14 janeiro, 2008

 

PPD e tuberculose

Tenho publicado no Scribd o material de apresentação de algumas de minhas palestras. Foi, no referido website, que uma leitora me formulou a seguinte pergunta:
“Meu primo de oito anos fez um exame de PPD que deu o resultado de 15 mm. Ele está com tuberculose?”

PPD são as iniciais de uma expressão inglesa que significa “derivado protéico purificado”. Referente a um material antigênico, obtido a partir de bacilos da tuberculose, o qual tem utilização em medicina para identificar os indivíduos que já foram ou estão sendo infectados por esta espécie de bacilo. Trata-se, portanto, de um teste.
Através de uma seringa, esse material é injetado na pele do indivíduo a ser testado, em nível intradérmico. Três dias após, é feita a medida do maior diâmetro alcançado na área de endurecimento que se forma na pele.
São estes os resultados possíveis para o teste:
0 a 4 milímetros = não reator
5 a 9 milímetros = reator fraco
10 ou mais milímetros = reator forte
E são estas as respectivas interpretações:
Não reator: o indivíduo é não infectado (ou é portador de um estado imunológico que impede de reagir ao teste como acontece em doentes de AIDS, por exemplo).
Reator fraco: o indivíduo foi infectado por outras micobactérias (que não causam a tuberculose) ou foi vacinado pelo BCG, não recentemente.
Reator forte: o indivíduo já foi infectado, podendo ou não estar doente de tuberculose, ou foi vacinado pelo BCG, recentemente.
Na situação de reator forte, ressalvando-se a influência do BCG tomado recentemente, interpreta-se que o indivíduo testado passou pela experiência da infecção tuberculosa. Como já tem acontecido a mais de 50 milhões de brasileiros da atual população do país, sem que isto signifique a ocorrência da doença. Em 95 por cento dos casos, a previsão é de que estes indivíduos já infectados não evoluam para a enfermidade (em crianças, este aspecto evolutivo “benigno” é menor).
No entanto, cerca de 100 mil brasileiros adoecem a cada ano de tuberculose. São aqueles que passam a apresentar os sintomas relacionados com esta doença: tosse, expectoração, febre, anorexia, emagrecimento etc. Nos quais, para a tuberculose ser confirmada, haverá a necessidade da realização de exames complementares, como baciloscopia e cultura de amostras de escarro e de lavado brônquico, histopatologia de tecidos biopsiados e outros exames. Em crianças, pela dificuldade na obtenção de material para tais exames, muitas vezes o diagnóstico será feito por história de contato com adulto tuberculoso, situação de reator forte (em não vacinado pelo BCG), quadro clínico compatível e imagens radiológicas sugestivas para tuberculose.
É recomendação do Ministério da Saúde do Brasil que se proceda a quimioprofilaxia pela isoniazida, durante 6 meses, na criança com idade inferior a 15 anos e que também se encontre em todas as seguintes condições:
- reatora forte ao PPD;
- não vacinada pelo BCG;
- contatante de paciente tuberculoso eliminador de bacilos;
- não doente.
Esta última exigência é muito importante que seja atendida, pois se a criança estiver doente a conduta correta será o tratamento pelo esquema padronizado.

PS >
As informações prestadas nesta nota não dispensam ser a criança consultada pelo médico.

Marcadores: ,


Comments:
Oi Dr. Paulo
Tudo bom?

Estava pesquisando alguma informação sobre tuberculose na internet quando achei seu blog. Estou atualmente no Canadá passando uns meses com minha filha que já está morando aqui há um ano. A questão é que pra permanecer mais tempo nesse país precisei me submeter ao raio X. Por causa de uma pequena cicatriz no pulmão os médicos canadenses estão achando que estou com tuberculose inativa e querem fazer acompanhamento médico comigo.
Por conta disso estou com receio do que pode acontecer e de não poder mais estar aqui com minha filha, pois sei que não estou infectada e não apresento perigo para a população. Gostaria de saber se vc possui algum documento referente ao meu caso e qualquer outro documento sobre a tuberculose no Brasil ou na America do Sul em inglês para me ajudar a esclarecer meu caso junto aos médicos.
Meu email é zeliasc@yahoo.com.br.
Agradeço à sua ajuda antecipadamente.
Zélia Cardoso
 
Olá. Sr Paulo, tudo bem?

Li no seu blog e em outros sites sobre o teste PPD e suas interpretações. Porém não consegui a resposta esperada e gostaria da sua ajuda. Estou trabalhando em um hospital, na área de pneumologia e lido diretamente com pacientes com tuberculose. Ao ser admitida, fiz o teste e o resultado foi 1cm e meio (reator forte), porém não tenho o quadro clinico esperado. O teste e o resultado foi antes de começar a trabalhar neste hospital. Qual o melhor procedimento a tomar agora, já que lidarei diretamente com estes pacientes? Obrigada
Se puder me enviar uma resposta para acac_cruz@hotmail.com, ficaria agradecida.
 
Minha cara,
Reator forte significa: indivíduo infectado pelo M. tuberculosis, que pode estar doente ou não, ou indivíduo recentemente vacinado pelo BCG.
Doente, portanto, se estiver apresentando sintomas relacionados com a doença.
Caso não, será considerado apenas infectado e terá uma probabilidade de 5 por cento, durante a vida, de adoecer (em geral, por nova infecção).
Se adoecer é que deverá ser tratado.
Não se faz BCG em adulto, reator forte.
Cordialmente,
Dr. Paulo Gurgel
 
OI Dr.me ajude por favor :meu filho de 3 anos fez o ppd e deu negativo o q isso quer dizer?estou muito aflita o dr q fez o exame me chamou e disse q ele estva com baixa iminidade,quando ele fez estava tomando desloratadina,prednisolona eazitromicina devido há uma frte virose e rinite pode ter interferido no resultado?
 
olá Dr meu filho de 3 anos fez o ppd e deu negativo o dr responsável me chamou p saber se ele havia tomado bcg,ele tomou sim ,ele me falou q a imunidade dele estava muito baixa,quando fez o ppd ele estsva tomando desloratadina,prednisolona e azitromicina devido há uma virose e rinite ,o que faço?
 
Minha prezada Daniela, olá.
O PPD negativo pode acontecer alguns anos após a vacinação BCG, se a pessoa depois disso não teve contato com pacientes tuberculosos.
Corticóides também suprimem a reação ao PPD (e seu filho estava usando prednisolona).
Alguém que esteja com tuberculose apresenta sintomas respiratórios e/ou gerais. E esta doença, por sua evolução em geral lenta, dá tempo a que o médico a investigue bem.
Dr. Paulo Gurgel
 
Boa tarde dr.estou com um caso na familia onde foram feitos os exames menos o de cultura,e agora ví que o ppd dela deu não reatorsó que os outros exames pra BK deu positivo e a mesam apresenta os sintomas como agir agora?
 
Meu caro,
Sua pergunta não está clara.
A expressão BK só é aplicável à cultura (que você diz não ter sido realizada).
Quando se refere à presença de bacilos no exame direto de escarro se diz BAAR positivo.
BAAR positivo no escarro de um paciente que apresenta sintomas (tosse, expectoração, emagrecimento, febre etc) é considerado caso de tuberculose pulmonar (qualquer que seja o resultado do PPD).
 
Dr. Paulo, recentemte meu namorado foi diagnosticado com turberculose e inclusive já iniciou o tratamento. O PPD, assim como o exame do escarro deu positivo (dos três potes em que ele escarrou, em um havia o bacilo de Koch). Começamos a namorar em 07 de setembro de 2011 e apesar de não ter os sintomas (mesmo que eu sempre apresente uma tosse, mas isso pra mim é normal, considerando que tenho bronquite alérgica, fiz o exame do PPD e deu uma papula de 20 mm. Quero saber se isso significa que vou ter que tomar medicação e se posso ter contagiado as pessoas a minha volta (moro com 2 irmãs e 1 prima numa quitinete pouco ventilada e ontem brinquei com meu primo de 3 anos, além que trabalho em um ambiente fechado) e se têm a necessidade delas estarem fazendo o PPD.
PS: Tenho 21 anos e tomei BCG apenas quando era criança. Se possível mandar a resposta para o e-mail nayana-mota@hotmail.com
 
Dr, Paulo o ppd, que foi feito em mim deu 10mm. Na minha familia ja teve casoso de pessoas que tiveram a tuberculose, eu também trabalhei em um hospital e tive contato com uma pessoa que foi diagnosticada positivamente. Nesse caso eu sou ou não um candidato potencial a desenvolver essa doênça, Obrigado?
 
Sr. Fco. de Assis, olá.
Há 43 anos eu me submeti a um teste de PPD cujo resultado foi 13 mm.
Em todo esse tempo jamais adoeci de tuberculose, mesmo lidando profissionalmente com portadores da referida doença.
A possibilidade de evoluir da tuberculose-infecção para a tuberculose-doença sempre existirá.
Eu suspeitarei disso se/quando estiver apresentando tosse com expectoração há três ou mais semanas, além de outros sintomas.
E confirmarei ou afastarei o diagnóstico através de exames de escarro (baciloscopias e cultura) e da radiografia de tórax.
 
Olá DR° paulo,

tenho 24 anos e fui internada com um derrame pleural fiz exames rx do torax e tomografia no dia os medicos disseram que provavelmente eu estava com tuberculose fui internada não tenho os sintomas,o meu exame de escarro e ppd deu negativo fiz uma punção para retirada do liquido da pleura cerca de 300 ml o material vai ser aproveitada para biopsia mas vai demorar 1 més para ficar pronta, fui liberada para casa já faz 20 dias minhas dores e falta de ar do derrame voltaram e no meu ambiente de trabalho e fechado sem ventilação, tem muita poeira pois trabalho em confecção de roupa para piorar não tem ar condicionado mas sim ventilador, enfim não sei o que tenho se é contagiosa quero saber se posso continuar a trabalhar com o derrame pleural e se o ambiente de trabalho pode piorar min ha situação ou se os que trabalham comigo correm perigo.

obrigado
muryh_nascimento@hotmail.com
 
Minha cara,
Como você é jovem há uma grande probabilidade de o derrame pleural que apresenta ser de natureza tuberculosa. Mas você tem de aguardar a confirmação, ou não, do diagnóstico através do estudo do líquido pleural e da respectiva biópsia.
Comumente, os portadores de derrame pleural tuberculoso não são contagiantes, a não ser que apresentem também tuberculose pulmonar. Neste caso, os exames de escarro tendem a confirmar a tuberculose.
Boa sorte.
 
Dr. Paulo, li todos os comentários para ver se algum se encaixa no meu quadro, mas não achei.

Estava com tosse seca a mais de 10 dias que evoluiu para hemoptise e cheguei a ser internada,nesse período tive falta de ar, mas não tive febre, nem emagrecimento e nem suor noturno Fiz vários exames.

Exame de Escarro: res. negativo

Broncoscopia: Resíduos hemáticos em árvore traqueobronquica, lavado deu
negativo.

Anti Citoplasma Neutrófilos: não reagentes

Hemocultura: sem crescimento bacteriano

Tomografia do torax: pequenos nódulos centrobulares nos ápices pulmonares, consolidação cavitada no lobo inferior esquerdo.

Proteína C Reativa: 137,0

o quadro de hemoptise melhorou em 2 dias e fui liberada para casa sem tratamento e sem dignostico, para acompanhamento em ambulatorio.

Fiz novamente os exames:

Proteína C Reativa: 19,6
PPD: res 10 mm
Escarro (3 amostras) negativo

Estou com tosse com expectoração, mas não tenho nenhum outro sintomas.

O que pode estar acontecendo comigo?
 
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
 
Minha cara Belinha,
O conteúdo desta postagem é para fins educacionais. Para fins diagnósticos e terapêuticos nada substitui a presença do médico.
Pela natureza dos exames que você já realizou até o momento, suponho que você esteja sendo acompanhada por um colega de minha especialidade (Pneumologia).
Converse com ele sobre a realização de cultura para BK (Bacilo de Koch). Esta exame tanto pode ser realizada no escarro quanto no material colhido por broncoscopia (2.ª).
Desejo-lhe boa sorte.
 
Olá Dr Paulo, meu caso é o seguinte: A algum tempo atrás fui diaguinosticada com retocolite ulcerativa. Neste caso fiz uso inicial de predinizona e sulfazalazina para controle da doença, deu serto. mas tempos depois como a doença não dava tregua minha médica sugeriu que alem desses medicamentos eu fizesse o uso de Azatioprina para controlar melhor os sintomas. Até ai tudo bem, só que iniciando com a azatioprina iniciou uma tosse muito persistente, com catarro e febre noturna. Retornado ao consultório, preucupada com o meu estado ela suspendeu a azatioprina, pediu alguns exames tipo radiografias, escarros etc e disse que eu tenho intolerancia a esse medicamento. por motivo de licença medica gestacional, estou consultando com outro profissional da mesma area. Só que de cara ele incluiu Azatioprina no meu tratamento. Eu disse a ele que eu ja tomei esse medicamento e me deu intolerancia(principio de tuberculose). Ai ele disse que é pouco provável (não existe principio de tuberculose) o mais provavel é que eu estivesse com uma infecção o algo do tipo. Em fim para desencargo de consiencia ele me pediu alguns exames, radiografias etc, um deles foi o PPD e o resultado foi Reator 11mm. Isso quer dizer o que? Sendo que no periodo que fiz o exame não estava tomando nenhum medicamento, exeto a sulfa.
Meu nome é Natalícia tenho 31anos sou de Florianópolis SC
Desde já agradeço pela atenção
 
Minha cara Natalícia, olá.
PPD = 11 mm significa apenas que você foi/está infectada pelo bacilo da tuberculose.
Serão os sintomas, a evolução radiológica e a detecção do bacilo através de exames que definirão se você tem a doença. O que torna o acompanhamento médico (presencial) imprescindível.
Desejo-lhe recuperação.
 
boa noite dr!

fiz um teste ppd e o local ficou no tamanho de 1 cm, tenho toose com catarro, porem tenho problemas respiratórios e tenho bronquite, mas, os outros sintomas não apresento nenhum. isso significa que tenho turbeculose?
 
Caro Uelington,
O resultado do teste PPD exige que se meça rigorosamente o maior diâmetro da pápula formada através de uma régua milimetrada.
PPD diagnostica a infecção tuberculosa, mas não diagnostica a doença.
Como você apresenta sintomas respiratórios deve procurar um pneumologista (ou um médico generalista), o qual, após examiná-lo, possivelmente pedirá exames complementares (RX de tórax, exames de escarro etc).
 
Olá doutor! Aou estudante de medicina e gostei muito do artigo sobre o PPD, me esclareceu bastante! Contudo, ainda tenho uma duvida que, por mais que eu tente entender, nao consigo... Como eu sei que um paciente é eliminador de bacilos? Todos os que desenvolvem a doenca o sao? Muito obrigada e parabens pelo blog!
 
O paciente é bacilífero, isto é, eliminador de bacilos quando estes estão presentes em suas secreções respiratórias, o que pode ser constatado nos exames diretos (baciloscopias) ou na cultura do escarro.
Nem todo paciente tuberculoso é contagiante. Crianças geralmente não o são, e há formas "fechadas" da doença como a tuberculose pleural.
 
Olá doutor, é o seguinte eu ja tive tuberculose ganglionar e tive que fazer o tratamento tomando certinho os comprimidos, e agora depois de 1 ano e pouco mandaram eu fazer de novo o teste do PPD' eu queria saber se eu ainda posso ter a tuberculose Ganglionar ou ja estou curada?
 
Minha cara Thais,
Tendo seguido o tratamento corretamente, há uma alta probabilidade de que você esteja curada.
Numa pequena parte dos casos tratados, a tuberculose pode apresentar recidiva. Quando isto acontece, indica-se o retratamento.
A reação ao PPD isoladamente não significa doença. Para tanto, devem existir sintomas compatíveis com a tuberculose e exames bacteriológicos ou biópsias que confirmem a tuberculose.
Converse com seu médico.
 
Olá doutor! A um tempo atrás estava com o sintoma de apenas tosse seca a muito tempo, estava preocupada porque minha mae teve a tuberculose por duas vezes e eu convivo com ela. O exame de tomografia deu resultado normal, mas o ppd foi reator forte. Atualmente estou no quinto mês de quimioprolifaxia com isoniazida, e o médico disse que eu faria até o sexto mês. Entretanto a tosse voltou, e tem mais de 3 semanas. Estou muito preocupada com uma possível resistência, e preocupada também com a dúvida se posso estar transmitindo, posso? Eu estou doente? Por favor, me ajude! O que o senhor acha?
Att.
Alice
 
Prezada Alice,
O fato de você estar se submetendo à quimioprofilaxia (uma droga) e não ao tratamento (quatro drogas) indica que o seu médico assistente considerou que você estaria infectada (reação forte ao PPD, comunicante de paciente com tuberculose)), mas não doente (tomografia de tórax normal).
Acho que você deve concluir o período previsto de profilaxia, o qual, aliás, já está próximo do final.
A doença só é transmitida por pacientes bacilíferos, isto é, portadores de escarro positivo para tuberculose.
Quanto à tosse, deve ser investigada. Há muitas outras causas para este sintoma.
Estas dicas, que são para lhe tranquilizar, não dispensam a consulta presencial.
 
Caro Dr. Paulo, meu nome é Guilherme, tenho 16 anos, tomei bcg duas vezes. Uma quando nasci (em 1996), e outra em 2004. Recentemente tive um contato de no máximo três segundos com uma criança de 4 anos infectada, mas não doente. Fiz PPD no dia seguinte, e após 3 dias o resultado foi de 1 cm. Gostaria de saber se a bcg, mesmo após 8 anos, pode alterar completamente o resultado... Até hoje não achei ninguém que pudesse esclarecer essa duvida. Abraços!
 
Olá Dr. Paulo, boa noite. Minha filha tem 6 meses e 3 semanas e desde o dois meses ela vem apresentado quadro de inapetência e não está ganhando o peso adequando para a idade. Aos 5 meses foi realizado um exame de ppd e o resultado foi 10mm, a pediatra falou que é por causa da vacina BCG, mas ela continua sem querer comer e está com 6kg. Gostaria de saber sua opnião.
 
Meu caro Guilherme,
Uma criança infectada não transmite a tuberculose. A transmissão é feita por adultos doentes e que eliminam bacilos da tuberculose através de suas secreções respiratórias.
Um PPD de 10 mmm não pode ser atribuído ao BCG que lhe foi administrado oito anos atrás. Provavelmente, você foi infectado depois, a partir de um adulto doente.
Ser infectado não é igual a estar doente. Quem está doente apresenta sintomas e uma radiografia de tórax anormal.
 
Prezada Joadete,
Uma criança com inapetência e que não ganha peso pode ter causas diversas para isso. E o diagnóstico exato só poderá ser feito por um médico presencial.
Uma criança vacinada com BCG há < 2 anos e com PPD = ou > que 10 mmm recebe 15 pontos numa tabela de pontuação que existe para o diagnóstico da tuberculose pulmonar na infância. Mas há diversos outros parâmetros que devem ser avaliados.
Ver páginas 39 a 53 deste documento:
http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/manual_de_recomendacoes_controle_tb_novo.pdf
 
Dr. Paulo Fiz o PPD e deu 20mm,eu fui vacinado quando criança, agora estou com uma tosse seca a aproximadamente 2 meses, fiz uma tomografia e deu um nódulo calcificado de 5,6 e mais três menores sem definição. Eu moro com minha esposa e dois filhos pequenos. Estoupreocupado e gostaria de saber se estou colocando minha familia em risco de infecção.
 
Dr. Paulo. Com base no relato acima, o que o Sr. me diz? Eu tenho uma consulta agenda com uma pneumologista mas vai ainda demorar. fico agradecido com a sua resposta.
 
Prezado Sr. João,
Um PPD = 20 mmm não tem relação com o BCG que você tomou na infância. Interpreta-se como uma infecção tuberculosa que aconteceu posteriormente à vacinação pelo BCG.
Contudo, ter a infecção tuberculosa não é igual a estar doente.
Alguém que esteja doente de tuberculose apresenta sintomas. Um destes é a tosse (que é sintoma também de outras doenças).
O diagnóstico da tuberculose necessita, por conseguinte, da confirmação do bacilo de Koch em exames de escarro (direto e cultura) ou do resultado de uma biópsia.
Os nódulos mostrados na TC de tórax podem ser ativos ou residuais. E a investigação e o acompanhamento pneumológicos chegarão a um resultado sobre o que eles de fato representam.
O paciente tuberculoso só é contagiante (tossindo, espirrando e falando) quando elimina bacilos no escarro.
Não deixe de comparecer na consulta agendada.
 
Dr, fui diagnosticado pelo Reumatologista de que estava com espondilite anquilosante depois de + ou menos 3 anos de dores forte na coluna lombar e cervical.Foi quando ele solicitou a PPD que deu 16mm.
O que tem a ver a Espondilite com a Tuberculose? Me ajude Dr, pois meu irmão de 21 anos Morreu de Tuberculose Intestinal faz apenas 3 meses. meu imail:

ferozdejesus@hotmail.com

grato por 1 resposta...
 
A espondilite anquilosante é uma doença inflamatória de etiologia desconhecida.
PPD > 10 mmm significa infecção tuberculosa, mas não doença (se o paciente não tem os sintomas característicos).
A espondilite anquilosante não tem relação com a tuberculose.
Outra doença da coluna, o Mal de Pott, que é diagnosticado através de tomografia e biópsia, sim.
 
Dr. Paulo, por favor me esclareça:

Há 11 anos atrás tive tuberculose, da qual foi tratada pelo esquema RIP e curada, casei-me com um americano e ao preencher o formulário do médico do consulado falei a verdade sobre a tuberculose, por conta disso tive que fazer todos os exames para provar que não tenho tuberculose ativa - Raio-X, PPD, amostras de escarro e cultura, .
Meu PPD deu 18 mm, mesmo depois de tantos anos é normal uma pessoa que teve tuberculose ativa ter um PPD reator tão forte?

 
Minha cara Gisele,
Reação forte ao PPD significa infecção tuberculosa anterior ou atual.
Quando há sintomas compatíveis com tuberculose pode significar doença. Mas esta precisa ser confirmada por outros exames (baciloscopias, cultura, biópsias etc).
Um PPD reator forte tende a reduzir a reação com o tempo, salvo se a pessoa apresenta uma infecção em estado de latência ou reinfectou-se por novos contatos com pessoas tuberculosas.



 
boa tarde doutor sou cristofer

Queria sabe oq significa reator forte de 13mm meu filho de 2 anos e 8 meses deu isso nao entendo mais ele nao tem nenhum sintomas apenas isso ele fez um teste de raio x e nao deu nada quero sabe se o senhor pode me ajudar

obrigado
 
Meu caro Cristofer,
Em crianças vacinadas pelo BCG há menos de 2 anos se o PPD for igual ou superior a 10 mmm interpreta-se como infecção tuberculosa.
A criança poderá estar doente se apresentar sintomas e/ou a radiografia de tórax anormal.
Em crianças, porque nestas a confirmação da doença é mais difícil, utiliza-de de uma tabela de escores para a tomada de decisão, a qual inclui: quadro clínico, radiologia, contato com paciente tuberculoso, resultado do PPD e estado nutricional.
Em 15 por cento dos casos de tuberculose na infância as formas da doença são extrapulmonares.
Daí a necessidade de seu filho passar por uma avaliação completa em um pediatra de sua cidade.
 
oi dr. fiz o realizei o ppd em jan 2013 , com result de 11mm , quando posso repetir, ja q estou trab agora diretamente com pacientes baciliferos???
 
boa noite Dr., sou enf magali
entrei p o servico de referencia em TB agora em janeir 2013, realizei Rx torax normal ,mas meu PPD ja deu 11mm, posso realizar novo PPD , se posso quando ? ja que vou trab com pacientes baciliferos e nossas mascaras sao fornecisas 1 por semana , fico receosa!!! agradeco se responder pq nao encontro respostas nas literaturas!!!
 
Minha prezada Enfermeira Magali,
Não há indicação para você ficar repetindo o PPD, apenas pelo fato de estar trabalhando num serviço de referência em tuberculose. Salvo se houver necessidade deste exame para ajudar numa investigação diagnóstica.
 
Bom dia Dr. Pedro,
Gostaria se possivel você me ajuda-se a esclarecer o meu quadro.
Venho fazendo um quadro de inflamação no meu linfonodo o mastóide, vem crescendo dando uma pressão no cerebro, acordo na madrugada com muita dor de cabeça, reosolvi verifaicar a minha pressão e vi que se encontra 160 x 90, bat- card. 78, isto vem ocrrwndo com frequência, mais um estado de debilidade geral como se eu não me alimentace, fui em infectologista ele pediu uma bateria de exames um deles deu meu Igg 245 no megalovirús, fui submetida PPD o reultado é 13,5 mm, o que pode está ocorrendo comigo. Tenho dores de cabeça constante, com flechadas com se fosse um relâmpago é rapida que dá um apagão chego a desmaiar, não todas as vezes, venho percependo perda da visão, debilidade e tremores no corpo e mãos, se eu exigir do meu físico sinto dores por todo o corpo músculos e endões, não sei o que fazer mais, já fui em varios profissionais até agora nada, estou desesperada, por favor me ajuda.
Att,
Antônia Pereira...
Meu e-mail; liziesa@hotmail.com.br
 
Minha cara Antônia,
O conteúdo desta postagem é para fins educacionais. Para fins diagnósticos e terapêuticos nada substitui a presença do médico.
O PPD diagnostica a infecção tuberculosa mas não a doença. O que diagnostica a doença são os exames bacteriológicos e as biópsias.
 
Caro Dr. tenho um ppd de 15mm tc tórax normal, em pesquisa no momento tc´s, rm´s e laboratoriais para extrapulmonar. A dois meses com sintomas, febre noturna, sudorese, emagrecimento, exames de sangue indicando processo inflamatório a dois meses. Minha dúvida, como existem os sintomas clínicos, um ppd positivo reação forte, mas caso não se encontre a localização do extrapulmonar o tratamento se torna necessário?
 
Os sintomas referidos (febre, sudorese e emagrecimento) podem estar relacionados a uma forma extrapulmonar da tuberculose como também a outras doenças. Daí a necessidade de prosseguir sob investigação diagnóstica para Febre Prolongada de Etiologia Obscura, antes de se submeter ao tratamento de uma doença que não foi confirmada.
 
Boa noite Dr Paulo,
Meu nome é Juliana, tenho uma colega de trabalho que está com tuberculose. Fiz o PPD e deu reator 13mm , fiz então o RX e o Baar... ambos deram negativos... Mas o médico "sugeriu" fazer o tratamento devido ao resultado do PPD... mas disse que era minha decisão pois era opcional... Qual sua opnião, devo fazer ou não já que o tratamento é apenas para proteger durante os 9 meses?
 
Juliana,
A relação custo-benefício da quimioprofilaxia pela hidrazida deve ser cuidadosamente avaliada.
Não pode ser decidida à distância.
Acesse as páginas 102 e 103 do Manual de Recomendações para o Controle da Tuberculose, no site do Ministério da saúde, para verificar como o assunto pode ser complexo.
 
Dr Paulo,
o que quer dizer uma crianca de 2 anos PPD nao reator e com cicatriz vacinal de BCG?
Att
 
A vacina BCG é aplicada na criança ao nascer (o que teve ter acontecido neste caso). A presença de cicatriz vacinal indica que houve "pega" da vacina. E a revacinação só está indicada para ser aplicada seis meses após em lactente que não apresenta cicatriz vacinal.
 
DR PAULO TENHO UMA FILHA DE 8 ANOS QUE SEMPRE TEVE PROBLEMAS RESPIRATORIOS,FAZEM 2 ANOS SEGUIDOS QUE ELA FICA ENTERNADA COM PNEUMONIA E DERRAME PLEURAL,HA CASOS NA FAMILA COMO O AVÓ DELA QUE MORREU AOS 42 ANOS COM EMBOLIA PULMONAR E ALGO MAIS.JA A LEVEI EM VARIOS MEDICOS TODOS ME DIZEM A MESMA COISA ISSO NÃO É NORMAL TER PNEUMONIAS SEGUIDAS AINDA MAIS ABRIR DERRAME O PROBLEMA É QUE NINGUEM ME DA A SOLUÇÃO,ELA FEZ ALGUNS EXAMES AGORA INCLUSIVE O PPD E O RESULTADO FOI 15MM,TERIA COMO ELA TER TIDO TUBERCULOSE SEM QUE NENHUM MEDICO DESCOBRISSE?? QUAL È O TRATAMENTO??O QUE DEVO FAZER??DESDE JA AGRADEÇO..CAROLINA
 
Olá, Carolina.
Sugiro que sua filha seja acompanhada por um pneumologista, caso já não o seja.
O diagnóstico à distância só é aplicável em situações bem restritas da medicina (imagens e métodos gráficos, por exemplo) e em serviços organizados para tanto.
A recidiva de uma pneumonia apresenta hipóteses causais diversas se acontece sempre no mesmo local do pulmão (quando se pensa em aspiração de corpo estranho, por exemplo) ou em locais diferentes.
O resultado do PPD (15 mm) é um dado importante para se pensar em tuberculose. Mas faltam ou não estão sendo informados outros exames: biópsias e estudos do líquido pleural, broncofibroscopia com coleta de material para exames bacteriológicos etc.
Um abraço.
 
Boa tarde Dr. Paulo

Tenho espondilite anquilosante e me foi recomendado fazer o ppd para montar um processo para receber um medicamento biológico e para a minha surpresa diagnosticou 15mm, no entanto o método de medição é a minha dúvida pois mediu-se toda a área vermelha e andei lendo que medisse a área endurecida...É isso mesmo? No caso de tomar o medicamento biológico qual seria o problema? Parabéns pelo seu trabalho.

 
Meu caro Magno,
É isso mesmo. Mede-se apenas o endurado que se forma na pele, em seu maior diâmetro transverso. O eritema (vermelhidão) não é medido na leitura do teste.
Onde conferir isto:
Manual de Recomendações para o Controle da Tuberculose no Brasil, páginas 40-42.
http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/manual_de_recomendacoes_tb.pdf
Fico lhe devendo alguma informação sobre: infecção tuberculosa x medicamento biológico para espondilite anquilosante.

 
Bom dia Dr. Paulo

Eu fui fazer um exame admissional onde o médico suspeito que eu estivesse com tuberculose, sendo que eu não tenho nenhum sintoma a não ser a tosse que eu considero alérgica, fiz os seguintes exames: BAAR que deu negativo e o PPD, que deu reator forte 16mm existe a possibilidade de eu estar contaminado com tuberculose ? Acredito que o BAAR é o melhor exame pra se descobrir a doença.
Pode me enviar a resposta por e-mail ?
rafaeldealmeida10@gmail.com

Desde já agradecido.
 
Boa Tarde Dr. Paulo


Tenho um bebê de seis meses, eu trabalho e tenho uma pessoa que toma conta dele, ele cuida dele na casa dela, e a uns dias foi detectado que o cunhado dela está com tuberculose, e só foi diagnosticado o problema porque ele vomitou sangue, e pelo fato do meu filho frequentar a casa dela ele teve que fazer o teste do PPD, o meu filho corre muitos riscos de ter sido infectado também?. Apesar do cunhado dela não ter tido muito contato com ele, mas frequentavam o mesmo ambiente. Porém hoje ela cuida dele na minha casa, mesmo assi estou com muito medo.
 
Hj fiz o PPD deu 18mm,estou muito preocupado,não seu o resultado do escarro,mas to muito triste e com medo...Silas
 
Respondendo a vários:
Tosse é sintoma de muitas doenças - pulmonares e não pulmonares.
PPD = reator forte em adulto significa dizer que o paciente foi infectado pelo bacilo da tuberculose, o que não é igual a dizer que esteja atualmente doente.
Quando o paciente está com expectoração há três ou mais semanas a pesquisa de BAAR deve ser repetidamente feita e a cultura para BK (técnica demorada, porém mais sensível) também incluída entre os exames solicitados.
Os resultados de exames radiológicos (radiografias simples e tomografias computadorizadas) são importantes para saber se o paciente deve prosseguir sob investigação clínica para tuberculose.
Nada substitui o atendimento presencial do médico.

 
A vacina BCG, cuja administração é obrigatória em crianças no primeiro ano de vida, protege-as das formas graves da tuberculose. Mas não de todas as formas da doença.
Na infância, os quadros clínico e radiológico diferem destes nos adultos, o PPD pode ser reator forte apenas por conta da vacina recente, a coleta de secreção respiratória para exames bacteriológicos precisa de procedimentos invasivos como a broncoscopia etc.
Usa-se, com frequência, um sistema de escore que classifica os casos em: 1) diagnóstico muito provável, 2)diagnóstico possível e 3) diagnóstico pouco provável.
 
Boa tarde ,estou com tosse há quase um mês,muito catarro,tenho febre varias vezes na semana e me sinto muito cansada,fiz o exame de PPd e o resultado foi 15 mm.o raio x deu normal e fiz o teste de escarro e o deu ausencia de BARR,não estou tomando nenhuma medicação e estou preucupada,tenho 31 anos,pode me orientar?Grata.Edna
 
É pouco provável a ocorrência de tuberculose pulmonar em paciente que apresenta a radiografia de tórax normal e DUAS pesquisas de BAAR no escarro negativas.
O PPD, quando reator forte, confirma que a pessoa foi/está infectada pelo BK e não que está doente.
Outras doenças como sinusite e bronquite também dão tosse, expectoração e febre.
A consulta a um médico é indispensável.
 
oláa doutor paulo !!

bom tenho um bebê de 1 ano e 5 meses ;depois de um tempo as pessoas começara a me falar sobre a marquinha q fika da vacina bcg e percebi q meu filho naum tinha marquinha alguma e quando vacinaram ele na maternidade naum percebi marca e nem inflamou..depois mostrei ao pediatra em que levo eli e eli me pediu o exame ppd ..mais estava pesquisanduh aki no google como é realizado esse teste e fikei com muito medo há algum risco com a aplicação em crianças doutor ???
se naum fikou marca ker dizer q a bcg naum pegou??

po favor doutor me de uma resposta para q eu fikee trankila para realizar este exame !! OBRIGADA !!carolina
 
Minha prezada Carolina,
A ausência da cicatriz vacinal significa que não houve a "pega" da vacina. Nesses casos, recomenda-se a repetição da vacinação BCG.
Contudo, é melhor aguardar o resultado do PPD (exame que não oferece risco) para decidir se a conduta deverá ser essa.
 
obrigada doutor fikei mais tranquila hoje ele realizara o exame !!obrigada!!carolina
 
O PPD DA MINHA FILHA DEU 15 ELA EM2011 TEVE TB GANGLIONAR SERA QUE ELA ESTA COM ESTA DOENÇA DE NOVO
 
A tuberculose é uma doença que pode recidivar. mas, para se levantar a suspeita de recidiva, é preciso que a pessoa apresente sintomas gerais (emagrecimento, febre, astenia etc) ou locais. No caso: crescimento de gânglios e formação de fístulas, os quais devem ser biopsiados ou ter a secreção colhida para a microbiologia. O diagnóstico não se baseia, portanto, apenas na situação de reator forte ao PPD.
Indispensável a consulta a um médico.
 
Boa noite. Dr. Realizei o teste de PPD para fins admissionais em uma empresa. Não tive reação nenhuma em meu braço, não ficou nada endurecido nem vermelho, o médico disse que meu teste havia dado negativo. Preciso tomar a vacina BCG? Tenho muito risco de contrair a doença? Desde já agradeço pela atenção.
 
Não precisa tomar BGG.
Esta vacina antituberculose é obrigatoriamente indicada para recém-nascidos e prioritariamente indicada para as crianças com idade abaixo de 4 anos.
 
Olá DR. Paulo.
a dois meses atrás perdi meu marido devido a tuberculose e câncer, comecei a ficar muito doente e fiz vários exames para saber do que se tratava a febre de 1 mês , os glanglios linfáticos inchados , e outros tipos de sintomas , realize o exame de epstein Baar,.e deu reagente de 1592 , nesse 1 mês tomei vários medicamentos e tive reação alérgica ,.tomei peninculina porcentagem da garganta que esta com pus mesmo assim pedi para realizar a aplicação do ppd, mais a bolinha sumiu e sinto somente coceira na região, pode ter dado.errado o exame ?
 
Preazada Amy,
Se o que você chama de "bolinha" é a área cutânea endurecida pelo PPD, esta alteração desaparece em questão de não muitos dias. É por isso que a leitura do teste é feita 3 dias após.
 
bom dia Dr.Paulo.me chamo Pedro Ribeiro,fiz exame de ppd e deu reator forte 15mm,porém não tenho sintomas de tuberculose,mas mesmo assim minha medica orientou eu tomar 300mg de isoniazida por 6 meses por eu ser portador de hiv.ta correto?.abraços.pedro.
 
A conduta de sua médica está correta. O portador de HIV/AIDS tem risco maior de adoecimento por tuberculose. Nesta condição, é reator ao PPD a partir de 5 mmm e deve se submeter à quimioprofilaxia pela isoniazida por 6 meses.
 
Boa noite Dr Paulo! Em janeiro do ano passado adoeci, tinha febre diariamente de tardezinha, suava muito durante a noite ao ponto de trocar o pijama, muita tosse, mas quase sem catarro, fiz teste PPD com resultado 11 mm, não consegui fazer o de escarro ( tenho muita dificuldade com isso) o pneumologista me tratou por 6 meses com isoniazida e só, isso não seria pouco já que apresentei todos os sintomas???
 
Os sintomas informados, apesar de frequentes na tuberculose, podem ter sido causados por outra enfermidade.
A confirmação de um caso de tuberculose exige a identificação do bacilo em exame de escarro ou a presença do granuloma caseoso em algum tecido biopsiado.
Quando o risco de adoecimento por tuberculose é alto, mas o paciente não está doente (apenas se mostra reator ao PPD), o médico assistente pode utilizar-se da quimioprofilaxia pela isoniazida.
 
Bom dia

Gostaria de saber se este nódulo ira sumir depois da aplicação do PPD?
Pergunto poque estou um nódulo grande no braço apos a aplicação,a enfermeira disse que depois de alguns dias isso sumiria é verdade?
 
É verdade.
Mesmo assim sugiro não espremer e não coçar a área de reação para não infectá-la nem interferir com a reabsorção do antígeno.
 
Boa tarde.

Acabei d pegar meu resultado de PPD e deu 21 mm significa que estou doente,não tenho sintomas algum e me sinto muito bem,isso é norma???
 
PPD a partir de 10 mm significa que a pessoa foi/está infectada pelo bacilo da tuberculose (como cerca de 60 milhões de brasileiros).
Pode estar doente se estiver apresentando sintomas relacionados com a tuberculose e outros exames confirmarem a doença.
Lembro que há casos em que o reator ao PPD precisa se submeter à quimioprofilaxia, mas para a adoção dessa conduta é indispensável uma consulta presencial.
 
Boa tarde.

Estive com pneumonia bilateral ha 2 semanas, fiquei internado por 10 dias e o medico que cuidou de mim suspeitou que eu poderia estar com tuberculose depois de analisar meu raio x e tomografia do pulmao, entao ele pediu que eu fizesse a broncoscopia e enquanto o resultado nao ficava pronto ele disse que era p eu ir tomando o remedio para tuberculose. Tomei por uma semana e quando o resultado saiu nao foi exato, nao deu nem positivo nem negativo, entao procurei outros medicos e todos disseram que pelo meu raio x e tomografia eu nao podeia ter tuberculose, mas mesmo assim fiz o ppd (apos 1 semana de ter parado com o remedio da tuberculose) e ele deu 10mm, entao eu gostaria de saber se posso estar infectado e se o remedio que tomei pode ter interfirido no ppd.
PS: nunca apresentei sintomas de TB, somente de pneumonia enquanto estive internado.
 
Fiz uma pergunta falando sobre pneumonia e esqueci de dizer que nunca tive catarro durante todo esse tempo para fazer o exame de escarro
 
A presença de escarro, ainda mais se este for abundante, permite fazer o diagnóstico de tuberculose pulmonar a partir das pesquisas de BAAR que tenderão a ser positivas.
Sendo um método simples, barato, rápido e não invasivo os exames de escarro podem/devem ser feitos diversas vezes, se a suspeita de tuberculose pulmonar é significativa.
Faz-se o diagnóstico com duas pesquisas de BAAR positivas no escarro ou com uma pesquisa positiva quando o paciente tem uma radiografia de tórax sugestiva da doença.
PPD = 10 mmm não é suficiente para firmar o diagnóstico.
Para um paciente que se submete a uma broncoscopia é rotina a solicitação de uma CULTURA PARA BK. Este exame é de alta sensibilidade para o diagnóstico, embora leve de 30 a 45 dias para sair o resultado.
A tuberculose, pode imitar uma pneumonia, diferenciando-se desta pela evolução mais lenta.
 
Obrigado pela resposta
 
Ola tenho tb e estou no tratamento ai o medico pediu a baar cultura e o raio x do torax. So que o baar cultura fiz a 2mes e peguei hj deu negativo e o raio x fiz semana passada deu o resultado colapso anterior t8 . Infiltradado heterogeneo na regiao apico-infra-claviculares
Seios costo frenicos livre .
Imagem cardiaca normal
Hd.
O quadro radiologico sugre pneupatis inflamatoria especifica o q pode ser?
Sendo q o baar cultura deu negativo e o raio x essas coisa?
 
O tratamento da tuberculose em geral dura 6 meses.
Durante o tratamento, o paciente deve ser acompanhado através de pesquisas de BAAR nos escarros, mensalmente.
Em geral, ele fica com as pesquisas negativas nos primeiros 4 meses.
Tal acontecendo, e estando o paciente sem sintomas, ele receberá a alta por cura, ao completar os 6 meses de tratamento.
Alterações radiológicas pulmonares poderão persistir como sequelas da doença.
Mas caberá ao profissional que assiste o paciente confirmar se é isso o que está acontecendo.
 
Obg
Soh q ja estou no 5mes de tratamento.
E deu negativo intao deve ser sequelas
 
Ola meu nome é suelen,tenho uma filha de 1 ano e 4 meses ela tomou a bcg ao nascer porem nao apresentou a marquinha levei na pediatra e a msm pediu pra fazer o ppd q deu nao reator porem queria saber se sera necessario revacinar...aguardo resp.
 
A vacina BCG deve ser aplicada na criança após o nascimento. Caso não resulte cicatriz, diz-se que não houve "pega", e a criança deve ser revacinada 6 meses após.
Nestas condições: sem "pega" e sem reação ao PPD, acho aconselhável revacinar a criança.
Lembrar que o BCG é obrigatório no 1º. ano de vida e prioritário na faixa etária de 1 a 4 anos.
Contudo, o parecer final deverá caber ao pediatra que acompanha a criança.
 
Boa noite Dr. Fiz Us da tireoide e apareceu um linfonodo de 3.3x0.7 cm. Ai fiz o Ppd apresentando 15mm reator forte. Não apresento e nunca tive tuberculose nem contato com doente. Devo procurar um infectologista e fazer profilaxia? Estando assim minha esposa em contato comigo pode se tornar reatora forte também?
 
A quimioprofilaxia secundária da tuberculose em paciente reator forte só está indicada em situações especiais (silicose, diabetes, neoplasias de cabeça e pescoço etc).
Uma lesão visualizada à US (linfonodo ou nódulo tiroidiano?) pode necessitar de biópsia para esclarecimento diagnóstico. Pergunte a seu médico assistente para saber se é o seu caso.
Não existe a menor possibilidade de um contato se tornar reator forte a partir de um contatante que não esteja eliminando bacilos tuberculosos em suas secreções respiratórias.
 
A US indicou Linfonodo alongado, contornos regulares medindo 3.3 x 0.7cm no nível IV esquerda. O médico ortomolecular passou além do Ppd ,US da cervical e RX face e procurar um infectologista. Fiz US da torax em maio não deu nada. Meus exames de sangue deram normais. Estou c medo pois iria iniciar ortomolecular e o mesmo disse q o infectologista provavelmente iria fazer quimioprofilaxia. Tenho 30 anos de idade.
 
Diagnóstico de patologia em linfonodo costuma necessitar de biópsia.
US que não deu nada: de tórax???
Em minha especialidade (pneumologia) não tenho referenciado pacientes para a medicina ortomolecular.
Ouça a opinião do infectologista.
 
Ola Gostaria de tirar uma dúvida, uma mês atras meu pai foi internado escatarando sangue foi constatado tuberculose 15 dias depois veio a falecer, minha mãe e meu irmão fizerrão os exames e constatou 16mm (avançado) gostaria de saber se com seis meses de tratamento tem cura pois eles não tem os sintomas aguardo resposta
 
O índice de cura dos pacientes tuberculosos que completam o esquema RHZE (básico) é muito alto, supera os 90 cento. Para aqueles que não curam há ainda o esquema de falência cuja eficácia é menor e, em casos selecionados, a cirurgia.
 
Olá Dr. Paulo! Me tire uma dúvida por favor, passei na seleção para trabalhar em um hospital na área de manutenção elétrica. Mas tive que fazer o teste de PPD, na leitura do teste deu 20mm. Devido a esse tamanho de 20mm eu corro o risco de não ser mais contratado?

Grato,

Eliécio
 
Se você não apresenta sintomas e sua radiografia de tórax é normal não vejo razão para você não ser admitido no emprego.
 
Olá Dr.Espero que possa me ajudar pois estou muito aflita. Fui diagnosticada e estou sendo tratada há 15 dias. Estou em isolamento usando máscara de barreira pois estava bacilífera 4+. Depois de quanto tempo posso deixar de usar máscara. Tenho uma filha de 3 anos que mora comigo. Ela e meu marido tem rx torax normal e ppd nao reator. No entanto, minha mãe teve imagem no raio x de opacidades reticulares sugerindo cicatriz em lobo superior direito mas teve ppd nao reator. Ela Pode estar doente? Estou com medo pois ela cuidou de minha filha nestes 15 dias iniciais do meu tratamento. Como ela pode ter uma cicatriz se o ppd deu nao reator???
Aguardo resposta ansiosamente. Obrigada.
Milla
 
Em geral e havendo melhora clínica, considera-se que o período de transmissibilidade da tuberculose pulmonar é de quinze dias, a contar do início do tratamento. Contudo, o tempo de uso da máscara deve ser confirmado pelos profissionais que acompanham o caso.
Estando corretos os exames, contatantes não reatores e com radiografias normais não devem estar doentes.
É comum uma pessoa (idosa, principalmente) apresentar lesões residuais de tuberculose e ser não reatora ao PPD. Se não tiver sintomas não deve estar com a doença.
 
Obrigada Dr. Paulo. Estamos aguardando a consulta com o pneumologista que vai me acompanhar. Refiz a baciloscopia e deu negativa. Estou confiante. Att.Milla.
 
Oi Dr. Paulo, Boa Noite. Gostaria de algumas informações: Minha tia que eu tenho contato todos os dias foi diagnosticada com tuberculose e já inciciou o tratamento. Meus exames: BAAR (negativo) RX sem alteração, o PPD foi de 13mm. Fui orientada no Posto de Saúde (o mesmo que acompanha o tratamento da minha tia) a tomar Isoniazida 100mg (3 comprimidos pela manhã) por seis meses. Comecei a tomar hoje, preciso realmente tomar? É necessário que seja por seis meses. Não apresento qualquer sintoma de Tuberculose, tenho 32 anos. Por favor se puder enviar uma resposta para: ranielego@gmail.com
 
Há situações especiais (silicose, diabetes, insuficiência renal, tabagismo etc.) em que se indica a quimioprofilaxia pela isoniazida a um paciente adulto, reator forte ao PPD e com radiografia de tórax normal.
Pode ter sido o seu caso.
O período mínimo de quimioprofilaxia é seis meses.
 
Olá, Dr. Paulo. Minha filha de 3 anos esteve internada com pneumonia, porém, sem tosse. tomou antibióticos durante um mês e melhorou. A pneumologista, no entanto, pediu um PPD dizendo que este teste também ajuda a diagnosticar doenças fúngicas ( ela suspeita de fungos das fezes de pombos, que têm muito nas redondezas da minha casa). Minha filha está usando seretide e cetotifeno devido a um TEP que ela percebeu na auscuta. O corticoide presente no seretide não alteraria o resultado do PPD? E PPD serve realmente como teste p/ doenças fúngicas?
Aguardo sua resposta. Desde já, obrigada.

 
O PPD é indicado especificamente para o diagnóstico da infecção tuberculosa.
Existem outras reações intradérmicas para a investigação de micoses sistêmicas (paracoccidiodomicose, candidíase, histoplasmose, criptococose etc), mas estes exames usam os respectivos antígenos fúngicos.
TEP???
Não creio que o corticóide, sendo ministrado de forma inalatória, interfira com o resultado do PPD.
 
Guimaraes Dr minha filha esta com as glândulas alteradas teve febre dois dias meu PPD deu reator forte minha esposa negativo minha filha negativo e minha sogra positivo porém meu RX,da minha esposa e da minha filha deram normais, ressaltando que somente minha filha teve febre me de uma palavra de ajuda estou muito preocupado
 
Apenas um profissional que atenda diretamente a sua filha, tomando a história clínica em todos os detalhes, examinando-a (do ponto de vista físico) e recorrendo a exames complementares, poderá diagnosticar o que causou/está causando a febre e "as glândulas alteradas" na criança.
Adultos com radiografias de tórax normal, salvo raríssimos casos, não devem estar com tuberculose pulmonar.
Reação forte ao PPD indica infecção tuberculosa prévia, mas não doença atual. O que confirma a tuberculose pulmonar são os exames feitos em amostras de escarros (baciloscopias e cultura).
Dr. Paulo Gurgel
 
Dr Paulo agradeço pelo esclarecimento, só tenho mais uma pergunta:após fazer PPD fiquei com uma bolha dágua passo algum remédio ou espero estourar?desde já obrigado e boas festas
 
Formação de vesículas ou ulceração podem ocorrer no local da pele em que o PPD foi aplicado.
Involuem e não há necessidade de aplicar medicamentos.

 
Dr. Paulo, acabei de fazer o exame de PPD só que o nódulo em menos de 3 horas sumiu. Estou fazendo um tratamento para espondilite arquilosante, mais ou menos isso, sempre simplifico e digo que é artrite, e estou tomando um remédio chamado tecnomet, devo me preocupar ou é uma reação normal pelo tratamento que faço? Gera um pouco de preocupação por relacionarem com o vírus de HIV. Agradeço a atenção!
 
Não se interpreta a reação inicial da pele ao antígeno injetado.
Interessa saber o tamanho da pápula 72 horas após. Quanto mediu?
 
Dr Paulo, Meu nome é Elisabeth Gomes, tenho 67 anos e tive a trinta anos atras derrame pleural. Apresento doença de Graves e necessitarei utilizar doses terapeuticas com iodo131. Devido a oftalmopatia de Grave, necessito utilizar 0,5mg de prednissona durante 30 dias. Realizei PPD que foi forte reator 10mm e RX de torax - Tenues traves densas de aspecto fibrotelectasicos na base pulmonar esquerda. Aguardo o resultado TC e o dia da consulta com o pneumologista. Gostaria de saber quais os cuidados de contagio que teerei que ter, ja que eu cuido do meu neto, inclusive dormindo no mesmo quarto?
 
A doença de base que apresenta não é considerada predisponente para a tuberculose.
A dose de prednisona que utiliza não é supressora da imunidade.
O PPD e a descrição da RX de tórax podem ser compatíveis com uma sequela de tuberculose, mas deve aguardar o resultado da TC de tórax e, principalmente, OUVIR A OPINIÃO DE SEU PNEUMOLOGISTA.
Um adulto transmite tuberculose para uma criança ao tossir, falar e espirrar, mas para que isso aconteça é preciso que esteja na situação de bacilífera (eliminadora de bacilos pelo escarro).
 
Passei em um concurso e tive de tomar uma antitetânica no dia que injetaram o ppd, 72 horas depois a medida deu 14 mm, mas no raio x de torax Pa e perfil, também para o concurso deu tudo normal, e eu pratico atividade física, eu estou tuberculoso ou eu já tive contato com a doença ?
 
Se as suas radiografias de tórax normais, e você não apresenta sintomas gerais e/ou pulmonares, certamente não está com tuberculose (pulmonar). Quanto a um contato anterior com pessoa tuberculosa, a situação de reator forte ao PPD sugere que sim.
 
Olá,

Fiz o teste de PPD e retornei 3 dias depois para avaliação. O local estava inalterado. Porém após outros 3 dias, ou seja, 6 dias do teste a área encontrava-se avermelhada e com um entumescimento (pápula). Permaneceu assim por mais 6 dias. Naõ sei como interpretar este sintoma. Vocês podem me ajudar?
Obrigada


 
O teste é padronizado para uma leitura 72 horas após a injeção do PPD.
Isso é o que interessa.
O granuloma (que é a lesão básica da doença) leva de 21 a 28 dias para se formar.
 
Dr. Paulo Gurgel,

Obrigada pela explicação tão rápida e clara. Me aliviou muitíssimo.
 
Doutor tive 2 vezes tb e tratei sempre q eu faço raiox para uma empresa da inapto o q eu faço
 
Uma pessoa tratada de tuberculose pulmonar pode apresentar, após a cura clínica, lesões residuais pulmonares que costumam ser definitivas.
Para saber se essas lesões trazem alguma limitação física ao portador há necessidade de consulta médica presencial e de exames especializados (TC de tórax, espirometria etc.).
 
Dr paulo tive b pulmonar durante a gravidez e fiz o tratamento durante seis mesez,agora ja se passou sete meses e estou sentindo dores no peito e falta de ar e tambem fico tussindo de vez em quando posso ter desenvolvido novamente a tuberculose por favor me responda obrigado.
 
Boa tarde Dr. Paulo
Tenho uma filhinhas Que tomou BCG ao nascer,agora ela esta com 7 meses e apresentou uma cicatriz bem discreta menos de 1 milímetro. eu mostrei pra pediatra dela que mandou fazer um exame PPD.Bom hoje saiu o resultado que foi = não reator. Minha pergunta é. Ela vai ter que ser vacinada novamente da BCG?? desde já muito obrigada. Débora Leite
 
A recidiva de um caso de tuberculose pulmonar precisa ser confirmada em exames de escarro (diretos e cultura) ou, ainda, através de exames radiológicos que mostrem novas lesões.
 
A presença de uma cicatriz relacionada com o BCG (apesar de pequena) mostra-se conflitante com o resultado do PPD (não reator).
Qual é a opinião do pediatra?
 
Boa noite Dr. Paulo
A pediatra achou a cicatriz muito pequena, por isso o pedido do exame para confirmação,ela achou que não teve a pega.
 
Concordo.
 
Olá dr. Tenho uma filha de seis meses e minha mãe está com suspeita de tuberculose. Ela cuida da minha filha todos os dias e estou muito preocupada!
Minha filha está com um quadro típico de resfriado, tosse e nariz escorrendo. Será que ela pegou tuberculose? Como devo agir?
 
Minha cara,
Em primeiro lugar, é preciso diagnosticar se a sua mãe (avó da criança) está realmente com tuberculose.
Em seguida, saber se ela é bacilífera, que é quando a pessoa elimina bacilos da tuberculose por secreções respiratórias. Isto se confirma através de exames baciloscópicos seriados do escarro.
Quanto à coriza, não é sintoma de tuberculose.
 
Olá Dr Paulo, fiz o teste de PPD, depois de umas 5 horas o inchaço sumiu totalmente e agora fazem 24 horas e estou aguardando as 72 horas para a medição. Pelo que andei lendo costuma-se interpretar o resultado do ppd se der negativo à uma certa probabilidade de ter HIV. Então qual a porcentagem (se é que existe) de a pessoa ter HIV com o PPD sendo negativo? Estou muito preocupado.
 
A leitura do teste deve ser feita por um profissional capacitado somente 72 horas após a injeção do PPD .
O diagnóstico de HIV/AIDS não é feito por ilações com o resultado do PPD. Necessita da realização de exame sorológico (sangue) em paciente que tenha comportamento de risco para a doença.
 
Acho que o Senhor nao respondeu minha pergunta, tudo que o senhor colocou acima eu já sei. "Eu gostaria que o Senhor fizesse um breve comentário sobre a incidência do PPD negativo co-relacionado com HIV/AIDS." Obrigado.
 
Algumas circunstâncias podem interferir no resultado da prova tuberculínica (PPD) como, por exemplo, desnutrição, AIDS, sarcoidose, neoplasias, tratamento com corticosteroide e outras drogas imunossupressoras.
Todos os indivíduos infectados pelo HIV devem ser submetidos ao teste tuberculínico. Nesses casos, considera-se reator forte aquele que apresenta um endurecimento de 5 mm ou mais e não reator aquele com endurecimento entre 0 e 4 mm.
Para pacientes não reatores, e em uso de terapia anti-retroviral, recomenda-se repetir o teste seis meses após o início da terapia, devido à possibilidade de restauração da resposta tuberculínica.
 
Olá Dr. Há dois anos atras tive derrame pleural a direita, tomei um medicamento do qual a agua da pleura secou e nao foi preciso fazer nenhum tipo de pulsao ou drenagem. Apos esses 2 anos fiquei gravida meu bebe nasceu e logo em seguida eu as dores voltaram fiz alguns rx e tomografias computadorizadas dendo diagnosticado pneumonia. Fiz uso para trata-lo mas ainda sim as dores pesistem. Retornei ao pneumologista e ele me indicou fazer alguns exames um dele foi a reacao de mantux onde a pele ficou um pouco avermelhada e endurecida so que eu nao estou consegindo fazer a medicao por favor teria como me auxiliar? obrigada!!! Emily lima
 
É habitual se fazer uma punção-biópsia em derrame pleural, salvo se o profissional dispõe de uma evidência clínica muito forte do que está causando o derrame pleural.
O derrame pleural quando pneumônico pode ser tratado com droga única, mais drenagem pleural (nem sempre); quando tuberculoso, requer o uso de quatro drogas.
Exames radiográficos e tomográficos, além de laudados, necessitam ser vistos pelo profissional que examinou o paciente.
E muitos outros exames podem ser progressivamente requisitados até que se tenham o diagnóstico - sem o qual o tratamento pode ser inadequado.
Nada substitui o médico presencial.
 
Boa tarde Dr. Paulo,
Meu irmão foi diagnosticado com Tb, esta em tratamento, esta tudo bem, porem todos aqui na minha casa fizemos o teste PPD, os resultados variaram de 3mm a 1 cm, no meu caso deu 5,5 mm , meu pai e irmão mais novo 1 cm.Fizemos o raio x deu normal, sem problemas, porem o municipio aqui esta exigindo que eu, meu irmao e meu pai temos que tomar o medicamento por 6 meses para evitar a doença, tendo em vista que somos reagentes, não temos nenhum sintoma. Isto é correto? Desde já obrigada,
Andreia
 
A conduta está correta nos três casos.
Contatos adultos de tuberculose pulmonar que não apresentem sintomas e/ou RX tórax com imagens sugestivas da doença, e cuja prova tuberculínica (PPD) seja = ou > 5 mm, deve se submeter ao tratamento de uma infecção latente pelo bacilo da tuberculose (quimioprofilaxia pela isoniazida) por 6 meses.
 
Dr Paulo meu médico suspeitou de tuberculose por eu ter febre baixa ao entardecer , emagrecimento , sudorese, dores musculares ... Não tava sentido nem tosse e nem catarro porém ontem fiz o teste de mantoux e comecei hoje a tossir , sentir meu pulmão doendo e um pouco de catarro isso pode significar que realmente tou com tuberculose ou é uma reação esperada ao fazer o teste . Aguardo seu retorno, obrigada.
Caroline
 
Tosse, expectoração e dor torácica podem fazer parte do quadro clínico juntamente com os sintomas iniciais. Em nenhuma hipótese devem ser atribuídos ao teste tuberculínico.
Para o diagnóstico de tuberculose pulmonar há necessidade de baciloscopias do escarro, lembrando ainda que, se estas forem negativas, poderá o médico assistente solicitar uma cultura para BK.
Além disso, há outros exames que auxiliam no diagnóstico diferencial entre a tuberculose e outras doenças, tais como RX de tórax, tomografia e broncoscopia.

 
tenho doença de crohn isto é doença gastrointestinal crônica meu sistema imunológico é muito baixo fiz todos os tipos de exames até de hiv deu negativo...meu leucograma esta um pouco alto ...bom minha dúvida fiz o ppd deu 6mm reator fraco queria tomar adalimumab como faço para esse ex: de ppd ficar normal e qual tratamento pois a adalimumab para quem tem doença de crohn é de suma importância e devido a esgta doença gastrointestinal também sofro de artrite..mais um motivo para tomar o adalimumab(humira) CADA AMPOLA CUSTA 10 MIL REAIS E TENHO QUE TOMAR 2 AMPOLAS A CADA 14 DIAS MAIS PO CAUSA DO EXAME DE PPD DEU 6MM NÃO POSSO TOMAR A HUMIRA O QUE FAÇO DOUTOR PARA TOMA-LA FUTURAMENTE POIS NAO QUERIA TOMAR OUTRO MEDICAMENTE COMO O MESACOL...O ADALIMIMAB COMO EU DISSE ÉO REMEDIO MAIS NOVO E EFICAZ PARA QUEM É PORTADOR DA DOENÇA DE CROHN ME AJUDA DOUTOR...TENHO COMO MEDICO UM DOS MELHORES DO ESTADO MAIS QUERIA UMA CONTRA OPINIÃO POSSO TOMAAR SE PASSAR DE REATOR FRACO PARA NORMAL E MAIS SE MEUS PULMÕES ESTÃO INTEGROS ONDE ESTÃO OS BENDITOS BASCILOS DA DOENÇA POIS IREI DESCOBRI-LOS CUSTE O QUE CUSTAR E ATACA-LOS PARA RESOLVER ESSE PROBLEMA!OBRIGADO DOUTOR
 
Não tenho experiência pessoal no manuseio de pacientes que usam ou necessitam de usar o adalimumab (Humira).
Envio-lhe o link (http://www.accessdata.fda.gov/drugsatfda_docs/label/2011/125057s0276lbl.pdf ) em que você pode acessar uma orientação da FDA (em inglês).
Nas páginas 7 e 8, lê-se que a quimioprofilaxia antituberculose pode ser instituída antes do uso do adalimumab em pacientes que sejam reatores ao PPD (5mm ou >) ou que, sendo não reatores, apresentem algum fator de risco para a tuberculose. Além disso, depois da quimioprofilaxia, o paciente deve ser cuidadosamente monitorado para o adoecimento por tuberculose enquanto usar o adalimumab.

 
ola meu filho teve contato com minha mae com TB,fiz o ppd nele deu reator forte sendo que o raio x nao deu nada ele nao tem nenhum sintoma oq devo fazer ele deve tomar a medicação mesmo nao estando com sintomas? muito grata si puder responder neleus86@ig.com.br
 
Se a criança não tem sintomas e a radiografia de tórax dela foi normal, é improvável que esteja doente de tuberculose.
No entanto, é possível que esteja na condição de infectada.
Se vai precisar de alguma medicação preventiva, algumas dúvidas precisam antes ser esclarecidas:
- a pessoa adulta foi caso confirmado de tuberculose pulmonar (com positividade em exames de escarro)?
- a criança foi vacinada com o BCG, há quanto tempo e tem que idade?
- o PPD deu exatamente quanto?
 
Dr Estava pesquisando sobre a tuberculose e adorei o seu blog, quando fui ver de onde o sr era vi que é de Fortaleza, por coincidência meu namorado estar com suspeita de tuberculose e o medico encaminhou pro pneumologista e quando o vi nome e o mesmo seu, não sei se é o mesmo mais se for graças a Deus, pois estou muito preocupada pois e resultado do exame de escarro e o rx sai na proxima semana, e só consegui consulta pro dia 14/08/2014, ele estar tomando antibiotico que o clinico passou desde do dia 22/07 até 01/08, queri muito sua orientação caso os exames derem positivos posso esperar pra consulta só dia 14/07 ou tenho que procurar urgente outro atendimento.
 
Postar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?