06 fevereiro, 2014

Tratamento para soluços

A poucos sintomas, além destes, ofertam-se tantos tratamentos. Efetivos? Nem sempre. A bem dizer: em se tratando de soluços, abundância terapêutica equivale a penúria.
Dentre as manobras caseiras para o tratamento dos soluços, destacam-se:
- engulir uma porção de açúcar cristal (uma colher de chá), miolo de pão ou gelo moído;
- chupar uma fatia de limão;
- respirar repetidamente dentro de um saco de papel; O ÚNICO MÉTODO VALIDADO NO BLOG ENTREMENTES
- fazer gargarejos com água;
- puxar a língua para provocar reações de vômito;
- coçar o céu da boca com um cotonete de algodão;
- suspender a úvula (campainha da garganta) com uma colher de chá;
- erguer os joelhos até o peito e inclinar-se sobre eles.
Isto afora os recursos que já existem no arsenal médico para o tratamento dos singultos (como chamamos os soluços) mais obstinados. A descrição destas medidas heroicas fica para outra oportunidade.


Necrológio
Vamos sentir muita falta (incluam-me fora disso) do Dr. Francis M. Fesmire (foto), que faleceu na sexta-feira passada (30). Ele, que foi um dos vencedores do Prêmio Ig Nobel de Medicina, em 2006, com o seu estudo médico Termination of Intractable Hiccups with Digital Rectal Massage (Interrupção de soluços incuráveis com massagem retal digital), e que foi também, em 2008, agraciado com o prêmio Herói de Medicina de Emergência, do American College of Emergency Physicians. Dr. Fesmire gostava de comparecer nas solenidades de premiação do Ig Nobel, desde o ano em que ele ganhou o seu galardão. Ah, o bom e não tão velho Dr. Fesmire, com a sua mão enluvada e o caridoso estoque de gel KY, sempre se oferecendo para aplicar a sua técnica, gratuitamente, a qualquer membro da platéia que estivesse em necessidade!

Arquivo
Uma solução à texana para soluços

Nenhum comentário: