06 novembro, 2008

Equacionando a Lei de Murphy

É o nosso senso de impotência diante de muitas situações da vida real que tem tornado a Lei de Murphy tão popular. E já houve uma pessoa que a viu sob a forma de uma equação matemática que pode prever as chances de os processos falharem.
O caso de Joel Pel, engenheiro biológico da University of British Columbia, que criou uma fórmula que prevê a ocorrência da Lei de Murphy:


A fórmula acima emprega uma constante igual a um, um fator inconstante e algumas variáveis. Nesta fórmula, constam ainda a importância do evento (I), a complexidade do sistema envolvido (C), a urgência da necessidade de o sistema funcionar (U) e a frequência com que o sistema é usado (F).
Em um ensaio escrito para a revista Science Creative Quarterly, Pel usou-a para prever a ocorrência da Lei de Murphy quando um motorista precisa dirigir seu Toyota Tercel, em um trajeto de aproximadamente 100 km até sua casa, debaixo de uma tempestade, sem que a embreagem quebre. Com esta equação, Pel chegou a uma resposta igual a 1, o que significa que "a embreagem do Tercel com certeza vai quebrar em uma tempestade. Apesar de todos que conhecem um Tercel esperarem que isso aconteça, é um certo consolo saber que isso pode ser previsto matematicamente".

Referências
pessoas.hsw.uol.com.br
O Paradoxo de Alceni, post de Entrementes

2 comentários:

Briguilino do Blog disse...

Aplicando esta formula, qual é a possibilidade do Serra ser eleito presidente? Não pelo pig é claro, que já o elegeu e espera apenas chegar 2011 para ele tomar posse.
Ah, peo que pase no meu blog e vote na enquete.
Parabéns.

jbmartins disse...

Valeu, neste momento acabei de tomar conhecimento, das possibilidades da tão falada lei.