12 dezembro, 2013

Os universos paralelos realmente existem?

"Em 1954, Hugh Everett III, um jovem candidato ao doutorado da Universidade de Princeton, apareceu com uma ideia radical: a existência de universos paralelos, exatamente como o nosso. Esses universos estariam todos relacionados ao nosso. Na verdade, eles derivariam do nosso, que, por sua vez, seria derivado de outros. Nesses universos paralelos, nossas guerras surtiriam outros efeitos dos conhecidos por nós. Espécies já extintas no nosso universo se desenvolveriam e se adaptariam em outros, e nós, humanos, poderíamos estar extintos nesses outros lugares.
Isso é enlouquecedor e, mesmo assim, compreensível. Noções de universos ou dimensões paralelos, que se assemelham aos nossos, apareceram em trabalhos de ficção científica e foram usadas como explicações na metafísica, mas por que um jovem físico em ascensão arriscaria o futuro de sua carreira propondo uma teoria sobre universos paralelos?"
Joshua Clark, traduzido. InComoTudoFunciona
Comentário
É possível transitar de um destes universos para outro através de portais que se abrem em momentos especiais. Ou apenas dar através deles umas espiadas básicas.
Na figura abaixo, um habitante de um universo SEM toalete, aproveitando que os portais estão abertos, dirige-se apressadamente para um universo COM.

Um comentário:

Aurélio César Stupp disse...

Paulo, eu acredito que existam sim, porque não, a cada dia se descobre novidades no Universo jamais imagináveis, e outras que até algum tempo atrás só se via em filmes de ficção. Se já conseguiram enviar um rato através do tempo, mesmo que por milionésimos de segundo, é apenas um começo, com estudos e tentativas acabarão por quebrar a barreira do tempo, então, acredito sim que hajam Universos Paralelos.
Abraço!