20 junho, 2016

As Certinhas do Lalau

Sérgio Porto (Rio de Janeiro, 11 de janeiro de 1923 — 30 de setembro de 1968) foi um cronista, escritor, radialista e compositor brasileiro. Era mais conhecido por seu pseudônimo Stanislaw Ponte Preta.
Ele foi também o criador e produtor do concurso de beleza As Certinhas do Lalau, onde figuravam vedetes de primeira grandeza, como Anilza Leoni, Diana Morel, Rose Rondelli, Maria Pompeo, Irma Alvarez e muitas outras. Foram quinze edições do concurso,
As Certinhas eram escolhidas exclusivamente por Stanislaw Ponte Preta (que brincava alegando ser uma difícil incumbência).
Em 1978, dez anos depois da morte de Stanislaw Ponte Preta, a Rede Globo fez uma uma homenagem a ele no programa chamado Brasil 78. Recriou-se, assim, a mesma atmosfera dos dez nomes de mulheres mais desejadas.
Maga, o escritor e roteirista de rádio e televisão Magalhães Jr., possui uma página na internet, As Certinhas do Lalau (dica do colaborador Jaime Nogueira), em cuja apresentação o escritor diz:
"A proposta é relembrar, para os mais antigos, e de apresentar, aos mais novos, uma criação do genial Stanislaw Ponte Preta, que alvoroçava o meio artístico em sua coluna de jornal elegendo as Certinhas, as mais belas artistas que se destacavam pela beleza e talento.
Com seu tradicional bom humor, irreverência e uma incrível disposição para admirar e exaltar as mulheres, Stanislaw, ao final de cada ano, de 1953 a 1967, divulgou em suas colunas de jornal e revista a lista dos dez nomes – entre vedetes, atrizes e cantoras – que, segundo sua opinião, mais haviam se destacado.
Depois de algum tempo, a coluna já não era apenas mais um ato de irreverência do autor e sim um ponto de referência feminina no mundo artístico. Ser uma Certinha do Lalau passou a ser sinônimo de estrela e de bons cachês e contratos como consequência.
Tanto é verdade que muitas atrizes e vedetes – mesmo sem nunca terem figurado na famosa lista – tiveram, anos mais tarde, seu nome ali incluído. Muitas o fizeram em entrevista; outras, por obra de seus historiadores e biógrafos.
Assim, pela primeira vez, são apresentadas as 15 listas da Certinhas do Lalau, cada uma com dez nomes. Alguns aparecem repetidos várias vezes, como o das atrizes Carmem Verônica e Iris Bruzzi. Outros surgem uma única vez. Mas isso pouco importa. Uma vez Certinha, sempre Certinha."


Lalau e a certíssima Carmen Verônica
Em seu Tratado Mulherologia (uma doutrina, uma diversão), Sérgio Porto definiu a ciência:
"… direi que é arte de admirar a mulher, respeitando-a sempre, procurando exaltá-la sem exitar, isto é, sem hesitação exaltar seu êxito. Acima de tudo, o mulherólogo deve sentir-se um conquistado e não um conquistador. Pobre do cretino que sai espalhando o que fez com uma mulher, vangloriando-se de uma glória que não é sua…"

Febeapá | A quem tiro meu boné | Vanja vai, Vanja vem | O FEBEAPÁ de Stanislaw

Nenhum comentário: