Ao longo dos próximos anos, seguindo as instruções, Tim constrói uma máquina desse tipo. Está finalmente concluída, e ele embarca e a aciona. Instantaneamente, ele é transportado para 50 anos atrás. Infelizmente, a máquina e o livro são destruídos no processo. Tim anota tudo o que ele consegue se lembrar em um diário. No entanto, ele não pode reconstruir a máquina porque isso exige uma tecnologia que ainda não está disponível. Conformado com essa situação, ele resolve deixar o tempo levá-lo de volta ao século XXI pelo método tradicional. Ele se casa e tem uma filha. A família se muda para uma mansão na zona rural de Sussex. O diário é deixado acumulando poeira na biblioteca. Anos mais tarde, o neto de Tim, passando suas férias de verão com o avô, descobre o diário.
A identidade de Tim será óbvia, o que, por si, já é um pouco estranho. Mas a questão que nos interessa é a seguinte: de onde veio a informação de como construir uma máquina do tempo? Do diário, é claro, que foi escrito por Tim. Mas de onde ele tirou a informação? Do mesmo diário! Assim, a informação apareceu do nada. A existência desta informação é, portanto, totalmente misteriosa.
Round Trip, Futility Closet

Viagem no tempo
Eu venho me interessando por este assunto desde 2035. (PGCS)

22 junho, 2015

A pornografia de vingança

Proliferam na rede os conteúdos de "pornografia de vingança" (ou revenge porn, em inglês).
Muitas vezes, na intimidade de um casal, esse conteúdo de natureza íntima e/ou pornográfica é produzido com o consentimento dos intervenientes. Mas, depois, como vingança por uma relação desfeita, um dos parceiros decide-se vingar do outro  distribuindo imagens constrangedoras pela internet. [1]
Outras vezes, as imagens são copiadas por hackers, a partir de contas privadas, e publicadas na rede.
Em ambas as situações, a divulgação dessas imagens intensamente pessoais servem apenas para degradar as vítimas, as quais são predominantemente mulheres.
Há inclusive sites de extorsão que forçam suas vítimas a pagar para ter as imagens removidas.
Como forma de combater essas atividades maléficas, o Google acaba de anunciar uma nova medida para seus resultados de pesquisa. Daqui para frente, atenderá os pedidos para remover as imagens de nudez ou sexo explícito que foram compartilhadas sem o consentimento das pessoas que se sentirem prejudicadas. À maneira do que já faz com os pedidos de remoção de informações pessoais altamente sensíveis, tais como números de contas bancárias e assinaturas, que podem vir à tona em seus resultados de pesquisa. [2]
Isso não resolve todo o problema da vingança pornô, pois continuam as imagens nos sites próprios. No entanto, dificulta a sua propagação.
No Brasil, o deputado federal Romário já apresentou um projeto de lei que torna crime a divulgação indevida de material íntimo. [3]

[4]
Referências
[1] Pornografia de vingança, pplware.sapo.pt
[2] Revenge porn and Search, Google Public Policy Blog
[3] Pornografia de revanche (entrevista com Romário), Marie Claire
[4] Imagem, St George News

A síndrome de Estocolmo

É o nome dado a um estado psicológico particular em que uma pessoa, submetida a um tempo prolongado de intimidação, passa a ter simpatia e até mesmo sentimento de amizade ou amor perante o seu agressor.
A síndrome de Estocolmo recebe seu nome em referência ao famoso assalto do Kreditbanken, em Norrmalmstorg, Estocolmo que durou de 23 a 28 de agosto de 1973. Nesse acontecimento, as vítimas continuavam a defender seus raptores mesmo depois dos seis dias de prisão física terem terminado e mostraram um comportamento reticente nos processos judiciais que se seguiram.
O termo foi cunhado pelo criminólogo e psicólogo Nils Bejerot, que ajudou a polícia durante o assalto, e se referiu à síndrome durante uma reportagem. Ele foi então adotado por muitos psicólogos no mundo todo.
O caso mais famoso e mais característico do quadro da doença foi o de Patty Hearst, que desenvolveu a síndrome em 1974, após ser sequestrada durante um assalto a banco realizado por uma organização revolucionária politicamente engajada, o Exército Simbionês de Libertação. Depois de libertada do cativeiro, Patty juntou-se a seus raptores, indo viver com eles e sendo cúmplice de assaltos a bancos.
A herdeira milionária Patty Hearst, na foto célebre em que ela ("Tania") aparece armada, tendo ao fundo a cobra de sete cabeças, o símbolo do Exército Simbionês de Libertação.
Humor de Nani
Ver também:
A síndrome de Paris

21 junho, 2015

Uma (e outra) para o santo

O fato curioso começou na cidade de Paracatu, em Minas Gerais, quando um casal ingressou com uma ação que pedia a retificação de uma área de 45 hectares que teriam sido subtraídas de seu terreno. O terreno - ou pelo menos uma parte dele - pertencia ninguém menos que São Sebastião.
O casal inicialmente ganhou a causa e teve o terreno retificado, mas a Mitra Diocesana de Paracatu foi à Justiça para anular a retificação e saiu vitoriosa. O casal resolveu, então, recorrer e a apelação foi desprovida.
O caso chegou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).
Comentário
O caso é bastante interessante, envolvendo temas de Direito Civil e Processual Civil, mas uma das principais questões era basicamente:
Um santo tem personalidade jurídica? Santo pode receber doação? Quem representa o santo judicialmente?
Publicado por Matheus Galvão no JusBrasil
Enviado por Fernando Gurgel

Leia como votou o Exmo. Sr. Ministro João Otávio de Noronha, o relator deste caso no STJ.

Fernando;
A São Sebastião (acima retratado por Botticelli) faltou quem o defendesse anteriormente. Falo da questão movida contra ele, por ser cristão, à época do imperador Diocleciano. Mas, como o santo se apresentou ao imperador, depois de dado como morto a flechadas e jogado num rio, talvez ele não tivesse mesmo jeito. E deram-lhe outra oportunidade para se tornar mártir, desta vez por espancamento.
PG
O que é mais uma flechada?
A origem desta frase:
Tenho um grande amigo, com quem viajamos recentemente, que, quando surgia uma despesa inesperada ou quando questionávamos sobre o preço alto de alguma coisa, sempre repetia: "O que é mais uma flechada para São Sebastião?"
Gozação total.
E este amigo mandou-me um artigo sobre Santo Antônio, quase na mesma linha do tal processo:
António Militar
Fernando Gurgel

A arte em antigos catálogos telefônicos

O artista cubano Alex Queral sempre adorou criar retratos densamente texturizados e gastava  uma fortuna em tintas com eles. Um dia, vendo uma pilha de antigos catálogos telefônicos, que aguardavam ser reciclados, ele teve uma ideia: trocar de mídia.
Então,
Com uma faca bem afiada, um pequeno pote de acrílico para definir áreas de detalhes e uma grande sensibilidade para o ofício, Queral literalmente descasca as páginas do livro – como se fossem as camadas de uma cebola – para revelar o retrato que tem dentro. Uma vez que a escultura ficou concluída, ele aplica uma lavagem de preto para aumentar os efeitos e, em seguida, sela o livro inteiro com acrílico para preservar o trabalho.
Como escreve Laura Heyenga, em "Arte Feita de Livros" (2013): "Alex Queral esculpe um rosto nesse objeto de tantos nomes sem rosto".

Vídeo
Some famous faces in the phonebook

Post de EM, de 14/02/2012
Um novo uso para as inservíveis listas telefônicas

20 junho, 2015

Bananas golfinhos

Uma criação de Luz, com a receita compartilhada em sua página no Face.
Primeiro, você seleciona algumas bananas com bom aspecto e sem lesões nas cascas. Lave-as e seque-as, delicadamente. Com uma faca, corte a haste da banana e um pouco mais, de modo a fazer o sorriso do golfinho. Passe um pouco de suco de limão no corte para evitar que a abertura feita escureça. Em seguida, corte a banana ao meio e descarte a metade inferior. Fixe a metade superior da banana a um recipiente e acrescente uvas. Reserve uma das uvas para pôr na abertura da boca. Por fim, utilizando-se de cravos, pedacinhos de chocolate ou outra coisa comestível, faça os olhos do golfinho.


Bônus
Extraído do Regulamento de nº 2257/94 que fixa as normas de qualidade para as bananas na Europa:
"As bananas são apresentadas em pencas de pelo menos quatro unidades. Podem também ser apresentadas como frutos individuais."
Significado: as bananas podem ser vendidas em qualquer número, desde que este não seja 2 ou 3.

A Wikipedia impressa - 2

Deu no Blue Bus:
Ele resolveu imprimir a Wikipedia inteira (!) – sabe quanto tempo levou?
Conheça Michael Mandiberg (foto), artista e programador nova-iorquino, que passou os últimos 3 anos transformando a versão inglesa da Wikipedia em uma série de 7.600 volumes impressos.
Aí você se pergunta – por que alguém em sã consciência teria vontade de imprimir todo o conteúdo da Wikipedia, composto por mais de 11,5 milhões de entradas?
!!!
Após encerrada a exposição do seu trabalho na Denny Gallery, os volumes impressos da Wikipedia vão estar disponíveis para a compra. Sabe por quanto? Meio milhão de dólares.

– Esse Mandiberg é um novo Gutenberg?

