31 outubro, 2018

Dos sonhos

"Tudo vem dos sonhos. Primeiro sonhamos, depois fazemos." ~ Monteiro Lobato

Kekulé e a estrutura molecular do benzeno
O químico alemão August Kekulé (1829-1896), durante uma noite do ano de 1865, após uma década pesquisando as ligações dos átomos de carbono, adormeceu defronte à lareira sonhando com uma cobra que mordia o próprio rabo, a Ouroboros. Essa visão onírica serviu-lhe de inspiração para o entendimento da estrutura molecular do hidrocarboneto benzeno.
http://blogdopg.blogspot.com.br/2017/01/cobra-e-macacos-em-quimica-organica.html

Mitsugi Ohno e a garrafa de Klein
Após vários dias tentando, construir a garrafa de Klein com uma única abertura, Mitsugi afirmou que o objeto seria impossível de fabricar em vidro. Mas, algum tempo depois, a solução do problema revelou-se a ele num sonho, e Mitsugi foi ao laboratório para soprar o vidro e fabricá-la. Essa foi a mais complexa obra de Mitsugi ao longo de sua carreira como soprador de vidro.

Watson e o modelo do código genético
James D. Watson, que apresentou o modelo da estrutura do código genético em 1953, juntamente com Francis Crick, teve a ideia do formato de dupla hélice do DNA depois de um sonho. Durante o episódio, Watson visualizou duas serpentes entrelaçadas e com as cabeças voltadas para lados opostos, embora existam boatos que afirmem que, na verdade, o cientista sonhou com uma escadaria dupla, e não com répteis.
http://blogdopg.blogspot.com/2018/09/uma-medalha-no-leilao.html

Mendeleiev e a tabela periódica
Reza a lenda que, durante um cochilo, Mendeleiev sonhou com a tabela periódica e logo ao acordar passou tudo para o papel. O próprio Mendeleiev lidava com esse boato com ironia. "Fiquei pensando na tabela por cerca de 20 anos e vocês dizem: 'sentou-se e, de repente, está pronto'", disse certa vez.
http://blogdopg.blogspot.com.br/2016/05/fatos-curiosos-ou-nao-sobre-mendeleiev.html

Ramanujan e a fórmula exótica
O autodidata matemático indiano Srinivasa Ramanujan disse que sua fórmula veio a ele em um sonho.
http://blogdopg.blogspot.com/2018/06/o-homem-que-sonhou-o-infinito.html

Loewi e a transmissão dos impulsos nervosos
1921 - Na manhã do domingo de Páscoa, o farmacêutico alemão Otto Loewi (1873-1961) acordou com a lembrança de que tivera um importante sonho durante a noite. Um sonho que foi interrompido para ele fazer algumas anotações. Mas, quando tentou recuperá-las, a redação estava irremediavelmente ilegível. Depois de tentar recordar o sonho o dia todo, ele se deitou na noite seguinte e, por fim, o sonho voltou. O sonho era uma maneira de determinar se as transmissões entre as células nervosas eram químicas ou não. Ele, imediatamente, saiu da cama e foi para seu laboratório. Com um único experimento no coração de um sapo, ele confirmou sua própria tese de dezessete anos antes, a de que a transmissão dos impulsos nervosos era de fato um processo químico.
http://blogdopg.blogspot.com/2018/08/a-transmissao-dos-impulsos-nervosos.html

Nenhum comentário: