03 dezembro, 2015

Segredos do cérebro criativo

Alguns dos achados mais comuns em meus estudos sobre pessoas criativas sugerem que:

Muitas pessoas criativas são autodidatas. Eles gostam de ensinar-se em vez de receber informações "de mão beijada" ou de adquirir conhecimentos em contextos educativos padronizados. Notoriamente, três gênios criativos do Vale do Silício abandonaram a faculdade: Bill Gates, Steve Jobs e Mark Zuckerberg. Steve Jobs, para muitos o arquétipo do gênio criativo, popularizou o seu lema pessoal: "Pense diferente". Segundo ele, formas padronizadas de aprendizagem não são sempre úteis e podem funcionar como distrações.

Muitas pessoas criativas são polímatas. Gênios históricos, como Michelangelo, Leonardo da Vinci e outros, acumularam seus conhecimentos em muitos campos do saber. George Lucas, por exemplo, foi premiado não só com a Medalha Nacional das Artes, em 2012, mas também com a Medalha Nacional de Tecnologia em 2004. Os interesses de Lucas incluem antropologia, história, sociologia, neurociência, tecnologia digital, arquitetura e design de interiores.

Nancy C. Andreasen, neurocientista
In: Secrets of the Creative Brain

Nenhum comentário: