28 fevereiro, 2015

O direito à informação

Informar-se, ser informado corretamente e emitir livremente sua opinião são DIREITOS FUNDAMENTAIS DO CIDADÃO e constituem cláusulas pétreas da Constituição do Brasil.
"Liberdade de imprensa é um DIREITO ACESSÓRIO das empresas jornalísticas. Por acessório significa que só se justifica se utilizado para o cumprimento correto da importantíssima missão constitucional que lhe foi conferida." ~ Luis Nassif, in "Liberdade de imprensa e liberdade de opinião"
E quando a imprensa omite informação e, pior ainda, distorce a informação de forma a levar os cidadãos a acreditar que estão sendo informados, mas que, na realidade, estão apenas sendo enganados?
Ora, nestes casos, há uma flagrante e clara violação nos direitos fundamentais do cidadão, que são garantidos pela Constituição Federal. E o Estado tem que adotar medidas concretas para o fiel cumprimento da Carta Magna.
Como diz o Ministro Celso de Mello, na relatoria de uma ação direta de inconstitucionalidade:
"Se o Estado deixar de adotar as medidas necessárias à realização concreta dos preceitos da Constituição, em ordem a torná-los efetivos, operantes e exequíveis, abstendo-se, em consequência, de cumprir o dever de prestação que a Constituição lhe impôs, incidirá em violação negativa do texto constitucional. Desse non facere ou non praestare, resultará a inconstitucionalidade por omissão, que pode ser total, quando é nenhuma a providência adotada, ou parcial, quando é insuficiente a medida efetivada pelo Poder Público."
Então, urge que o Estado – representado pelos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário – tome medidas para que os cidadãos brasileiros possam ter garantidos os seus direitos fundamentais de se informar e ser informado corretamente, punindo todo e qualquer meio de comunicação que age contra estes direitos.

Fernando Gurgel Filho

Le Trio Robot


Fez sucesso na década de 1950, com a seguinte formação:
Wink na guitarra, Blink na bateria e Nod no sax.
Nada de sexo, drogas, essas coisas: eram músicos bem comportados. Plugados e bem oleados, tocavam jazz, tangos e números clássicos para os exigentes públicos (de carne e osso) da Europa.
E eram empresariados pelo engenheiro belga Zenon Specht.
Aqui, um vídeo com oito segundos de atuação dessa banda retrô-futurista.

Engolidores de espadas e pesquisas médicas

Em 1868, um engolidor de espadas assistido por Dr. Adolf Kussmaul, em Freiburg, Alemanha, ajudou no desenvolvimento da primeira endoscopia rígida do esôfago. Outro engolidor de espadas, em 1906, no País de Gales, foi o voluntário do primeiro eletrocardiograma obtido através do esôfago.
Em ambos os casos, os pesquisadores receberam os créditos, mas os nomes desses engolidores de espadas (cujo Dia Mundial é comemorado no último sábado de fevereiro) desapareceram no túnel do tempo.
Meyer, em entrevista ao HuffPost, em 2012, declarou:
"Não acho certo.que os engolidores de espadas passem assim despercebidos. Por suas capacidades físicas e mentais para desligar reflexos corporais, eles são muito úteis aos cientistas que estudam o funcionamento interno do corpo humano.".

Ver também:
Engolindo essa!

27 fevereiro, 2015

Rio 450 Anos


CALENDÁRIO
Confira aqui os eventos que vão agitar o Rio durante o 450º ano de aniversário da Cidade Maravilhosa. Além de eventos únicos, haverá espetáculos e seminários que se repetirão em vários meses do ano.

VALSA DE UMA CIDADE, de Ismael Netto e Antonio Maria


A arte invisível

Uma artista nova-iorquina cria pinturas e esculturas invisíveis e colecionadores pagam milhões para ter uma de suas peças.

Bits and Pieces

"Não está vendo que não está vendo?" ~ Chaves
"Apenas porque você não vê nada, isto não significa que eu não tenha trabalhado muito tempo para criar uma obra em particular." ~ Lana Newstrom
"Aceita bitcoin?" ~ Anônimo

Um conto revisitado:
A ROUPA NOVA DO REI

26 fevereiro, 2015

Um kit de sobrevivência


VSSL (pronuncia-se Vessel) é um conjunto de ferramentas multifuncionais com componentes que são fundamentais para a sobrevivência ao ar livre.
Trata-se um cilindro de alumínio hermeticamente fechado que contém objetos úteis para a sobrevivência: em uma de suas extremidades tem uma lanterna e na outra, uma bússola. Dentro, acham-se armazenados: abridor de latas, velas, lâminas de barbear, linhas de pesca e anzóis, espelho de sinalização, corda, e um kit básico de primeiros socorros, entre outras coisas.
Uma de suas versões está sendo recomendada para o Walking Dead.
Ainda no Kickstarter (mas você pode pedir).

Sobreviver é preciso
Um guia de sobrevivência comestível, Usando um telefone celular quebrado, A sobrevivência da humanidade e PROFISSÃO: MACGYVER

Uma epidemia de risos e prantos

Uma epidemia pode ser definida como algo que "predomina em uma comunidade, em um momento especial, e que é produzida por causas especiais, geralmente não presentes na comunidade afetada (MacNaulty, 1961)".
Como as epidemias mais comuns são causadas pela disseminação de vírus, bactérias ou outros parasitas, há uma tendência a esquecer que o comportamento emocional anormal pode se espalhar de uma pessoa para outra e, assim, assumir uma forma de epidemia.
Um exemplo disto: foi o que concluiu este relatório sobre uma epidemia de risos, prantos e inquietação que perturbou por seis meses a vida normal das pessoas no distrito de Bukoba (mapa), ao Noroeste de Tanganica, em 1962.
A doença começou em uma escola para meninas, espalhando-se em seguida para outras escolas e aldeias da região. Adolescentes escolares constituíram a maioria dos casos, embora adultos (não alfabetizados) também tenham sido afetados pela doença. Não foram encontrados sinais físicos anormais significativos e todos os exames laboratoriais foram normais nas pessoas acometidas. Não houve mortes. Nenhum fator tóxico nos alimentos consumidos foi detectado. Sugeriu-se que o problema tenha sido uma epidemia de histeria em comunidades culturalmente suscetíveis.

25 fevereiro, 2015

Conversa de comadre

Um músico em turnê não tem tempo. Não tem tempo, muitas vezes, nem para ir ao banheiro.
Foi pensando nas aflições fisiológicas de um músico que Marc Potter, que é fabricante de instrumentos de cordas, fez este banjo (foto) a partir de uma comadre.
A comadre, para quem não sabe, é um tipo de urinol recomendado para as mulheres acamadas.

Pode não ter um odor agradável, mas o som é como nos velhos tempos.

Slideshow BANJOS

Tempos de espera

Como os pratos de fast-food se tornaram mais complexos, o tempo gasto pelos clientes na fila de atendimento tem aumentado a um ritmo alarmante,
A quantidade média de tempo que o consumidor típico gasta esperando em um drive-thru saltou de cerca de 40 segundos em um ano - de 180,83 segundos em 2013 para 219,97 segundos em 2014 -, de acordo com o 2014 Drive-Thru Performance Study.
John Walkenbach, Google+


Eu gosto de como eles usam duas casas depois da vírgula para informar os tempos de espera.

24 fevereiro, 2015

Uma partilha em Mumbai

Um homem no leito de morte, em um hospital de Mumbai, tendo ao lado a esposa, três filhos e uma enfermeira.
Diz o homem: (ao filho mais velho) Você fica com os 15 bangalôs em Borivali... (à filha): Você fica com os 8 bangalôs em Juhu... (ao filho caçula): Você fica com os 20 escritórios em Nariman Point... (à esposa): Minha doce Kavita, você fica com os 11 apartamentos do nosso prédio em Lokhandwala...
Bastante impressionada com o que ouve, diz a enfermeira: (à esposa): Você tem sorte de ter um marido, que é tão rico e que está lhe deixando tantas propriedades.
Responde a esposa: Que rico, que nada!  Ele está distribuindo as responsabilidades com a entrega do leite para seus clientes a partir de amanhã.

ASSISTA: massa de borracha come um ímã


Isto não é uma cena da vida animal em que o maior engole o menor.
Você está vendo uma massa de borracha magnética ($13.00 na Amazon) arranjando-se em torno de um ímã de neodímio.
A massa, que foi tornada magnética pela adição de milhões de partículas de óxido de ferro, "procura" distribuir-se, do modo mais uniforme possível, em torno do neodímio, que é um ímã forte para o seu tamanho (poderia apagar tarjas magnéticas de cartões de crédito por exemplo).
Este time-lapse resume em 52 segundos um vídeo que dura 90 minutos.

23 fevereiro, 2015

O conhecimento sobre as regras do trânsito

O escritor dinamarquês Mikael Wulff e o cartunista Anders Morgenthaler criaram uma série de gráficos que ilustram algumas das "dolorosas verdades da vida cotidiana". Seus gráficos e diagramas são sarcásticos, mas em sua maior parte verdadeiros. Isso, juntamente com o design simples e de aparência oficial, fazem deles um deleite para o olhar.


SEU CONHECIMENTO SOBRE AS REGRAS DO TRÂNSITO

Voltaire alimentava os trolls?





Eu não concordo
com uma só palavra do que diz 
mas defenderei o seu direito
de continuar "trolando"...
até a morte por inanição.

Leitura recomendada A falsa citação de Voltaire, por Ivan Bilheiro

22 fevereiro, 2015

O QUE ESTÁ EM JOGO AGORA

A chamada Operação Lava Jato, a partir da apuração de malfeitos na Petrobras, desencadeou um processo político que coloca em risco conquistas da nossa soberania e a própria democracia.
Com efeito, há uma campanha para esvaziar a Petrobras, a única das grandes empresas de petróleo a ter reservas e produção continuamente aumentadas. Além disso, vem a proposta de entregar o pré-sal às empresas estrangeiras, restabelecendo o regime de concessão, alterado pelo atual regime de partilha, que dá à Petrobras o monopólio do conhecimento da exploração e produção de petróleo em águas ultraprofundas. Essa situação tem lhe valido a conquista dos principais prêmios em congressos internacionais.
Está à vista de todos a voracidade com que interesses geopolíticos dominantes buscam o controle do petróleo no mundo, inclusive através de intervenções militares. Entre nós, esses interesses parecem encontrar eco em uma certa mídia a eles subserviente e em parlamentares com eles alinhados.
Debilitada a Petrobras, âncora do nosso desenvolvimento científico, tecnológico e industrial, serão dizimadas empresas aqui instaladas, responsáveis por mais de 500.000 empregos qualificados, remetendo-nos uma vez mais a uma condição subalterna e colonial.
Por outro lado, esses mesmos setores estimulam o desgaste do Governo legitimamente eleito, com vista a abreviar o seu mandato. Para tanto, não hesitam em atropelar o Estado de Direito democrático, ao usarem, com estardalhaço, informações parciais e preliminares do Judiciário, da Polícia Federal, do Ministério Público e da própria mídia, na busca de uma comoção nacional que lhes permita alcançar seus objetivos, antinacionais e antidemocráticos.
O Brasil viveu, em 1964, uma experiência da mesma natureza. Custou-nos um longo período de trevas e de arbítrio. Trata-se agora de evitar sua repetição. Conclamamos as forças vivas da Nação a cerrarem fileiras, em uma ampla aliança nacional, acima de interesses partidários ou ideológicos, em torno da democracia e da Petrobras, o nosso principal símbolo de soberania.
20 de fevereiro de 2015
Assinam este Manifesto:
Aldo Arantes, Cândido Mendes, Celso Amorim, Conceição Tavares, Emir Sader, Franklin Martins, Leonardo Boff, Luiz Pinguelli, Marilena Chauí, Roberto Smaral, Silvio Tendler e Waldir Pires entre outros.

Morto pelo soco do Batman

Stephen Merrill, 31, de Winter Haven, Florida faleceu em 12 de fevereiro. De causa mortis ignorada, mas era necessário escrever o seu obituário.
Então, seu amigo Brandon Moxam sugeriu: "uppercut de Batman".
A noiva de Merrill, Stephanie Vella, consentiu. E o ABC Action News noticiou a cerimônia de despedida:
Seus amigos e familiares, todos eles, usavam camisas de super-heróis para homenagear o amor de Merrill pelas histórias em quadrinhos. A celebração incluiu também um escudo do Capitão América feito de flores e uma citação de "Os Vingadores", um de seus filmes favoritos.
No início, o jornal The Ledger não quis publicar um obituário assim tão frívolo. Mas, finalmente, cedeu e publicou-o. Você lê o obituário completo aqui.

O gato de Pavlov

Quando o Hino Nacional Russo começa a tocar no telefone, este gato sabe exatamente o que fazer. Ele fica ereto sobre as patas traseiras em posição de profundo respeito ao Hino.
É um gato patriota?
Talvez não, pois o que você vê pode ser um truque. Prest'enção que o gato nem espera o hino acabar.



O truque
Na fase de treinamento, você coloca a mão com um petisco acima do gato, enquanto toca uma música (que pode ser o Hino Nacional, A Dança do Sabre ou outra música). O gato se levanta para alcançar a comida que lhe é oferecida. Feito isso bastas vezes, o animal aprende a se levantar sempre que ouve a música que ele associa ao petisco. Mesmo quando petisco não há.
Sai o cão de Pavlov e entra o gato. É um substituto à altura?


Cada vez que um gato se limpa ele está adorando o Senhor das Trevas. – Provérbio anglófono.

21 fevereiro, 2015

O Turcomenistão branco

O branco é o preto no Turcomenistão, pelo menos em se tratando de carros
Os funcionários aduaneiros no país da Ásia Central já teriam proibido a importação de veículos pretos. Eles não deram a razão para essa decisão, mas estão aconselhando os importadores a comprar veículos brancos, porque o branco é considerado a cor da sorte.
O presidente Gurbanguly Berdimuhamedov recentemente começou a viajar em limusines brancas, e cerca de 160 funcionários do alto escalão, incluindo os chefes dos principais meios de comunicação do país, prontamente seguiram o seu exemplo.


Os turcomanos já se acostumaram com as restrições excêntricas em seu quotidiano (que, por vezes, parecem ter sido impostas por caprichos do presidente). O governo também tem gasto muito dinheiro, remodelando a capital e cobrindo seus principais edifícios com mármore, a fim de transformá-la em uma "cidade branca".

Черные автомобили не для туркмен, www.chrono-tm.org. Via BBC

Visite o Uzbequistão.

20 fevereiro, 2015

Um gráfico com Pac-Man

Quanto deste gráfico tipo pizza assemelha-se ao "come-come"?


Pac-Man é kafkiano

De mudança para Marte

09/02/2015
Mars One, uma organização sem fins lucrativos para viagens interplanetárias, faz em breve mais uma rodada em sua seleção de astronautas. Todos eles, cerca de atuais 700 finalistas, são realmente inteligentes, incrivelmente corajosos e um pouco loucos. Porque é preciso ser um certo tipo de pessoa para optar por viver o resto de sua vida em um planeta deserto sem ar respirável, sem Netflix, sem Game of Thrones e sem passeios românticos na praia. Ah, sim, e nada de sexo. Como eu disse, loucura.
Desde o alvorecer da Era Espacial, sempre selecionamos o melhor, o mais inteligente e o mais apto fisicamente, entre os seres humanos que gostaríamos de ver (Tom Hanks, por exemplo) como nossos embaixadores no espaço sideral. Principalmente, porque deixar a Terra sempre foi uma missão difícil. Astronautas precisavam saber como voar em jatos, consertar computadores, e realizar todos os tipos de experimentos científicos - tudo em gravidade zero e em trajes espaciais que parecem realmente complicados para entrar e sair.
Com a tecnologia atual, podemos ir a Marte em cerca de nove meses, quase o mesmo tempo que um astronauta passa na Estação Espacial Internacional. Mas não será um passeio no parque. Graças a anos de reconhecimento pelo Curiosity, Opportunity e pelo resto do bando de alegres Rovers da NASA, sabemos cada vez mais do que os astronautas vão precisar para sobreviver em Marte: trajes espaciais turbinados para a proteção contra as tempestades de areia e as temperaturas congelantes; toneladas de comida liofilizada; módulos de habitação para a proteção contra a radiação e uma broca bem grande para desbloquear a água congelada sobre a superfície de Marte. Não vai ser uma vida fácil nem muito diferente da que levamos em Minnesota.
A parte mais difícil não é ficar vivo, é manter a mente sã. Você ri agora sobre a sua antiga conexão AOL dial-up na faculdade, mas que tal levar cerca de 20 minutos apenas para atualizar o seu feed do Twitter? Você pode ser capaz de sobreviver sem oxigênio, mas você pode viver sem bagels? Sexo? Amor? Os primeiros colonos de Marte vão ter que ser mais do que corajosos e inteligentes. Eles terão de ser estranhos o suficiente para lidar com o isolamento extremo.
Guia de sobrevivência em Marte
No Planeta Vermelho você vai ter que viver sem:
Procriação. Os colonos serão desencorajados a procriar. Não há condições para o acolhimento de um bebê em Marte.
Cerveja. Desculpe, mas bebidas carbonatadas não resistem à baixa pressão atmosférica do planeta.
Alimentos. Esqueça os hambúrgueres de carne de veado com óleo de trufas negras e presunto picado. E qualquer outro alimento que não puder ser liofilizado.
Comunicação. Você acha que o Skype é irritante? Espere só até você estar a milhões de milhas de distância da Terra.
Adaptado de: Meet the people who have volunteered to die on Mars, por Walker Lamond. In: Boing Boing
16/02/2015
O projeto Mars One deu outro grande passo em seu objetivo de colonizar Marte, anunciando os 100 finalistas da seleção. Eles estão conscientes de que, se viajam a Marte, não devem mais voltar.
Mars One, el proyecto para colonizar Marte, ya tiene a sus 100 finalistas, por Javier Merchán. In: Hipertextual
Um deles é Sandra (vídeo), de 51 anos, professora em Porto Velho, Brasil.

19 fevereiro, 2015

Para que serve o secretário de um poeta?

"Entre as excentricidades de Paula Nei, havia o fato de, mesmo desprovido de recursos, possuir um secretário. essa figura tinha por nome Rocha Alazão. Entre as cláusulas do regulamento a ser obedecido por esse serviçal, estava o dever de resolver questões de gineceu, evitando chiliques e faniquitos, acompanhar enterros, comparecer a missas de sétimo dia, assinando pelo patrão o livro de presenças, e também votar pelo chefe nas eleições."
(extraído de "Paula Nei e a rua literária", de Batista de Lima, no Caderno 3 do "Diário do Nordeste", edição de 30/09/14)

Paula Nei (1858–1897)
Nascido em Aracati-CE, não escreveu nem dez poemas, não deixou livro publicado, mas sabia da importância de juntar-se aos bons. Em sua boemia literária no Rio de Janeiro, Paula Nei (foto) costumava dividir a mesa com Aluízio Azevedo, Coelho Neto, Olavo Bilac e outros. O poeta fez duas "sacadas" geniais: a expressão "Fortaleza, a loura desposada do Sol", que figura no soneto que escreveu para a cidade, e a frase "pelo Brasil, eu morro; pelo Ceará, eu mato", que citava como prova de seu amor à terra natal. Virou nome de rua na Aldeota, em Fortaleza. Mereceu.

O Secretário de Ariano
Quando Secretário da Cultura do Estado de Pernambuco, Ariano Suassuna pedia para ser chamado somente de Ariano. Pois "Secretário", para ele, era o nome de um jumento em sua fazenda na Paraíba.

A matemática foi descoberta ou inventada?

Vamos começar ...
Será que criamos conceitos matemáticos para nos ajudar a compreender o mundo em torno de nós ou é a matemática a língua nativa do universo?
Aqui, o vídeo TEDEd em que Jeff Dekofsky discute esta questão antiga e muito debatida.


Matemática alternativa
Imagine uma conta de subtração: 32 – 12, por exemplo.
Na escola tradicional foi assim que você aprendeu a fazer a subtração:
32
12
20
Só que há uma alternativa de como fazer essa conta:
12 + [3] = 15
15 + [5] = 20
20 + [10] = 30
30 + [2] = 32
         20
Explicando
Você saltou de 12 para um número "fácil", o 15, após somá-lo com o 3. De 15 para outro número "fácil", o 20, após somá-lo com o 5. De 20 para 30, outro número também "fácil", após somá-lo com o 10. E, por fim, para o 32, após somá-lo com o 2. O somatório dos números que você usou para ir de 12 a 32 foi:
[3] + [5] + [10] + [2] que é igual a 20.

18 fevereiro, 2015

Novíssima expressão

O Dicionário Brasileiro de Frases (DBF), aqui iniciado em 2007, vai de vento em proa. Hoje o dicionário incorpora a sua quarta frase:
Impítimam é meuzovo
Formada partir de: impítimam (do inglês impeachment) + é (todo mundo sabe o que é) + meuzovo (do cearensês "meus óvo"). V. vídeo do fotógrafo Carlos Medeiros.
Usa-se esta expressão para apostar que algo não vai acontecer.
Ela surgiu depois que o ex-presidente FH lançou, em artigo, um movimento pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff, com direito inclusive a parecer favorável do jurista Ives Gandra. Assim que, em resposta a esse movimento arqui-udenista, alguns cartazes com a referida expressão foram mostrados por populares durante uma reportagem – ao vivo – da TV Verdes Mares (afiliada à Rede Globo) sobre o Carnaval em Fortaleza.
A seguir, motivando memes, tuítes (onde chegou a estar nos trending topics no Brasil) e vídeos, a frase viralizou-se na internet. E o gigante Google computou mais de 40 mil resultados para ela. Além disso, "impítimam é meuzovo" fez castrar em pleno Carnaval uma conspirata em curso.
Sobre o DBF
Por que consultar um dicionário de palavras quando se pode recorrer a um dicionário de frases? Por trazer os significados de frases inteiras, sustento que o DBF é o estado de arte dos dicionários. (PGCS)

Uma lufada de ar fresco para a vida



Este (*) e outros criativos desenhos que contracenam com pequenos objetos do quotidiano. Às vezes, com o próprio desenhista.
Ufa! Uma lufada de ar fresco para a vida, no dizer do autor.

(*) É sobre a turma do deixa-pizza?

17 fevereiro, 2015

A Felicidade, por Jason Vieaux

O violonista Jason Vieaux foi o agraciado com o prêmio Grammy 2015, na categoria de melhor álbum solo de música clássica. Dentre as composições que ele gravou no álbum, duas são de autores brasileiros: "Jongo", de Paulo Bellinati, e "A Felicidade" (vídeo), de Tom Jobim e Vinicius de Moraes.


Vomitando arco-íris

É uma gíria usada na internet para transmitir a ideia de que algo é muito fofo ou que alguém está
muito feliz. É representada pela caricatura de um menino, em preto e branco, vomitando um arco-íris obviamente colorido.


A expressão “puking rainbow” (vomitando arco-íris) surgiu nos Estados Unidos, na postagem de um blogueiro que contava que comeu doces coloridos e vomitou um arco-íris.
A seguir virou um meme que se espalhou rapidamente entre os internautas e que passou a ser usada para fazer referência a tudo que é considerado fofo etc.

Documentário
Atingido por um arco-íris [VÍDEO], um homem tem a sua vida desde então completamente mudada.

A oração do zap-zap

Um culto ministrado pelo Pastor Daniel Glória (foto), da Igreja Evangélica Filadélfia Pentecostal, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, apresentou um quadro novo.
Foi quando o pastor convocou os fiéis para que depositassem seus telefones celulares sobre uma mesa e, em seguida, fez a chamada "oração do zap-zap", com o objetivo de “evitar a chegada de notícias ruins pelos telefones.
Segundo o líder evangélico, a ideia de fazer esta oração” surgiu quando ele percebeu que as pessoas vinham ficando muito assustadas com a avalanche de notícias ruins que chegavam pelo WhatsApp.
Ele acredita que, com a oração e o pensamento positivo, o aplicativo vai passar a trazer somente mensagens boas.

16 fevereiro, 2015

Com que roupa eu vou?

Maravilha!

Ver também:
Samba em Cabul

Gato e coruja

André Costa é biólogo em São Caetano do Sul, Brasil. Ele cria um gato e uma coruja, e é interessante a gente ver como em casa esses dois animais, Cleo e Forbi, se relacionam tão bem.
Na Natureza, talvez, eles fossem inimigos mortais.



Deve haver uma explicação remota, quiçá atávica, para o que rola entre eles.


Atavismo
Culturalmente, usa-se o termo para fazer referência à recuperação de atitudes ou tradições ancestrais que teriam permanecido latentes durante longo período.

15 fevereiro, 2015

A mulher que não sorri

Esqueça as máscaras faciais, a cirurgia plástica e o botox. Uma mulher britânica de 50 anos acredita ter descoberto a solução definitiva contra o envelhecimento, especificamente contra a temível ameaça das rugas faciais.
É não sorrir nunca.
Tess Christian (foto), quando era aluna de uma rigorosa escola católica, já controlava com tenacidade seus músculos faciais. "As freiras não gostavam das crianças que sorriam", afirma ela.
À medida que crescia, ela sentia que a expressão séria era a que realmente lhe convinha.
"Se eu sorrisse, poderia desenvolver as grandes bochechas de um hamster, isso me perturbava. Olhava para meus ícones de Hollywood, como Marlene Dietrich, em busca de inspiração. Ela nunca sorria, e eu amava aquele seu estilo glamuroso."
Não pense nem por um segundo que Tess Christian esteja sozinha em sua estratégia facial. Muitas celebridades, como Kim Kardashian, são conhecidas por raramente serem vistas sorrindo.

Sorrir ou não?

As contribuições de Paul

As contribuições de Paul McCartney são imensuráveis ​​para a música moderna, a cultura popular e a caridade. Além isso, o ex-Beatle revelou-se um grande pioneiro no campo da fotografia.
Diz ele que inventou o selfie, como dá para ver aqui:
Paul fotografa sua imagem no espelho

A revelação aconteceu durante a sua participação no Jimmy Fallon, quando ele também pediu os créditos pelo primeiro photobomb:
George Harrison aparece ladeado por duas fãs.
Paul é o photobomber

Não me surpreenderia se ele depois acrescentar, no rol de suas contribuições para a humanidade, o pau de selfie.


P.S. - Tomar imágenes donde aparezca el fotógrafo
La función principal del dispositivo es la de que el fotógrafo aparezca en todas las imágenes que realice. La ¿estúpida? moda del selfie stick, Hipertextual

14 fevereiro, 2015

Frevo "Sete Corações"

Composto em 2014 pelos maestros: Spok, Clóvis Pereira, Duda, Guedes Peixoto, Ademir Araújo, Zé Menezes, Edson Rodrigues e Nunes.
Ao tentar fazer uma pesquisa sobre o frevo, o maestro Spok [1] [2] se deparou com uma grande carência de registros, especialmente audiovisuais. Com diversos prêmios conquistados e em meio a mais uma turnê internacional, o pernambucano Spok é o mais atuante maestro da nova geração. Nasceu daí a ideia de homenagear seus mestres, enquanto ainda estavam vivos. Foi assim que Clóvis Pereira, Duda, Guedes Peixoto, Ademir Araújo, Zé Menezes, Edson Rodrigues e Nunes viraram protagonistas do longa-metragem "Sete Corações". G1

O que é open bar

É um termo de origem inglesa que significa "bar aberto". Diz-se que há "open bar" quando ocorre uma festa com bebidas alcoólicas servidas à vontade. Nesse tipo de festa, a pessoa paga apenas para entrar, pode consumir a quantidade de álcool que quiser/puder (sem que isso aumente a despesa), e a festa não tem hora certa para acabar.

Procurando ser mais claro:


Leitorado
Uma maneira metida a besta de dizer que vai deixar a pessoa bêbada até beijar urubu, feder que nem gambá, ter até a sua calçola/cueca roubados e confessar os seus mais profundos segredos, possivelmente acompanhado de uma cena patética a ponto de querer desaparecer no dia seguinte?
Alessandra Macedo
Tim-tim.

13 fevereiro, 2015

Papa-Léguas e Coiote (2)

Um papa-léguas (Geococcyx californianus) pode correr a uma velocidade de até 32 quilômetros por hora. Um coiote pode atingir velocidades de até 69 quilômetros por hora. Minha infância inteira foi uma grande mentira.
Wolfgang Schmittenhammer

É claro que alguns fatos se interpõem entre Wile E Coyote e Road-Runner. Primeiro, os papa-léguas têm uma incrível capacidade de usar a cobertura do solo enquanto correm e eles raramente se movem em linha reta. Coiotes selvagens não podem esperar que os papa-léguas se mantenham na estrada quando a vida deles está em jogo. Há também outro fato que é realmente incômodo: os papa-léguas podem voar! Não que eles gostem de voar. Mas se um coiote está prestes a pegar um papa-léguas, aí este: asas pra que vos quero! Finalmente, o que a Warner Brothers quer que você acredite: nunca houve um exemplo documentado de um coiote pegar um papa-léguas. Bip bip.

♪No Baixo Leblon♪

A marcha carnavalesca "Turma do Funil" (1956), de Mirabeau Pinheiro, Milton de Oliveira e Urgel de Castro, tem uma bela introdução. Também pudera! Foram os experientes compositores Tom Jobim e Chico Buarque que a fizeram para o relançamento da marcha (com a participação da Miúcha) em 1980.
É uma introdução com música, letra e... título alternativo.
No Baixo Leblon
Quando é tão densa a fumaça
Que o tempo não passa
E a porta do bar já fechou.
Quando ninguém mais tem dono
O garçom tá com sono
E a primeira edição circulou.
Quando não há mais saudade, nem felicidade
Nem sede, nem nada, nem dor.
Quando não tem mais cadeira
Tomo um besteira de pé no balcão
E eis que da porta do fundo
Do oco do mundo
Desponta o cordão:
Chegou a turma do funil...
www.vagalume.com.br

Paródia
A Turma do Poire

12 fevereiro, 2015

Miss Butterfly

Durante uma competição internacional de flauta em Odense, na Dinamarca, uma borboleta pousou na testa da flautista japonesa Yukie Ota.
Ela nem se tocou, aliás, continuou tocando.



Os insetos são atraídos por boas vibrações. Bem, há exceção.

O Dicionário Brasileiro de Frases

Dicionários são feitos de dicionários. Mas o Dicionário Brasileiro de Frases (DBF) não tem direito a essas molezas contribuições.
Cada verbete do nosso DBF nasce do nada. A ausência de fontes de consulta obriga a essa criação no vácuo. Sem contar com a colaboração da humanidade, temos apenas a vivência (com viés de baixa) de seu organizador.
O fato é que este Dicionário, aqui iniciado em 2007, vai de vento em proa. Com três verbetes já concluídos: Bebel que a cidade comeu e Deite-se na cama e crie fama (1) e Imagina se pega no olho? (2).
Poderíamos tê-los em maior número. Mas não temos patrocinadores nem colaboradores.
Dirão os pósteros:
Por que consultar um dicionário de palavras quando se pode recorrer a um dicionário de frases?
Com a proposta de trazer os significados de frases inteiras, o DBF será uma obra seminal, o estado de arte dos dicionários.

11 fevereiro, 2015

Deus é tuiteiro

Em seu TheTweetOfGod, a gente constata que Deus tem 1,81 milhão de seguidores no Twitter. É muito pouco para o Criador do Mundo. Além de Online, Deus é Onipresente, Onisciente e Onipotente.
O www.novainter.net atualizou, para fevereiro de 2015, o ranking das 38 personalidades mais famosas do Brasil. Para tanto, levou em consideração exclusivamente o número de seguidores que elas apresentam no Twitter.
Nessa lista, há apresentadores de TV, cantores, humoristas, jogadores de futebol, programas de TV, portais de notícias, emissora de TV, escritor e operadora de telefonia.
Ô povo sem Deus!

Vejamos, pois, quais são atualmente as 10 maiores celebridades do Brasil:
1º Kaká, 22 milhões
2º Neymar Júnior, 16,8 milhões
3º Ivete Sangalo, 12,1 milhões
4º Ronaldinho Gaúcho, 11,5 milhões
5º Claudia Leitte, 10,5 milhões
6º Luciano Huck, 9,9 milhões
7º Paulo Coelho, 9,8 milhões
8º Marcos Mion, 9,7 milhões
9º Sabrina Sato Rahal, 9,1 milhões
10º Programa Pânico, 8,9 milhões
Já no "Seguindo", Deus é extremamente seletivo. Ele segue apenas 1, e o felizardo é Justin Bieber. Reparo que há alguns nomes no "Quem seguir" de Deus. Ele, porém, ignora essas sugestões algorítmicas.
Eu boto fé no Luan Santana, se algum dia o nome for lembrado pelo Twitter.

O bochechudo

Um hamster dourado consegue armazenar surpreendentes quantidades de alimentos em suas bochechas. Raios-X mostram que, quando estão abarrotadas de comida, as bochechas do hamster esticam até seus quadris.
O Kiko (do Chaves) não chega nem perto.



Experiência
Como os diferentes animais reagem quando são colocados dentro de uma caixa de papelão; o hamster come a caixa toda.

10 fevereiro, 2015

O grande país fora da curva

Este gráfico, de 1911, é interessante.
Relaciona o PIB per capita de várias nações com o percentual de aceitação da Teoria da Evolução por parte das respectivas populações adultas.
USA, para variar, o grande outlier.

Gráfico: veio daqui

Em Estatística, outlier, valor aberrante ou valor atípico, é uma observação que apresenta um grande afastamento das demais da série ou que é inconsistente. A existência de outliers implica, tipicamente, em prejuízos para a interpretação dos resultados dos testes estatísticos aplicados às amostras.

O interesse dos gatos pelo pingue-pongue

-


Não se faz internet sem gatos
Link para um vídeo de "cat curling", que surgiu nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, em Sochi, Rússia.

Slideshows do PG - Apresentação 355

09 fevereiro, 2015

Criança e homem sugados por um bueiro

Em Coronel Barros, no Rio Grande do Sul, um bueiro encontrava-se obstruído causando inundação na estrada. Um grupo de pessoas da localidade tentava desobstruí-lo. Súbito, o bueiro foi reaberto. E, durante a passagem da água, foram sugados um menino e seu pai que participavam da operação.
Eles surgiram no outro lado da estrada, vivos e aparentemente ilesos, mas suas reações foram bastante diferentes.
O menino acha que realizou um passeio emocionante e, provavelmente, faria isso de novo. E o homem teve um momento, talvez nunca dantes a ele acontecido, para refletir sobre a finitude humana.


Um mau dia para as celebridades

Não, não é uma cena de "The Walking Dead".
É uma fotografia que mostra peças do Museu de Cera de Madame Tussaud, em Londres, danificadas por um incêndio em 1930.


Curiosidade
Lady Gaga (1) (2) (3) é a recordista do Museu. Ela soma atualmente 21 estátuas (espalhadas entre a sede principal do Museu, em Londres, e as suas 13 filiais em outras cidades).

08 fevereiro, 2015

Quem doa sêmen merece uma folga maior

"Detalhes, por favor!"
É o apelo dos médicos de todo o mundo para que deem a explicação do que realmente aconteceu em Wuhan, na China. A esperança é de que os médicos que socorreram um colega publiquem um relatório formal do caso, de preferência numa revista médica de boa qualidade. O caso, até agora, só foi publicado na imprensa leiga. Existe a possibilidade de que alguns detalhes tenham sido exagerados; outros, negligenciados.
Aqui é uma parte do que saiu numa reportagem, a 11 de setembro de 2014, no Want China Times:
Um tribunal rejeitou o recurso interposto pela família de um estudante de doutorado que morreu repentinamente em 2011, quando fazia uma doação de esperma. Considerando que o estudante se apresentara voluntariamente para a doação e que esta inclusive tinha sido uma atividade extracurricular.
O homem, de sobrenome Zheng, fazia o seu doutorado em um hospital universitário (não citado na reportagem) da cidade. Em 2010, ele concordara em ajudar nos testes operacionais do banco de sêmen da universidade antes de sua abertura oficial.
Zheng havia doado esperma quatro vezes ao longo de um período de 11 dias. Quando doou pela quinta vez, em 12 de fevereiro, ninguém o viu saindo da sala de doação. A equipe que entrou na sala, quase duas horas depois, encontrou-o inconsciente no chão.
Diante da impossibilidade de reanimá-lo, ele foi declarado morto na cena do crime.

Uma disputa de propriedade
Justiça americana decide: Esperma é propriedade da mulher!

Golpe a Jato

FHC: roubo de Barusco não tem nada a ver com ele, 247
Teoria do ex-presidente tem dois pesos e duas medidas: roubalheira na época de seu governo é culpa exclusiva do ex-gerente da Petrobras; já os malfeitos ocorridos nas gestões petistas são de responsabilidade de Lula e de Dilma.
Estimativa de Barusco, em Veja, vira verdade, 247
Pedro Barusco já confessou que rouba a Petrobras desde 1997, quando, ainda no governo FHC, começou a receber propinas da multinacional holandesa SBM. No entanto, para garantir a liberdade, apontou o dedo para o PT e estimou – repita-se, estimou – que o partido recolheu US$ 200 milhões em propinas nos últimos doze anos.
Para incriminar o PT, Lava Jato 'desmonta' farsa do mensalão, mas repete erros, por Helena Sthephanowitz
Em um interrogatório na Polícia Federal, o doleiro Alberto Youssef deixou escapar um depoimento que rechaça a tese da compra de votos (da farsa do mensalão). O doleiro disse que o PP obstruiu por três meses em 2004 votações no Congresso, deixando o então presidente Lula "doido". Tudo para obrigar a nomear Paulo Roberto Costa na diretoria de Abastecimento da Petrobras. Ressalte-se que não havia nada de ilícito em nomeá-lo naquela época. Costa era funcionário de carreira, tinha currículo para ocupar o cargo, sem nada sabido que pesasse contra ele até então.
O festival de asneiras em torno dos 88 bilhões de reais da Petrobras, por Paulo Nogueira
Raras vezes tantas tolices foram publicadas e compartilhadas em cima de um número mal-compreendido. Entre no Twitter e digite "Petrobras 88 bilhões", e você encontrará uma enxurrada daquilo que de mais imbecil a mente humana pode conceber. A cifra de 88 bilhões de reais representaria aquilo que foi desviado por corrupção na Petrobras. Foi a Folha que deu a "informação". Ela estaria no balanço divulgado pela Petrobras. Depois, a Folha corrigiu o erro, mas era tarde demais: a asneira já fora transmitida e incorporada por dezenas, centenas, milhares de analfabetos políticos.
Por que FHC cruzou os braços?, por Paulo Moreira
Hoje capaz de pedir punição dos mais altos hierarcas na Lava Jato, Fernando Henrique cruzou os braços em 1996, quando Paulo Francis denunciou corrupção na Petrobrás. Paulo Francis falou a verdade? Mentiu? Exagerou? Estava de porre? Não sabemos. A gravação está disponível na internet. Referindo-se a contas secretas na Suíça, Paulo Francis fala com o desembaraço de quem está fazendo delação premiada para o juiz Sergio Moro.
A Lava Jato à luz de Hannah Arendt, por Miguel do Rosário
Se o leitor prestou atenção aos meus posts sobre o assunto, verá que fiz um esforço heroico para acreditar na Operação Lava Jato. Minha relação com a Lava Jato foi bipolar, pois eu não queria acreditar que testemunharíamos mais uma sequência de arbítrios protagonizados por autoridades cegas pelos holofotes da mídia. As relações promíscuas entre essas autoridades do Lava Jato e a oposição sempre estiveram em evidência.
Os dias e as noites na Guantánamo do Dr. Moro, por PH Amorim
Vídeo publicado no Conversa Afiada por PH Amorim com uma denúncia (apócrifa) sobre as condições de carceragem na Lava Jato. A denúncia foi encaminhada para o Ministro da Justiça, a Procuradoria Geral da República  e o Conselho Nacional de Justiça.
Globo blinda FHC no noticiário da Lava Jato, 247
O direcionamento no noticiário da Globo, emissora dirigida pelo herdeiro João Roberto Marinho, a fim de prejudicar o atual governo da presidente Dilma Rousseff, e apoiando, assim, a campanha pelo impeachment, está mais do que comprovado. Neste fim de semana, a diretora da Central Globo de Jornalismo, Silvia Faria, enviou o seguinte e-mail a todos os chefes de núcleos da emissora:
"Assunto: Tirar trecho que menciona FHC nos VTs sobre Lava a Jato. Atenção para a orientação: Sergio e Mazza, revisem os VTs com atenção! Não vamos deixar ir ao ar nenhum com citação ao Fernando Henrique."
Bandeira de Mello: FHC pôs a raposa no galinheiro, RBA
Um dos principais juristas do País, o professor Celso Bandeira de Mello atribui a corrupção na Petrobras à lei aprovada no governo FHC, que liberou a estatal de realizar licitações públicas; "esse foi o momento em que o governo Fernando Henrique colocou o galinheiro ao cuidado da raposa", diz ele; coincidência ou não, o gerente Pedro Barusco confessou roubar a Petrobras desde 1997, ano em que ocorreu a mudança; ele também criticou o governo FHC, que teria sido "o mais entreguista da história do Brasil".

12/02/2015 - Pelo andar do trem...

Todo mundo precisa ver este vídeo

Aqui estou postando um vídeo com as mais incríveis revelações extraídas da biografia (não autorizada) do parapsicólogo Padre Quevedo.


As formigas de Maria

07 fevereiro, 2015

O bom, o mau e o feio

Você já se perguntou com que recursos instrumentais foi gravada a música tema do filme "Três Homens em Conflito", que conta com Clint Eastwood no papel principal?
Depois de todos esses anos, ainda é interessante saber como esta música de Morricone foi tocada pela "Orquestra Ukulele da Grã-Bretanha".



Sobre Morricone
O italiano Ennio Morricone (Roma, 10 de Novembro de 1928) é compositor, arranjador e maestro, tendo assinado composições e arranjos para mais de quinhentos filmes e programas de TV. Escreveu algumas das trilhas sonoras mais conhecidas dos"bang-bang à italiana" do cineasta Sergio Leone, como "Il buono, il brutto, il cattivo" (nos EUA: "The good, the bad, the ugly"; no Brasil: "Três Homens em Conflito"), de 1966.
Arquivos
Sobre o ukulele (ou ukelele): Um órgão de gatos e Beliscando... | In the Mood
Sobre Clint: Outra coisa estúpida e divertida | Clint e Yoda

Um presente misterioso

-

Queria ver fazer isso com um velocípede!

06 fevereiro, 2015

O alfabeto do cérebro


Cada letra (26) deste alfabeto é um close-up de giros e sulcos encontrados na superfície do cérebro humano. Alguns dos padrões foram mudados de posição ou alargados.
Este projeto foi inspirado no alfabeto da borboleta criado por Kjell B. Sandved.


Depois de mais de 25 anos de fotografias, vasculhando coleções em museus de insetos, Kjell Sandved conseguiu encontrar todos as letras do alfabeto ocidental nos belíssimos e variados padrões de desenhos de asas de borboletas e mariposas.

Sem duelos

Caio Mário (157 a.C. – 86 a.C.) foi general e cônsul da República Romana.
Um chefe bárbaro mandou desafiar Mário para um duelo. Sem ligar para o que os outros achariam de sua resposta, e muito menos para o que o próprio bárbaro pensaria, Mário mandou o seguinte recado:
“Se você está entediado com a vida, que se enforque”. (*)
(*) Ou teria Caio dito "nessa eu não caio"?

Em 1842, Abraham Lincoln, então advogado em Illinois, publicou uma carta em um jornal de Springfield criticando o desempenho do auditor do estado, James Shields. Furioso, Shields desafiou Lincoln para um duelo, e os dois se encontraram em uma ilha no Rio Mississipi.
Como parte desafiada, coube a Lincoln escolher o tipo de arma para o duelo, e ele pediu espadas de cavalaria longas. Por ser 18 centímetros mais alto que Shields, isto daria a Lincoln uma enorme vantagem, que ele fez questão de demonstrar cortando um galho de salgueiro acima da cabeça de Shields.
Versões diferem quanto à forma como o auditor reagiu - se ele riu ou se ele fraquejou - mas os dois concordaram em não lutar. (*) Lincoln parece ter ficado constrangido com o assunto, pois se recusou a comentá-lo nos anos seguintes. www.lib.niu.edu
(*) Quanto disso foi por interferência da turma do deixa-disso?

Entre os duelos meio sérios e meio cômicos, não devo deixar de relatar o do famoso crítico Sainte-Beuve contra M. Dubois, do jornal "Globe". Quando os adversários chegaram ao local do duelo estava chovendo muito. Sainte-Beuve trazia um guarda-chuva (*) e pistolas do século XVI. Quando o sinal de fogo estava prestes a ser dado, Sainte-Beuve ainda mantinha seu guarda-chuva aberto. Os segundos protestaram, mas Sainte-Beuve resistiu, dizendo: "Estou pronto para ser morto, mas eu não gostaria de pegar um resfriado".
Theodore Child, "Duelling in Paris", Harper’s New Monthly Magazine, março de 1887
(*) Quer ver a gravura de um duelo de ciclistas com guarda-chuvas? Aqui.

Imagem: Futility Closet

O duelo

05 fevereiro, 2015

Pergunte ao Passado

"Ask the Past" (Pergunte ao Passado) reúne conselhos do passado e aplica-os gentilmente nas questões do presente. Editado por Elizabeth Archibald, que tem Ph.D. em História pela Universidade de Yale, a obra se ​​concentra na educação medieval e na história do livro.
Alguns conselhos oferecidos pelo livro:
Como impressionar as garotas em um baile – de 1530,
Como mudar uma fralda – de 1612,
Como lavar o cabelo – do século 12,
Como cumprimentar uma senhora – de 1663.
Aqui está outro exemplo, extraído de "Les Evangiles des Quenouilles", uma coleção francesa do século XV de antigas crenças populares:
Como manter seu gato – de 1470. Se você tem um bom gato e não quer perdê-lo, você deve esfregar o focinho e as quatro patas do animal com manteiga por três dias, e com isso ele nunca deixará a casa.


Pelo que sei de gatos, nenhum deles vai embora assim sem mais nem menos. Não sei na França. (PG)

A estupidez humana compilada em vídeos

Este é o décimo quinto de uma série seara inesgotável:


04 fevereiro, 2015

O potencial de energia solar no Norte da África

Que parte da Terra teríamos de cobrir com painéis solares para abastecer o planeta inteiro de eletricidade?
Não muito, na verdade...


Figura - Espaços necessários para atender as demandas de eletricidade pela Terra, Europa (EU-25) e Alemanha. Tese de Nadine May (página 12)

07/02/2015 - Atualizando...
Veja a maior usina de energia solar do mundo.

Dando-se as mãos


Ver também:
Como deixar sua EX com ciúmes

03 fevereiro, 2015

O indicador de mau hálito

autoteste

Xavier Henry Leder, que declarou como profissão marinheiro, patenteou este indicador de mau hálito, em 1902, talvez depois de inventá-lo para o uso próprio.
"É um aparelho em forma de tubo, feito de qualquer material não-absorvente, e encurvado de modo a transmitir, sem qualquer obstrução, o hálito da boca para o nariz. [...] Ao direcionar o ar respirado da boca para o nariz, através do tubo, qualquer odor desagradável da respiração poderá ser facilmente detetado pelo olfato."
A parte difícil é expirar e inspirar ao mesmo tempo.

Patente GB190216011 (A) ― 1902-11-13, Espacenet

Einstein e seu motorista

Uma história divertida e jamais comprovada envolvendo Einstein
Dado que ele não gostava de conduzir, ele contratou os serviços de um motorista. Depois de inúmeras viagens, Einstein comentou ao motorista que já estava farto de dizer sempre a mesma coisa em cada Universidade que visitava. "Se quiser", disse o motorista, "posso substituí-lo na próxima oportunidade. Já ouvi tanta vez o seu discurso que já o decorei, palavra por palavra." Einstein aceitou e, antes de chegarem ao local, trocaram as roupas e Einstein colocou-se ao volante. Chegaram a um auditório cheio de pessoas, e como nenhum dos ouvintes conhecia pessoalmente Einstein, ninguém descobriu o logro. O motorista fez o discurso que já tinha ouvido Einstein fazer tantas vezes. No final, um professor fez-lhe uma pergunta. O motorista não sabia a resposta mas teve um golpe de inspiração fantástico, e disse:
"A pergunta que me fez é tão simples que até vou deixar que o meu motorista lhe responda."

A falta de comprovação não inclui o que você vê nesta ilustração. Einstein era meio chegado a umas pantufas extravagantes.

02 fevereiro, 2015

Como o dinheiro funciona

ENTRA COMO UMA TARTARUGA. SAI COMO UMA LEBRE

O pássaro "sem infância"

Sob a areia quente vermelha da ilha indonésia de Sulawesi, algo se mexe. Um grande ovo acaba de ser chocado e logo uma criatura recém-nascida vai abrir seu caminho até a superfície, onde vai tomar seus primeiros goles de ar fresco.
Nenhum pai cuida dela. Isto faz pensar que possa ser uma pequena tartaruga, a mover suas nadadeiras laterais, enquanto empreende uma corrida desesperada em direção ao oceano. Não é isto, no entanto.
É um pássaro: o maleo. E o que é mais notável ainda: nem bem acaba de nascer, essa criança já é capaz de voar.

Maleo - The Bird That Can Fly The Moment it Hatches, THE ARK IN SPACE

01 fevereiro, 2015

A estratégia para vencer no jogo PPT

Pesquisadores de universidades chinesas escreveram um artigo sobre o papel da psicologia para ganhar (ou perder) no pedra-papel-tesoura (PPT). Depois de estudar como os jogadores alteram ou mantêm as suas estratégias em várias rodadas do jogo, eles descobriram a regra básica de como as pessoas tendem a fazer o jogo, a qual pode daqui para frente ser explorada.
Os pesquisadores trabalharam com 360 estudantes, divididos em grupos de seis por sorteios aleatórios, que jogaram 300 rodadas de pedra-papel-tesoura. Enquanto jogavam, os pesquisadores observaram as três opções de jogo com que eles ganharam ou perderam.


O que eles descobriram foi que, se um jogador ganha sobre o seu oponente em um jogo, a probabilidade de que ele repita a mesma ação no próximo jogo é consideravelmente maior do que a probabilidade de que ele mude para uma das duas outras ações. E que, se um jogador perde, ele muda o jogo na rodada seguinte, sendo mais propenso a mudar para a ação que vai bater aquela em que ele foi batido.
Por exemplo, se Megan perde com a tesoura contra a pedra de Casey, Megan é mais provável mudar para o papel, que teria vencido a pedra de Casey. Segundo a pesquisa esta é uma boa estratégia, já que Casey é suscetível de continuar jogando com a opção que vem ganhando. Os autores referem a isso como a estratégia "vencer-ficar, perder-mudar".
Portanto, esta é a melhor maneira de ganhar no pedra-papel-tesoura:
Se você perder a rodada, mudar para a opção que baterá a opção que seu oponente jogou. Se você ganhar, não continuar jogando com a mesma opção, mas, em vez disso, passar para a opção que seu oponente acabou de jogar.
A saber: você ganha uma rodada com a rocha contra a tesoura de outra pessoa. Ele está prestes a mudar para o papel. Você deve mudar para a tesoura, entendeu?
Boa, isso deve funcionar a menos que seu oponente tenha lido este artigo. Neste caso, ambos estarão em apuros.

Social cycling and conditional responses in the Rock-Paper-Scissors game (arquivo PDF)

Poderá também gostar de ver
Pedra, papel e tesoura, Robôs jogam para ganhar e slideshows 1 e 2

Crise hídrica

por Zuenir Ventura, ClipNews
Com balde e pano de chão
Seca põe em alta balde, pano de chão e vassoura. Já estou fazendo a minha parte, economizando o bem da natureza que me é mais caro: o "precioso líquido", como os jornais de antigamente escreviam quando não queriam repetir a palavra água. Não tomo mais aquele banho gostoso, interminável, o chuveiro jorrando e eu de fora me ensaboando. Também não deixo mais a torneira aberta quando faço a barba e escovo os dentes. No meu prédio, a mangueira foi praticamente abolida, substituída pelo balde, o pano de chão e a vassoura. Em todo verão, o Rio lança um modismo. Já tivemos o verão da sunga, da maconha, das dunas da Gal, do topless. O de agora talvez venha a ser o do balde ou do pano de chão ou da vassoura — enfim, alguma novidade bem velha. E, justiça seja feita, a moda pode estar pegando.
Dei uma volta de manhã por alguns quarteirões e não vi uma calçada sequer sendo "varrida" com água. Perguntei a alguns porteiros, e eles disseram que era orientação dos síndicos. Diante da estatística que aponta o Rio como o maior consumidor, ou gastador de água, é uma notícia alvissareira. Tom Jobim dizia que o carioca tinha herdado duas características de seus antepassados, os tamoios: o gosto da dança e do banho no rio ou no mar. Quando não estava mergulhando é porque estava dançando. E ele mesmo admitia ser um bom exemplo desse legado. Só que tocava e cantava para os outros dançarem.
Dou a maior força para a campanha de economia de água e luz. Quem sofreu apagão em outros tempos sabe o quão duro e triste é. Me lembro de subir sete andares com vela na mão que em geral apagava no meio do caminho, e você, claro, tinha esquecido a caixa de fósforos. E as vasilhas cheias para substituir a descarga do vaso sanitário (argh), e as noites em claro sentado na varanda porque os lençóis estavam fervendo. Não, tomara que nada disso se repita. Mas tomara também que a gente não tenha que continuar a ouvir o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, dando explicação sobre a crise energética, nos "tranquilizando" com a afirmação de que "Deus é brasileiro e vai fazer chover e aliviar a situação dos reservatórios do Sudeste". Aperto fiscal, corte de orçamentos, crise hídrica e energética, ameaça de apagão e racionamento, é muita coisa, mesmo para a Providência Divina. Alguém na Terra precisa dar uma mãozinha.
Meu maior medo é que daqui a pouco a advertência "beba com moderação" passe a ser usada para água também, não apenas para bebida alcoólica.
(matéria lembrada por Fernando Gurgel)