30 novembro, 2013

Como desenhar um cavalo

Siga esta sequência:

Bruce Lee


"Ao inferno com as circunstâncias; eu criei as oportunidades."

Como Bruce Lee treinava em segredo?

O lutador usava um instrumento para desenvolver a técnica que o tornaria lendário.


Reflexão

Para quem não tem outro assunto importante no momento
Procedimento terapêutico eficaz, efeito instantâneo,(ação entre 3 a 4 segundos), efeito prazeroso, custo zero, sem necessidade de pré-senha, inócuo, na grande maioria das vezes, dependendo da frequência e da persistência da ação. Prática fácil, com execução digital, sobretudo ungueal, realizada pelos próprios pacientes, sejam eles bípedes, quadrúpedes ou da espécie Homo sapiens. É o ato de coçar. Admite-se, hoje, que exista uma via espinotalâmica específica para a transmissão destes estímulos determinados pela ação de coçar e que, portanto, não se trate dos mesmos neurônios responsáveis pela transmissão da sensação dolorosa, como acreditava-se antes. É lógico que a maioria dos pruridos, independente da localização anatômica (inclusive em aposentados), é de natureza benigna e sem patologia causal preocupante. Ainda bem.
Pedro Brito (repassado por Winston Graça)

Legenda em português por PGCS

29 novembro, 2013

A roda da punição

Jose Gonzalez patenteou essa "roda de punição" em 1989.
Por meio dela, uma criança mal-comportada podia escolher aleatoriamente o castigo que ia receber. Do ponto de vista de uma criança, parece que um objeto inanimado é mais adequado do que os próprios pais para impor punições. Além de que o conflito direto pais-filho ficava eliminado.
Dentre as punições disponíveis na roda constavam: sem TV / sem sobremesa / segunda chance / doar um brinquedo / escolha dos pais...
Ah, esta última era um retrocesso.

Como rir online em várias línguas

Imagine que você e eu estamos conversando na internet. Imagine que, no decorrer de nossa conversa, eu - e isso pode exigir um pouco de imaginação extra - digo algo totalmente divertido.
Como você responderia?
  • hahaha ou LOL, em inglês. LOL é acrônimo de "laughing out loud" (rindo muito alto) e de "lots of laughs" (um monte de risos).
  • jajaja, em espanhol. Na língua espanhola o "j" é pronunciado como o "h" em inglês, por isso "jajaja" é análogo ao inglês "hahaha".
  • xaxaxa, em grego. Pela mesma razão.
  • xaxaxa ou חָה - חָה - חָה, em hebraico. Idem.
  • hahaha, hehehe, hihihi, hohoho ou MDR (as iniciais de "mort de rire") em francês.
  • www, em japonês. Nada a ver com world wide web. Origina-se, provavelmente, de 笑, o caráter kanji para rir, que é pronunciado "warai" em japonês.
  • 555555, em tailandês. Na Tailândia, "5" é pronunciado "rá".
  • rsrsrs, em português do Brasil. São as consoantes da palavra "risos".

O tanque de um homem só

Durante a Primeira Guerra Mundial, uma das funções no exército francês era a de batedor (olheiro). Encarregado de cortar os fios do inimigo, de modo a criar-lhes situações embaraçosas, era também uma das piores funções. O batedor operava, muitas vezes, sem proteção e em posições expostas ao fogo inimigo.
Para aumentar suas chances de sobrevivência, o exército francês introduziu este tanque de um homem só.


De Popular Science Monthly , de maio de 1917:
O dispositivo é feito para se parecer com um canhão e espera-se que venha a ser assim considerado pelo inimigo. Ele é equipado com fendas e aberturas de bom tamanho, através das quais o ar penetra em seu interior e o olheiro pode ver o que se passa lá fora. As rodas, embora aparentemente enferrujadas e velhas, possibilitam um funcionamento bom e silencioso. Propulsionado pelas pernas do operador, o conjunto se move, cautelosamente, a uma velocidade de meia polegada por minuto. 
Grunt Work, Futility Closet

28 novembro, 2013

"Me chame Christopher Fry"

A entrevista do homem que matou Fail Whale, a baleia do Twitter
A Fail Whale (1) (2) é uma coisa do passado. Por isso, neste verão, a Fail Whale saiu de cena. Então, se você vem para o Twitter, e aqui sempre vai haver problemas, porque nenhum serviço é perfeito... Mas, agora, você vai ver robôs, em vez de ver a Fail Whale. A imagem da "baleia da falha" não é mais exibida pelo Twitter. Ela tinha uma longa história e alguns de nossos usuários ainda são muito ligados a ela. Afinal, ela sinalizava os momentos de dificuldades do Twitter.
Nós somos um serviço que as pessoas procuram em seus momentos de alegria, e também quando as coisas estão indo muito mal pelo mundo. Então, eu me sinto com um compromisso pessoal, como eu acho que todo mundo que trabalha aqui também sente, para manter um serviço que deve estar sempre disponível quando alguém precisa dele. E, por vezes, o Twitter pode ser a única coisa que esteja funcionando durante uma grande calamidade, por exemplo. Então, nós todos estamos muito comprometidos com o serviço mais confiável que nós podemos realizar.

Leia a entrevista completa de Christopher Fry a Mat Honan, publicada no site WIRED.

A propósito do título
"Me chame Ismael." (Herman Melville, "Moby Dick"). In: Inícios inesquecíveis de romances

Ainda sobre a moda da calça baixa

Esta é a última pergunta sobre o assunto:


A que nível poderá descer a calça baixa com a radicalização de seus adeptos?

Calça baixa x Calça alta

Perdão presidencial para perus

Na véspera do Thanksgiving, o Dia das Ações de Graças, o Presidente dos EUA perdoa formalmente um peru (turkey) da pena de morte. É a Federação Nacional da Turquia (National Turkey Federation) que seleciona todos os anos o peru que vai receber o perdão.


No Brasil, não consta da agenda do Presidente um ato correspondente. Caso houvesse, acho que caberia à Federação Nacional do Peru a responsabilidade de apresentar o peru a ser beneficiado com o perdão. Por uma questão de coerência.

Postagens comemorativas do Dia: 2006, 20072009 e 2012

Bônus
Vídeo "I will survive" (versão especial)



Minuto de silêncio
Para todos os perus que não podem estar com suas famílias hoje.

27 novembro, 2013

O olho do turbilhão

para Nelson Cunha
A tentativa de fotografar o ralo de uma pia em funcionamento acabou resultando nesta imagem:

Bits and Pieces

Calvície parcial

Em 1975, Frank J. Smith e Donald J. Smith inventaram um método para cobrir a calvície parcial usando somente o cabelo da própria pessoa.
Como é o método: divide-se o cabelo em três seções e cuidadosamente dobra-se cada seção sobre a outra. ►

A patente foi emitida dois anos após para seus inventores sob o nº. US4022227.

Anedota
Um homem foi cortar o cabelo. Todo seu patrimônio capilar se resumia a dois cabelos, e ele exigiu do barbeiro que, depois de apará-los, repartisse-os ao meio.
Por acidente, o barbeiro arrancou um deles.
Obrigado a mudar de plano, o homem disse:
- Não faz mal, penteie tudo para trás.

Pegando o sol (ajudem-me)

Era melhor que a fotografia tivesse ficado do jeito que estava!



Slideshow PEGANDO O SOL COM A MÃO

26 novembro, 2013

O micróbio que quer ser astronauta

Em 2007, quando os engenheiros montavam a sonda Phoenix em uma das "Salas Brancas" que a NASA mantém no Centro Espacial Kennedy, os cientistas descobriram um microrganismo realmente surpreendente. Uma bactéria desconhecida e tão resistente que fora capaz de resistir às rigorosas medidas de segurança existentes no local, alimentando-se praticamente de nada.
Desde então, a bactéria jamais havia sido encontrada outra vez.
Há poucos dias, os cientistas do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA anunciaram que a encontraram novamente. Em outra "Sala Branca", pertencente ao Centro Espacial Europeu de Kourou, na Guiana Francesa, a milhares de quilômetros de distância da primeira!

Tersicoccus phoenicis, o micróbio encontrado nas instalações aeroespaciais

Ler o artigo completo de Javier Peláez, El microbio imposible empeñado en ser astronauta, em Yahoo! Noticias España.

Livro cabeça




"Quando um livro e uma cabeça colidem e um som oco é ouvido, deve sempre ter vindo do livro?"

Georg Christoph Lichtenberg (1742-1799)

Poderá também gostar de:

Comunicação rápida

Durante uma das muitas revoltas do século XIX, em Paris, o comandante de um destacamento do exército recebeu ordens para evacuar uma praça da cidade, disparando contra a ralé.
Ele ordenou a seus soldados que ocupassem posições de tiro com os rifles apontados para a multidão.
Um silêncio medonho se fez presente, e  ele, sacando a espada, gritou em plenos pulmões:
"Mesdames et Messieurs, tenho ordens para disparar contra a ralé . Mas como eu vejo um grande número de honestos e respeitáveis cidadãos à minha frente, eu peço que vocês se retirem para que eu possa atirar com toda segurança nessa ralé."
A praça ficou vazia em poucos minutos.
Paul Watzlawick, Change: Principles of Problem Formation and Problem Resolution, 1974

Paul Watzlawick (Villach, 1921 — Palo Alto, 2007) foi um dos mais notáveis teóricos da Teoria da Comunicação. Segundo ele, existem 5 axiomas na comunicação entre dois indivíduos. Se um destes axiomas por alguma razão não funcionar a comunicação pode falhar.
É impossível não se comunicar. Todo comportamento é uma forma de comunicação. Como não existe forma contrária ao comportamento ("não-comportamento" ou "anticomportamento"), também não existe "não-comunicação". Então, é impossível não se comunicar.
Toda comunicação tem um aspecto de conteúdo e um aspecto de relação. Isto significa que toda a comunicação tem, além do significado das palavras, mais informações. Essas informações são a forma de o comunicador dar a entender a relação que tem com o receptor da informação.
A natureza de uma relação depende da pontuação das sequências comunicacionais entre os comunicantes. Tanto o emissor como o receptor da comunicação estruturam essa comunicação de forma diferente e, dessa forma, interpretam o seu próprio comportamento durante a comunicação dependendo da reação do outro.
Os seres humanos comunicam de forma digital e analógica. Para além das próprias palavras, e do que é dito (comunicação digital), a forma como é dito (a linguagem corporal, a gestão dos silêncios, as onomatopeias) também desempenham uma enorme importância - comunicação analógica.
As permutas comunicacionais são simétricas ou complementares, segundo se baseiem na igualdade ou na diferença. WIKIPÉDIA

25 novembro, 2013

Um alfabeto epidemiológico

Vídeo (em inglês) escrito por Jennifer Gardy e animado por Tom Scott:



De repente, aquela vontade de lavar as mãos.

15 de outubro
O Dia Estadual de Lavar as Mãos

O Natal estendido

Este gráfico do Archipiélago Machango mostra como o comércio, ao longo do tempo, vem ampliando o período do Natal. Em breve, a barra inferior do gráfico será completamente vermelha. Não pense muito além de 2015.


O lobo solitário de Saipan

O marine Guy Louis Gabaldon tinha 18 anos quando participou da invasão de Saipan, nas Ilhas Marianas, em junho de 1944. A fim de garantir a posse da ilha, Gabaldon começou a agir como um "lobo solitário", em missões de "convencimento" aos civis e às tropas inimigas - para que se entregassem!
"Imediatamente após o desembarque em Saipan, eu decidi que iria entrar em território inimigo para lutar na guerra, como eu bem entendesse", escreveu ele em seu livro de memórias, "Saipan: Suicide Island". "Eu sempre trabalhei sozinho, geralmente à noite no mato. Eu devo ter visto muitos filmes de John Wayne, porque o que eu estava fazendo era suicídio."
Gabaldon usava seus conhecimentos da língua japonesa.
"Meu plano, que parecia impossível, era chegar perto dos japoneses em bunkers ou cavernas, dizer-lhes que havia muitos marines comigo e que estávamos prontos para matá-los se eles não se rendessem. Prometia-lhes ainda que seriam tratados com dignidade e levados de volta ao Japão após a guerra."
Ele deve ter sido estupendamente persuasivo, porque capturou 1.500 japonês sozinho - incluindo 800 em um único dia em julho.
"Quando eu comecei a fazer prisioneiros, isso se tornou um vício", escreveu ele. "Descobri que eu não podia parar - eu estava viciado."
Ele foi homenageado com a Cruz de Marinha por seus esforços e sua história foi transportada para as telas do cinema ("Hell to Eternity", um filme de 1960).

II Guerra Mundial, Saipan
Gabaldon - com alguns de seus prisioneiros

24 novembro, 2013

Foto mistério

Ela está sendo arrastada pelos cabelos (no melhor estilo mulher das cavernas) para o quarto. Mas ainda tenta uma cartada final com a ajuda do telefone.


- ATENDA ESTE TELEFONEMA DO PAPAI. ELE QUER LHE FALAR DO RIFLE NOVO QUE COMPROU.

O Homem-Aranha cientificamente preciso

Em momentos, ele parece repugnante mas é, como o título diz, o Homem-Aranha "cientificamente preciso". Seria muito interessante se essas sugestões editoriais, que aparecem no vídeo, fossem levadas à consideração do pessoal do Misney.



Não são as moscas que vomitam o suco gástrico sobre a comida?

29/07/2014 - Atualizando...
Bug Girl's Blog tem um artigo sobre o comportamento sexual das aranhas. A síntese é que as aranhas do sexo masculino apresentam um procedimento muito estranho e complicado para emprenhar as aranhas fêmeas. Você nunca mais vai olhar para Peter Parker da mesma forma novamente. Você foi avisado.

A dinâmica da torrada que cai

Foi em 1844 que o poeta vitoriano e humorista James Payn escreveu:
 "Eu nunca tive um pedaço de torrada particularmente comprido e largo, porém o que cai sobre o assoalho é sempre pelo lado da manteiga."
Dependendo do que você é - um otimista ou um pessimista - essa generalização poética pode, ou não, combinar com o seu ponto de vista.


A ilustração acima pertence ao trabalho The Anthropomurphic Principle, de Roland Krenn e Karl Franzens, da Universidade de Graz, na Áustria.
Vamos às conclusões dos autores.
Quando podemos evitar que a torrada aterrisse com o lado da manteiga para baixo?
  • Construir mesas com 3 metros de altura é claramente impraticável.
  • Reduzir o tamanho da torrada para ~2,5 cm é dinamicamente equivalente, contudo é insatisfatório.
A melhor abordagem é golpear a torrada para a frente com a mão ou mover o prato para frente e para trás, separando a torrada do prato.
De acordo com Albert Einstein, Deus é sutil mas não é malicioso. E sua influência sobre as torradas em queda deixa muito a desejar.

23 novembro, 2013

Embalos

Um internauta (assina-se et7waage1 no YouTube) pegou a música "Stayin' Alive", do filme "Saturday Night Fever" (Embalos do Sábado à Noite), cantada pelos Bee Gees, e montou-a  em trechos de outros musicais do cinema – com Rita Hayworth, Fred Astaire, Gene Kelly e outros, todos eles dançando perfeitamente em um ritmo alucinante. Não dá para perder.
E a Rita, lindíssima, lembrando seu personagem no filme "Gilda", de 1946, com Glenn Ford e fazendo jus ao slogan da saudosa época (de nossos pais): "Nunca houve uma mulher como Gilda".


In DICAção do vídeo: Nilo Mendonça

Continuando vivo graças ao Stayin' Alive
Esta música é usada para treinar profissionais de saúde na execução do número correto de compressões no peito por minuto enquanto fazem ressuscitação cardiopulmonar (RCP). "Stayin' Alive" tem cerca de 104 batidas por minuto, e 100-120 compressões peitorais por minuto são os números recomendados pela British Heart Foundation.

Comer pipoca no cinema faz a publicidade ficar ineficaz

Philip Oltermann, de Berlim
Comer pipoca no cinema pode ser irritante, e não apenas para os colegas cinéfilos. Pode irritar também os anunciantes.


Um grupo de pesquisadores da Universidade de Colônia, Alemanha, concluiu que mastigar nos torna imunes à publicidade no cinema.
A razão pela qual os anúncios conseguem fixar em nossos cérebros o nome de um produto é que nossas bocas simulam, automaticamente, a pronúncia desse nome quando o ouvimos pela primeira vez. E, toda vez que reencontra o nome, a boca, inconscientemente, torna a praticar sua pronúncia.
De acordo com um estudo publicado no Journal of Consumer Psychology, esse "discurso interior" pode ser perturbado pelo ato da mastigação.

Siga lendo o artigo em Psychology, The Guardian

A história da pipoca no cinema, Uma economia de pipocas e O Popinator

02/12/2013 - Surge a primeira observação sobre comer pipoca vendo TV

Gato na tuba

"Quem não tem gato sopra com cão."


Sua tuba está com o som diferente?
Às vezes, um gato resolve se esconder no interior do instrumento e...
Por isso é bom verificar.

(A foto ao lado, com a participação de um usurpador, foi só para ilustrar.)

Slideshow MÚSICA PARA PRINCIPIANTES


22 novembro, 2013

Barra de progressão

Problemas para baixar vídeos no computador?
Isso deve ser uma situação comum em sua vida de internauta. Quando a barra de progressão do vídeo para de aumentar, e você só consegue ver o vídeo aos trancos e barrancos.
Mas, pelo menos nesta animação do artista francês Vincent Broquaire, o vídeo não interrompe a exibição completamente nem a recomeça do zero – como tantos outros vídeos.
(Teria o Vimeo alguma superioridade em progressão de carregamento?)

Em caso de Armagedom

EVITE NOVA IORQUE. 
EVITE ESTAR PRÓXIMO DA ESTÁTUA DA LIBERDADE.
VÁ PARA JUAZEIRO DO NORTE.
OS FILMES NUNCA MOSTRAM PROBLEMAS POR LÁ.
(PGCS)

Nelson Cunha disse...
Pensando bem, tudo só acontece na Big Apple. Por aqui, nessas silenciosas montanhas mineiras.... Nem desastre!
E se há estampidos, não se avexe, são fogos da torcida do Cruzeiro.

A "costela" de Adão, um eufemismo bíblico

Em uma carta ao editor da revista American Journal of Medical Genetics,  Scott F. Gilbert e Ziony Zevit, autores do trabalho “Congenital Human Baculum Deficiency: The Generative Bone of Genesis”, sugerem que a história da costela de Adão sendo a matriz da origem de Eva é o resultado de um erro de tradução. Na realidade, eles sugerem, ser a história um mito explicativo porque os humanos estão entre os poucos mamíferos a que faltam o báculo ou osso peniano.
"Nossa opinião é que Adão não perdeu uma costela com a criação de Eva. Qualquer israelita antigo (ou, para essa matéria, qualquer criança norte-americana) sabe que existe um número igual de costelas em homens e mulheres. Além disso, as costelas não têm qualquer capacidade geradora intrínseca. Achamos que é muito mais provável que o báculo de Adão tenha sido removido para fazer Eva. Isso explicaria por que os machos humanos, em contraste com os demais primatas e a maioria dos outros mamíferos, não o têm. O substantivo hebraico traduzido como "costela", tzela, pode realmente significar costela. Ele também pode ser usado para indicar uma viga de suporte estrutural. Curiosamente, o hebraico bíblico, ao contrário do hebraico rabínico mais recente, não tinha nenhum termo técnico para o pênis e se refere a ele através de muitos circunlóquios."
A costela não tem potência específica nem é mitológica ou simbolicamente associada com qualquer ato de geração humana. Escusado será dizer que o pênis preenche este requisito. Portanto, o uso literal, metafórico e eufemístico da palavra tzela faz do báculo um bom candidato para o osso retirado de Adão com a finalidade de gerar Eva.

Neogênesis
Sobre o báculo e Continua sendo um osso

21 novembro, 2013

Levitação

Como ele faz isso?


Resposta
Alguma força desconhecida emana do xixi para ele conseguir sobrepairar.

Ver também: Sem as mãos

A aldeia azul

Uma das famosas "cidades brancas" da Andaluzia é azul.
Em 2011, uma agência de publicidade teve a ideia de pintar de azul a pequena vila de Júzcar, em Málaga, Espanha, para celebrar a estreia mundial do filme "Os Smurfs". Foram gastos 4.200 litros de tinta azul na execução do projeto.
Seis meses após a estreia do filme, a Sony propôs pintar a cidade de branco novamente. Contudo, os juzcareños decidiram "prorrogar" a pintura azul da fachada de suas casas.
Tendo a vila recebido 80 mil turistas naquele período, a pintura azul vinha trazendo evidentes vantagens econômicas sobre a cal tradicional.
Como diria Nonato Buzar, da Turma da Pilantragem: Pintou azul / sua sorte então mudou. (PGCS)


Nelson Cunha dijo...
Más tonto que un viajero?
Otro viajero!
Asi somos cuando salimos a disfrutar de vacaciones.

A lagosta boxeadora

A lagosta-boxeadora (Odontodactylus scyllarus), também conhecida como tamarutaca no Brasil, chama a atenção pelas cores fortes e por um predicado especial.
O bicho tem o soco mais rápido do mundo, que mesmo debaixo d'água chega a 72 km/h.
Sua pata apresenta uma extraordinária resistência a impactos e golpeando com ela, de forma repetida, consegue quebrar as carapaças de suas presas.
Tem despertado o interesse do pessoal do Pentágono por motivos não exatamente culinários.

20 novembro, 2013

TecnicaMente - 2

Elas controlam nossas vidas: dopamina, serotonina, oxitocina, noradrenalina e adrenalina - as drogas da vida!
Drugs of life - My[confined]Space

Uma revisão ampliada do que foi mostrado em TecnicaMente - 1.

Verdade seja dita!

por Fernando Gurgel
Nesses tempos de falas politicamente corretas e comportamentos politicamente idiotas, muito piorado pela rapidez das comunicações, onde a idiotice corre mais rápido que a velocidade da luz e a verdade ainda caminha de cajado ao lado de um jumento doente, fica muito difícil se livrar da maldade humana.
Então, meus amigos, você que me conhecem profundamente, ajudem-me a restabelecer a verdade. Andam espalhando por aí que eu não gosto de animais, principalmente de cachorro, gato e outros animaizinhos de estimação.
Ora, todos que me conhecem sabem que eu NUNCA diria uma coisa dessas. Em toda minha vida sempre tive uma grande preocupação com meus elevados princípios humanistas. E estes se estendem a todos os animais, insetos e seres vivos do planeta.
E a verdade é uma só: eu NUNCA disse que não gostava de cachorros. Disse apenas que DETESTO, que tenho ÓDIO de cachorros.
Muito obrigado a todos que compartilharem com esta verdade.


Fernando,
Você tocou num ponto sensível a muita gente, mas mostrou que é um ser humano sincero.
Há outras pessoas que pensam como você, inclusive bichos. (►)
Só que elas ocultam essa aversão.
No meu caso, eu não detesto cães, eu não odeio cães, eu nunca disse que "cachorro bom é cachorro quente". São eles que me odeiam profundamente. Fosse um carteiro, talvez rolasse da parte deles um tratamento mais amistoso.
Ah, foi bom ter revelado essa verdade – no melhor estilo doa em quem doer!
Agora você é o cara menos suspeito em todo o Brasil de estar homiziando um Beagle.
PGCS

Gato e sapato


19 novembro, 2013

Pitagórica - 2

O Teorema de Pitágoras demonstrado com água:


Pitagórica - 1

A Meia-vida dos Fatos

Mark Frauenfelder
O fatos mudam o tempo todo. Fumar deixou de ser recomendado pelo médico para ser visto como algo mortal. Nós costumávamos pensar que a Terra era o centro do universo e que Plutão era um planeta. Durante décadas, estávamos convencidos de que o brontossauro era um dinossauro real. Em suma, o que nós sabemos sobre o mundo está sempre em constante mudança.
Mas acontece que há uma ordem para o estado do conhecimento, uma explicação de como sabemos o que sabemos. Samuel Arbesman é um especialista na área da "cientometria", literalmente a ciência da ciência. O conhecimento, na maioria dos campos, evolui de forma sistemática e previsível, e essa evolução se desenrola de uma forma fascinante que pode ter um forte impacto sobre nossas vidas.
Médicos com a ideia de que seu conhecimento pode expirar se mantêm em dia com as últimas pesquisas. Empresas e governos atentos às novas descobertas que se desenvolvem podem melhorar as decisões sobre a alocação de recursos. E, ligados nas alterações que surgem na linguagem, cada um de nós pode melhor preencher as lacunas geracionais na gíria e no dialeto.
Assim como sabemos que um pedaço de urânio decompõe-se em uma quantidade mensurável de tempo - sua meia-vida radioativa - de um modo semelhante a mudança num determinado campo do conhecimento pode ser medida concretamente. Podemos entender quando os fatos tornam-se obsoletos, as taxas com que os fatos novos são criados e até mesmo como os fatos se divulgam.
Arbesman transporta-nos através de uma grande variedade de campos, daqueles que mudam rapidamente, ao longo de alguns anos, aos que mudam numa extensão de séculos. Ele mostra que muito do que sabemos consiste em "mesofatos" - fatos em que a mudança acontece em uma escala de tempo médio, muitas vezes ao longo de uma única vida humana. [...] The Half-life of Facts (A Meia-vida dos Fatos) é uma viagem fascinante à fábrica do conhecimento. Ele pode nos ajudar a encontrar novas maneiras de medir o mundo e de aceitar os limites do quanto podemos saber com certeza.

Um excerto de The Half-life of Facts: Why Everything We Know Has an Expiration Date, por Sam Arbesman, Boing Boing

Cartografia da cama




1 - O travesseiro dela
2 - Idem, aparentemente
3 - Onde ela deveria dormir
4 - Onde eu deveria dormir
5 - Zona de armistício
6 - Aliás, onde ela dorme
7 - Aliás, onde eu durmo
8 - Território desconhecido

Slideshow
UMA CAMA MUITO, MUITO BAIXA

A batalha do edredom
Cansado da posse abusiva do edredom pela mulher, ele finalmente encontrou a solução. Uma pequena vitória que pode mudar o rumo dessa guerra.

18 novembro, 2013

Os supercentenários

Quantas pessoas nascidas nos anos de 1800 ainda estão vivas?
Cinco. Grace Jones (foto), que residia em Londres, morreu na quinta-feira passada, com a idade de 113 anos. Agora não resta mais ninguém no Reino Unido que tenha nascido no século 19.


No mundo, existem apenas cinco pessoas que viveram em três séculos diferentes. Três são dos Estados Unidos, um é do Japão, e uma vive na Itália.
Segundo o io9.com, são estas as pessoas nascidas nos anos de 1800 que ainda estão vivas:
  • Japão: Misao Okawa, nascida em 5 de março de 1898; idade: 115 anos
  • Estados Unidos: Jeralean Talley, nascida em 23 de maio de 1899; idade: 114 anos
  • Estados Unidos: Susannah Mushatt Jones, nascida em 6 de julho de 1899; idade: 114 anos
  • Estados Unidos: Bernice Madigan, nascida em 24 de julho de 1899; idade: 114 anos
  • Itália: Emma Morana-Martinuzzi, nascida em 29 de novembro de 1899; idade: 113 anos

A Wikipedia lista 65 "supercentenários verificados", ou seja, pessoas que vivem há pelo menos 110 anos. A grande maioria das quais, nascidas no início do século 20. Nenhum é brasileiro. E a lista não inclui pessoas que afirmam ter a idade de 110 anos ou mais, porém que não apresentam provas documentadas.(*)

(*) Para ser considerado um "supercentenário verificado", este deve ter a idade validada por um organismo internacional que trata especificamente da pesquisa de longevidade, como o Gerontology Research Group. A verificação geralmente requer que pelo menos três documentos contenham a mesma data de nascimento.

Cupcake Dog

Trata-se do cão shepherd australiano que virou um novo meme da internet. Apresentado a uma bandeja de cupcakes, ele faz um olhar muito, muito estranho.


Enquanto pensa:
"Eu tenho certeza de que fumei crack com alguém na noite passada."
Em flashback, aparece (não neste meme) uma imagem de Robert Ford, o atual prefeito de Toronto, Canadá.

A redundância da segunda opinião

O sonho de Asimov

Um par de meses atrás eu tive um sonho que eu lembro com a maior clareza.
(Eu normalmente não recordo meus sonhos.)
Eu sonhei que eu tinha morrido e ido para o Céu.
Eu olhei e sabia onde eu estava - verdes campos, nuvens felpudas, ar perfumado e o som distante e arrebatador de um coro celestial. E lá estava, na entrada, um anjo sorridente a me saudar.
Eu perguntei, com admiração:
"É aqui o Céu?"
"É", respondeu-me o anjo.
Então, questionei:
"Mas deve haver algum engano. Eu não devia estar aqui. Eu sou um ateu!"
(Ao acordar e lembrar-me disso, eu fiquei orgulhoso da minha integridade.)
"Nenhum erro", disse o anjo.
"Mas, sendo um ateu, como eu posso me qualificar?"
Respondeu o anjo, rispidamente:
"Nós é que decidimos o que qualifica. Você, não."
"Sim", eu disse.
Então, avaliei a situação por um momento, virei-me para o anjo e perguntei:
"Há uma máquina de escrever aqui que eu possa usar?"
O significado deste sonho foi claro para mim: o Céu era poder escrever, eu estava no Céu há mais de meio século e eu sempre soube disso.
www.goodreads.comIn: I, Asimov: A Memoir



EntreMentes faz 7 anos hoje!

17 novembro, 2013

Recorrendo ao óbvio

"Me leve a mal se quiser, mas há momentos em que é preciso recorrer ao óbvio para espantar os absurdos. Um deles é imaginar que o mal do Brasil é o futebol. Ou a novela. Ou o carnaval. Ou a eleição do deputado que não sabe para que serve um deputado.
O problema do Brasil, como de qualquer outro lugar do mundo, é a ignorância. E ela se manifesta em muitos campos, entre eles o futebol, a teledramaturgia, as festas de ruas ou o Parlamento.
E se manifesta quando a crítica se transforma em patrulha e a patrulha, em moralismo."
[...]
Matheus Pichonelli, A Patrulha anti-Copa. In: CartaCapital
(enviado por Fernando Gurgel)

Ainda bem que o articulista não citou o BBB. Que, a meu ver, é um mal irredimível.


Quer sair bem na foto?

NUNCA DISPENSE O TRABALHO DE UM FOTÓGRAFO PROFISSIONAL


Slideshows

♪No Salão do Rei da Montanha♪

"In the Hall of Mountain King" tocado em bobinas de Tesla (*) por Eric Goodchild e Steven Caton.



Assustador. Quando o norueguês Edvard Grieg compôs esta música para a peça teatral de seu contemporâneo Henrik Ibsen não imaginou que a sua música algum dia seria executada com relâmpagos.

(*) Uma bobina de Tesla é um tipo especial de transformador inventado por Nikola Tesla que é capaz de gerar tensões extremamente grandes utilizando um fenômeno conhecido como ressonância eléctrica. Cada bobina que aparece neste vídeo é capaz de gerar uma faísca com 500 mil volts de eletricidade.

Poderá também gostar de ...
Eletrizante, Nikola Tesla e Pensadores

16 novembro, 2013

Bárbaras barbas

Quando um apicultor quer impressionar as damas, ele coloca uma abelha rainha em uma gaiola pequena debaixo do queixo e aguarda que as demais abelhas da colmeia formem uma grande "barba" no rosto.


Como isso é incômodo! Ele poderia obter um efeito parecido, apenas aplicando alguns sopros nessa barba inflável de vinil. A nova "barba", que se prende às orelhas através de elásticos, vem toda decorada com desenhos de abelhas, muitas abelhas. E, o melhor de tudo, é que não há qualquer chance de ser ele picado durante a demonstração.


J'accuse

Quem não tem noção do poder de manipulação das forças dominantes no Brasil (aquelas que antes tentavam derrubar governos progressistas através de golpes de estado), terá um pequeno vislumbre se se debruçar sobre o livro que acaba de chegar à praça, com cara de best-seller: A Outra História do Mensalão (Geração Editorial), do jornalista Paulo Moreira Leite. Aliás, críticos do julgamento dão conta de que meios jurídicos internacionais começam a ter maiores informações e a se arrepiar ao tomar conhecimento de como foi processado o julgamento do mensalão. Espantam-se de que isso tenha ocorrido em plena vigência do regime democrático. O assunto, segundo esses críticos, vai esbarrar, inevitavelmente, nas mãos de cortes internacionais de direitos humanos. Indícios cada vez mais nítidos de “justiça de exceção” estão sendo apontados pelos estrangeiros consultados. Estaremos diante de um novo caso Dreyfus? A denúncia começa a ganhar corpo e parece que desta vez haverá muitos Zolas a pronunciar o irrefreável brado de “J’accuse”, como no erro jurídico do judiciário francês.
Valdemar Menezes, editor sênior do Jornal O POVO (edição de 10/02/13)

Sinopse
Neste livro corajoso, independente e honesto, o jornalista Paulo Moreira Leite, que foi diretor de Época e redator-chefe de Veja, entre outras publicações, ousa afirmar que o julgamento do chamado mensalão foi contraditório, político e injusto, por ter feito condenações sem provas consistentes e sem obedecer a regra elementar do Direito segundo a qual todos são inocentes até que se prove o contrário.
Os acusados estavam condenados - por aquilo que Moreira Leite chama de opinião publicada, que expressa a visão de quem tem acesso aos meios de comunicação, para distinguir de opinião pública, que pertence a todos - antes do julgamento começar. Naquele que foi o mais midiático julgamento da história brasileira e, possivelmente, do mundo, os juízes foram vigiados pelo acompanhamento diário, online, de todos os seus atos no tribunal. Na sociedade do espetáculo, os juízes se digladiaram, se agrediram, se irritaram e até cochilaram aos olhos da multidão, como num reality show.[...]
A denúncia do "maior escândalo de corrupção da história" relatou desvios de dinheiro público mas não conseguiu encontrar dados oficiais para demonstrar a origem dos recursos. Transformou em crime eleitoral empréstimos bancários que o PT ao fim e ao cabo pagou. Culpou um acusado porque ele teria obrigação de saber o que seus ex-comandados faziam (fosse o que fosse) e embora tipificasse tais atos como de "corrupção", ignorou os possíveis corruptores, empresários que, afinal, sempre financiaram campanhas eleitorais de todos, acusados e acusadores.
Afinal, de que os condenados haviam sido acusados? De comprar votos no Congresso com dinheiro público, pagando quantias mensais aos que deveriam votar, políticos do próprio PT - o partido do governo! - e de outros partidos. Em 1997 um deputado confessou em gravação publicada pelo jornal Folha de S. Paulo que recebera R$ 200 mil para votar em emenda constitucional que daria a possibilidade de o presidente FHC ser reeleito. Mas - ao contrário do que aconteceu agora - o fato foi considerado pouco relevante e não mereceu nenhuma investigação oficial.[...]

As 7 vantagens do leite materno

Numa prova de Biologia, a última questão era:
RELACIONAR 7 VANTAGENS DO LEITE MATERNO
Valia 70 pontos e era do tipo "tudo ou nada".
Um aluno, em particular, teve dificuldades para se lembrar das sete vantagens. No entanto, ele escreveu:
1) É a fórmula perfeita para a criança.
2) Ele fornece imunidade contra várias doenças.
3) Está sempre na temperatura certa.
4) É barato.
5) Reforça os laços afetivos da criança com a mãe, e vice-versa.
6) Está sempre disponível quando necessário.
Então, deu o branco...
Finalmente, em desespero, e com a campainha prestes a tocar indicando o fim do teste, o estudante escreveu:
7) Ele vem em duas embalagens atraentes, colocadas numa altura que o gato não pode alcançar.
Ganhou os 70 pontos.

15 novembro, 2013

AP 470: UMA EXCEÇÃO PARA A HISTÓRIA

"Não enxergo qualquer efeito pedagógico nesse julgamento e não desejo em hipótese alguma que se repita em outros processos futuros."
Wanderley Guilherme dos Santos
NOTA
A determinação do STF para a execução imediata das penas de companheiros condenados na Ação Penal 470, antes mesmo que seus recursos (embargos infringentes) tenham sido julgados, constitui casuísmo jurídico e fere o princípio da ampla defesa.
Embora caiba aos companheiros acatar a decisão, o PT reafirma a posição anteriormente manifestada em nota da Comissão Executiva Nacional, em novembro de 2012, que considerou o julgamento injusto, nitidamente político, e alheio a provas dos autos. Com a mesma postura equilibrada e serena do momento do início do julgamento, o PT reitera sua convicção de que nenhum de nossos filiados comprou votos no Congresso Nacional, nem tampouco houve pagamento de mesada a parlamentares. Reafirmamos, também, que não houve da parte dos petistas condenados, utilização de recursos públicos, nem apropriação privada e pessoal para enriquecimento.
Expressamos novamente nossa solidariedade aos companheiros injustiçados e conclamamos nossa militância a mobilizar-se contra as tentativas de criminalização do PT.
Rui Falcão
Presidente Nacional do PT

CARTA ABERTA AO POVO BRASILEIRO, ZÉ DIRCEU
NOTA PÚBLICA DE JOSÉ GENUÍNO, VIOMUNDO

20/11/2013 em diante - Contrapontos na blogosfera às calúnias de uma mídia golpista e aos desvarios de uma justiça inquisitorial
Eric Nepomuceno: Anotações sobre uma farsa (Há absurdos fulgurantes nessa história, a começar pelo começo: o denunciante do esquema do tal ‘mensalão’ chama-se Roberto Jefferson, que pode ser mencionado como exemplo perfeito de qualquer coisa, menos de honradez no trato da coisa pública. Ávido e famélico por mais e mais prebendas, além das admitidas na já muito flexível prática da política brasileira, foi freado por José Dirceu, na época poderoso ministro da Casa Civil. ) | Paulo Nogueira: O homem do meio por cento: como a direita fracassou na tentativa de fazer de JB um futuro presidente (Joaquim Barbosa é grosseiro, vingativo, arrogante, presunçoso, antipático, impiedoso e deslumbrado: ele é, em suma, o antibrasileiro. A mídia tentou transformá-lo no oposto disso, mas felizmente a verdade se impôs. Não faz tanto tempo, publicações interessadas em promovê-lo disseram que sua máscara seria um dos destaques do Carnaval de 2013. Ninguém as viu nas ruas.) | Paulo Nogueira: A Globo, a Folha e a Veja versus Genoino (Vou contar um pequeno exemplo de assalto ao dinheiro público por parte da mídia. Na era de FHC, quando todos os anunciantes obtinham descontos enormes das empresas de mídia, apenas as estatais pagavam a tabela cheia. Importante: estatais federais, estaduais e municipais. Dinheiro – muito dinheiro — que deveria construir hospitais e escolas acabava na Globo, na Veja, na Folha etc. Isso é poder. Isso é corrupção. E então o pobre Genoino, com sua casa que é menor que a sala dos Marinhos, dos Civitas e dos Frias, é o “corrupto”.) | Correio do Brasil (redação): A Itália vai desmoralizar o mensalão. Cadê o 2474? (O pior pesadelo do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, que tem dado repetidas mostras de interesse pela vida política, começa a se transformar em realidade nas próximas horas, em Roma. O ex-diretor do Banco do Brasil Francisco Pizzolato fará chegar às mãos de seus advogados italianos o relatório de perto de mil páginas, que o Correio do Brasil divulga, com exclusividade, no qual apresenta provas de que o dinheiro que deu origem à Ação Penal 470 no STF origina-se em uma empresa privada e não de um ente público, como afirma o relatório de Barbosa.) | Miguel do Rosário: Erros do STF se voltarão politicamente contra a direita (Entre os que estudaram o processo do mensalão, acompanharam as votações dos ministros do STF, e participaram dos embates de informação, criou-se o entendimento de que houve um golpe contra a justiça. A verdade possui o tempo a seu lado. A mentira, não. Mas o tempo não pára. Por quanto tempo eles vão conseguir bloquear as contradições e inépcias da Ação Penal 470? A pessoa que aprova a condenação, por uma razão e outra, apenas se apega superficialmente à convicção de que a Justiça trabalhou com normalidade. Mas se ela se aprofundar um pouco sobre o tema, e se lhe forem mostrados as inconsistências das acusações, e a maneira viciada como o processo foi construído, poderá mudar de parecer.) | Dalmo Dallari e Celso de Mello: como signatários de um MANIFESTO (A decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal de mandar prender os réus da Ação Penal 470 no dia da proclamação da República expõe claro açodamento e ilegalidade. Mais uma vez, prevaleceu o objetivo de fazer do julgamento o exemplo no combate à corrupção. Sem qualquer razão meramente defensável, organizou-se um desfile aéreo, custeado com dinheiro público e com forte apelo midiático, para levar todos os réus a Brasília. Não faz sentido transferir para o regime fechado, no presídio da Papuda, réus que deveriam iniciar o cumprimento das penas já no semiaberto em seus estados de origem. Só o desejo pelo espetáculo justifica. Tal medida, tomada monocraticamente pelo ministro relator Joaquim Barbosa, nos causa profunda preocupação e constitui mais um lamentável capítulo de exceção em um julgamento marcado por sérias violações de garantias constitucionais.) | Fernando Morais: Presos pagam uma condenação a mais, a superexposição (Na hora que baixar a poeira, quando os ânimos serenarem, o Brasil descobrirá que nós estamos diante de um tremendo erro judiciário.) | Marcos Coimbra: Barbosa passou dos limites em seu desejo de vingança (A figura de Joaquim Barbosa faz mal à cultura política brasileira. Passou dos limites em seu desejo de vingança. Legitimou evidências tênues e admitiu provas amplamente questionáveis contra os acusados, inovou em matéria jurídica para prejudicá-los, foi criativo no estabelecimento de uma processualística que inibisse a defesa, usou as prerrogativas de relator do processo para constranger seus pares, aproveitou-se dos vínculos com grande parte da mídia para acuar quem o confrontasse.) | Aldir Blanc: Os podres dos puros (No momento em que escrevo, o delator Roberto Jefferson continua solto. Consta que o bravo tribuno Barbosinha disse: “Não tenho mais pressa”. Se isso for verdade, a Cega anda viciada e uns são mais condenados do que outros. Réus que pegaram regime semiaberto permanecem ilegalmente encarcerados. O circo de mídia, imagens monótonas de ônibus e avião durante horas, com a repetição do mantra “...a prisão de José Dirceu e José Genoíno...”, no dia da proclamação da ré-pública, pelo amor de meus netinhos e bisneto, essas armações falam por si sós.) | Leonardo Boff: Uma justiça sem venda, sem balança e só com a espada? (O animus condemnandi - a vontade de condenar - e de atingir letalmente o PT é inegável nas atitudes açodadas e irritadiças do Ministro Barbosa. E nós tivemos ainda que defendê-lo contra tantos preconceitos que de muitas partes ouvimos pelo fato de sua ascendência afrobrasileira. Contra isso afirmo sempre: “somos todos africanos” porque foi lá que irrompemos como espécie humana. Mas não endossamos as arbitrariedades deste Ministro culto mas raivoso. Com o Ministro Barbosa a Justiça ficou sem as vendas porque não foi imparcial, aboliu a balança porque ele não foi equilibrado. Só usou a espada para punir mesmo contra os princípios do direito. Não honra seu cargo e apequena a mais alta instância jurídica da Nação.)

Lógica materna





Começarei a ter uma alimentação saudável.
Mas, antes disso, preciso comer todas essas porcarias que existem em casa.
Para não me sentir tentado...

Flerte entre espécies

Quer flertar com um camaleão?
Ponha a língua para fora e balance-a ao redor. Que camaleão fica indiferente a tais apelos vindos de um ser humano tão sedutor?



Trate-o camaleão

Vela de libra

Conforme o Dicionário Aurélio, libra entre outras coisas, significa medida de massa igual a 0,4535923 Kg. Uma vela de libra deveria pesar então quase meio quilo. Com certeza era muito cara e deveria ser tratada com cuidado. Daí ser tratado à vela de libra significar ser tratado como um rei.
"... como ia muito bem recomendado ao capitão do navio, fui sempre tratado à vela de libra."J.Simões Lopes Neto, Casos do Romualdo. Excelente escritor gaucho, (1865-1916), dedicado a narrativas que espelham a linguagem e as tradições gaúchas.
Esta expressão foi usada em "Lisbela e o Prisioneiro" (o melhor filme que estes olhos que a terra há de comer já viram). Frederico Evandro, o personagem de Marco Nanini na história, era apelidado de "Vela de libra" porque, a cada pessoa que ele matava, acendia uma vela dessas pela alma do finado.

Vídeo; http://youtu.be/sZiqX_7ZP2c




A propósito (1)
Esta vela (►) queima três centímetros de cera por hora e pode queimar por 144 horas seguidas! É apenas uma daquelas coisas de que não preciso, mas que realmente, realmente eu quero!

A  propósito (2)
Esta vela (▼) deve ser a mãe de todas as velas.Pense em usá-la em seu próximo aniversário.


A propósito (3)
"Uma vela não perde sua chama por acender outra." - Anônimo

14 novembro, 2013

O pula-pula do Gordon

Gordon Spitzmesser patenteou, em 1960, um "pula-pula movido a gasolina". Era exatamente isso: um pula-pula com um motor de combustão interna.
"Ao utilizar este dispositivo, o ciclo é iniciado pelo operador ao dar o salto sobre o descanso dos pés. À medida que o êmbolo atinja o final do seu curso no cilindro, a ignição da vela desencadeia uma explosão controlada na mistura ar-combustível sob compressão. E, no instante em que o cilindro é esvaziado, novo ar e combustível entram no cilindro para que o ciclo seja repetido."
Tudo isso é "extremamente seguro e inofensivo e tem um tremendo valor como entretenimento".

Você, primeiro.

Up and up, Futility Closet

O Banco Papai Noel

O governo dos EUA não emitia papel-moeda até 1860. Eram os bancos privados que imprimiam as cédulas para os Estados.
Não estranhem, portanto, que esta nota de 5 dólares - com a gravura de Papai Noel - tenha sido legal em 1850. Foi emitida pela Howard Banking Company, de Boston.


Mas, em se tratando de uma nota que traz a figura de Papai Noel (São Nicolau, adaptado), o mais natural é que tivesse sido impressa pelo St. Nicholas Bank, de Nova Iorque.

A musculatura virtual

Nicole Martins, que é professor assistente do Departamento de Telecomunicações da Universidade de Indiana, EUA, comprometeu-se (juntamente com colegas da Universidade do Sul da Califórnia e da Universidade de Illinois) a uma investigação sobre a musculatura virtual.
O estudo procurou quantificar os tamanhos de corpos de personagens masculinos de vídeogames para determinar se tais imagens refletem, ou não, os corpos reais encontrados na população masculina dos EUA.
Lembrando que:
"Muito tem sido escrito sobre as pressões socioculturais sobre as mulheres para que elas atinjam os ideais irreais da perfeição física. Mas, também, há evidências de que os homens estão cada vez mais insatisfeitos com seus corpos."
Uma investigação experimental observou os corpos virtuais masculinos, retratados nos 150 videogames mais vendidos, e comparou-os com os corpos de 1.120 homens norte-americanos reais. E houve, de fato, diferenças consideráveis:
"... A disparidade entre as amostras do mundo real e dos jogos de vídeo não se deve somente aos personagens dos videogames se tornando mais ideais, mas, principalmente, aos homens estadunidenses se tornando menos ideais. Em outras palavras, personagens de videogames estão representando corpos que homens reais - e saudáveis ​​- deveriam ter, em primeiro lugar."

Virtual muscularity: A content analysis of male video game characters, SciVerse

13 novembro, 2013

A Floresta Torta

É um estranho bosque de pinheiros localizado em Nowe Czarnowo, Pomerânia Ocidental, Polônia. Com cerca de 400 pinheiros, este bosque foi plantado por volta de 1930, quando esta região ainda fazia parte da Alemanha.


Acredita-se que alguma forma de ferramenta ou técnica foi utilizada para fazer com que as árvores crescessem desse modo. Provavelmente, os pinheiros foram assim cultivados com o objetivo de que adquirissem o aspecto de "costelas", uma forma adequada para a construção de embarcações.
Sabe-se que o pinho é uma madeira adequada à construção de barcos devido, entre as suas vantagens, à grande resistência ao apodrecimento pela água.
A ocorrência desse bosque, ainda nos dias atuais, é a prova viva de que o projeto das embarcações foi abandonado.

O irmão de Ashton

A Natureza também gosta de pegadinhas. Ela colocou na mesma barriga e ao mesmo tempo dois irmãos gêmeos, ambos Kutcher . O da direita vive cercado de belas mulheres. Já o da esquerda, chamado Michael, vive cercando belas mulheres sem o mínimo sucesso.
Nelson Cunha

Ver outras parelhas em minilua.

A fita de Möbius


12 novembro, 2013

Baratas espiãs

Baratas. Elas podem sobreviver a um holocausto nuclear.
Agora, descobre-se que há uma nova tarefa para elas quando forem invadir sua casa.
Pesquisadores da NC State University conseguiram, com sucesso, guiar uma barata usando o sensor Kinect. Sim, usando este sensor, eles foram literalmente capazes de substituir a vontade do inseto, ditando-lhe a direção que deveria tomar.
"Nosso objetivo é orientar essas baratas da forma mais eficiente possível, e o nosso trabalho com o Kinect está nos ajudando a fazer isso", diz o Dr. Alper Bozkurt, da NCSU. "Queremos construir um programa que, incorporando técnicas de mapeamento e de frequência de rádio, nos permita utilizar um pequeno grupo de baratas para explorar e mapear os locais de desastres", acrescenta Bozkurt. "O programa controlaria a movimentação das baratas, e assim teremos uma visão abrangente da situação sobre as rotas mais eficientes para as equipes de resgate."
Com essa tecnologia, é quase certo que nada sairá pela culatra. Os pesquisadores preveem a possibilidade de colocar microfones no tórax das baratas e enviá-las para as áreas de resgate (e de espionagem, por que não?).
A NSA (*) teve o que chamamos de um mês difícil, perdendo uma grande dose de confiança do público, depois que o denunciante Edward Snowden arejou um pouco a sua roupa suja. Novos tempos chegam para a Agência.
Assista ao vídeo abaixo e deixe que seus instintos decidam por você.

ch

(*) Saiba como recuperar um e-mail excluído com a ajuda da NSA.

15/11/2013 - Inserção de link para um vídeo
Nelson Cunha sugeriu-me assistir a este vídeo do Olhar Digital. Mostra uma experiência desenvolvida no MIT, segundo a qual os movimentos de uma pessoa podem ser reconhecidos em um local e replicados em outro. A experiência usa também a tecnologia do sensor Kinect.

O "imposto barba" de Pedro

Pedro, o Grande (1672-1725), o czar da Rússia, quis ocidentalizar sua nação. Para isso, entre outras medidas tomadas, ele exigiu que os russos raspassem a barba à maneira dos homens bem-nascidos na Europa Ocidental. Ou, em alternativa, que pagassem um "imposto barba".
Em 16 de Janeiro de 1705, Pedro estabeleceu  que os homens "de todas as categorias", incluindo comerciantes e artesãos (mas não sacerdotes, diáconos e camponeses), eram obrigados a fazer a barba. Qualquer pessoa que desejasse manter a barba (e os bigodes) tinham que pagar uma multa, numa escala de acordo com a situação:
60 rublos para os nobres, oficiais militares e funcionários da chancelaria;
100 rublos para os comerciantes da primeira guilda (bem-sucedidos);
e assim por diante. 
Os que pagaram o imposto recebiam na polícia esta ficha de cobre ou prata (imagem) com os seguintes dizeres: "o imposto barba foi recebido" e "a barba é um fardo supérfluo".
Além disso, os barbudos tinham de pagar uma taxa de 1 kopeck cada vez que entravam em outra cidade. Traduzindo-se para a atual linguagem tucana, era uma espécie de "pedágio barba".

Premium


Fotografia de um posto de gasolina em Bali. ►
O combustível fica armazenado em garrafas de plástico. O funil - que repousa na prateleira inferior do mostruário - é utilizado para encher o tanque dos veículos.
E a placa Premium anuncia a superioridade da gasolina.
Kevin Kelly fotografou.

Ver também: B ou 13?

Nelson Cunha disse...
Nas regiões de fronteira do Brasil com a Argentina esse tipo de posto é comum. É que os "mulas " trazem a gasolina de lá quando é mais barata!

11 novembro, 2013

Sob o edredom

-

Energia bundelétrica

O século XXI pode ser classificado certamente como o século das descobertas. Descobertas científicas, tecnológicas e sociais são feitas a uma velocidade nunca antes vistas. Os cientistas dizem que as grandes descobertas hoje são feitas de cinco em cinco anos, quando no passado eram feitas de cem em cem anos. É, sem dúvida, uma mudança e tanto. Dentro dessa perspectiva, a liberdade de criação dada aos inventores, aliada ao incentivo da sociedade capitalista pela produção de artigos cada vez mais revolucionários, gerou o nascimento de produtos um tanto curiosos. Vejamos um desses exemplos:
A energia produzida pelo calor do bumbum
Um designer sueco criou uma estação de trabalho que produz energia elétrica através do calor do corpo sobre um assento. Apegado à ideia de que o ser humano é preguiçoso por natureza, o designer Törnber quis tirar proveito do atual estilo de vida sedentário para gerar um impacto positivo na sociedade. Ele aplicou a teoria do Efeito Seebeck. Esta teoria diz que, ao aquecermos somente um dos lados de um material e mantermos o outro frio, esse diferencial de temperatura gera energia elétrica. Assim, ele colocou em um dos lados de um assento uma placa de metal, impedindo que tal lado fosse aquecido, enquanto no outro lado, não existindo essa placa, o assento é facilmente aquecido.(PGCS)
Fonte: rafaela werdan, entre ócios e sonhos, obvious
Comentário
Sem se falar na energia dos 3 litros de metano que sopramos diariamente pela parte mais profunda e "cubiçada" da anatomia humana. Imagine 1,2 bilhões de chineses soprando 3 litros de gases por dia. É a independência energética. Não estou nem incluindo a "energia " despertada nos machos, quando passa uma mulata vestida justinho de modo a realçar suas duas usinas atômicas, digo anatômicas.
Nelson Cunha

De onde vem a cortiça?

Alguma vez você já se perguntou de onde vem  a rolha de cortiça de sua garrafa de vinho?
A resposta mais provável é que seja da Espanha ou de Portugal, onde mais da metade da cortiça do mundo é colhida de suas plantações de sobreiros, a árvore nacional deste último país. Entretanto, ao contrário de outras formas de silvicultura, a produção de cortiça não envolve a morte das árvores. Limita-se à remoção de porções de suas cascas, que são retiradas criteriosamente, de modo a possibilitar que as árvores se regenerem durante os anos seguintes.
Sobreiros, que pertencem à família dos carvalhos, podem durar mais de 200 anos, o que possibilita a realização de cerca de quinze extrações de cortiça por árvore.
Paisagens estranhas, porém fascinantes, de troncos desnudos nas regiões produtoras da cortiça, podem ser vistas no site Kuriositas, a fonte desta nota.
Suberose
O médico e cientista português Lopo de Carvalho (1913–1990) escolheu a suberose, doença respiratória ocupacional provocada pela exposição a partículas de cortiça, como tema de sua tese de doutoramento.
Nelson Cunha disse...
Esta árvore típica daquela região da península ibérica produz um fruto, a bolota, com que os espanhóis da região fronteiriça de Extremadura alimentam seus porcos para obter o presunto "más sabroso" e caro do mundo: o Pata Negra. Os melhores presuntos chegam a custar 9 mil reais o quilo. Para se ter esse apurado sabor, o porco tem de ser o cerdo ibérico e a "bellota" a dieta exclusiva.