01 junho, 2017

O pica-pau não tem dor de cabeça, mas...

Em 2015, Harold Greeney deixou uma câmera gravando a movimentação em um ninho de rolas que ele encontrou no meio de cactos no deserto de Sonora. Como ornitólogo, Greeney estuda a vida amorosa dos pássaros.
Mas...
O que aconteceu em seguida pode aborrecê-lo (e, se você for sensível à violência, pode querer parar de ler o presente artigo aqui).
Antes que os pintainhos percebam que há um inimigo no portão, um pica-pau metido a zumbi, ele começou a picar... seus crânios. A cabeça do pica-pau, aliás, o corpo inteiro do pica-pau se move como um martelo pneumático, para cima e para baixo, para cima e para baixo, perfurando os crânios com uma força de 1.000 G. Logo os crânios de ambos os pintainhos foram abertos como cocos. Neste momento, o pica-pau começa a extrair os cérebros de suas vítimas com a língua longa e pegajosa.
Greeney acha que isso acontece com mais freqüência do que tem sido documentado.
(http://www.improbable.com/2017/01/04/woodpeckers-dont-get-headaches-they-give-them/)
Aqui está o vídeo:



Em minha experiência, se você quiser encontrar um comportamento muito perturbador dentro do reino animal, dirija-se às aves. ~ Yonatan Zunger

3 comentários:

Benedito Ap. da Silva (Benê) disse...

Nossa, que coisa muito feia. Acho que deveriam ver direitinho a espécie e começar a caçá-los para acabar com essa raça, pois não merecem procriar, infelizmente. No meu quintal tem uns pés de bananas e sempre rolinhas fazem ninhos. Um dia apareceu uns anus não os pretos, conheço como (anus brancos), mas são amarelos e atacaram e comeram os filhotes. Desde então passei a odiar essa raça, coisa que não tinha quando morava na roça e via muitos.

Paulo Gurgel disse...

Pois é, Bené.
Inicialmente, Darwin estava convencido de que havia um projeto perfeito da natureza. Contudo, suas crenças começaram a mudar durante a sua viagem no Beagle. Para ele, a visão de uma vespa paralisando uma larva de borboleta para que esta servisse de alimento vivo para seus ovos parecia contradizer a visão de um projeto benevolente ou harmonioso da natureza.

emc emc disse...

A NATUREZA DE FATO É MUITAS VEZES CRUEL!QUANDO CRIANÇA EU MORRIA DE MEDO DO DESENHO ANIMADO "WOODPECKER".AGORA ENTENDI TUDO:DEVO TER SIDO 1 ROLINHA NA OUTRA ENCARNAÇÃO...