23 março, 2018

A parábola da borboleta


Certa vez um homem encontrou uma borboleta que estava começando a sair de seu casulo. Ele se sentou e observou a borboleta por algum tempo, enquanto ela lutava para sair através de um pequeno buraco. Então, de repente, a borboleta parou de fazer força e parecia que estava presa.
Diante disso, o homem decidiu ajudar a borboleta a sair. Ele pegou uma tesoura e alargou o buraco do casulo. A borboleta então emergiu facilmente, embora tivesse o corpo inchado e as asas pequenas e murchas.
O homem se sentou novamente, esperando que aquelas as asas se ampliassem para a borboleta poder voar. No entanto, isso não aconteceu. E a borboleta passou o resto de sua vida incapaz de voar, rastejando com suas pequenas asas e um corpo inchado.
Apesar do coração obsequioso do homem, ele não entendia que o casulo restritivo e o esforço que a borboleta empreendia para sair através de um pequeno buraco eram o modo de forçar o fluido do corpo da borboleta a ir para suas asas a fim de que ela pudesse voar, assim que estivesse fora do casulo.

http://www.tudoporemail.com.br/content.aspx?emailid=10404, reescrito.

Nenhum comentário: