31 outubro, 2010

Programão

O vídeo mais longo do YouTube, LONGEST VIDEO ON YOUTUBE, dura 13 horas, 5 minutos e 22 segundos. Foi realizado por Canadian Studmuffin como resposta a um vídeo que dura 9 horas, 15 minutos e 41 segundos, feito por outro vidiota.
O lema de seu canal no YouTube é: SUBSCREVA OU EU VOU CHORAR.


Não sei onde ele foi buscar tanto "assunto" para esse vídeo.

30 outubro, 2010

Porque os cães detestam o Halloween

O Halloween é um evento tradicional que ocorre nos países anglo-saxônicos, com especial relevância nos Estados Unidos, tendo como base e origem as celebrações de antigos povos que, entre os anos 600 a.C. e 800 a.C., habitaram a Gália e a Grã-Bretanha.
Comemorada no dia 31 de outubro, o Halloween tem sofrido muitas modificações ao longo do tempo. Com a inclusão de novos elementos na festa, como os cães fantasiados.
O slideshow mostra que eles não ficam muito à vontade.

Ainda a pergunta anterior

Serra e Dilma respondem: “Por que a galinha atravessou a rua?”

Dilma Rousseff: “No que se refere ao fato de a galinha ter cruzado a rua, eu considero que este é mais um ganho do governo do presidente Lula. Eu considero que foi apenas depois que o presidente Lula me pediu para coordenar o PAC das Ruas é que as galinhas, no que se refere ao cruzamento das ruas, tiveram a oportunidade de poder cruzar as ruas, coisa que, aliás, só as galinhas com maior poder aquisitivo podiam no governo FHC, no qual o meu adversário foi ministro do Planejamento e da Saúde”.

José Serra: “Olha, este é mais um trolóló da campanha petista. Veja bem, as galinhas cruzam as ruas no Brasil, há anos. Eu mesmo coordenei a emenda na Constituição que permite o direito de ir e vir das galinhas. Eles ficam falando que foram eles que inventaram esse cruzamento de ruas, mas já no governo Montoro, quando eu era secretário do Planejamento, as galinhas cruzaram as ruas com maior segurança. Eu, por exemplo, criei o programa Galinha Paulistana, que permitiu que milhares de galinhas pudessem cruzar as ruas e, agora no meu governo, vou criar o “Galinha Brasileira”, em que toda galinha terá direito de cruzar as ruas quantas vezes quiser “.

Foi André AmebHa Araújo que postou no Portal Luis Nassif essas divertidas "respostas" dos dois candidatos à pergunta sobre o frango que atravessou a estrada (aqui trocando o frango pela galinha e a estrada pela rua). Reproduzo-as em EntreMentes para dar uma relaxada geral até amanhã.

Por que o frango atravessou a estrada? (2)

Muitos cientistas, filósofos e políticos já apresentaram as razões para esse ato. Quanto às consequências, apenas os cartunistas - como Mira Scharf (à esquerda) e P. S. Mueller (à direita) - já se deram a esse trabalho.

Norman Rockwell

Vídeo com uma sequência de pinturas e ilustrações de Norman Rockwell, o pintor do sonho americano. É característico de seu trabalho a utilização do método "fotográfico", ao qual o artista acrescentava um certo ar caricatural nas imagens das pessoas retratadas.
Em 0:25, o leitor revê o quadro "Doctor and the Doll" que já foi tema de uma postagem do blog.


O fundo musical é "All The Cats Join In", de Benny Goodman.

29 outubro, 2010

Um basta na vida de Igor Rusev

Notícia
O governo russo deteve Igor Rusev, o maior gerador de spans no mundo. Conhecido como o "Rei do Spam", Gusev comandava uma rede de spammers que produzia 20 por cento das indesejáveis mensagens eletrônicas. Estima-se que, com o fechamento de seu site, o spamit.com, serão agora 50 bilhões delas por dia A MENOS em todo o mundo.
Eram seus principais clientes as farmácias online (leia-se Viagra, Cialis etc).

Praeteritorium malorum

Esta frase do orador romano Cícero:
Jucunda memoria est praeteritorium malorum,
que se traduz por:
Alegre é a recordação dos males passados,
ajusta-se perfeitamente àqueles que guardam - com o coração em festa e o peito a gargalhar - as recordações da situação econômica do Brasil  em outubro de 2002 e agora, oito anos decorridos, sonham em colocar no poder o Maledetto.
Do fundo do poço ao melhor dos mundos
Gostemos ou não do economista da Band, o fato é que Joelmir Beting apresentou ante-ontem, dia 27, no jornal de sua emissora, 5 razões para que qualquer brasileiro sensato vote em Dilma no domingo. Não citou Dilma, mas nem precisamos entender de economia pra chegarmos a essa conclusão.
Foram palavras de Joelmir Beting:
"No segundo turno de 2002, nós estávamos no fundo do poço. Agora, no melhor dos mundos em 40 anos."


ÍNDICES: OUTUBRO 2002 X OUTUBRO 2010
INFLAÇÃO: 12,5% X 5,1%
DÓLAR: R$ 3,94 X R$ 1,70
CRESCIMENTO DO PIB: 2,7% X 7,0%
DESEMPREGO: 12,7% X 6,2%
RISCO PAÍS: 2.436 pontos X 174 pontos

E se formos comparar os indicadores sociais do Brasil, nos dois anos (2002 X 2010), aí já estaremos a tripudiar.
Para finalizar, os índices de aprovação dos brasileiros, em 2002 e em 2010, para os dois modelos de governar:

FHC 37% X LULA 82%

Nick viu o Dick

Nick Kraynok é o homem do tempo do canal KLST, no Texas, EUA. Numa de suas últimas aparições, ele teve que lidar com uma dura (bote dura nisso) situação. Estava no ar apresentando o boletim do tempo quando, de repente, este gráfico meteorológico foi projetado.
O problema estava na forma das tempestades no mapa.
Nick viu, mas disfarçou muito bem.

 R7

Meu parente em quinto grau Tarcísio Sindeaux, se vivo fosse, resolveria o problema da seguinte forma:
QUEM JÁ VIU NÃO ESTRANHA, QUEM NUNCA VIU NÃO SABE O QUE É.

28 outubro, 2010

Esperando Fênix



Que a saga dos 33 mineiros em Atacama, Chile, vai se transformar em filme ninguém duvida. Já existe até quem proponha, como fez o canadense Adam Campbell, um pôster (imagem) para divulgar o filme a ser rodado.
Mas é preciso também que o governo chileno, que vem faturando alto com os resultados dessa operação de resgate bem sucedida, passe agora a fiscalizar as condições de trabalho dos mineiros que trabalham nas demais minas de seu país.

Doenças respiratórias no Brasil. Pesquisa por entrevistas

Com o objetivo de levantar junto à população brasileira mais informações sobre o seu conhecimento acerca da saúde respiratória e dos males que a atingem, a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT) encomendou uma pesquisa ao Instituto Datafolha. Na pesquisa realizada, foram entrevistados 2.242 brasileiros com 16 anos ou mais, em 143 municípios, sendo obedecidas as proporções de classes sociais, sexo, local de residência e escolaridade existentes hoje no país.
Logo no início, surgiram alguns dados alarmantes. Indagados sobre as doenças pulmonares que conheciam, 15 por cento não souberam citar uma única. E a média, entre os entrevistados, foi de 2,1 doenças conhecidas.
Depois, foi-lhes apresentada uma lista com os principais males que atingem o sistema respiratório: gripe e resfriado, asma, pneumonia, tuberculose, embolia pulmonar, câncer de pulmão, enfisema pulmonar, bronquite, rinite alérgica, hipertensão pulmonar, distúrbios do sono, DPOC e fibrose cística.
Eis, pelas frequências com que foram apontadas, as doenças mais conhecidas da população brasileira:
gripe e resfriado: 99%
asma: 96%
pneumonia: 96%
bronquite: 95%
tuberculose: 94%
câncer de pulmão: 90%
rinite alérgica: 72%
enfisema pulmonar: 58%
distúrbios do sono: 53%
Extraído do editorial do Boletim da SBPT (3º trimestre de 2010).