Blog EM –10 setembro, 2013
A Wikipedia impressa - 1

19 junho, 2015

Com Paciência


Sem Paciência x Paciência, Sem

Metáforas para a vida

"Um teatro em que as piores pessoas frequentemente têm os melhores lugares." - Aristonymus

"Um hospital em que cada paciente é possuído pelo desejo de trocar de cama." - Charles Baudelaire

"Um labirinto em que tomamos o caminho errado antes de aprendermos a andar." - Cyril Connolly

"Um hotel espalhafatoso e agitado." - Joseph Conrad

"Como comer alcachofras - você tem que passar por tanta coisa para ficar com tão pouco." - Tad Dorgan

"A biblioteca de propriedade de um autor. Nela, estão alguns livros que ele escreveu sobre si mesmo, mas a maioria deles foram escritos para ele." - Harry Emerson Fosdick

"Uma cebola que alguém descasca chorando." - Provérbio francês

"A vida é como este trompete. Se você não colocar algo nele, você não consegue nada." - WC Handy

"Uma longa dor de cabeça em uma rua barulhenta." - John Masefield

"Uma língua estrangeira: todos a pronunciam mal." - Christopher Morley

"Uma festa: um chega muito tempo depois que é iniciada, outro sai muito antes que acabe." - Robert Morley

Você está aqui.

18 junho, 2015

A pulga saltadora

Ou: o ukulele
Esse instrumento musical, com as suas quatro cordas de plástico e o pescoço curto, teve a sua origem na Europa. Foi introduzido no Havaí, em 1879, quando um imigrante português chamado João Fernandes desembarcou e começou a dedilhar sua "braguinha".  Os havaianos, que ficaram impressionados com as prestidigitações musicais do recém-chegado, passaram a chamar o seu instrumento de ukulele ("oo-ku-lay-lay"), que se traduz como "pulga saltadora". Logo, Fernandes e o instrumento se tornariam uma sensação local, e o próprio monarca Kalakaua aprendeu a tocá-lo. Em 1900, o som do ukulele se fazia onipresente em todo o arquipélago havaiano.
No início, reputado como um instrumento exótico e kitsch, e tendo sido esnobado durante décadas pelo mundo da música pop e da música erudita, o ukulele atualmente está desfrutando de uma espécie de renascimento. A sua divulgação por celebridades formadoras de opinião e a sua acessibilidade estão contribuindo para o forte retorno do instrumento.
Leitura recomendada
The Rise and Fall (e Rise) do Ukulele, The Atlantic
No blog EM: Beliscando, Tico-tico no ukulele, ♪In the mood♪ e O bom, o mau e o feio

A síndrome da vibração fantasma

Você está sentado à mesa, de pé na cozinha, assistindo a TV etc. De repente, o telefone celular vibra, informando que você tem uma nova mensagem de texto, chamada ou e-mail. Você leva a mão ao bolso em que costuma deixar o aparelho, apenas para descobrir que essa mensagem não existe ou que, talvez, o telefone móvel nem mesmo esteja naquele momento em seu bolso.
A vibração parecia tão real, mas talvez não o fosse. Independentemente disso, não foi causada pelo seu telefone celular.

Aquela  sensação de ter a bunda agarrada por um fantasma.
E praticamente todo mundo já se sentiu acariciado por ele.

Se isso já aconteceu com você, tenha a certeza de que você não está sozinho.
Em 2010, uma equipe de pesquisadores do Baystate Medical Center, em Springfield, Massachusetts, pediu a 232 de seus colegas que respondessem um questionário sobre vibrações fantasmas de telefones celulares. Dos 176 que responderam o questionário, 115 (68%) afirmaram que já haviam experimentado os desconcertantes alertas falsos, como o que foi descrito acima. Conclusão: "A síndrome da vibração fantasma é comum entre aqueles que usam dispositivos eletrônicos." (1)
O que provoca isso?
Há um monte de teorias. Poderia ser porque os telefones celulares produzem sinais elétricos que transmitem a sensação de vibração diretamente para os nervos do portador da síndrome ou, simplesmente, por causa de alguma antecipação mental de alertas (vibranxiety). (2)
Este aspecto de antecipação não é muito diferente de qualquer outro tipo de condicionamento psicológico. "Estamos tão acostumados com a vibração de nossos telefones que o cérebro nos faz sentir que está a acontecer – quando ele "quer", e não quando ela realmente acontece. (3)
Há uma evidência mais recente que sugere que tudo se passa em nossas cabeças. Em julho de 2012, pesquisadores publicaram outro estudo sobre o fenômeno das vibrações fantasmas em estudantes de graduação. A grande maioria experimentava as tais vibrações. (4)
Mas é nos extrovertidas e nos neuróticos que isso acontece com mais freqüência. Os extrovertidos, como explica Slate, verificam muito seus telefones porque manter contato com os amigos é uma parte importante de suas vidas. Já os neuróticos, por sua vez, como se preocupam muito com o estado de suas relações, procuram obter o maior número possível de mensagens de texto para saber o que outras pessoas dizem deles. (5)
Em qualquer caso, acreditam os pesquisadores que essas vibrações falsas (apesar de chatas) são inofensivas  e que poucas pesquisas (argh!) já foram feitas sobre elas.