31 julho, 2016

O que pode ser mais sujo

Muitas coisas podem ser mais sujas do que um vaso sanitário. Na internet abundam artigos que evidenciam tal afirmativa.
Exemplos:
- O travesseiro. AQUI
- O teclado do computador. AQUI
- As bandejas das poltronas do avião. AQUI
De onde se conclui que a maioria das pessoas ocasionalmente limpa seus vasos sanitários.


Lembrando o Sujismundo
Um personagem de filmes educativos para a televisão, muito popular no Brasil, na década de 1970.
O carequinha relaxado com a limpeza (imagem) foi criado pelo desenhista de animação Ruy Perotti para uma campanha do Governo Federal, intitulada "Povo desenvolvido é povo limpo", que incentivava a limpeza e a higiene nas cidades.

VÍDEO

O truque do Papa

O Papa Francisco apresenta o truque da toalha em uma reunião com os bispos dos Estados Unidos.



Deveria entrar no rito da Missa. Exceto naquelas que são celebradas em ocasiões fúnebres.

É uma farsa.
https://www.youtube.com/watch?v=ABy_1sL-R3s
Jaime Nogueira
Amigo Jaime,
Ao ver o vídeo que postei acima, pensei: por que publicá-lo, por que não publicá-lo? Publiquei-o-o.
Mas reconheço que pairam controvérsias sobre a lisura do vídeo.
A favor
1 - Não é truque nem mágica. É só uma habilidade específica de quem sabe lidar com a inércia dos objetos. A internet está cheia dos exemplos. Tenho inclusive uma nota intitulada "Como tirar a toalha de uma mesa" (ainda não publicada), na qual separo os praticantes desse burlesco entretenimento em duas categorias: júnior e sênior. O Papa seria Summa Cum Lauda. e ele certamente vai entender o significado do meu latim.
2 - Há internautas que dizem ser real o vídeo fake e ser fake o vídeo real.
Contra
1 - A liturgia do cargo não permitiria que Sua Santidade andasse por aí fazendo gracinhas, ainda mais estando em peregrinação no país do USA PATRIOT Act.
2 - Esse Papa tá diferente, como diria parafraseando Chico Buarque.

30 julho, 2016

O Mercosul, acéfalo

Deu no Página 12:
El gobierno uruguayo dio por terminado su período en la presidencia pro témpore del Mercosur, sin que Brasil y Paraguay acepten la asunción de Venezuela, como lo ordena el estatuto de la entidad regional. Mañana había prevista una reunión de cancilleres en suelo uruguayo para buscar un acuerdo, pero fue suspendida.
La canciller venezolana, Delcy Rodríguez, consideró como "patadas de ahogado" la negativa de Brasil y Paraguay a que su país asuma la presidencia rotativa del Mercosur. "Es imposible que no se pueda respetar el cumplimiento del tratado", sostuvo Rodríguez.
La ministra venezolana señaló que los estatutos del Mercosur solo establecen dos condiciones para traspasar la presidencia: que el país que la ejerce -en este caso Uruguay- haya completado su período- y que la sucesión se dé por orden alfabético.
Por tanto, la canciller indicó que "debe ser transferida sin ningún tipo de retardo, sin ningún tipo excusa, a Venezuela" y llamó a mantener la "unidad" contra los que pretenden mediatizar "política e ideológicamente" la situación.

31/07/2016 - Atualizando ...
Em carta enviada às chancelarias dos países do Mercosul, a Venezuela, de Nicolás Maduro, comunicou que está assumindo a presidência do Mercosul, a despeito da oposição de Brasil e Paraguai – dois países que viveram rupturas democráticas, com seus golpes parlamentares; "Informamos que, a partir de hoje, a República Bolivariana da Venezuela assumirá com beneplácito o exercício da Presidência Pro Tempore do Mercosul, com fundamento no artigo 12 do tratado de Assunção e em correspondência com o artigo 5 do Protocolo de Ouro Preto", diz o documento.

Você é infantil?


Sobre capacetes

Se o motociclista aí usa um capacete não apropriado, que dirá o garupeiro!
Ele usa um capacete... de carregação.


De carregação - Diz-se de um produto ou serviço feito de qualquer jeito, de qualidade inferior etc.

Multa gravíssima

Agora falando sério
CICLISMO. A discussão sobre os capacetes | No Brasil motos já são a principal causa de acidentes no trânsito

29 julho, 2016

A quem interessar

Pessoal,
Um amigo meu comprou um pacote para ir a uma pescaria no Pantanal, sem ter-se dado conta de que caía no dia do seu casamento.
Por isso, se alguém tiver interesse em ir no lugar dele, o casamento vai ser na Igreja do Carmo, a noiva se chama Paula e está tudo pago: é só ir e casar!
Fernando Gurgel

É...




"O sol, com todos aqueles planetas girando em torno dele e dependentes dele, ainda faz amadurecer um cacho de uvas como se não tivesse mais nada que fazer no universo."
– Galileo Galilei

Alguns conselhos (não solicitados) para escritores

Você é um escritor? Então, eu posso lhe oferecer minhas condolências. É um momento triste, difícil em sua vida. Mas você pode ser capaz de sobreviver. Isto é simplesmente a cruz que você deve carregar, então carregue-a com o máximo de dignidade possível.

Comece cada artigo com a palavra begin (comece). Este é exatamente o movimento crucial. Estabelece que o artigo começou, não deixando qualquer margem para dúvidas.

Tente não usar todas as letras de que gostaria. A menos que você tenha muita sorte, todas elas não vão estar em seu teclado.

Ouvi dizer que cellar door (porta da adega) é a combinação mais agradável de palavras no idioma inglês. Por que não aproveitar isso? Coloque essa expressão na sua escrita, em todas as oportunidades e sem qualquer respeito ao contexto. Se ela agrada a todos não haverá nenhuma desvantagem em usá-la.


Use pull quotes (aspas de citação) muitas vezes. Eles são um grande atalho para os escritores que não são bons em layouts de páginas atraentes. Além disso, podem fazer qualquer grupo de palavras parecer muito importante.

Sempre que tiver chance, use um tamanho de letra ligeiramente maior do que o necessário. Isso permite você escrever artigos relativamente curtos e que, à primeira vista, parecem substanciais para os leitores. Se os leitores terminam de ler seus artigos antes de cansar, eles ganham um sentimento de realização para compensar todas as características da fonte que eles dão em cima. Todo mundo ganha.

Extraído de: Unsolicited Advice for Freelance Writers, por Dennis Farrel. In: Something Awful

28 julho, 2016

Confissões de um homem-bala

+ GRÁFICOS
Não tem uma TV? | Um gráfico de conversa | Uniões perfeitas | Gráficos do conhecimento por idade | O conhecimento sobre regras do trânsito | Crescimento exponencial

No Preblog: PÃO, CIRCO e COMPANHIA

Atribulações da Tocha Olímpica no Brasil


Música de fundo: Abertura "Coriolano", de Beethoven
(pela Orquestra Sinfônica de Angra, RJ)

Amostras Artes



Ben Geada, um artista da Austrália, adicionou imagens de personagens de desenhos animados a embalagens para medicamentos que, de alguma forma, correspondem perfeitamente a eles.

Um deles é Peter Griffin, da Família Guy, em um pacote de pílulas para alívio de gases.

Você pode ver mais imagens da série em The Khool.

27 julho, 2016

Se o Titanic naufragasse agora

(Si hoy se hundiera el Titanic)

A ideia foi boa, mas o desenho peca por um detalhe: os náufragos não estão procurando se enquadrar nos selfies.

Nunca mais tropeçarão na mesma pedra

Uma vez que um robô cometa um erro, nenhum outro robô, inclusive aqueles que ainda não "nasceram", tornará a cometê-lo.
- Sebastian Thrun , engenheiro e professor da Stanford
No futuro, robôs, androides e artefatos autônomos nunca mais tropeçarão na mesma pedra. Será suficiente terem a aprendizagem compartilhada para que toda uma geração de máquinas melhore a experiência a partir da experiência de cada um dos indivíduos.
Um exemplo claro é o que acontece com os carros autônomos. A Tesla Motors desenvolve uma atualização do piloto automático dos seus carros, de modo que toda a informação reunida por eles seja compartilhada globalmente. Os carros autônomos da Google mapeiam o ambiente e transferem a sua aprendizagem para um servidor central. E, como diz Sebastian Thrun, os novos robôs já nascem "manhosos".
A ideia é tão interessante quanto profunda. Assim, se um robô ou dispositivo falha uma vez (por exemplo, em seu sistema de travagem), o problema é analisado e corrigido. Não tornará a acontecer. Será como se uma máquina de jogar xadrez destacasse o movimento chave que lhe custou o jogo e, automaticamente, todas as máquinas do planeta, a partir daquele momento, passassem a evitar a "armadilha da morte".
Assim, em tempo real, serão eliminados os bugs e os problemas, inclusive os dilemas que a inteligência artificial (IA) e os robôs que façam uso dela possam provocar em sua convivência com a humanidade.

26 julho, 2016

Aeronave elétrica completa sua volta ao mundo

Após 23 dias de um voo solitário repartido em 17 etapas, durante as quais cobriu uma distância total de 43.041 quilômetros, o avião elétrico Solar Impulse 2, com Bertrand Piccard nos controles, aterrissou em Abu Dhabi (foto), às 00:05 UTC de 26 de julho de 2016, completando uma volta ao mundo iniciada em março de 2015.

Microsiervos
Apesar de um sério contratempo com as baterias, que foram danificadas pelo excesso de temperatura no trecho do voo entre Japão e Havaí, o que obrigou a substituí-las e atrasou em vários meses a etapa seguinte, Piccard e Borschberg consideraram que, ao concluírem a volta ao mundo com um avião elétrico, demonstraram a todos o potencial das energias renováveis.

Maret Le Miblog

Em busca do bar perfeito

Em maio de 1911, um usuário abriu no Blogger o diário eletrônico Em busca do bar perfeito.
Atualmente, a página tem dois seguidores e nenhuma postagem. Numa prova de que os amigos do copo são mais fáceis de serem encontrados do que os amigos das páginas.

O bar perfeito


25 julho, 2016

A provável quebra do recorde de plantação de árvores em um só dia

Centenas de milhares de estudantes, funcionários governamentais e voluntários reuniram-se no estado mais populoso da Índia, Uttar Pradesh (UP), em 11 de julho, para quebrar o recorde mundial do Guinness em plantação de árvores.
Eles acreditam ter plantado 50 milhões de mudas em florestas e ao longo de vias férreas e estradas do país, em 24 horas, e quebrado o recorde anterior do Departamento Florestal de Sindh, no Paquistão, das relativamente insignificantes 847.275 árvores plantadas em 24 horas, em 2012.
Na Conferência sobre Mudanças Climáticas em Paris, o governo indiano comprometeu-se a aumentar a cobertura florestal em 95 milhões de hectares até 2030, e para a qual o governo reservou US $ 6,2 bilhões.
"Este evento de plantação em massa é um grande passo para atingir tal objetivo". disse Akhilesh Yadav, ministro-chefe de UP, aos participantes do evento, "O mundo se deu conta de que são necessários esforços sérios para reduzir as emissões de carbono e mitigar seus efeitos sobre a mudança climática global".
Conforme o oficial florestal sênior Sanjeev Saran, os locais de plantação de árvores serão monitorados através de fotografias aéreas, em intervalos regulares, para acompanhar as taxas de sobrevivência das mudas.
As contas do Guinness World Records também controlam com precisão esses números. "Estamos tentando manter a total transparência. Eles estão no campo e estão supervisionando as unidades do plantio", confirma Saran. "Não sabemos quem são nem onde estão em qualquer momento. Eles estão trabalhando incógnitos, e isso nos convém."
Pode levar até dois meses para que o Guinness Book of World Records e seus incógnitos auditores verifiquem e declarem o novo recorde mundial.

Indian State Planted Guinness World Record-Breaking 50 Million Trees in One Day, por Nidhi Goyal. In: www.industrytap.com
(matéria enviada por Jaime Nogueira)

O relógio autorreferencial


Em vez de números, desenhos em escala reduzida de ponteiros. Que remetem à posição em que os ponteiros de verdade vão estar a cada hora.

O relógio do vovô
– VOVÔ, POR QUE ELE É CHAMADO DE "RELÓGIO DO VOVÔ"?
– NÃO TENHO IDEIA, DOÇURA.

24 julho, 2016

Estrelas cadentes

A cada noite incandescem pelo atrito com a atmosfera terrestre pequenas rochas procedentes do espaço. São chamadas de estrelas cadentes. Em geral, não são maiores do que uma bola de vôlei e, com frequência, são ainda menores, inclusive podendo ser grãos de areia.
Periodicamente, e sem aviso prévio, caem rochas maiores sobre a Terra. Entre 1994 e 2013, foram registrados 556 casos dessas bolas de fogo, conhecidas como bólidos, que são asteroides de certo tamanho que explodem a certa altura da superfície terrestre. A grande maioria dessas explosões tiveram lugar sobre os oceanos e ninguém as viu.
O bólido de Cheliábinsk, que foi um caso incomum, tem mais a ver com o fato de ter sido visto / gravado vídeo, por ter caído em uma zona densamente povoado do que com o objeto em si. Foi isso que o converteu em algo muito real.

Marble Machine

Este instrumento musical é mesmo uma mão na roda.


23 julho, 2016

O diagrama dos helicópteros nos filmes

truthfacts.com

O ruído branco

É o chiado que se ouve quando a TV ou o rádio está sintonizado em uma frequência vazia, sem emissão. Esse ruído é uma mistura de todas as frequências audíveis para os seres humanos (entre 20 Hz e 20 KHz, mais ou menos), emitidas com a mesma intensidade e mudando a todo instante de forma imprevisível.
No Mental Floss:
"Assim como a luz branca é a soma de todas as cores do arco-íris e cada cor individual pode ser filtrada a partir da luz branca, o ruído branco é a mistura de todas as frequências detectadas pelo ouvido humano. Também faz todo o sentido referir-se ao ruído preto para descrever o que é, essencialmente, o silêncio, por ser a cor preta a ausência de luz."
Existem ainda os ruídos específicos: como o rosa, o azul e o marrom, este último assim designado por ter sido inicialmente descrito por um tal Dr. Brown.

Falando nisso:
esmalte white noise

22 julho, 2016

Bom conselho

Compartilho este conselho com vocês. Ensina como se destacar no mundo:


Aparentemente vem do Nepal.

A síndrome de Poliana


"Pollyanna" é uma comédia de Eleanor H. Porter, publicada em 1913 e considerada um clássico da literatura infanto-juvenil.
A protagonista Pollyanna é uma menina de onze anos que, após a morte dos pais, se muda de cidade para ir morar com uma tia rica e severa que não conhecia anteriormente. No seu novo lar, passa a ensinar, às pessoas, o "jogo do contente" que havia aprendido de seu pai. O jogo consiste em procurar extrair algo de bom e positivo em tudo, mesmo nas coisas aparentemente mais desagradáveis.
O livro fez muito sucesso e Eleanor, em 1915, publicou uma continuação da história chamada "Pollyanna Grows Up" (no Brasil, "Pollyanna Moça"). Mais onze Pollyannas se seguiram, escritas por outros autores.
Na programação neurolinguística, o livro "Pollyanna" é utilizado como treinamento de "ressignificação de conteúdo", através do qual a pessoa aprende a mudar sua interpretação dos acontecimentos cotidianos, aprendendo a enfatizar o lado positivo e agradável dos fatos, tal como a protagonista faz com o seu "jogo do contente".
"Essa forma de ver a vida, porém, levou especialistas a identificarem a síndrome de Poliana, que nada mais é do que uma fuga da realidade, na medida em que o mundo não é tão "cor-de-rosa" assim, como Poliana vê, em suas façanhas. Algumas pessoas assim enxergam o mundo, e no seu emaranhado de situações e de emoções, agem, ingenua e inconsequentemente. Criam uma realidade distorcida e vivem a sua brincadeira, arrastando consigo um batalhão de admiradores, também ingênuos, ou interesseiros aproveitadores."
O mundo não foi, nem é como Poliana sonharia. Algum dia será?

21 julho, 2016

Cataventos e turbinas eólicas

Aqueles cataventos que se via com frequência ao longo das estradas litorâneas do Ceará e que se imaginava uma tremenda gambiarra – na realidade, uma concepção de engenharia muito sofisticada do século XVI do sucessor do Leonardo da Vinci (Fausto Veranzio)  ~ Jaime Nogueira

Gwindoline
Uma turbina eólica de eixo vertical feita de um tambor de óleo vazio.





Fausto Veranzio (1551 - 1617)
Foi um polímata e bispo de Šibenik , então parte da Croácia. Suas áreas de interesse em engenharia mecânica foram amplas, incluindo moinhos de vento e moinhos movidos pelas marés. As primeiras turbinas eólicas foram também descritos por ele. Em seu livro Machinae Novae (1595), Fausto Veranzio descreveu as primeiras turbinas eólicas de eixo vertical.

Ler também: O CATAVENTO

A tatuagem paramédica

Basma Hameed é especialista em tatuagem paramédica. Seu trabalho é aplicar tintas que imitam a cor natural da pele em cicatrizes de vítimas de queimaduras. Por tornar essas lesões menos perceptíveis, essa tatuagem resulta em um impacto positivo para suas vidas.
Sofrer de queimaduras é terrível, e o processo de recuperação, com múltiplas operações de enxerto de pele, doloroso. Além do trauma, os pacientes são frequentemente estigmatizados devido ao aspecto final da pele lesionada.
O trabalho de Hameed faz uma grande diferença.

20 julho, 2016

Conversa de browsers - 2


Conversa de browsers - 1
Slideshow SE OS BROWSERS FOSSEM MULHERES...

Como o judeu ortodoxo corta as unhas

O Rema cita, no Shulchan Aruch, que não se deve cortar as unhas pela ordem natural dos dedos, mas sim por uma sequência em particular, em que os dedos da mão esquerda antecedem os da mão direita (Shemiras Shabat KeHilchoso) (42:46). O Arizal não concorda com esta prática e outros, como o Maharam MiRuttenberg, não têm uma posição definida sobre o assunto. O Aruch HaShulchan (OC260: 6) escreve que, seguir o Rema, não incide na categoria das obrigações "haláchicas", mas em um nível mais alto dos deveres. O Mogen Avrohom recomenda que sejamos rigorosos. O Chazon Ish cita que esta ordem não se aplicaria ao corte das unhas dos pés. No geral, os Ashkenazim estão inclinados a essa prática, daí a presente postagem.
Local Jewish News, da Comunidade Judia Ortodoxa de Cleveland


Eu nunca assimilaria essa sequência. Começo a cortar as unhas da mão esquerda, indo do polegar ao mindinho. Depois, passo para as unhas da mão direita e vou cortando-as na mesma ordem das unhas da mão esquerda. Mas reconheço que a sequência do Rema é imbatível para as situações que exigem o emprego de números aleatórios.

19 julho, 2016

Uma lareira de alto risco

No futuro imaginado em 1910 pelo ilustrador francês Villemard, as lareiras do ano 2000 para gerar calor dispensariam a queima da lenha. Fole, tenaz, luvas termorresistentes, vassoura, pá e outros acessórios, idem.
Mas a que vemos nesta cena, brilhando intensamente, não é uma lareira elétrica como aquelas que são vistas atualmente. Leva a crer ser uma lareira radioativa.


No início do século XX, Marie Curie descobriu o rádio e outros pesquisadores começavam a trabalhar com o estranho fenômeno da radioatividade. Só tempos depois é que seriam conhecidos os efeitos perigosos dessa forma de energia.

+ Villemard
A escola do futuro, A previsão do Skype e Anjos do fogo

Uma resposta graciosa

Millôr, o que eu faço para ser inteligente como você ?
LB, Fortaleza
Resposta:
Com essa pergunta você já está se aproximando. Com esta resposta, procuro me afastar? Você decide.

18 julho, 2016

Os gases das ovelhas

Um avião que viajava da Austrália para a Malásia transportando 2.186 ovelhas teve que fazer um pouso de emergência.
Os pilotos foram surpreendidos por um alarme do avião acusando uma anormalidade no porão. O identificador de fumaça tinha disparado e, por conta disso, o avião teve de permanecer no solo por duas horas e meia enquanto os tripulantes investigavam qual seria a causa do problema.
Não encontraram qualquer indício de fogo, calor ou fumaça. e concluíram que os "gases das ovelhas" é que teriam disparado o alarme.
Arejado o poluído compartimento de carga, o avião pôde prosseguir a viagem para entregar as flatulentas ovelhas em seu destino.
(matéria enviada por Jaime Nogueira)

http://www.ripleys.com/blog/sheep-gas/

O modelo Tayloriano

As principais contribuições da teoria de Frederick Taylor são:
  1. Análise do trabalho a ser realizado assim como de cada tarefa a ser executada.
  2. Estudo dos movimentos e do tempo necessário para cada tarefa.
  3. Estabelecer métodos claros para cada tarefa ou função.
  4. A supervisão constante do trabalhador para garantir um bom desempenho.
  5. Propôs que o trabalho pode ser desenvolvido melhor e mais economicamente através da divisão de funções.
  6. O trabalho de cada pessoa deve se limitar única e exclusivamente a um papel predominante.
  7. O objetivo de toda empresa deve ser o de obter a maior produtividade através da economia.
Trad.: PGCS

Rita Salazar Monge, El modelo Tayloriano, in: De todo un poco

17 julho, 2016

Quem é este homem que parece morrer em cada ataque terrorista?

Após o ataque terrorista no aeroporto Atatürk, em Istambul, Turquia, os usuários de uma mídia social compartilharam esta foto, alegando que este homem estava entre as 42 pessoas mortas. Sua foto também foi compartilhada após o acidente da EgyptAir no mês passado e, mais uma vez, acreditou-se que ele seria uma das vítimas. Este mesmo homem misterioso apareceu também entre as vítimas do tiroteio em uma boate gay em Orlando, Flórida, em 12 de Junho. E isso não é tudo.


Em 19 de junho, por exemplo, a polícia mexicana atirou em uma multidão que protestava contra a reforma da educação, matando pelo menos oito pessoas. E os usuários de uma mídia social, no México, compartilharam sua foto novamente, só que desta vez informando que ele era o oficial que dera a ordem para a polícia atirar. Foi no México, por sinal, o país em que foram postadas as primeiras notícias sobre ele.
Acho que este depoimento explica tudo:
"Este homem costumava ser meu amigo, mas ele me enganou com dinheiro. A mim e, pelo menos, a  mais quatro pessoas que eu conheço. Apresentamos as queixas civis e criminais contra ele, mas como os processos judiciais por aqui se arrastam, e ele ainda não nos devolveu o nosso dinheiro, decidimos então puni-lo postando sua foto na internet. Nosso objetivo é arruinar sua reputação. Queremos que o mundo inteiro reconheça seu rosto."
http://observers.france24.com/en/20160705-mexican-man-dies-every-terrorist-attack-mystery

O Pastor

Anteriormente um órfão de rua, Asmita tem seu mundo virado de cabeça para baixo ao conhecer Isaac, um pastor recluso que vive com um rebanho de ovelhas muito peculiar nas montanhas do Himalaia. Como eles passam tempo juntos, Asmita começa a ver indícios de um segredo mais profundo e, em pouco tempo, ele se encontra no meio de uma batalha entre mundos que vão colocá-lo cara-a-cara com um terrível invasor extraterrestre.


16 julho, 2016

Um diálogo futurista

Todos os trabalhos serão feitos por robôs com Inteligência Artificial. Os seres humanos serão o elo mais fraco e um estágio intermediário da evolução.
Um dia, haverá uma conversa assim.
Jovem robô: Por que os seres humanos ainda estão aqui, depois que nós evoluímos a partir deles?
Pai do robô: Nós evoluímos à semelhança deles, mas não deles diretamente. Os seres humanos diferem de nós em 1%.
O jovem: Apenas 1%?
O pai: Sim, mas eles são fracos e doentes e, muitas vezes, acreditam em amigos imaginários. E você... já fez o seu dever de casa de física quântica antes de visitar Plutão?
Leo Lee

Dentes no robô: o que eles mastigam?

Santa hilaridade!

Se você ouvir dizer que alguém é hilário!", responda: "Não, não pode ser verdade. Ele morreu a cerca de 1600 anos atrás."

Papa Hilário, falecido em 468
Hilaridade
A forma correta de escrita da palavra é hilaridade. A palavra hilariedade está errada. Devemos utilizar o substantivo comum feminino hilaridade sempre que quisermos referir um estado súbito de alegria, uma explosão de risos e felicidade.
A palavra hilaridade tem sua origem na palavra em latim hilaritate, devendo assim ser escrita sem "e" na terceira sílaba.
Também sem "e" na terceira sílaba deverão ser escritas todas as palavras cognatas de hilaridade (da mesma família): hilário, hilariante, hilariância etc.

Acerca de / há cerca de / a cerca de?
Acerca de: significa a respeito de, sobre. Exemplo: Falávamos acerca de (a respeito de) assuntos interessantes.
Há cerca de: utiliza-se para indicar existência de algo ou tempo decorrido. Pode ser substituído por existe(m) ou faz (indicando tempo decorrido). Exemplos: Naquela sala, há / existem (cerca de) sessenta estudantes. Estamos aguardando o resultado do exame há / faz (cerca de) duas horas.
A cerca de: significa aproximadamente. A é preposição, utilizada em a cerca de para marcar distância no espaço e no tempo futuro. Exemplos: Vimos o carro tombar a (cerca de) 30 metros de onde estávamos. Naquele momento, estávamos a (cerca de) dois meses das eleições presidenciais.

15 julho, 2016

Convivendo com as aranhas


por Jonco Stl
  • Fui picado por uma aranha. Agora tenho superpoderes antissociais.
  • Conheci hoje uma aranha que me deu o seu cartão de visitas. Se um dia eu precisar de um web designer já sei onde vou encontrá-lo.
No Preblog
Seu lema; fiar confiando...

10% all

Você sabia que só usa 10 por cento do seu carro em um dado momento? Você pode aumentar esse desempenho pisando no acelerador e nos freios ao mesmo tempo, enquanto toca a buzina continuamente e liga os faróis altos e o pisca-pisca de alerta. Execute o A/C e o aquecedor durante a transmissão simultânea de todas as estações de rádio, e certifique-se de que o isqueiro do veículo seja mantido na posição de pressionado. O sinal de incandescência iluminado no painel significa que ele está funcionando.
Além disso, os cientistas provaram que um carro precisa de gasolina para rodar. Por isso, depois de encher o tanque, certifique-se de que aspergiram alguma no interior do carro.
(Isso parece com a história dos "10 por cento do seu cérebro" e com os artigos de que "você precisa dos suplementos que vendemos".)
Dave Pacheco, Google+

14 julho, 2016

Quer conferir?


AQUI NINGUÉM PENSA EM SEXO

Conversa ao pé do ouvido - 2

Que orelha capta melhor um sarcasmo?
Estudos recentes com voluntários, realizados em duas universidades americanas e uma canadense, revelaram que as frases sarcásticas, ao serem ditas na orelha esquerda, obtêm tempos de resposta mais rápidos do que quando elas são faladas na orelha direita.
Acham os autores do trabalho que o hemisfério cerebral direito (relacionado com o ouvido esquerdo) é o que tem maior aptidão para a resolução das mensagens conflitantes, o que inclui as situações em que há sarcasmo.
Detection of sarcastic speech: The role of the right hemisphere in ambiguity resolution, Laterality 
Arquivo
Conversa ao pé do ouvido - 1
N. do E.
Cuidado com o sarcasmo: se você não é fluente pode machucar alguém.

13 julho, 2016

Proporção áurea

Um vídeo interessante e didático sobre uma crença muito querida e atualmente muito questionada.
(Jaime Nogueira)



Para Gaussianos, a proporção áurea (φ) está entre os 10 números mais importantes da Matemática e da Física.

Hoje é Dia de Rock

A data celebra anualmente o rock e foi escolhida em homenagem ao "Live Aid", megaevento que aconteceu nesse dia em 1985. A celebração é uma referência a um desejo expressado por Phil Collins, participante do evento, que gostaria que aquele fosse considerado o "Dia Mundial do Rock".
Em 13 de julho de 1985, Bob Geldof organizou o "Live Aid", um show simultâneo em Londres, na Inglaterra, e na Filadélfia, nos Estados Unidos. O objetivo principal era o fim da fome na Etiópia. O evento chamou a atenção por contar com a presença de muitos artistas famosos na época. Entre os participantes, estavam The Who, Status Quo, Led Zeppelin, Dire Straits, Madonna, Queen, Joan Baez, David Bowie, BB King, Mick Jagger, Sting, Scorpions, U2, Paul McCartney, Phil Collins (que tocou nos dois lugares), Eric Clapton e Black Sabbath.
A data também coincide com o dia da formação da banda The Rolling Stones, formada em 13 de Julho de 1962.
Apesar de se chamar "Dia Mundial do Rock", a data só é comemorada no Brasil. Ela começou a ser celebrada em meados dos anos 1990, quando duas rádios paulistanas dedicadas ao rock - 89 FM e 97 FM - começaram a mencionar a data em sua programação. A celebração foi amplamente aceita pelos ouvintes e, em poucos anos, passou a ser popular em todo o país. Entretanto, essa data é completamente ignorada em todo o resto do mundo. WIKIPÉDIA


FELIZ DIA DO ROQUE!

12 julho, 2016

Sobrevivendo com a ajuda dos óculos

Você pode pensar que ter de usá-los é uma desvantagem, mas em situações difíceis os óculos podem ser uma ferramenta valiosa.
Quem diria que nós, nerds, tínhamos uma ferramenta tão útil em nosso rosto? Dependendo do material de que são feitos, tem alguns usos super simples para os óculos em situações de sobrevivência:
  • Apanhar larvas - Usando as hastes para escavar troncos ocos em busca de larvas para o seu almoço.
  • Criar uma bússola - Se a armação é de aço inoxidável, você pode quebrar um pedaço e, esfregando uma extremidade contra a cabelo, magnetizá-lo. Em seguida, soltá-lo em alguma água parada com o fim de apontar o norte.
  • Fazer um anzol - Dobrando um pedaço da armação de metal até dar-lhe a forma clássica de um anzol.
http://lifehacker.com

Surfe no Mar Vermelho

Original veio daqui. Tradução: PGCS
Tenha coração, Moisés. Eles nunca mais terão outra oportunidade de surfar igual a esta. Para ser franco, eles vão enfrentar quarenta anos de peregrinação no deserto, onde surfar será impossível. Vá, deixe a galera pegar essas últimas ondas.

Postagens mosaicas
Do Limbo ao Céu, Não cortarás o 7 e Êxodo

11 julho, 2016

Terminal de Integração de Passageiros


Acabo de ver na internet como funciona um TIPC - Terminal de Integração de Passageiros Caprinos.
Cabras são espertas e têm demonstrado que são também exigentes em se tratando de torres, poleiro e armas de fogo a elas dedicados.
Elas são taylorianas e cultivam muito esse negócio de tempos e movimentos.

http://blogdopg.blogspot.com.br/2009/07/as-torres-de-cabras.html
http://blogdopg.blogspot.com.br/2010/08/um-poleiro-de-cabras.html
http://blogdopg.blogspot.com.br/2012/06/assentamentos.html

Curiosidades postais e filatélicas - 2/3

(continuação de 1/3)
Século XX
18/06/1926 – Fundada a Federação Internacional de Filatelia – FIP, com sede em Genebra, Suíça.
1946 – Em virtude de sua hiperinflação, a Hungria emite selo com o maior número já impresso. Seu valor nominal era de 500.000.000.000.000 pengos.
15/11/1947 – A emissão na Semana da Asa do primeiro selo triangular do Brasil.
1956 – A Itália emite o primeiro selo postal 3-D.
1972 – O maior selo emitido até hoje é lançado em Al Fujayrah (Fujeira, atualmente um dos Emirados Árabes Unidos), medindo 81 x 147 mm.
1973 – O Butão emite o primeiro selo aromatizado do mundo, com perfume de rosas.
07/08/1974 – O Brasil lança o primeiro selo postal do mundo com inscrições em Braille, emitido com o bloco em homenagem à 5ª Assembléia Geral do Conselho Mundial Para o Bem-Estar dos Cegos.
17/12/1976 – Fundação da FEBRAF – Federação Brasileira de Filatelia.
14/10/1989 – Lançado o bloco da 20ª Bienal Internacional de São Paulo. É a segunda emissão postal do mundo com imagens tridimensionais (holografia).
1997 – O Reino Unido introduz os selos do tipo auto-adesivos.
01/08/1999 – A quadra de selos "Parques Nacionais – Prevenção a Incêndios Florestais", com cheiro de madeira queimada, é a segunda emissão com aroma do mundo e a primeira em papel reciclado.
11/04/2000 – Lançamento do primeiro modelo de selo personalizado brasileiro, comemorativo dos 500 Anos do Descobrimento do Brasil.
09/10/2000 – Na data em que se comemora o Dia Mundial dos Correios, foi lançada simultaneamente em Brasília e em Quanzhou (Província de Fujian, China) a primeira emissão conjunta de selos do Brasil com outro país, uma parceria entre o Brasil e a China, que constava de dois exemplares, "Máscara do Carnaval Brasileiro" e "Bonecos de Marionetes da China".
(continua)

10 julho, 2016

Além de queda, coice e tal

O jóquei irlandês Chris Meehan estava disputando uma prova hípica com obstáculos em Merano, Itália, quando seu cavalo o derrubou, e ele foi chutado no rosto ao cair. Com isso, ele quebrou o nariz e ficou sangrando na mandíbula.
Mas a ajuda estava a caminho!
Ei-la: uma ambulância do hipódromo que parou exatamente sobre uma de suas pernas, quebrando-a.
"Eu comecei a gritar. É ruim o suficiente estar com a mandíbula quebrada e ainda por cima ter de aguentar o peso de uma ambulância sobre a perna."
Meehan foi levado de volta à Irlanda para uma dupla cirurgia. Ele não será capaz de andar novamente por pelo menos dois meses.

Auto de Fé

Em Auto de Fé, Elias Canetti, descreve o auge da humanidade em sua mais sórdida crueza.
Para isto nos mostra, desde um intelectual cujo único objetivo é o conhecimento pelo conhecimento, desprezando todos os outros seres humanos, por quem manifesta verdadeira ojeriza, até um cego que não é cego e que faz apologia da boa conduta humana, condenando aqueles que lhes dão botões ao invés de moedas, passando por um anão corcunda, ladrão convicto, que sempre devolve o dinheiro do patrão, quando este dinheiro vem parar nas suas mãos, porque quer ganhá-lo "honestamente", ou seja, ludibriando o patrão.
Elias Canetti parece saber muito de humanidade e, quiçá, de Brasil. Sem nunca conhecê-lo. Porque, mesmo não sendo brasileiros, basta fechar os olhos para vê-los nas avenidas com suas bandeiras e camisas verde-amarelas, gritando contra a corrupção, a roubalheira e a falta de ética. Dos outros, claro.
Para azar nosso, esses brasileiros, que se dizem mais cultos e educados, são muito piores que isto.
Para sorte do leitor o livro é muito mais - e muito mais mesmo - que isto.
Fernando Gurgel

Elias Canetti (1905 - 1994) foi um judeu búlgaro de nome italiano e origem espanhola, que viveu na Inglaterra e escrevia em alemão. Recebeu o Nobel em 1981, tendo iniciado sua carreira literária com seu único romance, este Auto de Fé (publicado pela primeira vez em Viena, ma Áustria, em 1935). Depois, produziu ensaios e algumas peças teatrais.

O abuso infantil com relação a robôs

Robôs que operam em espaço público costumam estimular a curiosidade das crianças. No entanto, muitas vezes, as crianças também apresentam um comportamento abusivo com relação aos robôs. Neste estudo realizado num shopping center do Japão, observou-se que, em muitos casos, as crianças persistentemente obstruíam a locomoção de um robô. Algumas disseram coisas ruins, chutaram e até mesmo socaram o robô. Devido a esse comportamento, pesquisadores de universidades japonesas desenvolveram um modelo estatístico de ocorrência do abuso infantil. Usando o modelo desenvolvido, em conjunto com um simulador do comportamento de pedestres, o robô foi capacitado para prever a possibilidade de uma situação de abuso e de como escapar dos vexames.



Um robô capaz de se defender | Um robô capaz de matar

09 julho, 2016

Boas cercas fazem bons vizinhos - 2

É a tradução de: Good fences make good neighbours, truísmo norte-americano.


O trocadilho da figura:
-----Fence - cerca
-----Fencing - esgrima

Boas cercas fazem bons vizinhos - 1

Bom para o DBF.

Chuck Norris e seus desafetos

  • Chuck Norris matou a própria Morte, Duas vezes.
  • SupermanHulkThorGoku é uma senha fraca. Forte é ChuckNorris.
  • Quando Bruce Banner fica nervoso ele vira Hulk, quando Hulk fica nervoso ele vira Chuck Norris.
  • Wilt Chamberlein declarou já ter dormido com 20 mil mulheres em sua vida. Chuck Norris chama isso de uma terça-feira monótona.
  • Chuck Norris inventou as cores. Todas, menos a cor rosa que Tom Cruise inventou.
  • Se Chuck Norris fosse brasileiro, não existiria a Argentina.
  • Quando o Bicho Papão vai dormir, ele deixa a luz acesa com medo de Chuck Norris.
  • Mandar Chuck Norris ao inferno não adianta muito. Pelo contrário, você compra uma briga feia com o Diabo.

08 julho, 2016

A Pedra do Chapéu do Sol

Se você mora nas imediações de Brasília e ainda não conhece a Pedra do Chapéu do Sol não perca a oportunidade. Planeje um dia para ver esta maravilha da natureza. Um bloco gigantesco de quartzito com 1,2 bilhões de anos e mais de 347 toneladas, equilibrado em um minúsculo ponto de apoio.
Você vai ter que dirigir apenas poucos quilômetros em estrada não asfaltada, mas de boa qualidade. É muito fácil visitar a Pedra do Chapéu do Sol.
Para quem vem de Brasília é só medir 2 km a partir do trevo de Unaí, um pouco antes de Cristalina, que irá encontrar a estrada de acesso à esquerda, ao lado do Posto Petrobras. A partir deste ponto, percorra 2 km até um desvio à direita e mais 3 km onde existirá uma pequena estrada, também à direita (sinalizada). Percorra mais 850 metros até a Pedra do Chapéu do Sol.
Ou, se preferir, coloque no seu GPS as coordenadas 16°44'26.06"S e 47°34'12.26"O e navegue até ela.
O Portal do Geólogo foi até a Pedra do Chapéu do Sol (fotografia) para ver e entender a sua real relevância.
Assim como você ficará extasiado, nós também ficamos.


Infelizmente, a Pedra do Chapéu do Sol está sendo alvo de vândalos.
Nesse monumento natural, há pichações e o cometimento de outras infrações por grupos de escaladores que, de forma irresponsável, escalam a Pedra e podem estar comprometendo o equilíbrio da mesma.
As pichações devem e têm de ser apagadas, mas as escaladas podem levar a consequências muito mais sérias.
(resumo de matéria enviada por Jaime Nogueira)

Pedra sobre pedra

Velhos contos de fadas

Contos de fadas são muito mais antigos do que se pensava, revelam estudos acadêmicos. "A Bela e a Fera", por exemplo, trata-se de uma história que remonta possivelmente à Idade do Bronze.
Há contos que podem ser seguramente rastreados até a emergência das principais sub-famílias de línguas indo-europeias ocidentais, entre 2.500 e 6.000 anos atrás, escrevem Jamie Tehrani e Sara Graça da Silva, pesquisadores da Universidade de Durham e da Universidade Nova de Lisboa.
Usando técnicas normalmente empregadas por biólogos, eles estudaram as ligações comuns entre 275 contos de fadas de todo o mundo e encontraram que vários deles têm raízes muito anteriores ao surgimento dos respectivos registros literários.


http://www.theguardian.com/books/2016/jan/20/fairytales-much-older-than-previously-thought-say-researchers

07 julho, 2016

Vídeo SOU SEU RAPAZ DO LÁPIS Nº 2

Num vídeo que dura 6 segundos não há tempo para muita besteira:



Diálogo
– Se os lápis nº 2 são os mais populares, por que eles ainda são o nº 2?
– Eu não procuro saber as respostas, procuro compreender as perguntas.
– Valeu, Confúcio.

O SEGUNDO (se esta crônica não fosse tão antiga, eu certamente teria me lembrado de Aécio e da Miss Colômbia)

Por que suspiramos?

No The Guardian, A sigh's not just a sigh – it's a fundamental life-sustaining reflex (Um suspiro não é apenas um suspiro – é um reflexo fundamental de sustentação da vida).
Dois pequenos grupos de células nervosas no tronco cerebral – a região que é responsável pela respiração, pelo sono e por controlar o ritmo cardíaco – são elas que orquestram os suspiros.
O suspiro é disparado como uma resposta inconsciente, sempre que é necessário inflar os alvéolos pulmonares que, frequentemente, entram em colapso, prejudicando as trocas gasosas nos locais em que o fenômeno acontece.
Suspiramos pelo menos uma dúzia de vezes por hora, em uma ação reflexa que tem por finalidade preservar o funcionamento normal dos pulmões. A maioria dos suspiros, portanto, não tem nada a ver com sentimentos como tristeza, paixão ou frustração, mas tem sim a ver com... não morrer.
Na revista Nature, os pesquisadores não têm respostas concretas sobre a relação entre os suspiros e os sentimentos, mas admitem que "alguns suspiros estão relacionados com o estado emocional. O fato é que quando se está estressado, suspira-se muito mais, e talvez porque algumas emoções liberem os neuropeptídeos do suspiro (a ser confirmado).
Mario Rigatto:
"O que pode o amor fazer ao coração?" perguntava-lhes eu. "Acelerar a freqüência de seus batimentos?". " Vejam em contraste, a riqueza das manifestações afetivas do pulmão: é com o pulmão que rimos, é com o pulmão que choramos, é com o pulmão que suspiramos; é do pulmão que saem todas as interjeições afetivas; e todos os ais de amor". E, completava: "O que pode uma discreta taquicardia sinusal, quando comparada à respiração arfante de uma mulher apaixonada?".

06 julho, 2016

Ação de prático evita desastre na Baía de Guanabara

Navio Tanque muito próximo à Fortaleza de Santa Cruz (Foto: Praticagem do Brasil)
Há um mês dos Jogos Olímpicos, a iniciativa e preparo técnico do prático Diogo Weberszpil, do Rio de Janeiro, evitou o que poderia ter sido o maior desastre ambiental marítimo no Brasil. Por volta das 6 horas da manhã, desta quinta-feira, 30 de junho, o profissional de praticagem embarcou no navio tanque Golar Spirit com a tarefa de conduzi-lo para as proximidades do terminal de Gás Natural da Petrobras.
Uma falha técnica no navio – construído em 1979 e considerado muito antigo para viagens de longo curso – fez com que o leme da embarcação travasse impedindo qualquer manobra. O prático prontamente percebeu que o timoneiro não estava conseguindo governar, pois o leme estava travado do lado direito fazendo com que o navio se aproximasse rapidamente da Fortaleza de Santa Cruz.
Diogo Weberszpil, que passou por diversos treinamentos de emergência no exterior, rapidamente tomou todas as medidas para evitar a colisão iminente. O risco da manobra deste tipo de navio é tão alto que a Atalaia sempre interrompe e desvia todo o tráfego de embarcações nas proximidades da Baía. Na sequência, tomou a decisão acertada de lançar a âncora em conjunto com outras técnicas para parar o navio.
“Felizmente, consegui afastar o navio das pedras e conduzi-lo para águas seguras até que a Capitania dos Portos do Rio de Janeiro avalie quando este navio terá condições de entrar novamente no Porto”, narrou o prático Diogo Weberszpil.
Continue lendo...

O homem que refutou o racismo científico

AJAY KAMALAKARAN, GAZETA RUSSA — Em meados do século 19, quando o poder expansionista europeu estava no seu auge, antropólogos e a fraternidade científica no Ocidente produziam ensaios racistas para justificar a escravidão e o colonialismo. O cientista Nikolai Miklukho-Maklay (gravura), nascido na atual região russa de Novgorod, estava na vanguarda contra tais teorias.
"Os europeus só acreditavam nos valores de liberdade, igualdade e fraternidade para outros europeus, enquanto, ao mesmo tempo, propagavam teorias sobre a existência de uma 'raça superior' ou um conceito de 'seleção natural' segundo o qual negros teriam sido feitos para servir o homem branco", diz a antropóloga Dhara Wettasinghe, do Sri Lanka, que estuda a obra de Miklukho-Maklay há alguns anos.
O cientista russo havia sido inspirado por Charles Darwin e trabalhou como assistente para o grande cientista alemão Ernst Haeckel. "Foi durante suas viagens com Haeckel, que também tinha opiniões racistas, que Miklukho-Maklay prometeu a si refutar as teorias de supremacia", conta Wettasinghe, acrescentando que sua bondade teria promovido a simpatia de pessoas pelos lugares onde passava.
"Os moradores do Sri Lanka, então Ceilão, deram-lhe um segundo sobrenome, que basicamente significa uma 'pessoa benevolente'."
Foi na Universidade de Jena, na Alemanha, que o estudante de ciências humanas, medicina e zoologia Miklukho-Maklay conheceu Haeckel. Em 1866, quando tinha apenas 20 anos, embarcou com o alemão para uma expedição nas Ilhas Canárias.
"Essa viagem teve um profundo impacto em sua vida. Ele também viajou com Haeckel a vários outros países antes de sair por conta própria em expedições a lugares como Tailândia, Indonésia e Malásia", diz Wettasinghe. Porém, enquanto seu mentor, Haeckel, acreditava que certas raças eram culturalmente inferiores, Miklukho-Maklay se empenhou para provar justamente o contrário.
Siga lendo...

Artigo enviado pelo colaborador Jaime Nogueira, acrescido do seguinte comentário: "Pena que Dom Pedro II preferiu os conselhos do Conde de Gobineau".

N. do E.
Joseph Arthur de Gobineau nasceu de família comum, com poucas posses, em 14 de julho de 1816. Mais tarde, criaria para si uma falsa genealogia que o colocaria como membro de uma família aristocrática, passando a se fazer conhecer pelo título nobiliárquico adotado de "Conde de Gobineau".
Vivendo em Paris, a partir de 1835, tornou-se funcionário público como secretário do escritor Alexis de Tocqueville, nomeado ministro, em 1849. Como diplomata, Gobineau serviu em Berna, Hanôver, Frankfurt, Teerã, Rio de Janeiro e Estocolmo.
Tinha pretensões artísticas, havendo tentado ser escultor e romancista. Mas se celebrizou ao escrever o "Ensaio sobre a desigualdade das raças humanas" (1855), seu livro mais famoso, um dos primeiros trabalhos sobre eugenia e racismo publicados no século XIX.
Segundo ele, a mistura de raças (miscigenação) era inevitável e levaria a espécie humana a graus sempre maiores de degenerescência física e intelectual. É-lhe atribuída a frase:
" Não creio que viemos dos macacos mas creio que vamos nessa direção."
Sua segunda missão diplomática foi no Brasil, onde chegou em 1869, enviado por Napoleão III. Nunca escondeu sua animosidade para com o país, que deixou um ano depois (1870]. Travou amizade com o imperador Pedro II que, mesmo sem compartilhar muitas de suas idéias[carece de fontes], manteve uma amizade epistolar durante muitos anos depois de sua partida do Brasil.
Não conseguiu ver com bons olhos nenhum aspecto da sociedade brasileira, a não ser seus encontros com D. Pedro II. Para ele o Brasil não tinha futuro, país marcado pela presença de raças que julgava inferiores. A mistura racial daria origem a mestiços e pardos degenerados e estéreis. Esta característica já teria selado a sorte do país: a degeneração levaria ao desaparecimento da população. A única saída para os brasileiros, seria o incentivo à imigração de "raças" europeias, consideradas superiores.
Mas se, em vez de se reproduzir entre si, a população brasileira estivesse em condições de subdividir ainda mais os elementos daninhos de sua atual constituição étnica, fortalecendo-se através de alianças de mais valor com as raças europeias, o movimento de destruição observado em suas fileiras se encerraria, dando lugar a uma ação contrária. — Joseph Arthur de Gobineau
Além de Gobineau, o naturalista Louis Agassiz foi outro que representou o ponto de vista do racismo científico (racialismo).

05 julho, 2016

Homenagem a Carmen Costa

Carmelita Madriaga, conhecida como Carmen Costa, (Trajano de Moraes, 5 de julho de 1920 — Rio de Janeiro, 25 de abril de 2007) foi uma cantora e compositora brasileira.
Aos 15 anos, Carmen Costa mudou-se para a cidade do Rio de Janeiro, onde trabalhou como empregada doméstica do cantor Francisco Alves. Numa festa, ele a fez cantar para os convidados, entre eles Carmen Miranda, que a incentivou a iniciar a carreira artística.
Sua canção mais famosa, "Está Chegando a Hora", foi também seu primeiro sucesso. A música é uma versão adaptada da mexicana "Cielito Lindo".
Outros sucessos de Carmen: "Casinha da Marambaia", "Tem nego bebo aí", "Obsessão", "Jarro da saudade", "Se eu morrer amanhã", "Eu sou a outra" e sua célebre "polêmica" com Ataulfo Alves.
Esta última (ouça aqui) é uma faixa do disco "Eternamente Samba" (1966, gravadora Polydor), de Ataulfo Alves, com quem a cantora gravou as músicas desse pot-pourri.
Carmen Costa recebe hoje (5 de julho) um doodle do Google em homenagem ao dia em que faria 96 anos.
N. do E.
Em 2 de junho de 2004, no Rio de Janeiro, Carmen Costa participou da reinauguração da Rádio Nacional, emissora líder de audiência nas décadas de 40 e 50. Na ocasião, houve o encontro do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com as "cantoras do rádio", geração de artistas reveladas na Rádio Nacional. Lula definiu o encontro de "saudosismo gostoso" e subiu ao palco do auditório da Nacional para abraçar e beijar Emilinha Borba, 80, Marlene, 79, Carmen Costa, 84, Ademilde Fonseca, 83, Adelaide Chiozzo, 73, e Carmélia Alves, 81.

Haja flor!

Aposto que você não sabia que existe...
... esta borboleta mais pesada do que o ar.

Removido

A fotografia convencional transformou a experiência vivida na experiência reprodutível.
Adiante, com os avanços da tecnologia, foram criados os dispositivos móveis pessoais de vastíssima utilização na fotografia. Confundindo-se com o corpo das pessoas, eles mudam os comportamentos. Sinalizam que as pessoas estão por demais ocupadas, inacessíveis a estranhos. Apresentam uma força viciante que promove a divisão da atenção entre aqueles que estão fisicamente com você e aqueles que não estão.
Em seu site Removido, Eric Pickersgill mostra a reconstituição de cenas da vida diária com pessoas que, momentos antes de serem fotografadas, tiveram os dispositivos pessoais (leia-se: telefones celulares) retirados de suas mãos.
Parecem que estão lidando com o problema de um membro fantasma, não é mesmo?!


04 julho, 2016

Des(embarque)

Embarquei na tua nau
Sem rumo. Eu e tu.
Tu, porque não sabias
Para onde querias ir.
Eu, porque já tomei muitos rumos
Sem chegar a lugar nenhum.

Este PPP não é uma Parceria Público-Privada. É um Pseudo-Poema Premonitório, de Temer, o Breve.

Atriz coadjuvante: Vana Rousseff 
(imagem do arquivo de Jaime Nogueira)

Resultados do Google para Temer Flip Paraty
A Flip 2016 reverbera o "Fora, Temer"
"Fora, Temer" explode na Feira Literária de Paraty
Movimentos populares fazem ato "Fora, Temer" na feira literária de Paraty (RJ)
Uma poesia do presidente em exercício, Michel Temer, foi lida e criticada ("bem ruim") na primeira mesa da 14ª Flip
O público da Flip gostaria de ver o poeta Michel Temer na festa
+ 117 000 resultados nada encorajadores

Como os cientistas enganam a si mesmos


Este é o grande problema na ciência que ninguém gosta de falar a respeito: ​​mesmo uma pessoa honesta é um mestre do auto-engano. Nossos cérebros evoluíram, há muito tempo nas savanas africanas, onde chegar a conclusões plausíveis sobre a localização de uma fruta madura ou a presença de um predador eram questões de sobrevivência. Mas uma estratégia inteligente para escapar de leões não necessariamente se aplica bem a um moderno laboratório, onde o desafio pode ser enfrentar a análise de terabytes de dados multidimensionais. No ambiente de hoje, a nossa aptidão para tirar conclusões precipitadas torna fácil encontrar padrões falsos em aleatoriedade, ignorar explicações alternativas para um resultado ou aceitar os resultados "razoáveis" sem questioná-los - isto é, para que sejamos incessantemente enganados sem que o percebamos.

How scientists fool themselves – and how they can stop, por Regina Nuzzo, Nature, volume 526, edição 7572

03 julho, 2016

A campanha de solidariedade dos alfinetes de segurança

O alfinete de segurança virou símbolo contra o racismo no Reino Unido pós Brexit.
Desde que o Reino Unido anunciou sua decisão de sair da União Europeia, o Estado está vivenciando um crescimento no número de crimes de ódio.
Numa tentativa de acabar com o racismo e demonstrar apoio à população de imigrantes, Allison, uma norte-americana que mora em Londres, lançou uma campanha através do Twitter. Allison sugere que todos aqueles contrários à violência nacionalista e racista impulsionada pelo Brexit usem um alfinete de segurança, identificando-se assim como participantes dessa campanha de solidariedade.
A iniciativa foi lançada no domingo passado (26) e, desde então, a hashtag #safetypin (alfinete de segurança) ganhou força no Twitter, conquistando muitos apoiadores. Em entrevista ao Indy100, Allison diz que sempre precisa lembrar as pessoas que é imigrante: "Eu sou branca e falo inglês, então sou aprovada". Eles dizem: "Oh, você não conta, você não é o tipo de pessoa de que estamos falando".

arte de Minakani

Um físico que cai

O físico norueguês Andreas Wahl sabe que as coisas giram mais rapidamente quando se aproximam do centro.
Aqui, ele irá testar mais uma vez seus conhecimentos profissionais em si próprio. Ao deixar-se cair de uma altura de 14 metros, até quase encontrar o chão, preso na ponta de uma corda que tem um peso na outra extremidade.



Andreas Wahl em Um tiro subaquático

Poderá também gostar de ver
Corpos que caem

02 julho, 2016

Para que isso não aconteça

PREFIRA VOAR DE HELICÓPTERO

Escultura grega antiga mostra mulher usando computador portátil

Teóricos da conspiração na Internet estão certamente excitados com a divulgação desta imagem. Retrata uma escultura, provavelmente feita na ilha grega de Delos por volta de 100 a.C., em que uma mulher está usando um laptop.
Depois de passar por vários museus, essa escultura está agora alojada no Museu J. Paul Getty, em Los Angeles.


Αν δεν είναι αλήθεια, είναι καλό να βρείτε. Tradução: Se non è vero, è bene trovato.