27 outubro, 2010

Jô e Gurgel

O oftalmologista Nelson Cunha, que me enviou esta imagem, acha que os dois estão olhando para um pernil

Comentário
Quando duas pessoas têm um objetivo em comum acabam ficando bastante parecidas, mas isso é só uma teoria. PG

Magnicídios

Segundo o Novo Dicionário Aurélio, magnicídio é o assassínio de uma pessoa eminente. Pode ser o de uma cabeça coroada, um presidente ou uma celebridade.
O slideshow abaixo descreve alguns desses magnicídios. E algumas das tentativas do gênero que não se concretizaram (talvez porque ignorassem a existência do dia da caça).

26 outubro, 2010

Conversinha na Catedral


Um eleitor perguntou ao Serra:
- É verdade que criastes os remédios genéricos, o programa da AIDS, o FAT, as estrelas, o Sol, a Terra, o mar e no sétimo dia descansastes?
- Meu filho, respondeu o candidato a Criador, tem algo que não faz sentido em tua pergunta. Eu jamais descanso.

Itapiúna - CE

25 outubro, 2010

Receitas Literárias

Convite
A Sociedade Brasileira de Médicas Escritores - Regional do Ceará tem o prazer de convidar V. S. e distinta família para a solenidade de lançamento de sua vigésima quinta antologia anual - "Receitas Literárias".
O livro (organizado por Marcelo Gurgel) e os autores (45 sobramistas) serão apresentados pelo Prof. José Batista de Lima, membro titular da Academia Cearense de Letras.

Data: 26 de outubro de 2019 (hoje), às 19h30
Local: Ideal Clube
Traje: esporte fino

Após o lançamento do livro será servido coquetel acompanhado de música ao vivo.

Da Casa-Grande para o Brasil

Tendo já a sua suíte master na Casa-Grande do Brasil, muita gente vinha tomando decisões políticas equivocadas. Percebe-se agora que, após recuperar a antiga lucidez, uma boa parte dessas pessoas vem revendo suas posições políticas. Adequando-as, enquanto é tempo, aos lídimos ideais do grupo socioeconômico a que pertencem. PGCS

José "Burns" Serra (da UDN)
"Cansei...Basta! Vou votar no Serra, da UDN.
Cansei de ir ao supermercado e encontrá-lo cheio. O alimento está barato demais. O salário dos pobres aumentou, e qualquer um agora se mete a comprar carne, queijo, presunto, hambúrguer e iogurte.
Cansei dos bares e restaurantes lotados nos fins de semana. Se sobra algum, a gentalha toda vai para a noite. Cansei dessa demagogia.
Cansei de ir a shopping e ver a pobreza comprando e desfilando com seus celulares.
O governo reduziu os impostos para os computadores. A internet virou coisa de qualquer um. Pode? Até filho de manicure, pedreiro e catador de papel agora navega.
Cansei dos estacionamentos sem vagas. Com essa coisa de baixo, todo mundo tem carro, até a minha empregada. ' É uma vergonha!', como dizia o Boris Casoy. Com o Serra os congestionamentos vão acabar, porque, como em São Paulo, ele vai instalar postos de pedágio nas estradas brasileiras a cada 35 km e cobrar caro.
Cansei da moda banalizada. Agora, qualquer um pode botar uma confecção. Tem até crédito oferecido pelo governo. O que era exclusivo da Oscar Freire, agora, se vende até no camelô da 25 de Março e no Braz.
Vergonha, vergonha, vergonha...
Cansei de ir a banco e ver aquela fila de idosos no caixa preferencial, todos trabalhando de office-boys.
Cansei dessa coisa de biodiesel, de agricultura familiar. O caseiro do meu sítio agora virou 'empreendedor' no Nordeste. Pode? Cansei dessa coisa assistencialista de Bolsa Família. Esse dinheiro poderia ser utilizado para abater a dívida dos empresários de comunicação (Globo, SBT, Band, RedeTV, CNT, Folha de SP, Estadão etc.). A coitada da "Veja" passando dificuldades... e esse governo alimentando guabiru em Pernambuco. É o fim do mundo.
Cansei dessa história de Prouni, que botou esses tipinhos, sem berço, na universidade. Até índio, agora, vira médico e advogado. É um desrespeito... Meus filhos, que foram bem criados, precisam conviver e competir com essa raça.
Cansei dessa história de Luz para Todos. Os capiaus, agora, vão assistir TV até tarde. E, lógico, vão acordar ao meio-dia. Quem vai cuidar da lavoura do Brasil? Diga aí, seu Lula...
Cansei dessa história de facilitar a construção e a compra da casa própria (73% da população, hoje, tem casa própria, segundo pesquisas recentes do IBGE). E os coitados que vivem de cobrar aluguéis? O que será deles? Cansei dessa palhaçada da desvalorização do dólar. Agora, qualquer um tem MP3, celular e câmera digital. Qualquer umazinha, aqui do prédio, vai passar férias no Exterior. É o fim...
Vou votar no Serra. Cansei. Vou votar no Serra, porque quero de volta as emoções fortes do governo de FHC, quero investir no dólar em disparada e aproveitar a inflação. Investir em ações de estatais, quase de graça, e vender com altos lucros. Chega dessa baboseria politicamente correta, dessa hipocrisia de cooperação. O motor da vida é a disputa, o risco... Quem pode, pode, quem não pode se sacode. Tenho culpa se meu pai era mais esperto que os outros para ganhar dinheiro comprando ações de estatais quase de graça? Eles que vão trabalhar, vagabundos, porque no capitalismo vence quem tem mais competência. É o único jeito de organizar a sociedade, de mostrar quem é superior e quem é inferior.
Eu ia anular, mas cansei. Basta! Vou votar no Serra. Quero ver essa gentalha no lugar que lhe é devido. Quero a minha felicidade de volta.”

Testando uma tinta invisível

O MI6, serviço secreto de inteligência do governo britânico, testou durante a Primeira Guerra Mundial o uso de esperma humano como tinta invisível para enviar mensagens sensíveis durante o conflito.
De acordo com o historiador inglês Keith Jeffery, que teve acesso aos arquivos do serviço secreto para escrever o livro "MI6: The History of the Secret Intelligence Service 1909-1949", um relato existente no diário de um funcionário da agência indicou que essas experiências de fato aconteceram.
Em junho de 1915, Walter Kirke, representante da inteligência militar britânica na França, escreveu que o primeiro chefe do MI6, Mansfield Cumming, estava fazendo pesquisas sobre tinta invisível na Universidade de Londres. Em outubro, ele anotou que havia ouvido dele que "a melhor tinta invisível é o esperma".
Ainda segundo o relato de Kirke, o esperma não reagia aos principais métodos de detecção de tinta invisível utilizados à época. E apresentava a vantagem de ser um material facilmente disponível para os agentes do serviço secreto.
O MI6 é o mesmo órgão que depois ganhou fama por conta de um personagem fictício, James Bond, o agente 007.

24 outubro, 2010

Pinóquios

Ontem, os hashtags #globomente e #vejamente estavam em primeiro e segundo lugares, respectivamente, no Trending: Brazil do Twitter.












Melhor desempenho, porém, foi o do #serrarojas. Este, uns dias atrás, alcançou o primeiro lugar mundial do Twitter.

♪O Datilógrafo♪

O percusionista austríaco Martin Breinschmid executa "Typewriter" acompanhado pela Strauß Festival Orchestra Vienna.
Breinschmid faz da máquina de escrever um instrumento musical e, durante suas apresentações, dispensa o uso do líquido corretor. Nelson Cunha, que me indicou o vídeo, deve ter observado esse detalhe.


Ver também: Jerry Lewis Typewriter.

22 outubro, 2010

Oração da mulher por um dia bom

Senhor, até agora meu dia foi bom:
Não fiz fofocas, não perdi a paciência com ninguém,
não fui gananciosa, sarcástica, rabugenta, chata
nem irônica!
Controlei minha TPM,
não reclamei, não praguejei, não gritei
nem tive crises de ciúmes!
Ainda não comi chocolate,
não fiz débitos em meu cartão de crédito
(nem no cartão de meu marido)
e não dei cheques pré-datados!

MAS PEÇO SUA PROTEÇÃO, SENHOR
POIS ESTOU PARA ME LEVANTAR DA CAMA A QUALQUER MOMENTO!

(enviada por Nelson Cunha)

Outras orações aqui publicadas:

Similitudes

Qualquer semelhança entre a agressão da mídia aos programas de Lula e as reações ao New Deal, nos anos 30, não é só coincidência. Delfim Netto(*)

"Em abril de 2008, escrevi um comentário comparando o PAC e o Fome Zero do governo Lula aos programas de obras públicas e de combate ao desemprego abrigados sob o guarda-chuva do New Deal de F.D. Roosevelt, o presidente que conseguiu tirar a economia americana da Grande Depressão produzida a partir da quebra da Bolsa de Nova York, em outubro de 1929. Três quartos de século separam essas experiências: na primeira metade da década 1930-1940, os Estados Unidos e o mundo mergulharam numa crise sem precedentes.
Quando Roosevelt tomou posse, em 1933, para seu primeiro mandato, o PIB americano tinha sido reduzido a praticamente a metade (56,4 bilhões de dólares) do que era em 1929 (103 bilhões de dólares).
Apesar da tragédia do desemprego, que chegava a 30% da força de trabalho, os EUA eram uma nação próspera. Havia muita riqueza e uma boa parte da sociedade afluente aceitava o desemprego como contingência natural numa economia de mercado. A melhor coisa que os governos deviam fazer era ficar fora disso.
Roosevelt surpreendeu, já no discurso de posse, anunciando o fim da era da indiferença: “Temos 15 milhões de sujeitos passando fome e nós vamos dar de comer a eles. O governo entende que é sua obrigação providenciar trabalho para que eles mesmos voltem a sustentar suas famílias”.
Para escândalo de muitos, seu governo colocou em marcha dois enormes programas, nunca antes tentados naquele país, de amparo ao trabalho e combate à miséria, com investimentos públicos em obras, cuja principal prioridade era a absorção de mão de obra (uma espécie de PAC). O empreendimento-símbolo foi a criação da TVA (Tennessee Valley Authority), que construiu barragens para a produção de energia e gerenciou os projetos de irrigação para a produção de alimentos.
Esses programas sofreram pesado bombardeio da oposição conservadora, que, a título de defender a livre iniciativa, esconjurava a ingerência estatal no setor privado, porque interferia na oferta e procura de mão de obra, desvirtuando o funcionamento do mercado de trabalho… Um dado interessante é que os ataques da mídia republicana evitavam agredir o presidente (e seus altos níveis de popularidade), concentrando toda a fúria na figura de Harry Hopkins, principal mentor dos programas de amparo ao trabalhador e gerente das obras públicas, qualificado de “perigoso socialista”. Qualquer semelhança com agressões midiáticas recentes aos programas Fome Zero, Luz para Todos e ao PAC não é simples coincidência…
Hoje, ninguém duvida que o New Deal foi decisivo para a reconstrução da confiança dos americanos nos fundamentos do regime de economia de mercado. Suas ações ajudaram a salvar o capitalismo, na medida em que os milhões de trabalhadores que recuperaram os empregos voltaram “a acreditar na vontade e na capacidade do governo de intervir na economia para proporcionar uma igualdade mais substancial de oportunidades” (FDR numa de suas falas no rádio, Conversa ao Pé do Fogo.)
O fato é que o PIB americano cresceu durante o primeiro e segundo mandatos e, em 1940, havia recuperado o nível que perdera desde o início da grande crise, medindo 101,4 bilhões de dólares. Roosevelt completou um terceiro período presidencial e ainda foi eleito (no fim da Segunda Guerra Mundial), para um quarto mandato, mas faleceu antes de exercê-lo.
Quando Lula assumiu o primeiro mandato, em 2002, a economia brasileira não estava na situação desesperadora da americana de 1933, mas contabilizava algo como 12% de desemprego da população economicamente ativa e vinha de um período de quase 20 anos de medíocre crescimento, com a renda per capita praticamente estagnada. Seu governo pôs em prática os programas de combate à fome que prometera no prólogo de sua Carta aos Brasileiros e posteriormente o PAC, que soma o investimento público e obras privadas, com foco na recuperação da desgastada infraestrutura de transportes, da matriz energética e na indústria da habitação. Setores de grande demanda de mão de obra e de promoção do desenvolvimento.
Oito anos depois (e 15 milhões de empregos a mais), os resultados são visíveis: queda acentuada das taxas do desemprego (para menos de 7% da população economicamente ativa), crescimento da renda e dos níveis de consumo da população, recuperação da autoestima do trabalhador e uma sociedade que adquiriu condições de oferecer uma substancial melhora na distribuição de oportunidades. Isso, tendo atravessado a segunda pior crise da economia mundial dos últimos 80 anos, com o PIB crescendo em 2010 acima de 7%."

(*) Delfim Netto, professor de Economia e ex-ministro de Estado. Publicou este artigo na revista Carta Capital, em 18/10/10.

21 outubro, 2010

Círculo Vicioso

Este soneto me veio à lembrança logo depois que aqui publiquei "Ninguém está feliz!", um cartum sobre a inveja. Escrito por Machado de Assis, "Círculo Vicioso" é mais, muito mais do que uma leitura complementar sobre o assunto.

Bailando no ar, gemia inquieto vaga-lume:
"Quem me dera que fosse aquela loura estrela,
Que arde no eterno azul, como uma eterna vela!"
Mas a estrela, fitando a lua, com ciúme:

"Pudesse eu copiar o transparente lume,
Que, da grega coluna à gótica janela,
Contemplou, suspirosa, a fronte amada e bela!"
Mas a lua, fitando o sol, com azedume:

"Mísera! tivesse eu aquela enorme, aquela
Claridade imortal, que toda a luz resume!"
Mas o sol, inclinando a rútila capela:

"Pesa-me esta brilhante auréola de nume...
Enfara-me esta azul e desmedida umbela...
Por que não nasci eu um simples vaga-lume?"

Motoca, o autor dessa ilustração, explica em seu blog que escolheu uma composição circular por causa da estrutura do poema e que, como referência, usou mapas celestes antigos.

Incidente em Campo Grande


Numa partida disputada em Campo Grande, Rio de Janeiro, o goleiro Zé Sierra, da União Democrática Nacional (UDN), foi atingido na cabeça por um objeto ricocheteante. O Esquerdopata acha que foi um factóide. Analisando a imagem (acima), EntreMentes suspeita ter sido um rojão que, ao passar a alguns metros dele, o assustou de verdade como se fosse o resultado de uma pesquisa do Vox Populi. Após o que, sem querer querendo, o goleiro Zé Sierra, se autolesionou.
Lembrando Roberto Rojas, goleiro da seleção chilena na Copa de 1990, o que usou um fecho de luva para conseguir um efeito cenográfico.
De qualquer forma, graças ao comportamento aloprado de algum hooligan, o incidente vai ser bem explorado na televisão. E, quem sabe, possa modificar em favor da UDN o resultado do atual campeonato.

Felizmente, um exame de imagem (ao lado), realizado logo após o incidente, mostrou que o majestoso encéfalo do goleiro Zé Sierra não sofreu qualquer dano. Vai apenas continuar ardiloso e maligno como antes. Contribuíram, para ter saído incólume dessa agressão, o tamanho reduzido do órgão, o grande nada em torno dele (que o protege) e o baixo potencial lesivo de uma bolinha de papel A4 amassado. PGCS

20 outubro, 2010

O sanatório voador

No início do século XX, apesar de já ser conhecido o bacilo da tuberculose (Robert Koch, 1882), a luta contra a tuberculose ainda era uma obsessão da comunidade científica.
Naquela época, as medidas de tratamento da doença à disposição dos médicos eram insatisfatórias. E a internação dos enfermos em sanatórios, geralmente localizados em regiões de clima tido como favorável para a cura da doença, era a mais popular delas.
O objetivo desses sanatórios era isolar os doentes, para quebrar a cadeia de transmissão da doença, enquanto lhes oferecia um ambiente de repouso, dieta, ar fresco e luz solar.
Nesse contexto, em 1930, o renomado engenheiro Karl Arnstein, que já havia projetado mais de cem modelos de dirigíveis, idealizou este imenso sanatório voador (na imagem) destinado ao tratamento dos pacientes tuberculosos.



Ler a nota inteira no Acta Pulmonale (postagem 219).

Telebrás. Mitos sobre a privatização

Os defensores das privatizações costumam apresentar o que aconteceu ao sistema Telemar como uma prova definitiva do sucesso das "privatarias" que aconteceram na era FHC/Serra. Realizadas como necessárias à criação de um estado mínimo, em substituição a um estado provedor, essas privatizações, efetuadas com sanha inaudita pelos arautos do neoliberalismo, não foram assim tão maravilhosas para o Brasil. Mas o foram, certamente, para os adquirentes das estatais leiloadas.
No artigo "Mitos sobre a privatização da Telebrás", que foi publicado no blog Vi o mundo, Guilherme Hanesh chama a atenção para muitos aspectos que têm sido deixados à margem dos debates. PGCS

Resumindo:

1) A privatização das telecomunicações de FHC foi, na verdade, a venda das empresas estatais (por pouco mais de US$ 22 bilhões), acompanhada de uma política para a universalização apenas da telefonia fixa. Nada além disso.

2) O resultado concreto foi a expansão da base de telefone fixo para uma penetração de 22% apenas, ou 43 milhões de linhas (incluindo linhas comerciais e residenciais).

3) O efeito colateral da política de FHC na telefonia fixa foi uma das tarifas mais caras do mundo e uma assinatura básica, estabelecida em contrato, de pelo menos R$ 35 que as pessoas pagam sem usar o telefone. Com isso, pouca gente tem condições de contratar o serviço e as pessoas usam pouco o telefone.

4) Em 2003, o governo Lula teve que renegociar os contratos das operadoras para evitar um salto de mais de 30% na tarifa de telefonia, que era indexada ao IGP-DI.

5) A Telebrás, gerida eficientemente, já vinha apresentando índices razoáveis de crescimento e o de melhoria de seus serviços antes da privatização, entre 1994 e 1998.

6) Não foi a privatização ou nenhuma política de FHC que trouxe a telefonia móvel para o Brasil. O crescimento aconteceu no mundo todo, em mercados com presença de operadoras estatais e operadoras privadas. A maior prova é que mesmo as projeções do governo ficaram defasadas com o crescimento do mercado.

7) No governo Lula se estabeleceram regras que permitiram levar os serviços de telefonia celular a todos os municípios brasileiros. Até então, apenas os centros mais importantes eram atendidos pelas empresas privadas.

8) No governo FHC não houve nenhuma política de fomento e expansão da banda larga.

19 outubro, 2010

Onde investir seu rico dinheirinho

:-)

Artistas e intelectuais pró Dilma

O manifesto
Nós, que no primeiro turno votamos em distintos candidatos e em diferentes partidos, nos unimos para apoiar Dilma Rousseff. Fazemos isso por sentir que é nosso dever somar forças para garantir os avanços alcançados. Para prosseguirmos juntos na construção de um país capaz de um crescimento econômico que signifique desenvolvimento para todos, que preserve os bens e serviços da natureza, um país socialmente justo, que continue acelerando a inclusão social, que consolide, soberano, sua nova posição no cenário internacional.
Um país que priorize a educação, a cultura, a sustentabilidade, a erradicação da miséria e da desiguladade social. Um país que preserve sua dignidade reconquistada.
Entendemos que essas são condições essenciais para que seja possível atender às necessidades básicas do povo, fortalecer a cidadania, assegurar a cada brasileiro seus direitos fundamentais.
Entendemos que é essencial seguir reconstruindo o Estado, para garantir o desenvolvimento sustentável, com justiça social e projeção de uma política externa soberana e solidária.
Entendemos que, muito mais que uma candidatura, o que está em jogo é o que foi conquistado.
Por tudo isso, declaramos, em conjunto, o apoio a Dilma Rousseff. É hora de unir nossas forças no segundo turno para garantir as conquistas e continuarmos na direção de uma sociedade justa, solidária e soberana.

Artistas e intelectuais que apoiam Dilma
Alceu Valença, Alcione, Aldir Blanc, Antonio Pitanga, Beth Carvalho, Brizola Neto, Chico Buarque, Chico César, Chico Diaz, Cristina Pereira, Dira Paes, Ednardo, Elba Ramalho, Emir Sader, Eric Nepomuceno, Fernando Morais, Geraldo Azevedo, Gilberto Gil, Hugo Carvana, João Bosco, José Celso Martinez, José de Abreu, Leandro Fortes, Lecy Brandão, Leonardo Boff, Lia de Itamaracá, Lucélia Santos, Luis Nassif, Luiz Barreto, Luiz Carlos Azenha, Margareth Menezes, Maria da Conceição Tavares, Maria Rita Kehl, Marieta Severo, Marilena Chauí, Mario Prata, Miguel Paiva, Mino Carta, Miúcha, Oscar Niemeyer, Osmar Prado, Paulo Betti, Paulo Henrique Amorim, Pedro Cardoso, Ricardo Cravo Albin, Ruy Guerra, Sérgio Mamberti, Wagnet Tiso, Zeca Pagodinho, Ziraldo e outros, muitos outros.

O evento
Dilma e Chico
“É um governo (Lula) que fala de igual para igual: não fala fino com Washington e não fala grosso com a Bolívia e o Paraguai e, por isso mesmo, é respeitado no mundo inteiro.” Chico Buarque
“Eles ficaram montados sobre o poder durante 500 anos. O Lula entrou e 21 milhões saíram da pobreza: é toda a torcida do Corinthians. E 32 milhões saíram da classe média: é toda a torcida do Flamengo. Para elevar a metáfora, equivale a uma França." Leonardo Boff

(trechos de dois discursos do encontro dos artistas e intelectuais com Dilma Rousseff, no Teatro Casa Grande (Leblon, Rio de Janeiro), em 18/10/10)

18 outubro, 2010

Fumaça no outdoor

Para divulgar seus serviços de atendimento médico de emergência, uma empresa dos EUA instalou um outdoor que mostrava um acidente de carro. De um dos veículos saía fumaça de verdade, gerada por uma máquina atrás do outdoor. A agência de publicidade garante que a ação funcionou, atraindo vários consumidores para o site da anunciante. Mas atraiu também os bombeiros que, depois de várias ligaçoes para o 911, decidiram acabar com a brincadeira.

A fome de votos com a vontade de rezar

Juntando a fome de votos com a vontade de rezar alguns devotos de São Francisco esqueceram antigas desavenças pessoais e foram assistir a uma missa na Basílica de Canindé. Durante o ato litigioso religioso, houve farta distribuição de material de leitura com os fiéis presentes. Apesar de não contar com o imprimatur da Igreja (muito pelo contrário), o material distribuído é importantíssimo, porque alerta os fiéis sobre a possibilidade de estar ocorrendo um aumento das atividades satânicas em todo o país.
O blog Tia Carmela e o Zezinho revela a catacumba (rua José Bento, 360, Cambuci, em S. Paulo), onde funciona a gráfica que produz esses folhetos "tucanônicos" sob as bênçãos de um bispo de Guarulhos.

Áudio

17 outubro, 2010

O ritmo dos planetas

Uma interessante infografia, desenvolvida por www.whitevinyldesign.com, que mostra as diferentes velocidades com que os planetas do Sistema Solar (Plutão ainda figura na relação) giram ao redor do Sol.
Mexendo na barra da velocidade, podemos diminuir ou aumentar o ritmo de translação dos planetas. E também do ritmo da musicbox gerada por suas frequências orbitais.
Na linha inferior, podemos comparar os anos transcorridos em cada planeta.

Habemus Sanctum

Quem votar neste homem poderá ter uma grande decepção. Ao constatar que ele, após empossado no cargo que lhe pertence por direito divino, não ficará nele por muito tempo. Numa repetição do que fez quando se elegeu prefeito da mais importante metrópole do país.
Arrependido de uma decisão tomada em seu passado, quando assinou a norma técnica para a realização de abortos (legais) pelo SUS, e desejando apaziguar sua consciência, é previsível que ele renuncie ao novo cargo. E, assim, consiga retornar a seu natural estado de santidade, através do qual poderá ingressar na corte celestial como o mais preparado dos santos.
Ser santo é uma condição permanente (houve exceções) e nem sempre precisa ser martirizado.
Em seu último cargo terreno ficará um pagão, o Sr. Índio da Costa do Brasil, o qual está sendo catequizado em caráter de urgência. PGCS

Presunto e ovos

A diferença entre envolvimento e comprometimento é como um café com ovos e presunto: a galinha foi envolvida e o porco foi comprometido. Martina Navratilova

Remenegues
Aloysio de Oliveira empregou esta palavra em sua versão para a língua portuguesa do fox-trot "Chattanooga Choo Choo". Essa versão foi gravada por Carmen Miranda com o acompanhamento do Bando da Lua e do violonista Garoto, em 1941. E "remenegues" é o aportuguesamento que Aloysio criou para a expressão ham and eggs (presunto e ovos).


(...)
E você pega o trem na Pennsylvania Station
às três horas e tal
pouco a pouco vai saindo da capital
Toma um cafezinho e tira uma pestana
e come "remenegues" lá em Carolina.

16 outubro, 2010

Azulejo espanhol

A imagem de um deles foi enviada a este blogue pelo oftalmologista Nelson Cunha. No Brasil, algo com teor parecido é letra de uma "música" do "Velhas Virgens".

"O rico e o pobre são duas pessoas
O soldado protege os dois
O operário trabalha pelos três
O cidadão paga pelos quatro
O vagabundo come pelos cinco
O advogado rouba os seis
O juiz condena os sete
O médico mata os oito
O coveiro enterra os nove
E o diabo leva os dez
Mas a mulher, a mulher engana os onze de uma vez."

O bêbado culto

Um político que estava em plena campanha chegou a um lugarejo, subiu em um caixote e começou seu discurso:
- Compatriotas, companheiros, amigos! Nos encontramos aqui convocados, reunidos ou ajuntados para debater, tratar ou discutir um tópico, tema ou assunto, o qual é transcendente, importante ou de vida ou morte. O tópico, tema ou assunto que hoje nos convoca, reúne ou ajunta, é minha postulação, aspiração ou candidatura à Prefeitura deste Município.
De repente, uma pessoa do público pergunta:
- Escute aqui, por que o senhor utiliza sempre três palavras para dizer a mesma coisa?
O candidato responde:
- Pois veja, meu senhor: A primeira palavra é para pessoas com nível cultural muito alto, como poetas, escritores, filósofos etc. A segunda é para pessoas com um nível cultural médio como o senhor e a maioria dos que estão aqui. E a terceira palavra é para pessoas que têm um nível cultural muito baixo, pelo chão, digamos, como aquele bêbado ali jogado na esquina.
De imediato, o bêbado se levanta cambaleando e responde:
- Senhor postulante, aspirante ou candidato! (hic!) O fato, circunstância ou razão de que me encontre (hic!) em um estado etílico, bêbado ou mamado (hic!) não implica, significa, ou quer dizer que meu nível (hic!) cultural seja ínfimo, baixo ou ralé mesmo (hic!). E com todo o respeito, estima ou carinho que o senhor merece (hic!) pode ir agrupando, reunindo ou ajuntando (hic!), seus pertences, coisas ou bagulhos (hic!) e encaminhar-se, dirigir-se ou ir diretinho (hic!) à leviana da sua genitora, à mundana de sua mãe biológica ou à puta que o pariu!

15 outubro, 2010

FHC e a Contra-Reforma Tucana

SERRA como instrumento de punição
às mulheres que defendiam o aborto
na Idade Média
"Fernando Henrique Cardoso é hoje um velho solitário de Higienópolis, por onde zanza, esquecido, entre moradores indiferentes. Pelas ruas do nobre bairro paulistano, FHC nem curiosidade mais desperta nos transeuntes, embora muitos deles o aceitem como mau professor da aula magna do neoliberalismo ainda ensaiada, agora em ritmo de Marcha sobre Roma, pelo candidato José Serra, herdeiro político a quem despreza. Serra escondeu Fernando Henrique ao longo de toda a campanha eleitoral para só resgatá-lo quando, desfeita qualquer possibilidade de uma vitória digna, os tucanos embicaram em direção à vala golpista do moralismo anti-aborto, do terrorismo religioso e da malandragem política que faz de demônios miúdos símbolos sagrados da cristandade.
FHC é ateu, embora tenha passado seus oito anos de mandato escapulindo das patrulhas religiosas, diga-se, sem muito esforço, apoiado que era pela mídia e pelas representações do grande capital. Era, por assim dizer, um santo do pau oco ostensivamente tolerado por cardeais do PFL que o controlavam, beatos interessados em dividir o pão das estatais a preço de banana ao mesmo tempo em que vendiam indulgências políticas aos cristãos-novos do PSDB, estes, alegremente ungidos pelo papa ACM I, o Herético. Não por outra razão, céu e inferno se moveram, em conluio, para esconder na Espanha o filho bastardo de Fernando Henrique com uma repórter da TV Globo enquanto durasse, na Terra, o reinado do príncipe dos sociólogos. Assim foi feito. Fiat voluntas tua.
Anjo caído na Praça Vilaboim, FHC não é mais sombra do que era, pelo contrário, circula entre os mortais a remoer, aqui e ali, a mágoa de ter sido esquecido pelos que tanto comeram em sua mão. Mesmo agora, que Serra, abençoado pela Padroeira e batizado nas pias da TFP, encorajou-se a falar das privatizações, o velho ex-presidente sabe que, para ele, mesmo as semelhanças se tornaram distantes. Porque se FHC se moveu para a direita pelo viés econômico, embalado pela onda mundial da globalização made USA, Serra decidiu se jogar no precipício do fascismo sem máscaras nem rede de segurança, disposto a arreganhar os dentinhos para defender os fetos que Dilma Rousseff pretende assassinar, segundo avaliação criteriosa de Mônica Allende Serra, postulante ao cargo de primeira-dama e, provavelmente, ao de inquisidora-mor do Santo Ofício tucano.
De alguma maneira, no entanto, nos passos solitários que dá entre a banca de jornal e a padaria da dourada comunidade onde vive, Fernando Henrique Cardoso deve ter lá seus momentos de depressão mundana, ainda que, movido pela vingança, nada faça para conter a insensatez e o ridículo de seus correligionários e velhos companheiros empenhados, no alvorecer do século XXI, a jogar a política brasileira nas trevas da Idade Média. Faria melhor, na quadra da vida em que se encontra, se barrasse, com a autoridade que lhe resta, essa cruzada insana.
Fernando Henrique sabe que foi graças a ele, às alianças e escolhas que fez, que o PSDB, força política nascida como anunciação de novos tempos de ética e de igualdade social, transformou-se na trombeta do apocalipse da Opus Dei, seita fundamentalista católica onde se ajoelha e reza o governador eleito de São Paulo Geraldo Alckmin.
Não é possível não lhe vir, lá no fundo do peito, um quê de amargura ao vislumbrar o quão graúdas e salientes se tornaram as serpentes que plantou em ovos na democracia brasileira, sobretudo a mais virulenta delas, em plena e venenosa atividade, entocada no Supremo Tribunal Federal.
Talvez seja a hora de FHC se confessar."
De Leandro Fortes, publicado no blog Brasília, eu vi

Programa "Roda Viva", 1999. A uma pergunta sobre o aborto
"Eu acho que se deve garantir o direito às mulheres de usarem ou não essa possibilidade. Isso é um direito que as mulheres têm, mas não uma imposição".
Resposta da socióloga Ruth Cardoso, mulher de FHC, falecida em 2008

O Dia Estadual de Lavar as Mãos

LEI Nº14.554, de autoria da Deputada Lívia Arruda, que INSTITUI O DIA ESTADUAL DE LAVAR AS MÃOS.

O GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ. Faço saber que a Assembleia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte Lei:
Art.1º Fica instituído o Dia Estadual de Lavar as Mãos, a ser comemorado, anualmente, no dia 15 do mês de outubro.
Art.2º As comemorações alusivas ao Dia Estadual de Lavar as Mãos, de que trata esta Lei, passam a integrar o Calendário Oficial de Eventos do Estado do Ceará.
Art.3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

PALÁCIO IRACEMA, DO GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ, em Fortaleza, 21 de dezembro de 2009.
Cid Ferreira Gomes
GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ


- É hoje! Ó Deus, como esperei este dia!

14 outubro, 2010

Quem não fez quando pôde, não fará quando puder

"Preocupados" com o bem-estar de milhões de trabalhadores e aposentados no Brasil, FHC e Serra nunca deixaram de ajustar anualmente o salário mínimo. Enquanto estiveram no comando do poder central do país, graças à "generosidade" de suas excelências, o salário mínimo foi elevado de 100 para 200 reais. O que significa dizer que, a cada ano, o salário mínimo foi sendo reajustado em 14 reais, em média. Link
Agora, o segundo aparece em suas propagandas eleitorais prometendo elevar o salário mínimo para 600 reais, o que vai exigir um reajuste imediato de 90 reais. E, para conferir um certo ar de "credibilidade" a essa empulhação, o "economista" diz que sabe onde vai buscar os recursos para tanto.
Será após realizar mais uma leva de grandes privatizações? Afinal, a Petrobras, o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal e Furnas ainda estão aí para isso... E podem ser negociados na bacia das almas como aconteceu, por exemplo, com a Companhia Vale do Rio Doce. Leiloada por cerca de 3 bilhões de reais (com dinheiro emprestado pelo BNDES) em plena era FHC, a ex-estatal vale atualmente 60 vezes mais.
E, por acaso, ele já assinou em cartório algum documento em que conste o próximo valor do salário mínimo? Como o que assinou ao disputar a Prefeitura de São Paulo:
"Eu, José Serra, comprometo-me a, se for eleito a prefeito do município de São Paulo..."


Acabou de assistir ao vídeo, minha senhora?
Como sabe, o farsante não passou os quatro anos que prometeu. Passou um. E, nem por isso, ele deixou de acrescentar o nome da Prefeitura de São Paulo em seu currículo de administrador público "mais experiente".
Além disso, promete aumentar o valor das aposentadorias do INSS em 10 por cento, promete aumentar o número dos assistidos pelo Bolsa Família (que ganharão o 13º), promete criar mais três ministérios, blá, blá, blá...
Promessas, promessas, promessas. Promessas que ele alterna com as baixarias de sua campanha.
O que esse homem diz não vale o que o gato enterra.

Dia Mundial da Espirometria

As enfermidades respiratórias
Pode-se predizer que, no ano de 2030, haverá 74 milhões de mortes no mundo e que, de acordo com essa estimativa, 12,5 milhões de pessoas (17%) morrerão por doenças respiratórias.
As enfermidades respiratórias, por conta das necessidades assistenciais e dos dias de afastamento do trabalho, apresentam um alto impacto socioeconômico e constituem um problema de Saúde Pública de primeira grandeza em todo o mundo. E esta situação é particularmente preocupante nas regiões mais pobres do planeta, nas quais as enfermidades respiratórias são muito mais frequentes. Por exemplo, em extensas zonas da América Latina, onde a exposição à fumaça de lenha em ambientes fechados, para cozinhar e para fazer a calefação, é uma das causas de doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC).
No entanto, é o tabagismo a principal causa de enfermidades respiratórias, pois responde por 90% dos casos de DPOC e por 85% dos casos de câncer de pulmão.
Doença pulmonar obstrutiva crónica
Cerca de 210 milhões de pessoas no mundo apresentam DPOC. Na realidade, os portadores desta doença devem se encontrar em maior número porque há muitos casos não diagnosticados. As informações disponíveis sobre a DPOC na América Latina são provenientes de dois estudos: o PREPOCOL (na Colômbia) e o PLATINO (em cinco cidades: São Paulo, Cidade do México, Montevidéu, Caracas e Santiago do Chile).
Estes dois estudos mostraram que quase 90% dos indivíduos com DPOC ignoravam ter esse diagnóstico e que a enfermidade ocorria entre 7 e 19,7% em indivíduos acima dos 40 anos.
Por ano, a DPOC é responsável pela morte de 3 milhões de pessoas (é hoje a quarta causa de morte no mundo) e se prevê um crescimento de 30% em sua morbidade para 2030. A doença atualmente predomina nos homens, mas vem aumentando consideravelmente nas mulheres, nas quais ocorre após um menor consumo de tabaco.
Os portadores de DPOC têm com maior frequência enfermidades associadas. Ainda que todos os fumantes deixassem de fumar, a partir de agora, teríamos de aguardar décadas pela diminuição do número de casos de DPOC.
A espirometria é o padrão ouro para medir a função pulmonar
Assim como a medida da pressão arterial é útil no rastreamento (screening) das doenças cardiovasculares, a espirometria é de utilidade no diagnóstico das enfermidades respiratorias quando os sintomas são pouco reconhecidos e quando a doença ainda não se manifestou plenamente.
Recomenda-se realizar a espirometria nos fumantes e ex-fumantes com mais de 40 anos de idade. Um estudo recente demonstrou que os fumantes com espirometria anormal apresentam maiores riscos para o câncer de pulmão.
A medida da função pulmonar pela espirometria, em etapas precoces e de forma repetida ao longo do tempo, particularmente nas pessoas sob risco de desenvolver a enfermidade, permitirá realizar um diagnóstico adequado (antes que ocorram danos pulmonares importantes) e, com isso, retardar a progressão da doença.
Neste 14 de outubro de 2010, em todo o mundo, o pessoal de saúde realizará uma jornada dirigida à população, baseada na realização gratuita de ESPIROMETRIAS, para avaliar a saúde respiratoria e identificar riscos para a enfermidade.
O Día Mundial da Espirometria é um evento marcante do “2010 - Ano do Pulmão”. É patrocinado pelo Fórum das Sociedades Respiratórias, o qual integra a Associação Latinoamericana de Tórax (ALAT).
O seu objetivo é alertar, agir e educar sobre a importância das enfermidades respiratórias com os fins de melhorar a prevenção, o diagnóstico e o tratamento das mesmas. PGCS

Versão feita por mim de um documento em espanhol divulgado pela ALAT. 

Parece que foi ontem

 MINA SAN JOSÉ: 69 DIAS SEM ACIDENTES

13 outubro, 2010

O médico e o advogado


Um médico e um advogado encontram-se numa festa. Começam a conversar. Mas a conversa é interrompida, várias vezes, por clientes que desejam orientações médicas.
Irritado, o médico pergunta ao advogado:
"Diga-me, o que você faz para impedir que as pessoas lhe peçam orientações jurídicas quando você está fora do escritório?"
"Quando pedem, eu lhes dou essas orientações", respondeu o advogado, "e, na manhã seguinte, cobro-lhes meus honorários".
O médico decidiu seguir o conselho do advogado e, no resto da noite, anotou os nomes e os endereços de todos as pessoas que se aproximaram dele pedindo orientações.
Na manhã seguinte, a lista de cobranças estava para ser enviada, quando a secretária entrou em seu consultório e entregou-lhe... a conta do advogado.

Pegando o Sol com a mão

Itapiúna - CE

12 outubro, 2010

12/10/1492 - Descobrimento da América

Cristóvão Colombo só descobriu a América porque era solteiro. Se fosse casado provavelmente teria desistido de sua viagem, após ouvir coisas assim:

- E por que é você que tem que ir?
- E por que não mandam outro?
- Você está louco ou é idiota?
- Você não conhece nem a minha família e quer ir descobrir o Novo Mundo!

- E só vai homem nessa viagem? Acha que eu sou trouxa?
- E por que eu não posso ir, se você é o chefe?
- Desgraçado, não sabe mais o que inventar para sair de casa!
- Se cruzar esta porta eu me vou embora para a casa da minha mãe! Seu sem-vergonha!
- Quem é Pinta? Quem é Nina? E quem é essa Maria que se diz Santa?
- Tinha tudo planejado, maldito! Vai se encontra com umas índias piranhas!
- A rainha Isabel vai vender suas joias para você viajar? Acha que sou maluca ou o quê? O que é que você tem com essa velha assanhada?
- Você não vai a lugar nenhum! Você vai é cair num barranco porque o mundo é achatado, seu besta!


Internet

Medicina digital - 8

:-)

11 outubro, 2010

A nível de...

O médico e escritor Aldir Blanc, letrista dos mais consagrados da MPB, falou e disse:


Principais obras musicais (com vários parceiros) de Aldir Blanc: "A nível de...", "Amigo é pra essas coisas", "De frente pro crime", "Dois pra lá, dois pra cá", "Kid Cavaquinho", "Linha de passe", "Miss Suéter", "O bêbado e a equilibrista" (Hino da Anistia), "O mestre-sala dos mares", "O rancho da goiabada", "Parati", "Plataforma", "Querelas do Brasil", "Ronco da cuíca" e "Transversal do tempo".

Postagens relacionadas: Sinal Fechado numa Transversal do Tempo e O metalúrgico e o marinheiro.

O que passou, passou?



"Antigamente, se morria
1907, digamos, aquilo sim
é que era morrer.
Morria gente todo dia,
e morria com muito prazer,
já que todo mundo sabia
que o Juízo, afinal, viria,
e todo mundo ia renascer.
Morria-se praticamente de tudo.
De doença, de parto, de tosse.
E ainda se morria de amor,
como se amar morte fosse.
Pra morrer, bastava um susto,
um lenço no vento, um suspiro e pronto,
lá se ia nosso defunto
para a terra dos pés juntos.
Dia de anos, casamento, batizado,
morrer era um tipo de festa,
uma das coisas da vida,
como ser ou não ser convidado.
O escândalo era de praxe.
Mas os danos eram pequenos.
Descansou. Partiu. Deus o tenha.
Sempre alguém tinha uma frase
que deixava aquilo mais ou menos.
Tinha coisas que matavam na certa.
Pepino com leite, vento encanado,
praga de velha e amor mal curado.

Tinha coisas que têm que morrer,
tinha coisas que têm que matar.
A honra, a terra e o sangue
mandou muita gente praquele lugar.
Que mais podia um velho fazer,
nos idos de 1916,
a não ser pegar pneumonia,
e virar fotografia?
Ninguém vivia pra sempre.
Afinal, a vida é um upa.
Não deu pra ir mais além.
Quem mandou não ser devoto
de Santo Inácio de Acapulco,
Menino Jesus de Praga?
O diabo anda solto.
Aqui se faz, aqui se paga.
Almoçou e fez a barba,
tomou banho e foi no vento.
Agora, vamos ao testamento.
Hoje, a morte está difícil.
Tem recursos, tem asilos, tem remédios.
Agora, a morte tem limites.
E, em caso de necessidade,
a ciência da eternidade
inventou a criônica.
Hoje, sim, pessoal, a vida é crônica."

Paulo Leminski (1944-1989)

10 outubro, 2010

Unplugging - 2

Em dezembro de 2006, eu mostrei no blog esta "máquina de desligar":


Sobre a qual comentei:
Não é que um cientista inventou uma máquina dessas?!
Apresenta uma forma que lembra uma caixa de ferramentas. Num dos lados, há um botão para ser obviamente apertado. Pressionado o botão, a tampa se abre e, movimentado por uma engenhoca pneumática que existe no interior, um braço mecânico sai da caixa. O braço, por sua vez, tem uma mão cuja única tarefa é apertar o citado botão. A fim de que a caixa, após recolhido o braço, seja fechada novamente.
Confiram sua performance aqui.

Agora, descubro na internet que alguém criou outra máquina do gênero... à base de LEGO. Vejam no vídeo abaixo como é sua estrutura e funcionamento.

Campanha. Mamografia Digital Gratuita

O site câncerdemama.com.br, de responsabilidade do Instituto Neo Mama, está com problemas, pois não tem o número de acessos e cliques necessários para alcançar a cota que lhes permite oferecer UMA mamografia gratuita diariamente a mulheres de baixa renda.
Demora menos de um segundo, ir ao site e clicar na tecla cor-de-rosa que diz Campanha da Mamografia Digital Gratuita.
E não custa nada colaborar com a entidade. É por meio do número diário de pessoas que clicam na tela da campanha que os patrocinadores oferecem as mamografias em troca de publicidade.

09 outubro, 2010

Olha o nível! (2)

Eis uma cena fotografada numa festa que o artista Hans Hemmert deu em Berlim.
Preocupado com o bem-estar de seus convidados, o anfitrião providenciou uma grande quantidade de extensores de sapatos. Feitos de uma esponja azul e disponíveis em tamanhos variados, os extensores possibilitaram que os convidados se nivelassem na altura (dois metros) durante o acontecimento.
(A festa dos sonhos para os baixinhos.)

Escreva ou morra

Dizem que muitas pessoas rendem mais quando estão sob pressão (não é o meu caso). Baseado nisso foi que surgiu o Write or Die, um aplicativo que permite o escritor programar o rendimento desejado. Mas, não sendo alcançado o número de palavras em um determinado tempo limite, esse aplicativo ameaça o usuário com mudanças repentinas na cor do texto, sons bizarros ou até mesmo apagando o que já foi escrito.
O Write or Die pode ser usado online ou numa versão desktop que pode ser adquirida.

08 outubro, 2010

Em nome da verdade

Nas últimas semanas, os correligionários do Zé Aiatolá estiveram despejando cargas e mais cargas de lama tóxica na internet. Mas já existe onde buscar, em tempo oportuno, o antídoto.
www.dilma13.com.br/verdades

É mentira que Dilma tenha dito “nem mesmo Cristo querendo, me tira essa vitória”. Dilma nunca disse tal frase, nem nada parecido! Dilma é católica, batizada e crismada. E onde está a tal entrevista? Alguém viu o vídeo? Ouviu a gravação? Claro que não! Simplesmente porque não existe. Se existisse, você acha que a turma do mal já não teria espalhado para tudo quanto é canto?
É mentira que o PT e Dilma defendam o aborto. O PT não defende e nunca defendeu o aborto. E não existe “programa do PT”, conforme tem sido noticiado na imprensa. O que existe é um documento com as diretrizes do 4º Congresso Nacional do PT, realizado em fevereiro deste ano. E este documento, em nenhum momento, fala em aborto ou interrupção da gestação.
É mentira que Dilma esteja proibida de entrar nos Estados Unidos. É mentira que Dilma esteja proibida de entrar nos Estados Unidos (e em mais 11 países) porque tenha sido condenada por lá, devido a uma suposta participação no sequestro do embaixador Charles Elbrick, nos anos 60 (o próprio ex-Gabeira pode confirmar isso). Dilma nunca participou de nenhum sequestro, nunca foi condenada nos Estados Unidos e viaja tranquilamente para onde quiser. Olhe a foto de Obama, apertando a mão de Dilma, na Casa Branca, em Washington.


É mentira que Dilma vai fazer uma Reforma da Previdência e vai prejudicar os aposentados. Dilma Rousseff já disse em várias entrevistas que não vai fazer a reforma previdenciária, até porque a Previdência está quase equilibrada. Existe um pequeno déficit, devido basicamente à aposentadoria rural - que, como determina a Constituição, é concedida mesmo que o trabalhador não tenha contribuído para a Previdência.
Chalita fala sobre a onda de boatos e mentiras contra o PT e Dilma. Assista à entrevista do professor e deputado federal eleito por São Paulo, concedida ao canal Record News (em vídeo).

O encontro dos titãs

Há muitos milhões de anos Marte era habitado por um único e gigantesco titã. Vênus, neste aspecto, também não era diferente: lá existia outro titã, só que mais gracioso. E os dois titãs não se conheciam titanicamente, quero dizer, pessoalmente. Mas costumavam trocar mensagens telepáticas sobre os assuntos do quotidiano.
Um dia marcaram um encontro.
Aí, surgiu a inevitável pergunta:
- No seu planeta ou no meu?
Após algumas rodadas de negociação telepática, por razões logísticas, deu Terra. Que, se os dois partissem quando seus planetas estivessem alinhados, ficaria a meio caminho. Embora muitos informes dessem conta de que o local a ser visitado não passava de um planeta inóspito.
Em sua bagagem, o titã venusiano resolveu trazer fogo para aquecer o planeta. Enquanto o titã de Marte zarpou com colossais estoques de água, por imaginar que o calor terrestre só poderia ser suportado com uma ducha a cada instante.
A esse encontro o titã de Marte chegou pontualmente. Aborreceu-se com o atraso do outro, e foi visto inclusive a comentar:
- Se ela não chegar agora não precisa chegar.
Esse "ela" era uma forma de tratamento que o titã de Marte usou, pela primeira vez, para se referir ao de Vênus. Já estando de acordo com certas suspeitas que ele, nos últimos tempos, vinha levantando a respeito da natureza do outro. E, movido pela curiosidade, resolveu esperar.
Com o atraso de uma eternidade, o titã venusiano enfim chegou. Como a compensar o tempo perdido, logo sucedeu, entre eles, um conhecer de corpos através da mútua apalpação. Até que descobriram, um no outro, que possuíam estruturas anatômicas que se completavam. E que, ao fazê-lo, neles provocavam um indescritível prazer.
Nunca mais voltaram aos planetas de origem. PGCS


Bônus: Men Are From Bars Women Are From Venus

O trocadilho só dá certo em inglês.

07 outubro, 2010

Donald não é um pato manco

O novo governo sueco não conseguiu a maioria das cadeiras nas eleições do mês passado. Isto porque surgiram alguns "candidatos" inesperados como o Pato Donald, por exemplo, nos quais os suecos também votaram.
Na Suécia, são permitidos os boletins de voto escritos à mão. Os eleitores, normalmente, utilizam-se deles para escrever outros nomes que desejam sufragar. Com a obrigatória publicação desses boletins, descobriu-se que 120 pessoas votaram no Pato Donald.
E o novo primeiro-ministro Fredrik Reinfeldt, líder do Partido da Coligação Moderada, precisou negociar com outros partidos a formação do novo governo.
Fonte: sol.sapo.pt

Pato manco é a tradução de lame duck, uma expressão muito utilizada nos EUA para definir um político em fim de mandato e que, devido a essa condição, não tem mais qualquer relevância. No Brasil, corresponde ao político que ouve bater à porta, vai atender, porém era só o vento.

Inventos malucos em medicina - 1

O blog Life Suport tem imagens e descrições de dez inventos médicos incomuns e que eram inúteis ou perigosos para quem quisesse usá-los. Por isso, nunca "pegaram"
Entre eles, está o Old Age Rejuvenator Centrífuge, de 1935, que pretendia reverter os efeitos do envelhecimento nas pessoas. O Rejuvenator (um nome que certamente agradaria a turma do Casseta & Planeta) era uma grande centrifugadora que, ao ser posta em funcionamento, "neutralizava" os efeitos da gravidade sobre o corpo humano.

Bônus
(para mostrar a necessidade de reinventar o Rejuvenator)
Quando o homem envelhece
tudo acontece
a barriga cresce
o cabelo embranquece
a junta endurece
a memória enfraquece
a vista escurece
o pinto amolece
o saco desce
a vontade esmorece
a mulher oferece
ele agradece
e diz: ah, se eu pudesse...

06 outubro, 2010

IE vai para o 2º turno

Nas estatísticas divulgadas hoje pela StatCounter, o Internet Explorer (IE), navegador desenvolvido pela Microsoft, aparece com menos de 50 por cento do mercado global de navegadores da internet. Apesar de continuar na liderança, o IE, que detinha 67 por cento do mercado um ano atrás, reduziu a sua participação para 49,8 por cento, em setembro último.
O segundo colocado no ranking da StatCounter é o Firefox, navegador da Mozilla, que tem 31,9 por cento do mercado, com sua participação se mantendo estável há um ano. Por outro lado, o Chrome, navegador do Google, é o que mais vem ganhando mercado. De 3,6 por cento um ano atrás, o Chrome aumentou sua participação no mercado para 11,5 por cento. E o Safari e o Opera ocupam o quarto e o quinto lugares desse ranking, respectivamente.

Do IgNobel ao Nobel

O físico russo Andre Geim foi escolhido ontem (05/10) como um dos vencedores do prêmio Nobel de Física por seus experimentos com o grafeno, uma espécie de finíssima película de grafite com a espessura de apenas um átomo de carbono. Prevê-se que esse material, no futuro, terá a mesma importância tecnológica que o plástico hoje em dia apresenta.
Andre Geim é o mesmo que, em 2000, ganhou o IgNobel de Física por usar ímãs para levitar um sapo.
Marc Abrahams, o fundador do prêmio IgNobel, parabenizou o físico russo pela dupla façanha e informou que era a primeira vez que isso acontecia individualmente.


+ curiosidades
Em 2005, o prêmio Nobel da Paz foi concedido à Agência Internacional de Energia Atômica. No ano seguinte, Bart Knols, que era um dos funcionários da agência, foi laureado com o IgNobel de Biologia por ter mostrado que a fêmea do mosquito da malária é igualmente atraído pelos cheiros do queijo Limburgo e do chulé.
Quem sabe o IgNobel não esteja se tornando um celeiro de ganhadores do Nobel. E vice-versa.

Flos sapiens

O oftalmologista Nelson Cunha me enviou esta série de imagens. São flores compostas por corpos humanos. O título da postagem refere-se a essa hibridização e o slideshow, cá entre nós, ficou ótimo. Montado com imagens de tão estonteante beleza, também pudera.

05 outubro, 2010

Discussão com a mulher


Segundo o gráfico acima, as chances de um homem vencer uma discussão com a mulher são as seguintes:
- 50% no período de namorado
- 25% no período de noivo
- 0% no período de casado

Caverna do Ostracismo. Novos moradores

"O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, participou hoje da recepção promovida pelo ex-sábio FHC aos novos moradores (*) da Caverna do Ostracismo, fundos, em Higienópolis, S. Paulo. Alguns dos mais importantes líderes da UDN foram agraciados pela população dos seus estados com uma merecida aposentadoria a ser curtida no aprazível valhacouto udenista gerenciado pelo ex-pensador FHC e seu cozinheiro Caetano. O Presidente de Nascença compareceu ao evento, mas ainda não se mudou para seus novos aposentos na Caverna do Ostracismo. Sua mudança está prevista para o dia 31 de outubro."

(*) Tasso, Heráclito (o filósofo de Teresina), Mão Santa (cirurgião eleitoral), Marco Maciel (ex-mapa do Chile), Jungmann, Jarbas (chofer do Zezinho em Pernambuco), Ymelda Cruzes (cleptotucana), Virgilius (poeta romano radicado no Amazonas), César Maia (brilhante estrategista), Ex-Gabeira, Itagiba (araponga de estimação do Zezinho), Fruet (gralha azul do Paraná), Zulaiê Cobra (Crotalus terrificus), Efraim (medium), entre outros.

Onde ler a nota completa: Tia Carmela e o Zezinho.

Uma cascata com efeito cascata

A pergunta
Pode o bebê engravidar se a mãe tiver relação sexual durante a gestação?

A "melhor" resposta
O bebê só pode engravidar se for do sexo feminino. Caso suspeite de que isso esteja acontecendo, evite continuar praticando o sexo durante a gestação para que o o bebê não venha a engravidar e assim sucessivamente.

Tradução livre de Prego Baby Fail, in Yahoo! Answer

04 outubro, 2010

Ambigrama

É uma palavra escrita de uma maneira tal que, ao ser invertida por um giro ou uma reflexão, permanece inalterada ou revela uma nova palavra.
O ambigrama a seguir apresentado é um caso especial.


Ao ser invertido, através de um giro de 180º, mostra uma palavra que tem o mesmo significado, mas... em idiomas diferentes.


É uma boa ideia para uma pulseira ou um colar.

03 outubro, 2010

♪Penny Lane♪

"Penny Lane" é uma canção da banda The Beatles, escrita por Paul McCartney, gravada nas sessões do álbum "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band", e lançada em fevereiro de 1967.
A letra fala sobre as coisas (céu, chuva, fotografias, a rotatória, uma ampulheta...) e as pessoas (o barbeiro, o banqueiro, as crianças, o bombeiro, a enfermeira...) de Penny Lane. O lugar foi bastante marcante na vida dos Beatles, principalmente na de Paul McCartney.
A prefeitura da cidade recoloca a placa com o nome da rua frequentemente por causa dos fãs que a roubam.


Ao assistir a este vídeo no Lyrics Tube (um site excelente a mim indicado pela jornalista Mirna Gurgel), o internauta vai nele encontrar a letra da canção.

02 outubro, 2010

Que é isto?


1 - Uma máquina para experiências com o teletransporte de pessoas.
2 - Um novo modelo de cabine telefônica.
3 - Uma gaiola de proteção contra tubarões.
4 - O protótipo de uma cápsula do tempo.
5 - Uma cápsula para o resgate de mineiros chilenos.

Gabarito
Ver comentários.